Cardeal tentou viabilizar empréstimo de US$ 200 mi do Vaticano à petrolífera

Jornal cita o cardial
 Giovanni Becciu como um
dos envolvidos no caso

O cardeal Giovanni Angelo Becciu (foto) é suspeito de ter tentado facilitar em 2012 um empréstimo de US$ 200 milhões do Banco do Vaticano à Falcon Oil, uma empresa petrolífera de Angola.

A operação seria feita com fundos que o Vaticano tinha em contas bancárias da Suíça.

O empréstimo não se concretizou por falta de transparência, de acordo com avaliação de consultores externos contratados pelo Vaticano.

Entre 2001 e 2009, o cardeal Becciu foi embaixador em Angola, onde conheceu o empresário António Mosquito, acionista da Falcon Oil e investidor em Portugal.

O Vaticano, Becciu e Mosquito se recusaram a falar com o Financial Times sobre o quase-empréstimo, que, assim, permanece nebuloso.

Com informações do Financial Times.



Vaticano aplica no mercado financeiro dinheiro de fundo de ajuda aos pobres

JPMorgan fecha conta do Vaticano que facilita lavagem de dinheiro

Vazamento de documentos viola sigilo divino, diz Vaticano

Vaticano mantém imóveis vazios em vez de abrigar os sem teto




Comentários

Anônimo disse…
E tem gente que se ofende quando falo que religião é comércio