Pular para o conteúdo principal

Justiça do Trabalho condena Universal à indenizar pastor por submetê-lo a vasectomia

O TRT (Tribunal Regional do Trabalho) de Minas Gerais condenou a Igreja Universal a pagar indenização de R$ 50 mil por danos morais a um pastor por obrigá-lo a se submeter à vasectomia.

O procedimento foi imposto ao pastor há 17 anos, de acordo com os laudos.

A Igreja também exigiu que ele transportasse em seu carro particular grandes somas de dinheiro, da arrecadação do dízimo, colocando-o em risco de ser assaltado.

O pastor já tinha obtido julgamento favorável em primeira instância, da qual a Universal recorreu.

A Igreja do líder Edir Macedo nega que imponha a vasectomia a seus pastores e obreiros, admitindo apenas que faz recomendação pelo “planejamento familiar”

A Igreja vai recorrer também da decisão do TRT. 

Com informação do TRT e de outras fontes.




MP faz busca e apreensão na casa de Crivella em investigação sobre propina

Comentários

Posts + acessados hoje

Antes de dizer em live 'aceitem a paz do Senhor', pastor xinga sua mulher

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Ateus tentam impedir gasto de R$ 80 mi em centro evangélico disfarçado de museu