Nos EUA, homem espanca sua namorada com uma Bíblia até a morte


Satenay disse que
 usou a Bíblia para
 matar um diabo

Lesley Satenay (foto), 40, matou Krystal Phillips, 30, sua namorada, espancando-a na cabeça com uma Bíblia e uma frigideira.

Ele disse que tinha matado um demônio.

O crime ocorreu em Eatonville, Flórida (EUA) [mapa abaixo], no dia 14 de julho de 2018, um sábado.


A polícia foi chamada às 4h22 por uma pessoa que, pela janela, viu um cadáver no quarto de Satenay.

Em depoimento à polícia, Satenay disse ter feito sexo com Krystal, dormiu e acordou assustado de madrugada porque achava estar na cama com o diabo.

Argumentou que não lhe pareceu ser a Krystal, porque ela é pequena e o ser que estava ali, naquele horário, era enorme.

Além de uma Bíblia ensanguentada, a polícia encontrou no quarto de Satenay um cachimbo para consumo de droga.


Com informação de Orlando Sentinel e de outras fontes e foto liberada pela polícia.


Lesão no cérebro resulta em fanatismo religioso, diz estudo

Livro orienta como curar a Síndrome do Trauma Religioso

Psicanalistas tratam de alcoólatra como se fosse fanático religioso




Onde termina o extremismo religioso e começa a loucura?

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

  1. "Ele supostamente disse que usou uma frigideira e uma faca para atacar "uma pessoa grande" em seu quarto, atingindo a pessoa - que segundo o relatório parece ter sido fruto de sua imaginação - com três golpes, afirma o relatório."

    "Satenay pensou que Phillips tinha saído depois que ele foi para a cama, e supostamente disse à polícia que ele estava "acordado por demônios", levando-o a atacá-la, alega o relatório da prisão."

    "Dentro da casa, os investigadores encontraram o corpo de Krystal Phillips, 30 anos, de Apopka, no chão com um cachimbo, uma frigideira e uma Bíblia ensanguentada por perto, disseram autoridades.

    "Satenay supostamente disse à polícia que "o diabo estava dentro de seu quarto" e que "atingiu o diabo com um [B] ible", afirma o relatório."

    "Satenay disse à polícia que ele teve relações sexuais com Phillips na noite anterior e depois foi dormir, pensando que sua namorada havia saído, segundo relatos."

    "Satenay disse que demônios em seu quarto o acordaram e ele tentou matá-los, disse a polícia. Ele disse à polícia que os demônios eram "grandes" e que sua namorada era "uma pequena pessoa" e que ele sentia muito por matá-la, segundo a polícia."

    Fontes:

    https://translate.google.com/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://www.orlandosentinel.com/news/breaking-news/os-eatonville-murder-bible-demons-20180716-story.html&prev=search

    https://translate.google.com/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=https://people.com/crime/man-allegedly-awoken-by-demons-bludgeoned-florida-woman-death/&prev=search

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. "Satenay também supostamente disse à polícia que ele tinha um relacionamento de longa data com Phillips, descrevendo-a como sua amiga que "não merecia morrer", segundo o relatório."

      "A morte ocorreu em um quarto e Phillips estava morta na chegada, de acordo com o relatório da prisão. Enquanto parece que ela morreu de traumas bruscos, sua causa de morte ainda está sob investigação, afirma o relatório."

      Excluir
  2. O único "satanás" dessa história é o próprio Satenay!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Busca neste site