Pular para o conteúdo principal

Crivella terá de pagar multa se levar filho a evento oficial


por Vitor Abdala
para Agência Brasil

A Justiça do Rio de Janeiro fixou multa de R$ 5 mil para o prefeito Marcelo Crivella (foto abaixo), e para seu filho, Marcelo Hodge Crivella (foto), de R$ 10 mil, caso Hodge continue participando de eventos oficiais.

Crivella nomeou o filho para o cargo de secretário municipal da Casa Civil, assim que assumiu o cargo de prefeito, em 1º de janeiro deste ano.

A nomeação, no entanto, foi revertida pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em fevereiro. O Tribunal considerou a nomeação um caso de nepotismo (nomeação ilegal de familiar).

Em maio, o Tribunal de Justiça do Rio proibiu ainda que o nome de Marcelo Hodge aparecesse em publicações da prefeitura, que ele usasse equipamentos públicos e que aparecesse em eventos da prefeitura.

A nova decisão da juíza Luciana Losada, da 14ª Vara de Fazenda Pública estabeleceu a multa depois de Marcelo Hodge descerrar uma placa de inauguração do Instituto de Veterinária Jorge Vaitsman, representando o pai.

Por meio de nota, a prefeitura do Rio informou que não houve descumprimento de decisão judicial, e que respeita e cumpre as determinações da Justiça.

Filhinho com o papai




CFP não aceita a ‘psicologia cristã’ de filho de Crivella


Comentários

Posts + acessados nos 30 dias mais recentes

Morre de Covid-19 pastor bolsonarista que defendia uso da cloroquina

Angolanos expulsam os pastores brasileiros de 30 templos da Universal

Edir Macedo amaldiçoa angolanos que expulsaram pastores brasileiros de templos

Morre de Covid-19 o segundo pastor bolsonarista da Assembleia de Deus

Bispo Edir Macedo é internado com suspeita de estar com Covid-19