Pular para o conteúdo principal

Justiça de Santa Catarina suspende atividades da Airbnb a pedido do Ministério Público

A Justiça do Santa Catarina suspendeu as atividades da Airbnb, que é uma empresa digital de intermediação entre proprietários de imóveis e pessoas interessadas em locação de curto prazo.

O Ministério Público do Estado moveu uma ação civil pública acusando a Airbnb de estar se opondo às medidas do governo de Santa Catarina de isolamento social para impedir maior contágio do novo coronavírus.

Em todo o mundo, a Airbnb é uma das primeiras empresas a serem atingidas pelas consequências econômicas do Covid-19.

AS LOCAÇÕES PELO APP
CAÍRAM DRASTICAMENTE
EM TODO O MUNDO




Poli desenvolve ventilador com menor custo para socorrer vítimas do Covid-19

Nos EUA, pastor diz que Covid-19 é vingança de Deus contra casamento gay

Bolsonaro diz que brasileiro tem de se cuidar e não esperar ação governamental

Vídeo: guru de Bolsonaro, Olavo de Carvalho diz que ninguém morreu de coronavírus

Cidade de Nova York improvisa necrotério fora de hospital

Psicóloga diz como é possível manter o equilíbrio emocional em tempo de pandemia

13 teorias da conspiração sobre o coronavírus. Ou: a bolsa ou a vida?

Paciente curada do coronavírus afirma ter aprendido a falta que faz um abraço




Comentários

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Romualdo Panceiro cria a Igreja das Nações para concorrer com a Universal

Pastor diz que máscara é ‘frescurite’; fiel idosa e marido morrem de Covid-19

Maitê recupera pensão de solteira apesar de união com empresário







EDITOR DESTE SITE
Paulo Lopes é jornalista.Trabalhou
no jornal abolicionista Diario Popular,
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e outras publicações.

Contato