Pular para o conteúdo principal

Mais de mil padres apoiam críticas de bispos ao governo Bolsonaro

Mais de mil padres da ala progressista da Igreja Católica divulgaram apoio à carta de 152 bispos onde fazem contundentes críticas ao Governo Bolsonaro.

Para os bispos, o governo é o responsável por uma “tempestade perfeita”, que é a combinação de problemas como a mortalidade pela Covid-19, recessão econômica que vai se agravar e ameaça aos valores democráticos.


Embora esteja no espectro progressista, a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos Brasileiros) se mantém em cima do muro, porque a ala conservadora da Igreja tem se articulado, aproximando-se cada vez mais do presidente Bolsonaro.

Os padres, em seu manifesto, afirmam que o papa Francisco e CNBB oferecem “luzes” para estes “tempos tão difíceis da história do nosso país”. 




Benção de Edir Macedo confirma que Bolsonaro é um presidente 'terrivelmente evangélico'

Em oito meses de governo, Bolsonaro teve 38 encontros com evangélicos

Guedes convence Bolsonaro a desistir de subsidiar a conta de luz das igrejas

Brasil é refém da paralisia mental do dogmatismo evangélico, diz Delfim Netto




Comentários

Posts mais acessados na semana

Igreja Católica da Alemanha admite que freiras forneciam crianças a padres pedófilos

Bolsonaro compra a novela 'Os dez mandamentos' da Record para a TV Brasil

Dona Religião é casada com sr. Atraso e têm vários filhos

Morre de Covid-19 apresentador bolsonarista de TV de Minas afiliada ao SBT

Transferência bilionária do Vaticano a pessoas físicas da Austrália intriga até bispos