Vaticano foi cúmplice do golpe no Chile, revela Wikileaks

do portal EBC

Salvador Allende
Igreja ajudou a derrubar Allende
e depois apoiou a ditadura militar 
O Wikileaks publicou hoje (8) quase dois milhões de documentos diplomáticos secretos dos Estados Unidos, que datam dos anos 70, incluindo vários que revelam a cumplicidade do Vaticano no golpe em 1973 de Estado contra Salvador Allende (foto)  no Chile e sua colaboração e apoio à ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990).

Um dos documentos, datado de 18 de outubro, revela que o então substituto do secretario de Estado Vaticano, Giovanni Benelli, expressou a diplomáticos dos EUA “sua grande preocupação, e do papa Paulo VI, pela exitosa campanha internacional esquerdista para falsear completamente as realidades da situação chilena”.

Segundo o documento, o então secretário de Estado do Vaticano saiu em defesa dos golpistas perante o corpo diplomático nos Estados Unidos e qualificou de propaganda comunista as denúncias sobre as violações aos direitos humanos da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1900).

“Benelli classificou de exagerada a cobertura dos acontecimentos como possivelmente o maior êxito da propaganda comunista, e sublinhou o fato de que inclusive círculos moderados e conservadores pareciam muito dispostos a crer nas mentiras mais grosseiras sobre os excessos da Junta chilena” diz um comunicado do Departamento de Estado.

De acordo com comunicado “a Arquidiocese em Santigado, o cardeal [Raul] Silva e o Episcopado chileno em geral asseguram ao para Paulo que a Junta está fazendo todo o possível para que a situação volte à normalidade e que as histórias dos meios internacionais que falam de uma repressão brutal não tem fundamento”.

Considerado o "número dois" do papa Paulo VI, Benelli foi o escolhido para receber o ex-presidente dos EUA Richard Nixon ao descer de um helicóptero na Praça de San Pedro em 1969, para selar a aliança anticomunista entre a Casa Branca e o Vaticano.

O relatório Retting, realizado pela Comissão da Verdade e Reconciliação da 1991 e que contabilizou apenas execuções e desaparecimentos, reconheceu um total de 2279 mortes cometidas pelo Estado durante a ditadura Pinochet. 

Já a Comissão Valech, batizada com esse nome para homenagear o ex-bispo de Santiago, Sergio Valech, ampliou a pesquisa sobre a repressão e enumerou mais de 30 mil vítimas em relatório apresentado em 2004, do qual 28 mil são relacionadas a detenções ilegais, tortura, execuções e desaparecimentos.

O segundo relatório da Comissão Valech, entregue em agosto de 2011 ao presidente Sebastián Piñera, reconhece mais de 40 mil vítimas.





Comissão vai apontar religiosos que ajudaram a ditadura
novembro de 2012


Comentários

  1. E mais uma vez o dia foi salvo, graças a RELIGIÃÃÃO SUPER PODEROSAA.
    .
    ..
    ...
    (sqn)

    ResponderExcluir
  2. Que bom, pensei que o Vaticano tinha dado apoio aos comunistas

    conduzido por Allende, no período de 1970 a setembro de 1973, quando, já então, o grupo terrorista Movimento de Izquierda Revolucionária (MIR), com suas atividades insanas, foi responsável por 96 mortos, 919 feridos, 165 sequestros e 18 pessoas

    torturadas, totalizando1.198 vítimas, decorrentes de 68 "expropriações" a estabelecimentos bancários, 1.598 assaltos, 34 mil tomadas de indústrias e empresas particulares, e 9 mil invasões de terrenos, fazendas e apartamentos.

    Cerca de 20 mil estrangeiros indesejáveis, a maioria guerrilheiros em seus países, foram autorizados a ingressar no Chile, passando a integrar, e alguns a instruir, o Exército Guerrilheiro que se preparava para implantar o chamado Poder Popular. Quando Allende foi deposto, o total de membros desse Exército Guerrilheiro foi estimado em 53 mil guerrilheiros, dos quais cerca de 31 mil estrangeiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual são as fontes dessas informações?

      Excluir
    2. A batcaverna e algumas edições antigas de capitão América.
      Viva os militares mataram e formaram uma ditadura para impedir ue houvesse uma tentativa ditadura.

      Excluir
    3. Tambem gostaria de ver as fontes. Não que comunistas sejam confiáveis, mas tantos dados deveriam ter alguma fonte.

      Excluir
    4. A igreja apoiou um regime sangrento para nao apoiar outro regime de ideologia menos reaça. Contanto que nao sejam os esquerdistas no poder entao valeu a pena apoiar a ditadura...
      SQN

      Excluir
    5. O povo chileno escolheu NAS URNAS um socialista moderado (Alende) para ser presidente do país. Aliás, assim como nem todo direitista é nazista, seria todo esquerdista comunista? Uma coisa todos os radicais tem em comum: a babaquice.

      E só sendo muito babaca dizer que é legítimo não só um golpe de estado, mas a MAIS SANGRENTA DAS DITADURAS LATINO-AMERICANAS para "conter o mal do comunismo". Nos anos 60, qualquer reforma de estado progressista era chamado de comunismo. Alende estava aplicando o projeto que foi eleito PELA MAIORIA do povo para aplicar, fazendo reformas modernizantes no país. Se a direita chilena tinha qualquer legitimidade em ser contra, então que enfrentase Allende nas urnas, o que não fizeram porque iriam PERDER.

