Evidências da existência de Deus são mais plausíveis, diz Craig

As evidências sobre a existência de Deus são muito mais plausíveis do que as que O negam. Essa afirmação foi feita recentemente pelo filosofo cristão norte-americano William Lane Craig (na foto abaixo) quando esteve recentemente no Brasil para participar de um simpósio. Para ele, a razão é superior à ciência e, através dela, é possível acreditar em Deus.

Craig é um polemista que gosta de debater principalmente com ateus. No ano passado, quando esteve na Grã-Bretanha, ele desafiou o cientista e militante ateu Richard Dawkins para um debate. O britânico disse que não aceitaria debater com alguém como Craig, que defende o genocídio bíblico. Craig disse que o ateu evitou o confronto por covardia.

Na entrevista que concedeu em Água de Lindóia (SP) a Marco Túlio Pires, da Veja.com, Craig fala sobre essa questão do genocídio, entre outras.

Segue a entrevista.

Filósofo cristão William Lane Craig diz que a moral vem de Deus
Para Craig, a moral vem do Deus dos cristãos  
Por que deveríamos acreditar em Deus?

Porque os argumentos e evidências que apontam para a Sua existência são mais plausíveis do que aqueles que apontam para a negação. Vários argumentos dão força à ideia de que Deus existe. Ele é a melhor explicação para a existência de tudo a partir de um momento no passado finito, e também a para o ajuste preciso do universo, levando ao surgimento de vida inteligente. Deus também é a melhor explicação para a existência de deveres e valores morais objetivos no mundo. Com isso, quero dizer valores e deveres que existem independentemente da opinião humana.

Se Deus é bondade e justiça, por que ele não criou um universo perfeito onde todas as pessoas vivem felizes?

Acho que esse é o desejo de Deus. É o que a Bíblia ensina. O fato de que o desejo de Deus não é realizado implica que os seres humanos possuem livre-arbítrio. Não concordo com os teólogos que dizem que Deus determina quem é salvo ou não. Parece-me que os próprios humanos determinam isso. A única razão pela qual algumas pessoas não são salvas é porque elas próprias rejeitam livremente a vontade de Deus de salvá-las.

Alguns cientistas argumentam que o livre-arbítrio não existe. Se esse for o caso, as pessoas poderiam ser julgadas por Deus?

Não, elas não poderiam. Acredito que esses autores estão errados. É difícil entender como a concepção do determinismo pode ser racional. Se acreditarmos que tudo é determinado, então até a crença no determinismo foi determinada. Nesse contexto, não se chega a essa conclusão por reflexão racional. Ela seria tão natural e inevitável como um dente que nasce ou uma árvore que dá galhos. Penso que o determinismo, racionalmente, não passa de absurdo. Não é possível acreditar racionalmente nele. Portanto, a atitude racional é negá-lo e acreditar que existe o livre-arbítrio.

O senhor defende em seu site uma passagem do Velho Testamento em que Deus ordena a destruição da cidade de Canaã, inclusive autorizando o genocídio, argumentando que os inocentes mortos nesse massacre seriam salvos pela graça divina. Esse não é um argumento perigosamente próximo daqueles usados por terroristas motivados pela religião?

A teoria ética desses terroristas não está errada. Isso, contudo, não quer dizer que eles estão certos. O problema é a crença deles no deus errado. O verdadeiro Deus não ordena atos terroristas e, portanto, eles estariam cometendo uma atrocidade moral. Quero dizer que se Deus decide tirar a vida de uma pessoa inocente, especialmente uma criança, a Sua graça se estende a ela.

Se o terrorista é cristão o ato terrorista motivado pela religião é justificável, por ele acreditar no Deus ‘certo’?

Não é suficiente acreditar no deus certo. É preciso garantir que os comandos divinos estão sendo corretamente interpretados. Não acho que Deus dê esse tipo de comando hoje em dia. Os casos do Velho Testamento, como a conquista de Canaã, não representam a vontade normal de Deus.

O sr. está querendo dizer que Deus também está sujeito a variações de humor? Não é plausível esperar que pelo menos Ele seja consistente?

Penso que Deus pode fazer exceções aos comandos morais que dá. O principal exemplo no Velho Testamento é a ordem que ele dá a Abraão para sacrificar seu filho Isaque. Se Abraão tivesse feito isso por iniciativa própria, isso seria uma abominação. O deus do Velho Testamento condena o sacrifício infantil. Essa foi uma das razões que o levou a ordenar a destruição das nações pagãs ao redor de Israel. Elas estavam sacrificando crianças aos seus deuses. E, no entanto, Deus dá essa ordem extraordinária a Abraão: sacrificar o próprio filho Isaque. Isso serviu para verificar a obediência e fé dele. Mas isso é a exceção que prova a regra. Não é a forma normal com que Deus conduz os assuntos humanos. Mas porque Deus é Deus, Ele tem a possibilidade de abrir exceções em alguns casos extremos, como esse.

O sr. disse que não é suficiente ter o deus certo, é preciso fazer a interpretação correta dos comandos divinos. Como garantir que a sua interpretação é objetivamente correta?

As coisas que digo são baseadas no que Deus nos deu a conhecer sobre si mesmo e em preceitos registrados na Bíblia, que é a palavra d’Ele. Refiro-me a determinações sobre a vida humana, como “não matarás”. Deus condena o sacrifício de crianças, Seu desejo é que amemos uns ao outros. Essa é a Sua moral geral. Seria apenas em casos excepcionalmente extremos, como o de Abraão e Isaque, que Deus mudaria isso. Se eu achar que Deus me comandou a fazer algo que é contra o Seu desejo moral geral, revelado na escritura, o mais provável é que eu tenha entendido errado. Temos a revelação do desejo moral de Deus e é assim que devemos nos comportar.

O sr. deposita grande parte da sua argumentação no conteúdo da Bíblia. Contudo, ela foi escrita por homens em um período restrito, em uma área restrita do mundo, em uma língua restrita, para um grupo específico de pessoas. Que evidência se tem de que a Bíblia é a palavra de um ser sobrenatural?

A razão pela qual acreditamos na Bíblia e sua validade é porque acreditamos em Cristo. Ele considerava as escrituras hebraicas como a palavra de Deus. Seus ensinamentos são extensões do que é ensinado no Velho Testamento. Os ensinamentos de Jesus são direcionados à era da Igreja, que o sucederia. A questão, então, se torna a seguinte: temos boas razões para acreditar em Jesus? Ele é quem ele diz ser, a revelação de Deus? Acredito que sim. A ressurreição dos mortos, por exemplo, mostra que ele era quem afirmava.

Existem provas que confirmem a ressurreição de Jesus?

Temos boas bases históricas. A palavra ‘prova’ pode ser enganosa porque muitos a associam com matemática. Certamente, não temos prova matemática de qualquer coisa que tenha acontecido na história do homem. Não temos provas, nesse sentido, de que Júlio César foi assassinado no senado romano, por exemplo, mas temos boas bases históricas para isso. Meu argumento é que se você considera os documentos do Novo Testamento como fontes da história antiga, — como os historiadores gregos Tácito, Heródoto ou Tucídides — o evangelho aparece como uma fonte histórica muito confiável para a vida de Jesus de Nazaré. A maioria dos historiadores do Novo Testamento concorda com os fatos fundamentais que balizam a inferência sobre a ressurreição de Cristo. Coisas como a sua execução sob autoridade romana, a descoberta das tumbas vazias por um grupo de mulheres no domingo depois da crucificação e o relato de vários indivíduos e grupos sobre os aparecimentos de Jesus vivo após sua execução. Com isso, nos resta a seguinte pergunta: qual é a melhor explicação para essa sequência de acontecimentos? Penso que a melhor explicação é aquela que os discípulos originais deram — Deus fez Jesus renascer dos mortos. Não podemos falar de uma prova, mas podemos levantar boas bases históricas para dizer que a ressurreição é a melhor explicação para os fatos. E como temos boas razões para acreditar que Cristo era quem dizia ser, portanto temos boas razões para acreditar que seus ensinamentos eram verdade. Sendo assim, podemos ver que a Bíblia não foi criação contingente de um tempo, de um lugar e de certas pessoas, mas é a palavra de Deus para a humanidade.

