Lula reclama do excesso de religião na TV, mas nada fez para impedi-lo


Na prisão, Lula diz
 não aguentar
tantos programas
 evangélicos

por Maurício Stycer
para Folha de S.Paulo

Mônica Bergamo registrou em sua coluna na Ilustrada que o ex-presidente Lula tem reclamado da programação da TV aberta, a única a que tem acesso na sala em que está preso, na Polícia Federal, em Curitiba.

"Ele diz que não aguenta mais ver tanto programa religioso na tela", escreveu a colunista.

Reclamação justa, mas é preciso registrar que, assim como seus antecessores e sucessores na Presidência, Lula não fez nada para mudar este quadro.

A legislação brasileira sobre comunicações abre brechas para a locação de espaço na grade para igrejas e pouca gente, no Executivo e no Legislativo, parece interessada em mudar esta situação.


Quem legitimou evangélicos na política foi Lula, diz sociólogo

Lula ajudou a Universal a se expandir na África, diz Crivella




Lula pediu apoio de Edir e de Valdemiro contra impeachment de Dilma

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

-------- Busca neste site