Pular para o conteúdo principal

Escola católica dos EUA bane livros de Harry Potter de sua biblioteca

O diretor da escola,
um padre, teme que os
 estudantes usem os livros
para invocar o mal


O diretor da Escola Católica St. Edward, de Nashville (Tennessee, EUA), retirou os livros da série Harry Potter, de J. K. Rowling, por considerá-lo livro de bruxaria.

O padre Dan Reehil teme que os estudantes, com os livros, possam invocar Satanás,

Ele disse que tomou a decisão após ter consultado exorcistas dos Estados Unidos e Roma.

“As maldições e os feitiços utilizados nos livros são maldições e feitiços reais, que quando lidos por seres humanos geram o risco de invocar espíritos malignos diante da presença de quem lê o texto", disse.

O veto do padre fará com que os estudantes se interessem ainda mais pelos livros, se eles não tiverem lido a saga ou vistos os filmes.

Já outro conhecido livro que prega o extermínio de etnias, a matança, o incesto, o ódio e a vingança continua disponível na Biblioteca da escola.

É a Bíblia.

Com informação das agências.




90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Autora de Harry Potter diz que tem sido intimidada por cristãos

Livro mostra semelhanças entre Jesus e Harry Potter

Damares agora ataca os fiéis da bruxaria





Comentários

  1. O padre ficou com inveja que as crianças tavam trocando a dele pela varinha do Harry Potter.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

Associação Humanista Americana retira prêmio de Dawkins por ele questionar pessoas trans

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Governo de Angola suspende as transmissões da TV Record