O textos da Bíblia passaram por diversas revisões ao longo do tempo. Como podemos ter certeza de que as informações às quais temos acesso hoje são as mesmas escritas há 2.000 anos? Além disso, como lidar com o fato de que informações podem ser perdidas durante a tradução?

Você tem razão quanto a variedade de revisões e traduções. Por isso, é imperativo voltar às línguas originais nas quais esses textos foram escritos. Hoje, os críticos textuais comparam diferentes manuscritos antigos de modo a reconstruir o que os originais diziam. O Novo Testamento é o livro mais atestado da história antiga, seja em termos de manuscritos encontrados ou em termos de quão próximos eles estão da data original de escrita. Os textos já foram reconstruídos com 99% de precisão em relação aos originais. As incertezas que restam são trivialidades. Por exemplo, na Primeira Epístola de João, ele diz: “Estas coisas vos escrevemos, para que o vosso gozo se cumpra”. Mas alguns manuscritos dizem: “Estas coisas vos escrevemos, para que o nosso gozo se cumpra”. Não temos certeza se o texto original diz ‘vosso’ ou ‘nosso’. Isso ilustra como esse 1% de incerteza é trivial. Alguém que realmente queira entender os textos deverá aprender grego, a língua original em que o Novo Testamento foi escrito. Contudo, as pessoas também podem comprar diferentes traduções e compará-las para perceber como o texto se comporta em diferentes versões.

É possível explicar a existência de Deus apenas com a razão? Qual o papel da ciência na explicação das causas do universo?

A razão é muito mais ampla do que a ciência. A ciência é uma exploração do mundo físico e natural. A razão, por outro lado, inclui elementos como a lógica, a matemática, a metafísica, a ética, a psicologia e assim por diante. Parte da cegueira de cientistas naturalistas, como Richard Dawkins, é que eles são culpados de algo chamado ‘cientismo’. Como se a ciência fosse a única fonte da verdade. Não acho que podemos explicar Deus em sua plenitude, mas a razão é suficiente para justificar a conclusão de que um criador transcendente do universo existe e é a fonte absoluta de bondade moral.

Por que o cristianismo deveria ser mais importante do que outras religiões que ensinam as mesmas questões fundamentais, como o amor e a caridade?

As pessoas não entendem o que é o cristianismo. É por isso que alguns ficam tão ofendidos quando se prega que Jesus é a única forma de salvação. Elas pensam que ser cristão é seguir os ensinamentos éticos de Jesus, como amar ao próximo como a si mesmo. É claro que não é preciso acreditar em Jesus para se fazer isso. Isso não é o cristianismo. O evangelho diz que somos moralmente culpados perante Deus. Espiritualmente, somos separados d’Ele. É por isso que precisamos experimentar Seu perdão e graça. Para isso, é preciso ter um substituto que pague a pena dos nossos pecados. Jesus ofereceu a própria vida como sacrifício por nós. Ao aceitar o que ele fez em nosso nome, podemos ter o perdão de Deus e a limpeza moral. A partir disso, nossa relação com Deus pode ser restaurada. Isso evidencia por que acreditar em Cristo é tão importante. Repudiá-lo é rejeitar a graça de Deus e permanecer espiritualmente separado d’Ele. Se você morre nessa condição você ficará eternamente separado de Deus. Outras religiões não ensinam a mesma coisa.

A crença em Deus é necessária para trazer qualidade de vida e felicidade?

Penso que a crença em Deus ajuda, mas não é necessária. Ela pode lhe dar uma fundação para valores morais, propósito de vida e esperança para o futuro. Contudo, se você quiser viver inconsistentemente, é possível ser um ateu feliz, contanto que não se pense nas implicações do ateísmo. Em última análise, o ateísmo prega que não existem valores morais objetivos, que tudo é uma ilusão, que não há propósito e significado para a vida e que somos um subproduto do acaso.

Por que importa se acreditamos no deus do cristianismo ou na ‘mãe natureza’ se na prática as pessoas podem seguir, fundamentalmente, os mesmos ensinamentos?

Deveríamos acreditar em uma mentira se isso for bom para a sociedade? As pessoas devem acreditar em uma falsa teoria, só por causa dos benefícios sociais? Eu acho que não. Isso seria uma alucinação. Algumas pessoas passam a acreditar na religião por esse motivo. Já que a religião traz benefícios para a sociedade, mesmo que o indivíduo pense que ela não passa de um ‘conto de fadas’, ele passa a acreditar. Digo que não. Se você acha que a religião é um conto de fadas, não acredite. Mas se o cristianismo é a verdade — como penso que é — temos que acreditar nele independente das consequências. É o que as pessoas racionais fazem, elas acreditam na verdade. A via contrária é o pragmatismo. “Isso Funciona?", perguntam elas. "Não importa se é verdade, quero saber se funciona”. Não estou preocupado se na Suécia alguns são felizes sem acreditar em Deus ou se há alguma vantagem em acreditar n’Ele. Como filósofo, estou interessado no que é verdade e me parece que a existência desse ser transcendente que criou e projetou o universo, fonte dos valores morais, é a verdade.





Fonte: Veja.com.

Filósofo cristão chama ateu de ‘covarde’ por recusar debate
junho de 2011

Dawkins afirma que não debate com quem defende genocídio bíblico
outubro de 2011

Comentários

  1. Respostas
    1. ichtys, A mediocridade me cança e muito, pois o trabalho de ensinar a quem não aprende e muito duro.
      Não me escondo atras de inicias que ninguem sabe o que significa.
      Tanta informação, ingenua ou de ma fé cança minha cabecinha mesmo, Ma e melhor ter uma cabecinha do que não ter nenhuma.

      Excluir
    2. "Não me escondo atras de inicias que ninguem sabe o que significa." rsrs mas voce que tem o trabalho de ensinar, não estuda não, bom se voce não sabe o que significa as iniciais não espere que eu lhe responda? uma pista eu deixei um figura ilustrativa do lado, beleza, estude!
      "melhor ter uma cabecinha do que não ter nenhuma."
      bom, se voce se contenta com sua cabeçinha não posso fazer nada, e se a mediocridade lhe cansa, como voce se aguenta??

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Mais um ignorante sem estudo que as pessoas dão ouvidos! Aleluia \o/

      Excluir
    5. Chama-lo de ignorante é fácil difícil e rebatê-lo em suas argumentações..

      Excluir
    6. Quando se usa falácia circular como ele, pode-se nunca ser vencido em nenhum argumento e ainda sim, jamais dizer qualquer coisa que valha a pena ser investigada atrás de sentido... havia um grupo de pessoas na Grécia antiga que se orgulhavam de vencer qualquer discussão defendendo qualquer lado, mesmo o que eles não concordavam, pois eram mestres da argumentação e falácia. Em minha humilde opinião, ainda não humilharam este imbecil, pois ninguém atacou sua definição falaciosa de "moral objetiva". Assisti vários de seus debates e ele os ganha todos com essa falácia de difícil refutação por ser tão estúpida. É mais fácil discutir filosofia com físicos. é como se orgulhar de vencer uma disputa de xadrez com um jogador de futebol. Quero ver o dia em que ele aceitar um debate com um filósofo ateu que ataque sua preciosa "moral objetiva". Depois de me formar, espero que este cara esteja vivo e atuante para ter uma oportunidade com ele.

      Excluir
    7. Ele já aceitou debater com um filósofo e ganhou também. Pesquise no youtube...

      Excluir
    8. Não prescisa ser filosofo ou estudar coisa nenhuma para debater com graig,somente uma pessoa com algum tipo de disturbio MENTAL da ouvidos a esse cara!Dois fatos se percebe facilmente nele,primeiro a maior parte das respostas dele começa com,ACHO,PODEMOS PENSAR PENSO,DEVERIAMOS e por ai vai,2 não passa de um ateusão esperto ganhando dinheiro e notoriedade!Ele apenas trata doentes como devem ser tratados ou alguem ai ja viu no hospital psiquiatra algum enfermeiro ou medico debatendo com loucos!!Pra finaliar existem dois tipos de ateu, os que ficam se estressando tentando ensinar saci andar de patinete e os espertões que falam o que os panacas querem ouvir e ainda faturam um dinheirinho vendendo livros, fazendo palestras e
      viajando de graça as custas dos manés!!!!

