Pular para o conteúdo principal

Grupo de indianos mata jovem por ter um bife na bolsa



Um grupo de indianos matou o muçulmano Junaid Khan, 16, sob a acusação de ele ter na bolsa um bife de carne bovina.

Pelo hinduísmo, a religião da maioria dos indianos, a vaca é sagrada e, por isso, o consumo de sua carne é proibido na maior parte dos Estados do país.

Os indianos e Junaid e três amigos seu teriam começado uma briga por causa de vagas em trem, no percurso de Deli a Mathura, norte da Índia.

De acordo com testemunhas, o grupo ficou mais agressivo quando descobriu que o rapaz estava com o pedaço da carne.

A polícia prendeu um suspeito.

Desde 2014, quando o nacionalista Narendra Modi ocupou o cargo de primeiro-ministro, tem aumentado a intolerância de hindus a consumidores de carne.

Em algumas regiões do país, há milícias de voluntários autodeclarados protetores de vacas.

Com informação de sites internacionais.



Hindus lincham suspeito de transportar vacas para abate


Comentários

Posts + acessados hoje

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Ateus tentam impedir gasto de R$ 80 mi em centro evangélico disfarçado de museu

Antes de dizer em live 'aceitem a paz do Senhor', pastor xinga sua mulher