Pular para o conteúdo principal

Piovani diz que Damares deveria estar presa por ser homofóbica

A atriz disse que a
 ministra age como estivesse
fumando uma droga muito forte

A atriz Luana Piovani (foto) afirmou em um vídeo (ver abaixo) que a pastora e ministra Damares Alves deveria estar presa por ser homofóbica.

"Preconceito não é crime inafiançável no Brasil? Como é que essa mulher não está presa?", disse.

Declarações de Damares resgatadas de vídeo antigos, antes de ela se tornar ministra, evidenciam que a pastora tem obsessão por denunciar práticas homossexuais, reais ou supostas, da imaginação dela.

Piovani citou duas dessas declarações de Damares, uma que a personagem Elsa “vai acordar a Bela Adormecida com um beijo lésbico” e a outra que Bob Esponja e Patrick são um casal gay.

A atriz falou que a Damares tem dito tanta bobagem, que, provocou Piovani, a ministra deve estar fumando uma droga muito forte.

“Gente, pelo amor de Deus, me faça um favor, bota mais tabaco no que a Damares está fumando.”



Com informação do portal UOL e de outras fontes.




Damares Alves precisa se tratar porque é uma maníaca que só pensa naquilo

Damares usa projetor de fotos para criticar a performance ‘xerecas satânicas’

Damares Alves diz querer ficar mais 'uns cem anos' no governo

Não dá para crer que Damares esteja sendo ameaçada de morte

Damaraes suspende a autobiografia ‘Jesus sobe no pé de goiaba’



Receba por e-mail aviso de novo post

Comentários

Postar um comentário

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Hospital de campanha de evangélicos em Nova York não aceita voluntários gays

Vídeo: R.R. Soares manda o Covid-19 para o inferno, mas não tira a máscara do rosto

Saiba por que a seita Testemunhas de Jeová é um paraíso para pedófilos