Juiz diz que Estado é laico, mas pede que presos sigam exemplo de Jesus

Juiz passa a ideia
 de que a salvação
só pode ser Jesus

Em mensagem de “Feliz Páscoa” a presidiários, o juiz João Marcos Buch, da Vara de Execuções Penais, em Joinville (SC), fez proselitismo religioso.

“[...] independentemente de minhas crenças, desejo, num país de maioria cristã, as pessoas usem o exemplo de Jesus Cristo e saibam se colocar no lugar do outro, saibam perdoar, amar”.

Antes de chegar a esse ponto, na mensagem, Buch escreveu que “a Justiça deve ser laica, ou seja, separada da religião”.

Sim, está na Constituição: o Estado é laico. O que é pouco respeitado, até por conta das contradições de juízes.

Com informação do Facebook.





Estado contaminado pela religião ameaça o direito das famílias, diz advogado

Bíblia mostra que Jesus pregou também o ódio ao próximo

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

MPF age contra monopólio da Universal em presídios do Rio



Receba por e-mail aviso de novo post

Comentários

Felippe F B Jr disse…
ENSINO E RESPEITO (VALORIZAÇÃO) DE PRÁTICAS DE INTOLERÂNCIA RELIGIOSA VINCULADAS AOS CRIMES CONTRA PESSOAS EM NOME DE VÁRIAS DIVINDADES DESDE A ANTIGUIDADE

As vezes, o sentido de respeito é construído entorno de fundamentos que apoiam e ensinam de forma direta e ou indireta discursos de intolerância religiosa e ódio as diferenças. Fazendo-se presentes não apenas na cultura de fé islamica, judáica, cristã e viking. Vários modelos divinos defendem e ensinam para impor seus valores crenças intermediárias que promovem (intolerância religiosa): a) crimes contra a vida (art.121 ao art.128); b) crimes da rixa (art.137); c) dos crimes contra a honra (art.138 ao art.145); d) dos crimes contra a liberdade individual (art.146 ao art.154); e) dos crimes de periclitação da vida e da saúde (art.130 ao art.136). Ocultando também veladamente interesses bélicos grupais tanto no plano físico quanto no espiritual desde a antiguidade. A promoção de terrorismo gospel então prevalece em certas situações acompanhadas de boas doses de violência política e cultural e seus efeitos negativos. Visando por exemplo: imposição de aceitação de conclusões precipitadas (preconceitos de fé) via estupros ideológicos sem conhecimento claro de vários fatos extrafísicos.

EXEMPLOS DE INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

Podem ser citados como exemplos de intolerância religiosa: prisões ilegais, espancamentos, torturas, execução injustificada, negação de benefícios e de direitos e liberdades civis. Pode também implicar em confisco de bens e destruição de propriedades, ou incitamento ao ódio, entre outras coisas, que são atitudes de grande barbaridade.

EXEMPLOS DE INTOLERÂNCIA TRANSMITIDOS PELO MODELOS JESUS CRISTO (BÍBLIAS CRISTÃS)

Algumas passagens bíblicas sugerem o ensino e promoção de práticas de intolerância religiosa promovidas pelo personagem Jesus Cristo. Por exemplo, crimes contra a liberdade individual ao negar o direito e liberdades civis de “não estar em Jesus Cristo de variadas formas” incitando ao ódio, entre outras coisas como confisco de bens, torturas e execuções em caso de desobediência. Sugere amaldiçoar outros seres (não apens humanos) com intuito de secar instantaneamente matando e lançando ao fogo; usar machado para arrancar quem não “dá bons frutos” conforme suas exigências excessivas (cobranças indevidas). Citações. “Ao que ele proclamou: ‘Contudo, eu vos asseguro que a quem tem, mais será concedido, mas a quem não tem, ATÉ O QUE TIVER LHE SERÁ TIRADO. 27-E quanto àqueles meus INIMIGOS que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e MATAI-OS diante de mim.” (Lucas 19:26-27)";
“E avistando uma figueira à beira da estrada, dirigiu-se a ela; mas, não encontrou nela nada, a não ser folhas, e disse-lhe: NUNCA MAIS VENHA de ti fruto algum. E a figueira SECOU-SE instantaneamente (Mt 21:19-20) (Mc 11:13-14). “O machado já está posto à raiz das árvores, e toda árvore, pois que não produz bom fruto é CORTADA E LANÇADA AO FOGO” (Mt 3:10) (Lc 3:9). “Se alguém NÃO ESTIVER EM MIM será LANÇADO FORA, como a VARA, e SECARÁ. E os colhem e LANÇAM AO FOGO E ARDEM” (Jo 15:6). “E o servo que soube a vontade do seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será CASTIGADO COM MUITOS AÇOITES” (Lc 12:14).

JUIZ PEDE QUE PRESOS SIGAM EXEMPLO DE JESUS

Mesmo dentro do Estado Laico, existe o risco de algum juiz (talvez cristão) se virar para alguns presos e passar a instrução imprecisa que eles devem seguir exemplos de Jesus Cristo. Sendo que muitos deles podem estar na condição presos justamente por seguir alguns códigos morais justiceiros (ver síndrome do justiceiro - abaixo) ensinados por tal personagem.
Felippe F B Jr disse…
DEFINIÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DA SÍNDROME DO JUSTICEIRO

A fonte(1) e (2) a seguir, define e caracteriza a Síndrome do Justiceiro como: "(01:34=>03:18)conjunto de sinais e sintomas expressos em pensamentos, sentimentos e energias e comportamentos desequilibrados da consciência frente à situações interpretadas como injustas, intra (plano material) e extrafisicamente (plano espiritual), decorrentes de percepçóes distorcidas da realidade. A autopensenidade irracional. A carência dos ortopensenes. Os bagulhos pensênicos. As percepções distorcidas sobre a justiça o conjunto de pensamentos, sentimentos e energias (holopensene) patológico de vingança. A justiça feita pelas próprias mãos. A vingança. A revolta sem causa. A guerra santa. Os julgamentos aprioristas. A condenção de inocentes. O apredrejamento. (2:40)A autoculpa embotadora da própria cognição. (2:46) Os campos ruidosos da vingança e da reinvidicação. (2:51)A baratrosfera. (2:54)O embotamento energético das consciências extrafísicas. (2:58)A melin e a melex. (3:05)Os tribunais extrafísicos. (3:08)As sessões de julgamento extrafísicos. (3:11)Os psicodramas (teatros extrafísicos).

Fonte 1) Youtube: “Tertúlia 2640 Síndrome do justiceiro (Parapatologia) Conscienciologia Waldo Vieira. Tertuliarium”:
https://www.youtube.com/watch?v=cdGLID02Wpc

Fonte 2) "Síndrome do Justiceiro. Eistudo":
https://estudodirigido.wordpress.com/2009/10/30/sindrome-do-justiceiro/

SINALIZAÇÃO DE SATISFAÇÃO MALÉVOLA PRESENTE NÃO APENAS NA CULTURA CATÓLICA

No tempo (0:0:07=>0:00:59) (fonte 1) o professor Marcelo da Luz deixa claro o perigo latente de satisfação malévola presente não apenas no Catolicismo. E eu acrescento certos conflitos grupais existentes não apenas no plano material, se eStendendo também para o plano espiritual.

Fonte 2) Youtube: 'Intolerância religiosa camuflada. Marcelo da Luz (Conscienciologia). Consciência Lúcida”:
https://www.youtube.com/watch?v=c8jhmUpRpqY