Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

MPF admite que livro editado por Malafaia incita ódio aos gays

A Estratégia, do reverendo Louis P. Sheldon
Central Gospel informa
que livro está esgotado
 
A Procuradoria dos Direitos do Cidadão, do MPF-SP (Ministério Público Federal em São Paulo), abriu inquérito civil público para apurar a denúncia segundo a qual o livro “A Estratégia – O plano dos homossexuais para transformar a sociedade” difunde ódio contra os gays.

O livro foi escrito pelo reverendo americano Louis P. Sheldon e, no Brasil, é editado pela editora do pastor Silas Malafaia, a Central Gospel.

Parecer do procurador Sergio Gardenghi Suiama acatou pedido da ABGLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) para a abertura do inquérito, porque trata-se de uma obra que “perpetra uma inegável incitação ao ódio, ao preconceito e à discriminação contra os homossexuais”.

A ABGLT disse que “The Agenda” (o nome do livro em inglês) é uma cartilha adotada nos Estados Unidos por igrejas evangélicas fundamentalistas que combatem a homossexualidade como se fosse coisa do diabo.

Na documentação que enviou ao Ministério Público, a associação transcreveu alguns trechos do livro, como este: “O problema não é simplesmente o tipo de sexo preferido pelos homossexuais, mas o estilo de vida que abraçam. Doenças, infecções, vícios em drogas e álcool, e ferimentos são comuns”.

Suiama concordou que o livro atinge os “direitos fundamentais à honra e à dignidade” de todos os gays. “As ofensas contidas no livro não estão voltadas a esta ou àquela pessoa, mas a toda a coletividade de homossexuais masculinos e femininos”, disse.

A Central Gospel ainda não se manifestou sobre a decisão do MPF-SP. Contudo, o pastor Malafaia negou em outra oportunidade que a sua editora tenha livro que promova ódio e preconceito.

O site da editora informa que “A Estratégia" encontra-se esgotado. Com 288 páginas, ele estava sendo vendido a R$ 32,21. Uma resenha informa que o livro trata da família que está sendo implodida não só pelo divórcio, mas também pela “estratégia gay, que visa erradicar a estrutura moral da sociedade e promover relações promíscuas”.

A decisão do MPF é polêmica porque poderá ser interpretada como uma tentativa de impor a censura a um livro, contra a Constituição, que garante a liberdade de expressão.

Com informação Spresso SP e do site da Central Gospel.

Malafaia chama Bial de ridículo por programa favorável à união gay.
julho de 2012

Silas Malafaia.    Homofobia.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...