Justiça estabelece multa ao prefeito Crivella se ele favorecer grupo religioso


Multa ao prefeito
 do Rio foi fixada
em R$ 50 mil

[notícia]

O prefeito e bispo da Universal Marcelo Crivella (PRB), do Rio, terá de pagar multa de R$ 50 mil se favorecer religiosos, em detrimento à laicidade do Estado. A decisão é da 25ª Câmara Cível.

De acordo com liminar que a 7ª Vara da Fazenda Pública já tinha concedido ao Ministério Público, Crivella terá de seguir 12 orientações, entre as quais a de não privilegiar religiosos no atendimento do serviço de saúde da cidade.

Veja os 12 pontos que Crivella terá 
de seguir em respeito ao Estado laico

No dia 4 de julho de 2018, em encontro não mencionado em sua agenda oficial, Crivella teve um encontro com líderes religiosos para os quais prometeu preferência na fila de cirurgia de catarata e agilidade no processo de obtenção de isenção de impostos às igrejas.

Na ocasião, Crivella disse que quem precisasse de atendimento deveria procurar a sua secretária.

“É só conversar com a Márcia.”

Com informação da Justiça do Rio.


Crivella afirma que só o ‘Brasil evangélico é que vai dar jeito nessa pátria’

Prefeito Crivella afirma não ter verba para eventos LGBT’s

Crivella muda nome de estação de ônibus para homenagear religioso



Crivella não aplica a Lei do Silêncio e mantem impunidade de igrejas evangélicas

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

-------- Busca neste site