Estudo confirma que evangélicos acham que dízimo é investimento financeiro


Fiéis acreditam na
conversa de pastores de
 que Deus vai devolver o
 dinheiro com acréscim
o

[notícia e opinião]

Estudo feito pela LifeWay Research nos Estados Unidos confirma que os evangélicos pagam o dízimo como se fosse uma aplicação financeira.

Eles de fato acreditam que o dinheiro retornará com correção.

Um terço dos 1.001 evangélicos entrevistados disse que suas congregações ensinam que Deus lhes abençoará se pagar o dízimo e fizer oferta.

Do total, 38% dos evangélicos concordam com a afirmação "Minha igreja ensina que, se eu der mais dinheiro para minha igreja e caridade, Deus me abençoará com retorno [financeiro]".


Dois terço deles afirmaram que Deus quer que eles prosperem.

O estudo vale também para o Brasil, onde a teologia da prosperidade se firmou tanto quanto erva daninha se alastra em qualquer tipo de solo.

Se Deus existe, ele é todo o poderoso, criador de trilhões de estrelas e planetas. Por que então ele se interessaria com o pagamento de dízimo? Ele precisa de dinheiro para quê?

Só pastores prosperam com a teologia da prosperidade.

Com informação do site da LifeWay Research.


Documento de evangélicos franceses critica a teologia da prosperidade

Macedo escreve que quem não paga dízimo é 'ladrão de Deus'

Pastor afirma que Deus lhe disse para comprar jato de US$ 54 milhões



Bíblia diz que pastor tem de ganhar bem, afirma Malafaia

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

  1. É fácil entender que Jesus, Maomé, deuses et caterva ou religiões, não existiriam ou poderiam existir sem a falsa promessa de salvação/paraíso (e inferno) e o maior de todos os ídolos: O louvado deus dinheiro que arrecada dinheiro por meio da venda de objetos ungidos.
    O chamariz deixou de ser a “salvação da alma” e passou a ser o misticismo, superstição, enaltecendo milagres, posse de relíquias, unção e santificação de objetos, água benta , pulseiras abençoadas, pentes santos do kit de beleza da rainha Ester, óleos de oliveiras de Jerusalém, água do Jordão, sal do Vale do Sal, trombetas de Gideão, cajado de Moisés. A imaginação dos líderes e a credulidade do povo são ilimitadas. Como a venda de pedaços do salmo 23 para a preparação de um chá que cura vícios, gente que dorme com uma Bíblia debaixo do travesseiro com a alegação de garantir bons sonhos e páginas ungidas por um “apóstolo” para serem colocadas nas paredes das casas dos crentes, entre outras coisas.

    O pastor do evangelicalismo mediador entre o rebanho de Jesus e Deus na posse e desfrute de bens materiais realizam o seu trabalho com muito sucesso.(Atos 20:29-32).

    ResponderExcluir

Postar um comentário

-------- Busca neste site