      Excluir
    9. Esse deve ser o rei das falácias.

      Excluir
  2. Respostas
    1. é deve ter cansado sua cabeçinha "tanta informação", kkkkk
      Craig fez uma incrivel explanação, e a unica coisa que voces conseguem dizer é isso???
      Seguem abaixo uma infinidade de "refutacoes racionais"...=]"""
      kkkkkkkkk

      Excluir
    2. Caro ICHTYS:

      Hahahahahahahahaha... uma grande explanação, como:

      "A razão, por outro lado, inclui elementos como a lógica, a matemática, a metafísica, a ética, a psicologia e assim por diante."

      Hahahahahahahahaha... sim, uma grande explanação de fato, comparar ciências verdadeira com pseudo-ciências.
      One does not simple:
      Compare math with metaphysical.

      "O evangelho diz que somos moralmente culpados perante Deus."
      "por isso que precisamos experimentar Seu perdão e graça."

      Ah sim, outra grande explanação, Deus nos coloca uma culpa e devemos pedir perdão por isso?

      "Se você morre nessa condição você ficará eternamente separado de Deus. Outras religiões não ensinam a mesma coisa."

      O famoso mimimi religioso para discutir qual religião é verdadeira, ele não apresenta um motivo lógico para desqualificar as demais religiões como falsas.
      Ah sim, faz parte de sua grande explanação.

      "Não acho que podemos explicar Deus em sua plenitude, mas a razão é suficiente para justificar a conclusão de que um criador transcendente do universo existe e é a fonte absoluta de bondade moral."

      Opa, então, com a minha razão posso justificar Zeus, Gaia, Papai Noel, etc.
      Mas é claro, a falácia faz parte de sua "grande explanação".

      Abraços.

      Excluir
    3. O que que você quer que eu diga?

      Que os historiadores citados nunca escreveram uma palavra sobre ressurreição ou milagres... inclusive dois deles nem citaram o nome de Jesus?

      Que a morte de crianças inocentes que ele diz que não seria a vontade de deus é encontrada em abundância no antigo testamento.

      Que o deus errado que ele cita, é exatamente o mesmo da biblia?

      Que ele, como todo cristão, está usando a bíblia para tentar justificar a própria bíblia?

      Que valores morais foram reconhecidos em diversas tribos que nunca haviam ouvido falar em Jesus ou qualquer outra religião?

      Que o mesmo argumento fraquíssimo de "expiação" de pecados que não comentemos é repetido igual a qualquer denominação evangélica de fundo de quintal e nunca fez sentido nem para os próprios cristãos?

      Que as mudanças de humor de deus entre o antigo e o novo testamento são fruto da antropomorfização característica de qualquer deus que desde o antigo Egito reflete a criação de deus pelo homem, e não ao contrário?

      Sinceramente, já tinha houvido falar deste sr Craig e estou decepcionado...

      Excluir
    4. caro cabeça de bode:
      “Hahahahahahahahaha... sim, uma grande explanação de fato, comparar ciências verdadeira com pseudo-ciências.
      Falou o simpatizante de uma hipótese filosófica chamada ateísmo. kkk
      Primeiro que filosofia, metafísica, etc não são pesudo-ciencias pois, nunca arrogaram para elas, entrar no campo cientifico( que é a pratica sistemática), pois afinal a ciência com os métodos empíricos tem limitações.
      A metafísica é uma das disciplinas fundamentais da filosofia. Os sistemas metafísicos são tentativas de descrever os fundamentos, as condições, as leis, a estrutura básica, as causas ou princípios primeiros, bem como o sentido e a finalidade da realidade como um todo, isto é, dos seres em geral.

      Estou inaugurando uma nova modalidade de resposta, já que algumas pessoas tem vicio de pinçar certos trechos e tira-los do contexto:

      "O evangelho diz que somos moralmente culpados perante Deus."
      "por isso que precisamos experimentar Seu perdão e graça."
      Ah sim, outra grande explanação, Deus nos coloca uma culpa e devemos pedir perdão por isso?
      Craig tbem disse: Jesus ofereceu a própria vida como sacrifício por nós. Ao aceitar o que ele fez em nosso nome, podemos ter o perdão de Deus e a limpeza moral. A partir disso, nossa relação com Deus pode ser restaurada. Isso evidencia por que acreditar em Cristo é tão importante. Repudiá-lo é rejeitar a graça de Deus e permanecer espiritualmente separado d’Ele.

      "Se você morre nessa condição você ficará eternamente separado de Deus. Outras religiões não ensinam a mesma coisa."
      “O famoso mimimi religioso para discutir qual religião é verdadeira, ele não apresenta um motivo lógico para desqualificar as demais religiões como falsas.
      Ah sim, faz parte de sua grande explanação.
      Opa, então, com a minha razão posso justificar Zeus, Gaia, Papai Noel, etc.
      Mas é claro, a falácia faz parte de sua "grande explanação".

      Craig tbem disse: Se você acha que a religião é um conto de fadas, não acredite. Mas se o cristianismo é a verdade — como penso que é — temos que acreditar nele independente das consequências. É o que as pessoas racionais fazem, elas acreditam na verdade. Como filósofo, estou interessado no que é verdade e me parece que a existência desse ser transcendente que criou e projetou o universo, fonte dos valores morais, é a verdade.

      Excluir
    5. "Falou o simpatizante de uma hipótese filosófica chamada ateísmo. kkk"

      Quem te disse que eu sou ateu?
      Eu sou ateu/agnóstico, ateu para deuses tolos [como Zeus, pois sabemos que raios não são lançados por deuses] e agnóstico para os deuses "oni-tudo", pois não há como descartar, com a absoluta certeza, a sua existência.
      Capito amico?

      "Primeiro que filosofia, metafísica, etc não são pesudo-ciencias pois, nunca arrogaram para elas, entrar no campo cientifico( que é a pratica sistemática), pois afinal a ciência com os métodos empíricos tem limitações."

      Não é pelo fato de que a ciência tem suas limitações, que suas alegações extraordinárias serão verdadeiras. A religião entra até onde a ciência não pode explicar.
      Eu afirmo que o mundo do Senhor Dos Anéis existe em uma dimensão paralela, assim como você e seu "amiguinho" afirmam existir o plano metafísico, então já que a ciência tem suas limitações, ela não poderá negar a minha afirmação, pois não conseguirá provar a inexistência da minha hipótese. Portanto, eu estou certo?

      "Opa, então, com a minha razão posso justificar Zeus, Gaia, Papai Noel, etc."

      Você não me respondeu, se ele usa a razão para justificar a existência de Deus, sem o uso de provas empíricas, os seguidores dos demais deuses das demais seitas poderão usar a mesma lógica para defender a existência de seus deuses.
      Então me responda: Como você, arrogantemente, diz que sua religião é verdadeira? Apresente-me, apenas, um argumento.

      "Ao aceitar o que ele fez em nosso nome, podemos ter o perdão de Deus e a limpeza moral. A partir disso, nossa relação com Deus pode ser restaurada. Isso evidencia por que acreditar em Cristo é tão importante."

      Ele não apresenta nenhum argumento lógico para evidenciar a existência de Deus, apenas fica nesse ciclo de usar a bíblia para justificar a bíblia, isso é muito ridículo e intelectualmente desonesto.
      E você ICHTYS consegue me apresentar um evidência da existência de Deus?

      Desta vez responda as minhas perguntas.

