Evangélicos apoiam Bolsonaro porque querem um crente na presidência a qualquer custo, acusa pastor


Até igrejas
 tradicionais estão
 se mobilizando
 para eleger Bolsonaro

O pastor Ricardo Gondim, da Igreja Betesda, escreve que evangélicos estão apoiando a candidatura de Jair Bolsonaro (foto) porque “eles querem um crente na presidência a qualquer custo.”

Católico casado com uma evangélica, Bolsonaro tem forte apoio de evangélicos, de acordo com pesquisas, porque o seu discurso conservador se assemelha muito com a pregação de pastores.

O apoio ao candidato não se restringe aos neopentecostais, que são os mais conservadores.

Gondim diz saber da existência de “uma forte mobilização de igrejas evangélicas históricas para comporem a tripulação da nau fascista capitaneada por Bolsonaro – com comitês eleitorais e tudo”.


Comparando Bolsonaro ao presidente dos Estados Unidos, o pastor argumenta que estudiosos de várias tendências se perguntam  “o quê os crentes conservadores viram em Donald Trump?”.

“Como embarcaram com malas e cuias no Titanic de um maluco bilionário, dono de Cassino?”

Gondim diz que, caso Bolsonaro seja eleito, “a tragédia de um Trump meia boca seria tenebrosa; e o custo de vidas, incalculável. – mais que do Titanic e do Bateau Mouche somados”.

O pastor escreve que a movimentação em favor de Bolsonaro tem mostrado uma caricatura dos evangélicos, colocando em evidência a “hipocrisia, venalidade e vassalagem” desse segmento da população.

Com informação do site de Ricardo Gondim.


Bolsonaro faz a ameaça de instituir um Estado cristão

Jair Bolsonaro afirma a evangélicos que está em missão divina

Silas Malafaia começa a fazer campanha para Bolsonaro




A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

Postar um comentário