Igreja americana que negou casamento a negros pede desculpas

Charles Wilson e Te'Andrea
Te'Andrea e Charles Wilson tiveram de se casar em outra igreja
A Igreja Batista de Crystal Springs (EUA) pediu desculpas por impedir que se realizasse em seu templo ao final de julho a cerimônia de casamento de um casal de negros, Charles Wilson e Te'Andrea (foto). A cidade tem cerca de 6.000 habitantes e fica no Estado de Mississipi.

Os noivos, que planejaram o casamento havia meses, ficaram sabendo da proibição na véspera da data marcada. O pastor Stan Weatherford, que tinha sido contatado por eles, teve de realizar a cerimônia em outra igreja, embora o casal fosse frequentador da Batista.

Comunicado da Igreja pediu desculpas e perdão pela “dor” do casal e disse estar passando por uma “reconciliação com o nosso Senhor Jesus Cristo”.

O pedido de desculpas ocorreu somente depois de o caso ter repercutido internacionalmente com base em uma entrevista do pastor à CNN de que o veto tinha partido de integrantes da congregação responsável pela igreja.

Desde a instalação da Batista em Crystal Springs, há décadas, nunca houve lá a cerimônia de um casamento de negros.

Charles Wilson e Te'Andrea continuam a participar dos cultos da igreja.

Com informação da CNN.

Igreja de Mississippi proíbe pastor de casar noivos negros.
julho de 2012

Casos de racismo.

Semelhantes