Justiça condena Malafaia a pagar indenização a Freixo por danos morais

A 36ª Vara Cível do Rio condenou o pastor Silas Malafaia a pagar indenização de R$ 15.000 a Marcelo Freixo por injúria, calúnia e difamação.

O deputado federal do PSOL-RJ tinha entrado na Justiça porque, na campanha política de 2016, Malafaia afirmou em seu canal no Youtube que Freixo era defensor de incesto, pedofilia e sexo com animais.


O pastor também declarou que Freixo erotiza “precocemente crianças de seis anos na escola”.

A Justiça julgou que Malafaia causou danos morais ao parlamentar.

Com informações de O Globo.


Em país sério, Malafaia já estaria na cadeia, diz pastor Caio Fábio

Malafaia atribui união gay ao modelo ateísta de sociedade

Malafaia diz que desenho da Disney com beijo gay é safadeza

Mesmo vendendo Bíblia a evangélicos empresa de Malafaia tem prejuízo