Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

terça-feira, 2 de abril de 2013

Feliciano diz que Dilma poderá perder o voto dos evangélicos

Marco Feliciano
Deputado esperava
ter o apoio do PT
O pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP), 40, na foto, disse que Dilma Rousseff poderá não ter o voto dos evangélicos para se reeleger pelo fato de ele não estar recebendo o apoio do PT neste momento em que sofre pressões para renunciar à presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara.

“O PT pegou um grupo de deputados e veio contra mim”, afirmou em entrevista à Folha.

O deputado é alvo de uma forte campanha de ativistas dos direitos humanos e dos homossexuais para deixe o cargo por causas de suas ideias homofóbicas e racistas. Ele nega que tenha preconceito, mas não apoia, por exemplo, o casamento gay porque, diz, como pastor tem de seguir a Bíblia.

Feliciano lembrou na entrevista que em 2010 se engajou na campanha política da Dilma Rousseff, mas agora não sabe se vai se colocar do lado da presidente, nas próximas eleições.

Ele insinuou que poderá levar essa questão a um congresso da Assembleia de Deus que reunirá em Brasília cerca de 24 mil pastores. “Temos 50 milhões [de fiéis ]."

O pastor-deputado tem tentado se encontrar com Dilma para pedir seu apoio, mas até agora, reclamou, a ministra Glesi Hoffman, da Casa Civil, não agendou uma audiência.

Afirmou que não sabe se participará de uma reunião de líderes partidários na próxima semana que vai discutir a sua situação na comissão.

“Não sei o que faria nesse colégio de líderes. Ir ali para ser oprimido e achincalhado por um grupo de pessoas que, na verdade, deveria defender o Parlamento — e não abrir um precedente como está sendo feito. Acho muito perigoso."

No fim de semana, a Istoé publicou que o PSC estaria disposto convencer Feliciano a renunciar à presidência da comissão, desde que o partido obtivesse em troca cargos no governo.





Com informação da Folha.

Dilma é refém das chantagens de religiosos, diz sociólogo
março de 2012

Feliciano   Religião na política

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...