      Excluir
    6. caro cabeça de bode,
      “Quem te disse que eu sou ateu?”
      Eu não. Falei que voce é simpatizante de uma hipótese filosófica chamada ateísmo.
      "Eu afirmo que o mundo do Senhor Dos Anéis existe em uma dimensão paralela, assim como você e seu "amiguinho" afirmam existir o plano metafísico, então já que a ciência tem suas limitações, ela não poderá negar a minha afirmação, pois não conseguirá provar a inexistência da minha hipótese. Portanto, eu estou certo?"
      Voce cita o senhor dos aneis, mas porque? porque voce vc viu um filme e fez uma analogia voce nunca diria que uma dimensao frngfrug existiria porque voce nao sabe que é isso, os cristaos acreditam porque Deus se revelou, atraves de Jesus Cristo, claro que a razão da minha crença nunca vai dispensar a fé.
      "Opa, então, com a minha razão posso justificar Zeus, Gaia, Papai Noel, etc."
      Sua razão é relativa e pra você é justificável, mas é irracional se compararmos com o universo como um todo, São Tomas de Aquino com suas cinco vias levanta o principio da causalidade, do primeiro motor e da ordenação do mundo que mostra a razao de crer em um ser eterno, que não teve inicio, principio de tudo, perfeito, imutável, sapiente e que seja a verdade absoluta pois do contrario não haveria nenhum parâmetro, e nem sua crença em Zeus que não é um deus absoluto, ou no Senhor dos Anéis tornaria viável nosso Universo
      “Ele não apresenta nenhum argumento lógico para evidenciar a existência de Deus, apenas fica nesse ciclo de usar a bíblia para justificar a bíblia, isso é muito ridículo e intelectualmente desonesto.”
      Craig diz: “Ele é a melhor explicação para a existência de tudo a partir de um momento no passado finito, e também a para o ajuste preciso do universo, levando ao surgimento de vida inteligente. Deus também é a melhor explicação para a existência de deveres e valores morais objetivos no mundo. Com isso, quero dizer valores e deveres que existem independentemente da opinião humana.”
      E ele só falou da bíblia, quando o repórter questionou sobre o livro sagrado, em nenhum momento usou ela para provar a existência de Deus. Além a argumentação dele intelectualmente consistente ..

      Excluir
    7. >ICHTYS:

      >>"Voce cita o senhor dos aneis, mas porque?"

      -Porque "O Senhor dos Anéis" e a Bíblia ambos são estórias mitológicas, e o autor de "O Senhor dos Anéis", Tolkien, com certeza, é mais inteligente e escreveu estórias mais coerentes do que os escritores da Bíblia.

      >>"porque voce vc viu um filme e fez uma analogia voce nunca diria que uma dimensao frngfrug existiria"

      -De fato, não diria tal coisa. "O Senhor dos Anéis" passa-se neste no mundo, porém em eras passadas, e este mundo era conhecido como Arda, porém devido a eventos catastróficos restaram apenas os humanos na terra, dando continuação ao mundo que conhecemos hoje. É verdade porque está escrito em um livro, não questione-o apenas acredite. Não acredita? Prove a inexistência da antiga Arda.

      >>"os cristaos acreditam porque Deus se revelou, atraves de Jesus Cristo, claro que a razão da minha crença nunca vai dispensar a fé."

      -Em resumo: minha religião está certa porque está certa e a sua está errada porque está errada.

      Excluir
    8. "Tolkien, com certeza, é mais inteligente e escreveu estórias mais coerentes do que os escritores da Bíblia."

      O.O

      Cara, vc tem idéia do que vc escreve?

      Excluir
  3. Pelo jeito, o "ilustre" Dr. Craig não sabe o que é lógica e razão e respondeu todas as perguntas com falácias ou com proselitismo barato. Ele não é filósofo, é um apologista profissional de araque.

    ResponderExcluir
  4. "O sr. deposita grande parte da sua argumentação no conteúdo da Bíblia. Contudo, ela foi escrita por homens em um período restrito, em uma área restrita do mundo, em uma língua restrita, para um grupo específico de pessoas. Que evidência se tem de que a Bíblia é a palavra de um ser sobrenatural?

    A razão pela qual acreditamos na Bíblia e sua validade é porque acreditamos em Cristo. Ele considerava as escrituras hebraicas como a palavra de Deus. Seus ensinamentos são extensões do que é ensinado no Velho Testamento. Os ensinamentos de Jesus são direcionados à era da Igreja, que o sucederia. A questão, então, se torna a seguinte: temos boas razões para acreditar em Jesus? Ele é quem ele diz ser, a revelação de Deus? Acredito que sim. A ressurreição dos mortos, por exemplo, mostra que ele era quem afirmava."

    Interessante. Acredita na bíblia, baseando sua validade no fato de que Jesus a considerava a palavra de deus. E de onde vem a crença em Jesus? Da bíblia. De onde vem a informação da ressureição? Da bíblia. Argumento circular...

    ----

    "Em última análise, o ateísmo prega que não existem valores morais objetivos, que tudo é uma ilusão, que não há propósito e significado para a vida e que somos um subproduto do acaso."

    Desde quando o ateísmo PREGA alguma coisa?

    ----

    "Deveríamos acreditar em uma mentira se isso for bom para a sociedade? As pessoas devem acreditar em uma falsa teoria, só por causa dos benefícios sociais? Eu acho que não. Isso seria uma alucinação."

    Craig precisa estudar o conceito de alucinação...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem colocado. O paspalho do Craig não consegue sair do ciclo lógico bibliofilo.

      Excluir
  5. Craig é o cúmulo da arrogância... putz!

    ResponderExcluir
  6. Não é filósofo é fanático mesmo.

    ResponderExcluir
  7. Esse cara é muito chato e um bibliólatra.

    ResponderExcluir
  8. O Richard Dawkins fez certo de não ter debatido com este cara, os argumentos dele são muito infantis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não debateu pq ficou com medo, isso sim. Com certeza não conseguiria argumentar nada.

      Excluir
    2. Conseguiria,sim,o problema é que o Craig ignoraria os argumentos do Dawkins e iria adiante com a sua pregação como,aliás,ele sempre faz!

      Excluir
    3. Conseguiria. Mas, sério, tu já teve que entrar num debate com alguém apelando, consciente ou inconscientemente, pra uma lógica circular? É dose, é quase impossível vencer, mesmo tendo a razão tu acaba muitas vezes sendo obrigado a procurar o empate, porque é muito fácil transferir e fazer parecer que é TU quem está usando lógica circular!

      Além do que, num debate filosíofico, só se pode usar filosofia. Num debate científico, apenas ciência. A mistura não funciona bem. Vale lembrar que por sinal num debate onde o Craig teria vencido um filósofo, ele desviou pra ciência (no caso, matemática, mas não importa) e distorceu toda a estatística Bayesiana que o debatedor não conhecia (óbvio, era um filósofo!) de forma totalmente errada pra vencer. Agora, num debate científico, isso é inaceitavelmente desonesto, sabendo ou não. Num debate filosófico, é ao contrário, a responsabilidade é do outro filósofo já que ele num instante específico teria dado a abertura pros argumentos matemáticos que ele não saberia rebater.

      São dois debates completamente diferentes (apesar de eu gostar da idéia de filósofos como mediadores em ambos). E o Craig joga sujo, arrastando um debate científico pro campo da filosofia e jogando fal[ácia após falácia, e um debate filosófico pro campo científico-matemático, e mentindo descaradamente. Não dá pra jogar com ele.

      Excluir
  9. Este é uma espécime legítima de pombus enxadristeraptus ou melhor pombo enxadrista.

    ResponderExcluir
  10. O Richard Dawkins fez certo de não ter debatido com este cara, os argumentos dele são muito infantis.

    ResponderExcluir
  11. "A única razão pela qual algumas pessoas não são salvas é porque elas próprias rejeitam livremente a vontade de Deus de salvá-las."

    Se o "Lívre Arbítrio" do homem é mais poderoso que a vontade de Deus em nos salvar, então Deus não é onipotente.

    Mas, como Deus poderia criar algo mais poderoso que ele mesmo? Se é como os doutores da ICAR dizem: que Deus é capaz de fazer tudo que é possível, não é razoável considerar como possível que a fonte gere energia maior que sua capacidade. Portanto, Deus não criou o "Livre Arbítrio". Isso contraria a idéia de que Deus criou tudo. Se ele não criou o "Livre Arbítrio", então não criou tudo.

    Assim, Deus não criou tudo e não é onipotente.

