Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

sábado, 26 de janeiro de 2013

Juiz derruba liminar que proibia aos brasileiros o filme anti-islã

Maomé do filme A Inocência dos Muçulmanos
Filme volta ao ar em respeito à
liberdade de pensamento artístico
Em ação movida pelo Google, o juiz Paulo César Batista dos Santos, da 25ª Vara Cível de São Paulo, derrubou a liminar obtida pela União Nacional das Entidades Islâmicas que retirou de exibição no Youtube, para os brasileiros, o filme anti-islã “A Inocência dos Muçulmanos”.

Para Santos, o filme é de “gosto duvidoso”, mas no Brasil a “livre manifestação do pensamento artístico” tem de ser respeitada. [Ver abaixo o trailer do filme com legendas em português]

A liminar foi concedida em setembro de 2012 pelo juiz Gilson Delgado Mirada, da 25ª Vara do Tribunal de Justiça de São Paulo. Ele concordou com o argumento dos representantes dos muçulmanos de que o filme pode “induzir ou incitar a discriminação de preconceito de religião”.

A sentença agora do juiz Santos serve como recado aos muçulmanos e aos líderes religiosos em geral de que ninguém, alegando a possibilidade de haver discriminação, pode impor censura aos brasileiros.




Quando há preconceito religioso ou de qualquer outra natureza, é legítimo acionar os dispositivos legais para combatê-lo. Mas recorrer à Justiça porque apenas se teme que possa haver preconceito é arrogância de quem não dá o devido respeito à liberdade de opinião.

Trailer do filme com legendas em português

video

Com informação do site da Veja.

Revista satírica francesa publica biografia de Maomé
janeiro de 2013

Religião contra liberdade de expressão

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...