Pular para o conteúdo principal

Damares volta a falar de estupro por falta de calcinha em meninas

Embora tenha sido ridicularizada, a ministra Damares Alves (da Mulher, da Família e dos Direitos) voltou a falar que, na ilha de Marajó (Pará), as meninas sofrem abuso sexual porque não usam calcinhas por causa da pobreza extrema.

Em um vídeo no Instagram, ela tentou justificar a afirmação dizendo que se trata de uma constatação de “especialistas”.

Damares não citou o nome de nenhum desses supostos especialistas nem algum estudo sobre as consequências da escassez de calcinhas na ilha ou em outra parte do país.

Como sempre, a ministra tratou de um assunto grave sem seriedade, sem dados, com a superficialidade.

A ministra não tem senso do ridículo.



Com informação do Instagram e de outras fontes.



Damares Alves mente ao dizer que tem cursos de mestrado

Damares precisa se tratar porque é uma maníaca que só pensa em sexo

Damares Alves afirma que mulher deve ser submissa ao marido

'Profecia' se realiza: Damares Alves se torna meme do Governo Bolsonaro

Marcos Pontes manda recado a Damares: 'Não se mistura ciência com religião'


Comentários

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

13 teorias da conspiração sobre o coronavírus. Ou: a bolsa ou a vida?

66 atividades para fazer em casa durante a quarentena. E o que não fazer!