Laudo de peritos mostra que João de Deus mentiu ao dizer que tem câncer

Curandeiro está preso
 preventivamente sob a
 acusação de ter abusado
 de centenas de mulheres

Ao deixar uma audiência já Justiça, há 10 dias, o curandeiro disse ter câncer, o que justificaria a transferência dele de um presídio para prisão domiciliar.

Laudo agora tornado público de peritos da Justiça de Goiás prova que João de Deus mentiu, porque ele não tem a doença nem qualquer distúrbio mental.

Diz o laudo: “Portanto, é possível, do ponto de vista médico pericial, que o sr. João Teixeira de Faria cumpra a pena em regime fechado, desde que seja lhe permitido se ausentar para acompanhamento ambulatorial com médico assistente para verificação das medicações psicotrópicas em uso diante dos fatores já elencados, e para reavaliação quanto às alterações cardiovasculares inespecíficas evidenciadas durante o exame físico médico pericial.”

O curandeiro está preso desde dezembro de 2018 respondendo à Justiça acusações de ter moletado centenas de mulheres.

Com informação da TV Globo.



Já existem 506 relatos de mulheres que acusam João de Deus de abuso

Em vídeo, vítima holandesa de João de Deus agradece a solidariedade

Eu, Zahira Lieneke, 34, sofri abuso de João de Deus

Em vídeo, Drauzio Varella critica João de Deus e diz: 'Milagres não existem'




Comentários