Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

‘Psicóloga cristã’ afirma amar gay, mas prefere ‘filho machinho’

Marisa queixa-se da 'perseguição' 
do CFP, maconheiros e ateus
A psicóloga Marisa Lobo (foto), 39, disse que é como a cantora Claudia Leitte: "Amo [gays], mas prefiro meu filho machinho".

A evangélica Marisa afirma ser “psicóloga cristã”, mas para o Conselho Federal de Psicologia os fundamentos da profissão não têm nada a ver com crença religiosa.

O CRP (Conselho Regional de Psicologia) do Paraná determinou que ela retirasse de seus endereços profissionais na internet todas as associações entre psicologia e religião.

Marisa já comunicou ao conselho que vai manter tudo do jeito que está porque não abre mão de sua fé cristã. Ela tem afirmado que é vítima de perseguição de maconheiros e ateus, além de diretores do Conselho de Psicologia.

Especializada em tratamento de pacientes com dependência química, Marisa disse que não cuida de homossexualidade.

Em um de seus blogs está escrito que, quanto a isso, ela segue Jesus, que "não concordava com certos comportamentos, porém tratava [essas pessoas] com tolerância e amor".





Com informação deste blog e da Folha. de S.Paulo.

‘Psicóloga cristã’ desafia: ‘Quero ver se tem macho para me cassar’
fevereiro de 2012

Caso Marisa Lobo.    Casos de fanatismo religioso.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...