    Como as "Escrituras falam num Deus que criou tudo e é onipontente, então Deus não existe ou as "Escrituras" são falsas. Assim, se Deus existe, tudo que está escrito sobre ele é falso. E se as "Escrituras" são verdadeiras, Judaísmo, Cristianismo e Islamismo são um culto ao homem.

    ResponderExcluir
  12. Não acredito como esse William Craig consegue ser o ''terror dos debates''. Ele é o rei das falácias! Não sei porque o Richard Dawkins não aceitou seu desafio para detoná-lo. Sinceramente, ainda não entendo como ele pode ter fama de bom debatedor. Ele deve ter uns truques na manga, só pode, pois não vi nada de mais nos seus argumentos! Ass: Winston Smith

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É porque o Craig gosta de se promover as custa dos outros, é um parasita carniceiro desgraçado. Por que o Dawkins deveria descer ao nível dele? Não vale a pena! Dawkins é melhor que isso.

      Excluir
    2. Anônimo. É porque o Craig tem uma oratória inigualável e para mentes despreparadas soam como música. Lembra de uns certos pastores?

      Excluir
  13. E imaginar que pessoas assim estão doutrinando milhares de pessoas e ainda tomam ar de superioridade. Posso dizer que no brasil está cheio dos discípulos dele os graigzistas podemos denominar eles assim.

    ResponderExcluir
  14. Asneira, cansativo...ou não. Uma verdade se impõe, Dawkins se acovardou em aceitar o confronto. O "grande" biólogo, que não tem UM trabalho de destaque na área científica, fez fama simplesmente combatendo a fé alheia; quem duvida...me indica uma descoberta científica, umazinha sequer, do Dr. Richard; ou que seja a colaboração numa empreitada de verdadeira ciência. Se conseguirem, posso analisar e quem saber passar a considerar digno de crédito esse grande ateu (sua marca mais evidente, pouco pra quem diz amar a ciência, né?)...aliás, isso de ser ateu virou cool; é "in" ser cético; afinal, todo crente é um idiota, um reprimido incapaz de um exercício de abstração...afff!!

    Craig não é dono da verdade, tem várias falhas na sua argumentação, mas Dawkins alegar que não conversa com quem defende o genocídio bíblico, (alías, justamente por isso ele deveria aceitar)aí é demais!
    Por que então ele sempre procurou o debate com fanáticos islâmicos, ou com Testemunhas de Jeová...óbvio, porque sabia que os argumentos destes eram facilmente refutáveis, já em Craig, é beeem difícil dar um nó!
    Dawkins é um covarde e incoerente, aliás como a maioria do ateus, que não podendo nem sequer racionalizar sua descrença; parte para a ironia, agressão e desmerecimento da crença alheia.
    Tenho dito!

    Giovani

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não concordo com tudo que Dawkings faz, mas diminuir sua importância por não ter "UM trabalho de destaque na área científica" é ridículo e um golpe barato.
      O trabalho de destaque dele é justamente a critica às religiões e a ideia de deus, é a isso que ele dedicou a maior parte da sua carreira, oras.
      Por acaso não ter se dedicado a algo especifico da biologia diminui a sua integridade? Faça-me o favor...
      Dawkings tem toda razão em não debater com Craig, pois seria um desperdício de tempo. Craig é um paspalho que só sabe bater nas mesmas teclas e usar uma lógica circular bibliolatra, advogando uma "reasonable faith" que de reasonable só tem na cabeça dele. Debater com um cara extremamente escorregadio assim é um exercicio inútil.
      E vc me parece doloridinho demais com alguns ateus, cuidado pra não generalizar hein.

      Excluir
    2. "O Gene egoísta" mandou lembranças.

      Excluir
    3. Cara, lava a tua boca cheia de lama e baratas antes de dizer que Dawkins não fez nada de importante para a ciência. É óbvio que você não conhece nem uma vírgula do trabalho dele.

      Ele é um dos três maiores intelectuais da terra, junto com Umberto Eco e Noam Chomsky. Só isso, né?

      Excluir
    4. Paulopes, por favor, bane esse doente mental do paulo de tarso.

      Excluir
    5. Esse entende, viu? O Gene Egoísta, O Fenótipo Estendido, O Maior Espetáculo da Terra, O Relojoeiro Cego e entre outros. Sendo que o segundo que citei é sua maior contribuição para ciência biológica. Lembra da escolinha do ensino médio em que o professor diz que o fenótipo é determinado pelo meio? Adivinhe quem inseriu essa ideia? Pare de digitar informações incoerentes. Além de que Dawkins é um super palestrante/professor e divulgador da ciência.

      Excluir
  15. Rachei.

    "A maioria dos historiadores do Novo Testamento concorda com os fatos fundamentais que balizam a inferência sobre a ressurreição de Cristo. Coisas como a sua execução sob autoridade romana, a descoberta das tumbas vazias por um grupo de mulheres no domingo depois da crucificação e o relato de vários indivíduos e grupos sobre os aparecimentos de Jesus vivo após sua execução."

    A maioria dos críticos textuais da Bíblia hoje sabe que essa é uma adição posterior ao texto de Marcos. Vejam "O Que Jesus Disse? O Que Jesus Não Disse", de Bart Ehrman, pg. 75.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thiago, e outra: seguindo essa lógica do Craig, Zeus, Gaia, Odin, Thor e outros deuses seriam verdadeiros pelo fato de estarem em registros históricos.

      Excluir
  16. O deus de graig é o dragão na garagem.

    ResponderExcluir
  17. Aos bibliólatras de plantão, procurem sobre Bart Ehrman. Ele fala sobre como a bíblia é uma colcha de retalhos e não a palavra de deus.

    ResponderExcluir
  18. Giovani, Dawkins, até onde sei, nunca se proclamou filósofo. E sim, ele é importante na comunidade cientítica, agora, em que Craig é importante mesmo? Apologética? Faça-me o favor... aff... ¬¬'

    ResponderExcluir
  19. O título diz:"Evidências da existência de Deus são mais plausíveis, diz polemista". Ele não passou nem perto de alguma evidência. Só repetiu velhas falácias e acusações aos não critãos. O R. Dawkins faz muito bem em não perder tempo com pessoas como W. Graig. Talvez ele seja um tolo, ou desonesto ou mesmo só mais um fundamentalista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é...mas ele perdeu tempo com fundamentalistas islâmicos...tem vários vídeos no yuotube disso.

      Por que Craig não merece essa deferência, é só um fanático a mais, ou não é??

      Isso pra mim tem nome...covardia!

      Giovani

      Excluir
    2. Giovani tua opinião não importa.

      Excluir
    3. Craig é um esperto, escorregadio, e se esconde sob lógica circular.
      Tu acha que um cara que recebe ameaças de morte todo dia por parte de crente fanáticos é um covarde?

      Excluir
    4. O cara não quer debater com um cristão fanático por ele não ter um argumento concreto mas debate com islâmicos que são muito mais perigosos e que querem dominar a Europa daí ele é covarde? Há faça um favor...

      Excluir
  20. What, Manoel Machado???

    Por favor...aponte e demonstre, com exemplos de colaboração em esforço de ciência, a importância do Dr. Dawkins na comunidade científica.

    Giovani

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Richard Dawkins na wikipédia... aff... ¬¬

      "Dawkins é conhecido principalmente pela sua visão evolucionista centrada no gene, exposta em seu livro O Gene Egoísta, publicado em 1976. O livro também introduz o termo "meme", o que ajudou na criação da memética.[2] Em 1982, ele realizou uma grande contribuição à ciência da evolução com a teoria, apresentada em seu livro O Fenótipo Estendido, de que o efeito fenotípico não se limita ao corpo de um organismo, mas sim de que o efeito influencia no ambiente em que vive este organismo.[3] Desde então escreveu outros livros sobre evolução e apareceu em vários programas de televisão e rádio para falar de temas como biologia evolutiva, criacionismo e religião."

