Crivella faz discurso machista para criticar juíza: 'É bonita, mas não precisa praticar'

Juíza Mirela Erbisti mandou
 fechar a avenida Neimeyer
 por causa de um deslizamento
 que matou duas pessoas

O prefeito do Rio Marcelo Crivella fez comentários machistas para criticar uma juíza que mandou fechar a temporariamente uma avenida do Rio onde houve em fevereiro um deslizamento que matou duas bonitas. 

O bispo licenciado da Igreja Universal deu a entender em um discurso no dia 3 de outubro de 2019 que a magistrada tem mantido sua decisão para se mostrar.

“A juíza tem seus 40 anos e é muito bonita. Tem uma beleza de parar o trânsito, mas não precisar praticar, né, pessoal”, disse Crivella, referindo a Mirela Erbisti (foto), da 3ª Vara de Fazenda Pública

Cerca de 30 mil carros deixaram de usar a avenida Niemeyer diariamente, causando engarrafamento nos percursos alternativos, e Crivella teme que isso possa prejudicar sua reeleição.

O prefeito, no discurso, ironizou a teimosia que supostamente é inerente às mulheres.

“[...] é difícil encontrar mulher teimosa, né? Isso é raro, não é gente? Hein, gente? Normalmente, elas concordam, né? Normalmente (risos)”.

Ele tentou ridicularizar Mirela ao acrescentar, rindo, que a juíza tem um site que se chama “togadas e tatuadas”.

“Ela ensina mulheres a se vestir, como conseguir um namorado. É uma coisa interessante. Aquele site dela é uma coisa interessante.”

Em nota, a Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (AMAERJ) repudiou o discurso machista.

“O ataque grosseiro à magistrada representa mais uma tentativa do prefeito de pressionar o Judiciário para reverter uma decisão judicial legítima, confirmada em segunda instância”, afirmou.

“É inadmissível que um político em cargo público tão importante trate desta forma alguém que, por dever do ofício que exerce, o tenha contrariado.”

A juíza Mirela recusou um pedido de reabertura da avenida feito pelo prefeito com base em uma perícia no local solicitada por ela.

Crivella afirmou que o que vale é a perícia que a prefeitura encomendou de uma empresa, e não a da Justiça, porque foi feita por "jovens".

Com informação de “O Globo” e de outras fontes e foto da rede social.



Crivella dá benefício a igreja que não tem utilidade pública

Crivella assina contrato com banco de Edir Macedo

Crivella não revela nome das 426 igrejas que obtiveram isenção de IPTU

Igrejas evangélicas têm dinheiro para eleger presidente, diz Crivella




Comentários

Rafael disse…
Esse teu blog está a cada dia pior. Sou ateu, mas percebo que neste ano ele deu uma piorada tremenda. Fica o tempo todo exaltando a esquerda, o aborto e agora "machismo". Se o crentão do Crivella fosse uma mulher e dissesse que a juíza é bonita e que ensina mulheres a se vestir, seria o quê? Machismo também? Lamentável. Virou blog de quinta categoria.
Anônimo disse…
O "ateu" aí em cima quer que o site elogie o governo do slogan "Deus acima de todos". Kkkkkkk
Satã disse…
O bispo da igreja, sendo um representante de Deus, deveria pedir a Deus o poder de cada um fazer o próprio planeta, pois Deus mandou o homem trabalhar no mesmo tempo em que foi feita a Terra, mas não mandou cada um fazer a própria Terra. E no Código de Trânsito, artigo 1º, § 1º, ficar parado também é trânsito.