Silas Malafaia defende castigo bíblico à vara para crianças




O pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, disse estar combatendo a lei que pune pais que batem nos filhos porque ele recomenda os castigos físicos descritos na Bíblia.

A polêmica "Lei da Palmada" aprovada pela Câmara dos Deputados e terá de ser votada pelo Senado.

Malafaia disse que a lei "é mais uma palhaçada”.

Afirmou no Twitter que prefere Provérbios 23:13,14: “Não retires a disciplina da criança; pois se a fustigares com a vara, nem por isso morrerá. Tu a fustigarás com a vara, e livrarás a sua alma do inferno”.

Ou seja, para Malafaia, que é formado em psicologia, os pais podem bater nos filhos sempre que julgarem necessário, desde que não os matem.

“Quando o assunto entrar em pauta no Senado, faremos uma campanha para impedir a aprovação dessa lei”, escreveu.

"Lei da Palmada é uma palhaçada"




Livro de pastor sobre como bater nos filhos já teria causado três mortes