      PRÊMIOS:

      Prêmios

      Zoological Society of London Silver Medal (1989)
      Prêmio Michael Faraday (1990)
      Kistler Prize (2001)
      Kelvin Medal (2002)

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Richard_Dawkins

      Excluir
    2. Melhor:

      "Dawkins was awarded a Doctor of Science by the University of Oxford in 1989. He holds honorary doctorates in science from the University of Huddersfield, University of Westminster, Durham University,[157] the University of Hull, the University of Antwerp, and the University of Oslo,[158] and honorary doctorates from the University of Aberdeen,[159] Open University, the Vrije Universiteit Brussel,[7] and the University of Valencia.[160] He also holds honorary doctorates of letters from the University of St Andrews and the Australian National University (HonLittD, 1996), and was elected Fellow of the Royal Society of Literature in 1997 and the Royal Society in 2001.[7] He is one of the patrons of the Oxford University Scientific Society.

      In 1987 Dawkins received a Royal Society of Literature award and a Los Angeles Times Literary Prize for his book, The Blind Watchmaker. In the same year, he received a Sci. Tech Prize for Best Television Documentary Science Programme of the Year, for the BBC Horizon episode The Blind Watchmaker.[7]

      His other awards have included the Zoological Society of London Silver Medal (1989), Finlay innovation award (1990), the Michael Faraday Award (1990), the Nakayama Prize (1994), the American Humanist Association's Humanist of the Year Award (1996), the fifth International Cosmos Prize (1997), the Kistler Prize (2001), the Medal of the Presidency of the Italian Republic (2001), the Bicentennial Kelvin Medal of The Royal Philosophical Society of Glasgow (2002)[7] and the Nierenberg Prize for Science in the Public Interest (2009).[161]

      Dawkins topped Prospect magazine's 2004 list of the top 100 public British intellectuals, as decided by the readers, receiving twice as many votes as the runner-up.[162][163] He has been short-listed as a candidate in their 2008 follow-up poll.[164] In 2005 the Hamburg-based Alfred Toepfer Foundation awarded him its Shakespeare Prize in recognition of his "concise and accessible presentation of scientific knowledge". He won the Lewis Thomas Prize for Writing about Science for 2006 and the Galaxy British Book Awards Author of the Year Award for 2007.[165] In the same year, he was listed by Time magazine as one of the 100 most influential people in the world in 2007,[166] and he was ranked 20th in The Daily Telegraph's 2007 list of 100 greatest living geniuses.[167] He was awarded the Deschner Award, named after German anti-clerical author Karlheinz Deschner.[168]

      Since 2003, the Atheist Alliance International has awarded a prize during its annual conference, honouring an outstanding atheist whose work has done most to raise public awareness of atheism during that year. It is known as the Richard Dawkins Award, in honour of Dawkins' own work.[169]

      In February 2010 he was named to the Freedom From Religion Foundation's Honorary Board of distinguished achievers.[170]"

      http://en.wikipedia.org/wiki/Richard_Dawkins

      ¬¬'

      Excluir
    3. Se não fosse preguiçoso,o anônimo das 11:50 AM (ou o Giovani) teria feito uma pesquisa antes perguntar aqui sobre Dawkins e agora não estaria pagando um mico.

      Excluir
    4. Mico???

      Mico paga quem usa wikipedia pra provar algo.
      Talvez não saiba (deveria saber), a wikipedia é como papel, aceita qualquer coisa.

      Zoological Society of London Silver Medal (1989)
      ãhh???

      Prêmio Michael Faraday (1990)
      Bonito nome...mas que prêmio é esse mesmo???

      Kistler Prize (2001)
      What???

      Kelvin Medal (2002)
      Faz tempo, né? mas tb não conheço esse!


      Se vcs não entenderam, sábios céticos, serei mais didático:

      QUAL A VERDADEIRA CONTRIBUIÇÃO DO DR. DAWKINS PARA O AVANÇO DA CIÊNCIA???

      Paro por aqui... abs.

      Giovani

      Excluir
    5. Parei por aqui... não gosto de usar este termo, mas, o Giovani é meio burro.

      Giovani? hã??? quem é mesmo?

      aff... Vai lá "inteligentão", e mostra um exemplo de "contribuição verdadeira para a ciência"...

      ¬¬'

      Excluir
    6. O cara só não é burro, como também é ignorante. Agora só porque um idiota sem identidade própria como esse Giovani não conhece nenhum desdes prêmios, acha que não tem importância.

      Não, é você, Giovani, que é um mediocre sem cultura que acha que é a cereja em cima do bolo. Um imbecil que é capaz de comer a própria merda!

      Excluir
    7. Eu sei que esses trolls são irritantes mas...
      menos, luan, menos... não desça ao nível deles.

      Excluir
    8. Acho que o Giovani só conhece o premio Nobel mesmo, porque a Globo mostra de vez em quando... rsrs

      Excluir
    9. Esse Giovani é fake né...?

      Excluir
    10. Você acha que só existe contribuição notável para ciência com um Nobel, é? Na maioria das vezes o Nobel é pelo conjunto das obras. A não ser que sua contribuição seja ESTUPENDA você pode sim contribuir e ganhar diversos prêmios 'menores' que o Nobel, mas lembre-se que os prêmios recebidos pelo Dawkins são da área dele. Ou seja... Na área da Etologia/Zoologia ele manda muito bem e contribuiu muito.

      Excluir
    11. Além do que, o imbecil desse Giovani, seja lá quem for, deveria saber que não existe Nobel para BIOLOGIA idiota... Tbm não existe Nobel de matemática. Ou seja, o top do mundo em matemática, nunca vai ganhar um Nobel. Assim o top da biologia (que atualmente, é o Dawkins)... Desculpe se você ignora o que seja fenótipo e qual sua importância para a ciência, mas aí a ignorância é tua, não adianta tentar passá-la adiante.

      Excluir
  21. Blá, Blá, Blá, Blá...
    Fala e não apresenta provas.

    ResponderExcluir
  22. Dormindo zzzzzzzzzzzz

    ResponderExcluir
  23. Muito inteligente falar sobre a razão e ao citar os exemplos colocar metafísica no meio.

    ResponderExcluir
  24. O mais impressionante é usar a bíblia como documento histórico, como se uma cidade realmente foi destruída por uma divindade.
    Impressionante.

    ResponderExcluir
  25. As grandes afirmações do craig:

    A moral vem dos cristãos, a bíblia é documento histórico, mesmo os egipicios não fazendo nenhum registro a jesus, e mesmo assim quer dizer que a biblia prova... mas prova o que?

    ResponderExcluir
  26. Me da um registro da epoca de "jesus", que foi feita pelos egípcios SÓ UMA.

    ResponderExcluir
  27. Falácia do círculo vicioso, a favorita do Craig:

    - A bíblia diz que é a palavra de deus. A bíblia está sempre certa. Então, a bíblia é a palavra de deus.

    Muito lógico isso, ein? ¬¬'

    ResponderExcluir
  28. Será que craig me responderia como os egípcios não informaram nada nas piramides e nem em pergaminhos sobre a morte de um filho de faraó que quebra uma linhagem da hierarquia?

    Só ai já mato os argumentos dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thiago VieiraMar 25, 2012 08:51 PM
      Refere-se a quê, Felipe?



      Se a bíblia é verdadeira, logo as historias dela também tem que ser, até as pragas que mataram o filho do faraó não acha? mas ai vem aquela velha desculpa da metáfora.

      Excluir
    2. Exato! E quanto àquele grupo de pesquisadores que já afirmou ter encontrado a arca de Noé umas 8 vezes?

      Excluir
  29. Caramba, pensa no absurdo: a bíblia é a palavra de Deus e a prova disso é que "sabemos" que Jesus ressuscitou!!!

    Por favor, alguém me estupre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, primeirão...



      rsrsrsrsrsrsrs

      Excluir
    2. Não sou Deus, nem sou o Anticristo, não sou ninguém, mas...Porquê não paramos com essa asneira de religião, ou porquê não paramos com essas asneira de que Deus NÃO existe? vamos ser só nós mesmos, vamos cuidar de nós como todo ser-humano faz, vamos fazer algo útil ao ser-humano, ao próximo, à sociedade, vamos pegar as coisas boas da religião, e esquecer às ruims, vamos pegar essas filosofias e coloca-las num lugar bom p/sociedade, vamos procurar respostas em comum, vamos fazer o bem!

