Pular para o conteúdo principal

Padre diz que manifestantes do 'Vidas Negras Importam' são 'larvas e parasitas'

Um padre da Igreja Católica dos Estados Unidos chamou os manifestantes do movimento “Vidas Negras Importam” de “larvas e parasitas”, na “melhor das hipóteses”.

Em uma mensagem dominical, Theodore Rothrock, da Igreja St. Elizabeth Seton, em Carmel, Indiana, afirmou que “as únicas vidas que importam são as suas [dos fiéis]”.


“Eles [integrantes do movimento] são lobos em roupas de lobos, ladrões mascarados e bandidos, buscando apenas devorar a vida dos pobres e lucrar com o medo dos outros. Na melhor das hipóteses, são larvas e parasitas, alimentando o isolamento do vício e das famílias desfeitas e oferecendo a substituição e a atual frustração e ansiedade com mais miséria e maior ressentimento.”

Prosseguiu: “Vidas negras importam, Antifas e outros acólitos nefastos de sua persuasão não são os amigos ou aliados em que fomos levados a acreditar.”

"São serpentes no jardim, buscando apenas arrancar e replantar uma nova espécie de humano feita à semelhança dos homens e não à imagem de Deus".

A reação na internet ao padre pregador de ódio foi contundente, com pedido do seu afastamento da paróquia.

O recém-formado grupo de defesa de direitos humanos Carmel Against Racial Injustice emitiu nota argumentando que os americanos não podem admitir o uso da retórica do ódio e do racismo na pregação do Evangelho.

Rothrock pediu desculpas dizendo que não teve intenção de ofender ninguém. Mesmo assim o bispo Timothy Doherty, da diocese de Lafayette-Indiana, o afastou da paróquia.
 
Rothrock: "Veneno
deles é mais tóxico
que a pandemia"


Com informação do site Indy Star e de outras fontes e foto de divulgação





Igreja Católica só se lembra do lado positivo de sua história

'A História Secreta da Igreja' revela lado infame da fé cristã

Estudo regasta história de brasileiras acusadas de feitiçaria pela Igreja no século 18

‘Fogueirinha’ que matou fiel foi ordem de Deus, afirma pastor




Comentários

Emerson Santos disse…
Lindo o amor cristão ... Inspirando sempre os loucos, sociopatas, psicopatas e claro os imbecis :)
E ele é o quê?
Para mim, esse sujeito é um vagabundo, sustentado pela igreja, com dinheiro de doações.
Já vejo que esse mau caráter, se tornou Padre, pois, foi o único meio que ele encontro, para fugir do trabalho.
A outra certeza, acabamos de constatar na reportagem, esse energúmenos não possui aptidão nenhuma, para servir a Deus e a Cristo.
Humildade, compaixão, empatia, valores ensinados e mostrados por Cristo, quando aqui esteve, entre os homens...
Max disse…
Igreja Católica sendo Igreja Católica.
Anônimo disse…
Padre based e lvcido
Anon disse…
O padre só falou o óbvio

Posts + acessados hoje

Pregação criacionista abre evento científico da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

Robinho e Neymar se negam a ver crianças de lar espírita

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade