Chefe da ONU afirma que coronavírus é a pior crise desde a Segunda Guerra

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres (foto), declarou nesta terça-feira que a pandemia de coronavírus responde pela pior crise global desde a Segunda Guerra Mundial, e expressou preocupações de que ela possa desencadear conflitos mundo afora.

ANTÓNIO GUTERRES AFIRMOU QUE SERÁ PRECISO MUITA SOLIDARIEDADE

Segundo Guterres, a escala da crise se deve a "uma doença que representa uma ameaça a todos no mundo e [...] um impacto econômico que trará uma recessão que provavelmente não tem paralelo no passado recente".

"A combinação desses dois fatores e o risco de contribuir para um aumento na instabilidade, na agitação e no conflito são coisas que nos fazem acreditar que esta é a crise mais desafiadora que enfrentamos desde a Segunda Guerra Mundial", disse ele a repórteres.

A ONU foi fundada no final da guerra, em 1945 e tem 193 Estados-membros.

"Uma resposta mais forte e eficaz só é possível na solidariedade, se todos se unirem, se deixarmos de lado os jogos políticos e entendermos que é a humanidade que está em jogo."

Com informação da assessoria de imprensa da ONU.




Nos EUA, pastor diz que Covid-19 é vingança de Deus contra casamento gay

Bolsonaro diz que brasileiro tem de se cuidar e não esperar ação governamental

Vídeo: guru de Bolsonaro, Olavo de Carvalho diz que ninguém morreu de coronavírus

Cidade de Nova York improvisa necrotério fora de hospital

Psicóloga diz como é possível manter o equilíbrio emocional em tempo de pandemia

13 teorias da conspiração sobre o coronavírus. Ou: a bolsa ou a vida?

Paciente curada do coronavírus afirma ter aprendido a falta que faz um abraço




Comentários