      Excluir
  30. Eu acho tão infantil adultos que acreditam em adão e eva , bem e mal , díluvio, pecado original ,inferno , céu anjos demônios etc. Esta mensagem ridícula tem contaminado a humanidade a séculos faça me o favor ninguém merece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda mais se for um adulto quarentão virgem e que mora com a mãe

      Excluir
  31. Respostas
    1. Quais fatos? Que argumentos?

      Excluir
    2. Essa discípula de Edir Macedo não bate bem...

      Excluir
  32. http://sociedadeateista.com.br/2012/03/provas-acerca-da-inexistencia-de-deus-uma-filosofia/

    Deus não existe, porém, obviamente, não podemos provar. Por que? Leiam o artigo.

    W. L. Craig é um pseudo-intelectual metido a filósofo, que não merece nenhum crédito, só o recebe por ser crente e com suas falácias repetidas, debate com eficácia em seu próprio campo de conhecimento.

    Quanto um ateu o tira deste pequeno e limitado campo, ele pira e fica tentando voltar o debate para sua área, ou seja, ele não usa a razão, usa a memória para debater, ele é medíocre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas Anônimo, já li uns textos dele sobre Hegel e é de qualidade. Ele só peca no tópico onde todos os cristãos pecam, a PROVA. Ele também tem uma oratória muito boa, mentes despreparadas acreditam em tudo. Lembra uns certos pastores...

      Excluir
  33. ichthys, a grafia deveria ser esta.

    ResponderExcluir
  34. Há coisas muito sérias aqui:

    “A teoria ética não está errada. O problema deles é acreditar no Deus errado.”

    Deles quem eu pergunto?

    Qual o Deus correto?

    É ético matar em nome do Deus correto?

    “Penso que Deus pode fazer exceções aos comandos morais que dá”.

    Como exceções?

    Essa pessoa tem recebido atenção da mídia. Tenho horror ao que isso pode significar na mente de fanáticos. Os próprios crentes deveriam temer esse tipo de coisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo mundo entendeu que ele estava falando do caso do antigo Testamento que foram citados. Jesus, diz categoricamente, que nenhuma violência de justifica por nada. Ele nos incentivou a morrer se preciso for e nunca reagir.

      Excluir
    2. Argumentos perigosos, de fato. Liminarmente, se diz o dono da verdade quando deixa subentendido que acredita no Deus CERTO, em contraponto àqueles que acreditam no Deus ERRADO; Assustadoramente, afirma que matar em nome desse Deus CERTO é simplesmente correto; Por último, e o pior, afirma que mesmo que esse Deus CERTO dê um comando moral a seus seguidores, por conveniência, esse mesmo Deus pode fazer exceções aos comandos morais que dá.
      Isso é bizarro.

      Excluir
  35. ahh...
    bem q o Dawkins poderia ter debatido, apesar dele ser extremamente dogmatico em relação a biblia, e kerer justificar os genocidios biblicos, alem d aceitar a bipolaridade de deus...rs

    ResponderExcluir
  36. O DAWKINS DEBATEU COM ELE, CARAMBA, É SÓ PROCURAR NO YOUTUBE, ISSO É TUDO BOATO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dawkins tem, sim, um debate com Craig, mas não foi um mano-a-mano. Ocorreu no México durante um evento com a participação de seis pessoas, incluindo os dois. Esta informação está neste blog, em Filósofo cristão chama ateu de ‘covarde’ por recusar debate.

      Excluir
  37. Se a moral vem do deus cristão, então temos 5 bilhões de pessoas amorais no mundo? Quem esse cara pensa que é pra fazer uma afirmação dessas?

    ResponderExcluir
  38. ...mas esses dementes a deus estão mal representados, cara fraquinho esse Craig. Argumento circular rules!

    ResponderExcluir
  39. Esse cara deveria ser preso por falar besteira. Ele quer que a gente acredite na bíblia? quais evidências da ressureição ele é capaz de mostrar? ele quer que acreditemos que jonas passou 7 dias dentro de uma baleia? ele quer que acreditemos na torre de babel? quer que acreditemos na arca de noé? qual o problema desse cara?

    ResponderExcluir
  40. Essas pessoas estão atoladas até os miolos na bíblia AHUA HUA HUA

    ResponderExcluir
  41. A eterna luta entre "EU EXISTO" VS "EU NAO EXISTO"! Diante das coisas que eu estou vendo e lendo digo com total certeza que o resultado final dessa luta não será o empate.

    ResponderExcluir
  42. Esse cara é um ''pé no saco''.

    ResponderExcluir
  43. http://youtu.be/2Bla3t8jEP4
    Dawkins X Craig

    ResponderExcluir
  44. William Craig, o adorador do argumentum ad ignorantiam e do Argumento Cosmológico.

    E tem gente aqui que acha que o Universo se resume à Craig x Alguém, principalmente Dawkins.

    ResponderExcluir
  45. Todas as "provas" que Craig se apega são sempre baseadas em argumentum ad ignorantiam.

    ResponderExcluir
  46. Eu sou ateu.
    Estou felicíssimo. Sigo minha consciência.
    Não imponho meu ateísmo a ninguém.
    É uma postura minha.
    O ateísmo para mim não foi uma escolha, foi uma conclusão.
    Nenhum ser humano pode me provar que seu deus existe. Se alguém poderia provar sem duvida, seria o próprio deus, se ele não quer, ok, não me faz falta.
    Não adianta citar bíblia, minha gente.
    Usar a bíblia pra defender a bíblia é bobagem.
    Usam a bíblia mas esquecem o zend avesta, o corao, a torah, o enuma elish, o popol vu. etc etc. Cada um tem seu livro e acha que o livro do outro é lenda. Pra mim é mais sensato não crer em nenhum.
    Outra coisa que acho estranha, é a pessoa defender o seu deus...que contradicao! Se vc acha que seu deus existe, pra que defende-lo, isso é uma inversao. Se vc se ofende quando dizem que seu deus não existe, isso é só o seu ego, nada mais. Se vc crê realmente em um deus, fale com ele e solicite que o ateu seja tocado, só isso, nada mais, não adianta impor o seu deus, não funciona. Vc deveria saber disso. Isso é de uma antipatia colossal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito. Quanta bobagem e discussão por nada. A Fé não pode ser imposta, a crença é uma experiência personalíssima, não se pode transmitir a ninguém.

      Excluir
  47. Richard Dawkins tinha razão quando não quis se encontrar para debater com esse chato, eu que sou um orelhudo fiquei com dele

    ResponderExcluir
  48. "Posso dizer que meus colegas ateus o levam bem a sério", disse. "Ele é considerado um adversário muito duro, rigoroso, culto e formidável", continuou. "Normalmente as pessoas não me dizem 'boa sorte' ou 'não nos decepcione' antes de um debate — mas hoje, é o tipo de coisa que estão me dizendo". Difícil saber se houve um vencedor do debate. O certo é que Craig se destaca pela elegância com que apresenta seus argumentos, mesmo quando submetido ao fogo cerrado." (C. Hoitchens)


    Que pena que quando a veja entrevistou dawkins, não fez nenhuma pergunta crítica.

    ResponderExcluir
  49. Como definir W.L. Craig para leigos em geral?! Fácil...

    W.L. Craig = MM de Carona + Bônus Proselitismo Fuleiro.

    ResponderExcluir
  50. nunca li tanta asneira , a verdade è que acreditar em seres imaginarios è um grande negocio.se acontece uma coisa boa è porque deus e maravilhoso, e se acontece coisas ruim ,porque è a vontade dele. kkkkkkkkk
    nao quero um deus desse pra nen morta

    ResponderExcluir
  51. _Quando estiver morta(o), não precisará de Deus, com certeza; isso porque: irá passar a eternidade nos braços daquele que escolheu durante sua vida terrena.
    _Não se trata de proselitismo, trata-se da verdade! Se não concorda, é sua opinião!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salamandra, guarde sua opinião para você, querida. O que acontecerá depois da morte é uma possibilidade que se enquadra naquilo que você acredita para você. Se o seu interlocutor não acreditar, suas afirmações não terão nenhuma validade para ele. Entenda isso.

