Católicos italianos também tiram do pai-nosso insulto a Deus


Versão em
 português é do
 Deus bonzinho

A Igreja Católica da Itália seguiu a da França e alterou um trecho do pai-nosso: de “[Deus] não nos submeteis à tentação” para "não nos deixeis cair em tentação". 

Católicos desses países descobriram que, na oração, vinham cometendo uma insulto porque Deus, por ser a fonte de toda a bondade, não submete ninguém à tentação, só o Satanás.


Não é bem assim, pelo menos para quem lê o Velho Testamento com um mínimo de senso crítico.

Embora o papa Francisco tenha apoiado a mudança, os católicos alemães decidiram que vão manter a atual versão do pai-nosso.

Não se sabe se os católicos franceses e italianos mais devotos entraram em estado de choque ao descobrirem que estavam rezando para Satanás.

Com informação de sites internacionais.





Pai-nosso não é oração universal nem entre cristãos

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

  1. Tenho dito que esse Deus cristão é igual a Mara, aquele demônio que teria tentado Buda com ilusões para mantê-lo no Samsara.
    O Deus cristão força uma espécie de culto a manutenção da personalidade, que faz o iludido buscar fama, glória e prazeres mesmo em uma outra vida num paraíso.
    Enquanto os budistas o chamariam de demônio da ilusão, as pessoas mais apegadas o cultuam como um Deus.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Busca neste site