Pedro achou estar defecando suas tripas, mas era uma longa gaze

O rapaz achou que eram as suas tripas arrebentadas
Na segunda-feira (20), Pedro Fabre (foto), 28, entrou em pânico porque pensou estar expelindo algo estranho nas fezes.  “Meus Deus, as minhas tripas se arrebentaram e estão saindo – estou morrendo”, disse ele, de acordo com relato de Ironete, sua irmã. 

Ela contou que Pedro começou a puxar com um papel o que pensou serem tripas, mas não deu certo. Então ele usou diretamente as mãos, e a coisa era tão cumprida, que pediu a ajuda de seu irmão para tirá-la.

Pedro só se tranquilizou quando o irmão disse que era um pedaço de pano.

Em dezembro do ano passado, Fabre, que é agricultor no distrito de Burarama de Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo, foi operado de apendicite na Santa Casa da cidade, e o pano, na verdade uma longa gaze, ficou no corpo dele.

“Eu tenho certeza de que foi um erro médico”, disse Ironete. “Meu irmão poderia ter morrido por causa disso.”

Fabre voltou a ser internado  – o médico que o operou não estava lá – porque há uma lesão no local onde a gaze ficou. Ele teve muita sorte, primeiro pelo fato de o seu organismo ter conseguido expulsar a gaze e, segundo, por não ter tido nesses nove meses um infecção generalizada por causa do apodrecimento do tecido.

Ironete disse que o médico que está atendendo agora seu irmão falou que “isso acontece” e que Fabre tem de agradecer a Deus por ter se salvado.

A direção da Santa Casa espera a volta do cirurgião de um congresso para verificar se houve erro médico, como se pudesse ter ocorrido outra coisa.

A família do paciente vai recorrer à Justiça contra o médico por causa de sua imperícia e pelas possíveis sequelas do erro.

Com informação da TV Gazeta Sul.