Pular para o conteúdo principal

Estudo mostra novas evidências da colisão de Theia com a Terra. Vídeo simula impacto

Choque em ângulo de 45% teria ocorrido cem milhões de anos após a formação da Terra, conforme análise de rochas lunares


A revista Ciência publicou um estudo que apresenta novas evidências de que o embrião planetário Theia se chocou em alta velocidade com a Terra, dando origem à Lua. 

O choque teria ocorrido 100 milhões de anos, após a formação da Terra, havia cerca de 4,5 bilhões.

O vídeo abaixo é uma simulação de Theia colidindo em alta velocidade com a Terra em ângulo de 45%.

Pelo estudo de Paul Warren, Edward Young e Issaku Kohl, da Universidade de Califórnia (EUA), o choque foi mais frontal. Outra teoria afirma que foi a Terra que se chocou com a Theia, cujo tamanho ainda não é consenso na comunidade científica.

Os pesquisadores fizeram o estudo com base em análise de sete rochas da Lua trazidas para a Terra pelas missões Apollo e por rochas vulcânicas do Havaí e Arizona.

Eles verificaram que a Lua e parte da Terra são compostas por materiais do planeta em formação.

A colisão removeu toda a água da Terra primitiva. Dezenas de milhões de anos depois, pequenos asteroides contendo água bombardearam a terra, repondo a substância.

Comentários

Post mais lidos nos últimos 7 dias

Influenciadora cristã torna-se ré por associar enchentes no Sul à quantidade de terreiros

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Bianca Machado Cotta, vítima do voo AF 447

Responda cristão: Deus criou as estrelas antes ou depois da Terra?

Alunos evangélicos de escola de Manaus recusam trabalho de cultura africana

Líder de igreja é acusado de abusar de dezenas de fiéis

Ateus americanos recorrem à Justiça na 'guerra ao Natal'

Ateus são o grupo que menos apoia a pena de morte, apura Datafolha

Valdemiro pede 10% do salário que os fiéis gostariam de ter

A física moderna sugere que o tempo não avança, é apenas uma ilusão