Ateu de Vancouver derruba obrigatoriedade de tratamento religioso a alcoólatras

Vancouver Coastal Health queria
 que o ateu Wood se livrasse da
 bebida se submetendo a Deus

O enfermeiro Byron Wood (foto) conseguiu que os servidores públicos alcoólatras ateus de Vancouver (Canadá) deixem de ser submetidos a programa de recuperação com base religiosa, como o AA (Alcoólicos Anônimos). 

Ele estava lutando nos tribunais por isso havia seis anos, porque foi uma vítima desse sistema.

Em 2013, o Vancouver Coastal Health, serviço público de saúde onde trabalhava, encaminhou Wood a um AA, para que ele se tratasse com base em 12 passos.

Do total desses passos, seis se referem diretamente à divindade cristã ou a um poder superior. Um deles exige que o dependente de álcool entregue sua vontade e vida "aos cuidados de Deus". 



O programa não funciona para muitas pessoas, independentemente de ser ou não crente, e em relação a ateus tem menos eficácia ainda, por motivo óbvio. 

Byron Wood desistiu do AA e, em consequência, perdeu o registro profissional e o emprego.

Ele tinha pedido ao Coastal Health que o mandasse a outro apoio, um secular, mas Vancouver não possuía nenhum convênio desse tipo.

Wood recorreu à Justiça com o argumento de que seus direitos humanos foram desrespeitados e que, como ateu, sentiu-se discriminado.

Agora, houve um acordo entre Wood e o sistema de saúde, para que haja opções de tratamento secular aos alcoólatras.

Wood espera obter de volta o seu registro profissional e emprego, sem a ajuda de qualquer deus, evidentemente.

Com informação da CBC. com reprodução de imagem.



Clínicas de dependentes não podem impor religião, diz Conad

Bolsonaro empurra para religiões tratamento de dependentes químicos

Livro orienta como curar a Síndrome do Trauma Religioso

Evangélicos americanos creem que Bíblia cura doença mental




Comentários

  1. O cara para de beber por vontade própria e com ajuda e apoio da família ... e não numa crença em entidades fantasiosas ... se faz isso .. ja demonstra que bebe porque eh fraco de personalidade ....

    ResponderExcluir

Postar um comentário


EDITOR DESTE SITE

Paulo Roberto Lopes é jornalista

profissional diplomado. Trabalhou

no jornal centenário abolicionista

Diario Popular, Folha de S.Paulo,

revistas da Editora Abril e

em outras publicações.

Contato