Pular para o conteúdo principal

Justiça mantém fechados os templos da Igreja Universal em Porto Alegre

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul negou à Igreja Universal liminar para reabertura dos templos de Porto Alegre.

O prefeito , Nelson Marchezan Júnior (PSDB) já tinha determinado o fechamento do comércio, templos e outros estabelecimentos por causa da pandemia. 



A decisão do TJ-RS reforça o entendimento da 1ª instância, que no dia 14 de abril negou liminar à Universal.

Para o desembargador relator Carlos Roberto Lofego Canibal, a decisão do prefeito não viola o direito à religião porque fiéis poderão entrar em contato com pastor por intermédio da internet. 

UNIVERSAL ESTÁ MAIS
PREOCUPADA EM ARRECADAR
DÍZIMO DO QUE PROTEGER
OS FIÉIS DA COVID-19


Com informação do Zero Hora.



Universal processa juiz que a condenou a devolver oferta

TJ-RS condena Iurd por ter coagido bipolar a pagar dízimo

Juíza Silvia Rocha deixa de prescrever ação milionária contra o bispo Edir Macedo

Justiça manda Universal devolver R$ 74,3 mil a fiel




Comentários

  1. Se o corona vírus matasse os religiosos, não existiriam religiosos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Romualdo Panceiro cria a Igreja das Nações para concorrer com a Universal

Pastor diz que máscara é ‘frescurite’; fiel idosa e marido morrem de Covid-19

Maitê recupera pensão de solteira apesar de união com empresário







EDITOR DESTE SITE
Paulo Lopes é jornalista.Trabalhou
no jornal abolicionista Diario Popular,
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e outras publicações.

Contato