Pular para o conteúdo principal

Ateísmo é a liberdade de se opor às ideias mais sagradas

Contestações favorecem o florescimento das ciências e da filosofia, como na Grécia clássica

HÉLIO SCHWARTSMAN | Folha de S.Paulo
jornalista

Meu amigo Reinaldo José Lopes foi mais rápido do que eu e já comentou na Folha o excelente Battling the Gods: Atheism in the Ancient World (lutando contra os deuses: ateísmo no mundo antigo), do historiador britânico Tim Whitmarsh. Não tenho muito a acrescentar à resenha do Reinaldo e, por isso, limito-me a chamar a atenção para um tema que o livro levanta, mas não desenvolve muito. Precisamos do ateísmo?

Um dos objetivos de Whithmarsh, que é professor de cultura grega em Cambridge, é demonstrar que o ateísmo é tão antigo quanto a religião. Ao descrever a história dos descrentes na Grécia e na Roma antigas, o autor acaba revelando que basta que inexista um sistema muito obsessivo para impor a religião que fatalmente surgem indivíduos que a desafiam de modo mais ou menos público.

               Todas as ideias
               podem ser
               contestadas

É claro que, na vida real, as coisas nunca são tão preto no branco. As forças do conformismo, da adequação ao grupo, são sempre poderosas. Uma das acusações que condenou Sócrates, vale lembrar, foi a de não honrar os deuses da cidade. Ainda assim, Withmarsh sustenta que o caso de Sócrates é que foi o ponto fora da curva. Dependendo do clima político, pessoas até podiam ser processadas por heresia, mas punições mais graves eram um desfecho raro.

Esse relativo salvo-conduto não impedia que a minoria de ateus, como qualquer grupo marginal, fosse de modo geral mal vista. Várias escolas, como o epicurismo, embora estivessem a meio passo de negar os deuses, frisavam não ser ateias.

No final das contas, o que o livro sugere é que o ateísmo, ainda que expresso por apenas uma minoria, é a consequência de um ambiente de liberdade intelectual, no qual todas as ideias, inclusive as mais sagradas, possam ser contestadas. São condições que favorecem também o florescimento das ciências e da filosofia, do que a Grécia clássica dá testemunho.

> Esse artigo foi publicado originalmente com o título de "Lutando contra os deuses".

Ateísmo é tão antigo quanto as religiões, sugere novo estudo


Ateísmo não desumaniza ninguém, afirma padre Lancelotti

Comentários

betoquintas disse…
Menos contestar a ideia sagrada da transcendência da evidência...

Post mais lidos nos últimos 7 dias

Cientistas brasileiros e mexicanos descobrem pequena espécie de morcego

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Um em cada 4 brasileiros não tem acesso à coleta de esgoto, mostra IBGE

Padres afirmam que rezam para que papa Francisco vá logo para o céu

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Padre autor do mosaico de Aparecida é acusado de invocar a Trindade para ter sexo a três

Quatro séculos tentando provar a existência de Deus. E fica cada vez mais difícil

'Matem todos porque o Senhor conhece aqueles que são seus!' França, 22 de julho de 1209

Igrejas católicas alemãs estão sendo derrubadas. É a demolição da própria religião