      Excluir
  52. esse cara é uma privada humana ! incrivel a quantidade de LIXO que uma pessoa tem capacidade de disseminar e com isso proliferar a ignorancia !

    lixo da pior especie.

    ResponderExcluir
  53. Sincera e honestamente, esse tal de Craig caga pela boca. Mas o que intriga são os cristãos acreditando em tudo o que ele fala: "Ah ele resolveu o problema do mal; ele provou que deus existe; ele é foda; amém deus Craig; blá blá blá"
    Me desculpa, mas algumas pessoas não pensam. Aceitam como verdade a primeira resposta que encontram para a resolução dos problemas do cristianismo.

    Será que os cristãos não podem usar o cérebro? Não conseguem ser céticos? ter um olhar crítico?

    Eu não necessito de ninguém para me guiar. Não tenho o menor interesse em ler os livros dos, chamados,neo ateus.

    Livre pensamento, meu povo. Joguem os dogmas no lixo e pensem sozinhos

    ResponderExcluir
  54. "Em última análise, o ateísmo prega que não existem valores morais objetivos, que tudo é uma ilusão, que não há propósito e significado para a vida e que somos um subproduto do acaso."
    5 falácias já derrubadas em apenas um parágrafo... parabéns pelo recorde!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece mais uma grande falácia constituída de cinco falácias...

      Excluir
  55. Ele é considerado o novo Tomas de Aquino do ocidente?

    ResponderExcluir
  56. Existe uma explicação que meu professor de inglês(José Augusto Novas)deu sobre a questão do homem estar aqui na Terra, e este meu professor iria ser padre e fez faculdade de filosofia, e é católico, e também digo que esta explicação pode ser correta como pode não ser talvez, de qualquer modo não fui eu quem a desenvolveu.
    No céu haviam árvores, mas vamos citar duas em especial, a Árvore da Vida Eterna e a Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal, e Adão e Eva comeram da árvore do conhecimento do bem e do mal, e em Gênesis 2:16-17 se diz: “E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás."
    Agora considerando a Árvore da Vida Eterna, se Adão e Eva comessem daquela árvore após comer o fruto da Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal, o homem ficaria assim pra sempre, então de acordo com sua teoria, Deus teria deixado o homem na Terra para ele reparar a sí mesmo e voltar ao lado de Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure ler sobre mitologia Viking e outras mitologias antigas.
      Veja como essas historinhas com moral eram frequentes, nada disso aconteceu, são apenas histórias antigas, não são para serem levadas a sério.

      Excluir
  57. As arfimações do dr.craig, ja se tornam inválidas, quando ele usa a biblía como "prova", a biblía, cuja procedência, é mais do que duvidosa, foi escrita por homems, e influenciada, por costumes e religiõs da época, tornando assim, tais escrituras, apenas mais um livro histórico, e não sobrenatural.

    ResponderExcluir
  58. O mais incrível é que todos que comentaram contra Craig até agora sabem TUDO sobre Ciência e inclusive sabem o que é e o que não é natural a ponto de dizerem o que é e o que não é incorreto ele chamar de Ciência...

    Deixando a ironia um pouco de lado, aprendam que "a Ciência não tem uma resposta científica à pergunta: 'o que é Ciência?'" (E. Morin).

    Isto NÃO invalida os resultados da Ciência com o seu método! Porém, nos lembra que não sabemos tudo sobre o mundo e é exatamente por isso que a Ciência existe! Como não sabemos tudo sobre o mundo, não podemos dizer o que pertence à natureza e o que não pertence. Como o método científico foi "criado humanamente", então a mesma crítica em torno das Escrituras pode ser igualmente aplicável.

    Mas aí algum espertinho pode dizer: "Ah, mas você não pode comparar algo reprodutível com algo que não possa ser reproduzido de maneira controlada!"

    Contudo, cabe lembrar que por uma via você chega por processo empírico. Por outra via, você alcança conhecimento com o uso da razão. Negar uma em detrimento da outra não me parece sábio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Num entendi...dá pra ser mais claro ou aonde vc quer chegar,pelamordedeus?

      Excluir
  59. ICHTYS, você é uma perca de tempo.

    ResponderExcluir
  60. Muitas coisa que Craig falou fazem sentido.De fato, a teoria que diz que uma espécie inteligente pode ser a origem do universo não é absurda e nem nova na filosofia.

    O problema do religioso é que ele diz que foi especificamente a divindade(s) dele que criou tudo, mas não mostra nenhuma prova disso.No mundo religioso, apenas a fé já é suficiente para "provar" algo.

    O problema de Craig é que ele quer que a fé dele seja suficiente para provar coisas na ciência e na filosofia.As provas que os cristãos possuem que foi o seu deus que criou(fé e livros sagrados)tudo, são as mesmas que hindus,judeus e islamicos poderiam mostrar para defender a sua fé.

    Craig fala coisa interessantes,porém mistura a sua fé com filosofia.

    ResponderExcluir
  61. Ateus, vão achar o que fazer. Cristãos, vão achar o que fazer. Eu poderia defender minha fé aqui, mas comecei a ler e acho melhor defender a Gramática. Chega. Ninguém vai mudar a cabeça de ninguém brigando online!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até que enfim alguém com argumento coerente neste blog... Luana.

      Excluir
  62. Argumentos cansativos, chatos e com varias brechas... nem li a entrevista toda.

    ResponderExcluir
  63. Morrerei grelhado para ressuscitar John Lennon, e meu sangue putrefato respingará em olhos de ateus e em vaginas religiosas, o que trará à tona os duendes azuis da quinta dimensão amarela invisível, e daí todos fumarão mconha e a humanitá morrerá.
    Dez anos depois, todos renascerão das vulvas e seios de sereias infraernais, e o mundo será um melhor lugar, regado a champanha envenenada, e seremos animados e amigos dos ressuscitados Seu Madruga e palhaço Bozo!
    Salve, Salve! Grã-advinho sou eu!

    ResponderExcluir
  64. Bom, de uma coisa eu gostei. No final da entrevista, ele admitiu que se você não acredita, então, siga seu entendimento. Ou seja, de uma forma ou de outra, ele não tentou empurrar sua fé goela abaixo dos seus leitores. Pelo menos isso.
    De resto, falou muita besteira, inclusive coisas perigosas que não devem ser lidas por fanáticos religiosos.

    ResponderExcluir
  65. Por que o cristianismo deveria ser mais importante do que outras religiões que ensinam as mesmas questões fundamentais, como o amor e a caridade?

    https://www.youtube.com/watch?v=CsHt6i-kLeY

    Coitado do Craig: ANIQUILADO.

    ResponderExcluir
  66. "A bíblia é a verdade pois a bíblia diz que ela é a verdade"
    Essa frase não dita por ele mostra bem o tipo de linha de argumentação que ele representa. Típico "raciocínio" desse tipo de gente.

    Sinceramente nem vale a pena perder tempo debatendo com gente assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Resumiu bem hahaha gostei. Além do mais essa história de "sou filósofo e quero saber o que é verdade" não funciona mais faz um bom tempo. Se ele é filósofo, deveria estudar filosofia e não ficar amarrado nesse platonismo furado.

      Excluir
    2. Concordo plenamente, com esse alegação todo criminoso é inocente!!!!!

      Excluir
  67. "PorqueO Senhor dos Anéis" e a Bíblia ambos são estórias mitológicas,""




    Falacia de petição de principio. A biblia apresenta fatos e é confirmado por outros documentos.

    ResponderExcluir
  68. O bocó fala que o maior genocida infantil que existiu condena o assassinato da crianças, vai entender....

    ResponderExcluir
  69. Não vi ele responder nada por ele mesmo alem de se basear na Biblia,que nao prova nada ,se for assim o livro do Harry Potter prova que bruxos existem ...

    ResponderExcluir
  70. Craig faz um malabarismos com as palavras como poucos, e usa de falacias absurdas como a INVERSAO DO ONUS DA PROVA!

    ResponderExcluir

Postar um comentário