Pular para o conteúdo principal

Projeto de lei de deputado da Bahia anula ‘pactos com forças maléficas’

Pastor Isidório Filho
 se elegeu deputado
 estadual com a votação
 mais expressiva

O deputado Pastor Isidório Filho (AVANTE), da Assembleia Legislativa da Bahia, apresentou um projeto de lei que, se aprovado, “anula pactos com forças maléficas” e com “anjos das trevas”.

No PL 23.227/2019, o deputado alerta que esses pactos podem prejudicar os baianos “nas águas, matas, desertos, rochas e lugares ocultos”.

Trata-se de uma alusão aos rituais de seguidores de religiões afro-brasileiras.

Isidório quer que a Bahia seja entregue oficialmente à Proteção e Comando Supremo Espiritual da Santíssima Trindade.

Com 27 anos, João Isidório é o candidato a deputado estadual que mais votos obteve na Bahia nas eleições de 2018.

Ele é filho do Pastor Isidório (AVANTE), que foi o candidato a deputado federal mais votado pelos baianos.

Isidório, o pai, tem um projeto de lei para Bíblia em ‘Patrimônio Nacional, Cultural e Imaterial do Brasil e da Humanidade’.

Com informação do "O Estado de S.Paulo".





Caetano Veloso tem pacto com diabo, diz Feliciano em culto

Evangélico afirma que Haiti é maldito porque fez pacto com o diabo

Entidade católica teria feito pacto satânico para papa morrer

Onze indianos se matam por crer que seriam ressuscitados por Deus



Receba por e-mail aviso de novo post

Comentários

  1. Algo sem sentido criar uma lei neste sentido, pois não adianta editar-se uma norma, sem que haja mudança no coração das pessoas. Isso que fará com que o Reino de Deus se difunda no local, e os valores principais do Reino são a verdade, a justiça, a paz, a fraternidade, o perdão, a liberdade, a alegria e a dignidade da pessoa humana. Sem isso, a lei, ainda que aprovada, é natimorta.

    ResponderExcluir
  2. Que tal abolir deus!? Mais prático, saudável e inodoro.

    ResponderExcluir
  3. Fazer lei para beneficio de escolas , empresas que geram empregos e melhorias na saude ... ahhhh ... pra que ... gado nao precisa disso ... basta um curral

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Hospital de campanha de evangélicos em Nova York não aceita voluntários gays

Cristianismo é a religião que mais perseguiu o conhecimento científico

Vídeo: R.R. Soares manda o Covid-19 para o inferno, mas não tira a máscara do rosto