Mulher que fizer aborto tem de ser presa, defendem evangélicos

Se dependesse da maioria,
 4,7 milhões mulheres
estariam na cadeia

Questionados pelo Datafolha, 64% dos evangélicos responderam que as mulheres que se submeterem ao aborto devem ir para a cadeia.

Do total dos abordados, 23% se mostraram contrários à punição e 12% foram indiferentes.

Entre os católicos, a maioria, em proporção menor, de 58%, também apoiou a prisão de mulher que fizer aborto. Do total, 29% se manifestaram contra e 14% indiferentes.

A somatória de tais dados revelou que a maioria (56%) dos brasileiros é favorável ao encarceramento. 30% contra e 14% indiferentes.

Ou seja, se dependesse da maioria, 4,7 mulheres na faixa até 40 anos estariam agora na cadeia. Se o sistema judiciário aguentasse julgar tantos processos e se houvesse espaço nas prisões.

No mais, a pesquisa confirmou que o povo brasileiro é extremamente conservador.

Com informação do Datafolha.



Bíblia não condena aborto nem a poligamia, afirma estudioso

Evolução ainda não é aceita por uma minoria de cientistas

Veja como a teoria da evolução ajuda a entender a mente humana

Richard Dawkins escreve versão de ‘Deus, um Delírio’ para crianças