Pular para o conteúdo principal

Novo responsável pelo aperfeiçoamento do ensino superior é criacionista

Benedito Guimarães Aguiar Neto
Evangélico assume a
 Capes falando em religião
 em vez de ciências

[texto opinativo] A instituição se chama Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, a Capes, e está ligada ao Ministério da Educação. 

O problema é que, agora, o novo presidente da Capes tem ideias retrógradas e não ter condições de aperfeiçoar nada.

Trata-se do evangélico Benedito Guimarães Aguiar Neto (foto), ex-reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Ao assumir o cargo, Neto defendeu a adoção do criacionismo no ensino em “contra à teoria da evolução”. 

Não se pode ter nenhum contraponto no caso simplesmente porque criacionismo é religião e a teoria de Darwin é ciência.


Lugar de religião é nas igrejas, e o do criacionismo, nas escolas.

A Universidade Mackenzie é a maior divulgadora no Brasil do criacionismo, o qual ela chama de ‘design inteligente’, segundo a qual há um criador por trás de tudo, Deus. O livro 'científico' do design inteligente é a Bíblia.

Diante das evidências apresentadas por Darwin no livro “A Origem das Espécies”, o “design inteligente” é uma piada. Não prova absolutamente nada.

Mackenzie faz proselitismo religioso travestido de ciência, todo mundo sabe. Mas como se trata de uma instituição religiosa, quem lá for estudar já sabe o que encontrará, e poderá se vacinar.

Mas não dá para aceitar que se fale em criacionismo/design inteligente em um Estado laico.

A pastora Damares Alves, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, já tinha falado em adotar o criacionismo no ensino.

Já passou da hora de haver uma reação firme de estudiosos, professores e cientistas.

Com informação da Folha de S.Paulo e foto de divulgação.





'Brasil caminha para o criacionismo', alerta cientista

Ensino do criacionismo é uma afronta à escola, diz professor

Criacionismo deixa de ser ensinado como ciência em escolas da Escócia

Livro de Darwin abalou o mundo e desmoralizou o criacionismo




Comentários

  1. Vai transformar as faculdades em igrejas.

    ResponderExcluir
  2. O Brasil está morto. O futuro comprometido e ninguém reage.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato