Pular para o conteúdo principal

Vídeo: professor explica a diferença entre o ateu da antiguidade e o de agora

'Ateísmo' passou a significar uma nova visão de mundo 

O professor de história Ricardo Oliveira da Silva explica no vídeo abaixo que na antiguidade ser ateu não significava necessariamente não crer em deuses, mas não ter a proteção dos entes poderosos do sobrenatural.

Em sentido amplo, era uma condição de desgraça total. Quem não contava com a ajuda de deuses não podia esperar muito da vida.

A palavra "ateu" passou a ter o sentido que tem hoje — aquele que não acredita em deuses — a partir do século 17.

Silva chama a atenção para essa diferença etimológica, um divisor de águas, para que não se confunda os ateus da antiguidade com os de hoje, o que prejudica o entendimento da história do ateísmo.

Sócrates (470 a.C. — 399 a.c.), por exemplo, foi considerado ateu e condenado a beber cicuta por blasfemar contra deuses de poderosos da época, mas ele acreditava em um mundo espiritual, de espíritos. O filósofo grego tinha apreço por Zeus.

Para o professor Silva, o novo significado para "ateu" serve como ponto de partida do ateísmo como uma visão alternativa de mundo, com valores seculares, valorização da ciência e o afastamento de dogmatismo religiosos.



> Esse vídeo é do canal no Youtube História e Ateísmo de Ricardo Oliveira da Silva, que ali se assina como Ricardo Russel.

Vídeo: Império Romano chamava primeiros cristão de ateus; saiba por quê






Comentários

Post mais lidos nos últimos 7 dias

Cientistas brasileiros e mexicanos descobrem pequena espécie de morcego

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Um em cada 4 brasileiros não tem acesso à coleta de esgoto, mostra IBGE

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Padre autor do mosaico de Aparecida é acusado de invocar a Trindade para ter sexo a três

Quatro séculos tentando provar a existência de Deus. E fica cada vez mais difícil

'Matem todos porque o Senhor conhece aqueles que são seus!' França, 22 de julho de 1209

Igrejas católicas alemãs estão sendo derrubadas. É a demolição da própria religião

Contar o número de deuses é difícil porque são muitos, dezenas de milhares, milhões