Pular para o conteúdo principal

No Uruguai, Natal não é de Jesus, mas dia de comemorar a família

Igreja Católica faz campanha para
resgatar o significado da data
No Uruguai, país mais secularizado da América Latina, o dia 25 de dezembro é um feriado oficial, não para comemorar o nascimento de Jesus, mas sim a família.

Poucos brasileiros sabem disso talvez porque faz tempo que o calendário de feriados religiosos do Uruguai foi secularizado, no início do século passado.

A semana na qual ocorre a Páscoa, em um outro exemplo, é chamada oficialmente de “Semana do Turismo”.

A secularização, obviamente, não impede que as pessoas comemorem o nascimento de Jesus e outras datas religiosas.

Apesar disso, o padre Daniel Kerber, da Arquidiocese de Montevidéu, está fazendo uma campanha para que o Natal volte a ser de Jesus.

“O Natal perdeu seu sentido cristão nesta sociedade de consumo, transformou-se em uma festa comercial”, disse.

O padre está certo, e não adianta ele espernear.

A descristianização do Natal é uma espécie de marco inicial da perda de importância do cristianismo em todo o mundo.

Com informação do jornal uruguaio República.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.


Ninguém precisa de Cristo para comemorar o Natal, diz outdoor

Uruguai lidera avanço da secularização na América Latina


Comentários

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

13 teorias da conspiração sobre o coronavírus. Ou: a bolsa ou a vida?

66 atividades para fazer em casa durante a quarentena. E o que não fazer!