Criacionistas não podem tirar filha da escola por causa do ensino da evolução

[opinião]

por Paulo Lopes

Moisés Dias e sua mulher, Neiridiana, de Canelas (RS), tiraram sua filha de 11 anos da escola em 2011 por discordarem do conteúdo do ensino e do convívio estudantil.

Os dois recorreram à Justiça para que a menina pudesse ter aulas em casa, com professores contratados, alegando que, como criacionistas, não aceitavam que a escola ensinasse a teoria da evolução à filha.

Darwin constatou
que sobrevive só
quem se adapta

“Não é aceitável ou crível que os homens tenham evoluído de um macaco, como insiste a teoria evolucionista [de Darwin]”, disseram na época.

Além disso, eles não queriam que a filha tivesse “uma educação sexual antecipada” por estar com colegas mais velhos.

Outros pais entraram na Justiça, com alegações parecidas, acrescentando-se a de que o nível de ensino brasileiro é baixo.

Como as decisões judiciais não autorizaram o homeschooling (ensino domiciliar), os Dias recorreram em 2015 ao Supremo Tribunal Federal, que agora, 12 de setembro de 2018, julgou ser ilegal esse tipo de ensinamento.

No STF, houve apenas um voto favorável ao ensino em casa, o do ministro Luís Roberto Barroso, relator do processo.


A menina da autodenominada "família cristã"  hoje está com 18 anos e não há informação se ela voltou a estudar em um estabelecimento público ou privado.

De qualquer forma, ela agora talvez tenha esclarecimentos para entender que, pela teoria da evolução, o “homem não veio do macaco” e que ambos, como todos os mamíferos, têm uma origem em comum.

É possível, também, que a moça tenha aprendido que a teoria da evolução é o resultado de um trabalho científico e, como tal, por princípio não é definitivo porque sempre estará exposto a novas abordagens.

Nesse caso, o que a jovem poderá fazer é mostrar que a teoria é um equívoco, mas ela tem de provar pelo método científico, usado por Darwin, e não com um único livro, e de fábulas, a Bíblia.

Com informação do STF e de outras fontes.


Aviso por e-mail de novo post

Cinco equívocos que se afirma sobre a teoria da evolução

Ateus defendem com 'beligerância' a teoria da evolução, diz padre

Maioria dos norte-americanos acredita na teoria da evolução




Livro tenta compatibilizar teoria da evolução com fé cristã

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

-------- Busca neste site