      Em suma, a direita é assim: a democracia só é boa enquanto vencerem nas urnas. Quando perdem, daí se torna legitimo toda ditadura e opressão, justamente as coisas das quais acusam os adversários.

      Excluir
    6. Anônimo9 de abril de 2013 12:45

      Hitler foi eleito democraticamente, c queria que o povo Chileno esperasse o Allende fazer um merda federal?

      Desta maneira porque vcs n aceitam que políticos eleito pelo povo brasileiro que é 85% religioso os represente em seus anseios?

      Excluir
  3. O governo ALENDE chegou ao poder ATRAVÉS DO voto da MAIORIA da população, e estava implementando REFORMAS MODERNIZANTES no país, como a agrária.

    Todo resto é informação QUE NÃO SE COMPROVA em nenhuma FONTE HISTÓRICA de respeito, salvo nos artigos do Olavo de Carvalho e congeres. Em suma, fantasias anti-comunistas de idiotas que acreditam em teorias da conspiração.

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. Anônimo8 de abril de 2013 21:48

      Vai procurar

      Excluir
    2. Nao, nao vou. Sua afirmação, você trás fontes. Caso nao traga esta me cuspindo mentiras. Se o que falas e verdade, nao devem faltar fontes seguras e confiáveis. Agora se e difícil encontrar a origem do que você mesmo afirmou, então algo tem de errado.

      Excluir
    3. No name, VOCÊ faz afirmação, VOCÊ PROVA.


      Cresça, por favor.


      (P.S.: em parte, até concordo com vc, se a Ditadura Pinochet não tivesse sido um desastre também...

      Excluir
    4. O que estamos vendo hoje e agora na Venezuela era 99 vezes pior no Chile de Allende, a interferencia de Cuba levou a morte o Chaves, de medo que sua doença fosse explorada pelos adversários ele foi se tratar em Cuba lá n o bicho se ferrou de vez.


      Normalmente n leio este lixo mas cito para mostrar que até a Carta Capital publicou uma matéria sobre a influência de Cuba

      http://www.cartacapital.com.br/internacional/oposicao-venezuelana-acusa-executivo-de-governar-sob-influencia-dos-irmaos-castro/




      Excluir
  5. "o então substituto do secretario de Estado Vaticano, Giovanni Benelli"

    o SUBSTITUTO DO SECRETÁRIO virou o próprio Vaticano?

    Já que é pra fazer papel de canalha por que vocês não trocam o título para: Vaticano deu Golpe no chile e o papa pessoalmente assassinou Allende!

    Será que todo crente e todo ateu é canalha? sinceramente espero que não, ao contrário do que mostram as evidências

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, adivinha, o vice foi escolhido com o consenso do Vaticano, para representar o Vaticano e teve suas ações aceitas pelo Vaticano. Agora queres me convencer de que é pilantragem relacionar um representante com o que ele representa? Isso faz sentido para você? Espero que nao.

      Excluir
    2. Alexandre Carvalho é isso que quero entender, ou confundem de má fé ou são sem discernimento. Mas é tudo em prol da mentira bem formulada, pra ver se arranha um pouquinho a imagem da Igreja. Satanás trabalha forte contra ela 24h por dia, mas não prevalece nunca.

      Excluir
    3. A Igreja mais parece um Buraco Negro e o cara vem falar em "arranhar um pouquinho" a imagem da mesma! PQP!!!

      Se esse "arranhar a imagem" se referia à imagem que ela tem sobre os próprios fiéis, então é outra idiotice, já que os fiéis sempre a vêem (ainda que na mais pura hipocrisia) de forma 'imaculada', do contrário não seriam fiéis.

      Para as pessoas esclarecidas, não há a menor forma de "arranhar" a imagem da Igreja, pois não se arranha o breu absoluto.

      Excluir
    4. "Satanás trabalha forte"

      A igreja podre do jeito que é nem precisa de satanás, eles sozinhos fazem todo o serviço.

      Excluir
  6. Caramba:

    "[...]qualificou de propaganda comunista as denúncias sobre as violações aos direitos humanos da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1900)".

    Era o Pinochet ou o Benjamin Button? rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gargalhei aqui. Boa o observação.

      Excluir
    2. Texto cheio de erros

      Excluir
  7. o cristianismo é uma maldição um cancêr para o povo ocidental, tanto quanto é o islã para o povo do oriente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem tanto, perto do Islã, atualmente, o cristianismo é um santo. E não, não é o cristianismo o problema, o homem é o problema.

      Excluir
    2. E não, não é o nazismo o problema, o homem é o problema.
      E não, não é o preconceito o problema, o homem é o problema.

      #facepalm

      P.S.: Don't feed the troll!

      Excluir
    3. Tambem acho que perto do Islã o Cristianismo é fichinha. Mas não que não seja um problema.

      Excluir
    4. faz sentido, já que é o homem que é a "origem" desses males.

      fossemos plenamente evoluídos, não precisariamos o tempo todo lutar contra nossas "criações".

      Excluir
    5. aonde que o cristianismo é fichinha perto do islã? Só se for hoje porque a secularização esmagou a cabeça deste monstro, mais no brasil parece que a cabeça da hidra quer voltar.

      Excluir
    6. E o Nazismo foi criado por quem? Poi zé, foi o tal do Homo Sapiens Sapiens quem o criou. Então, quem é a raiz de todo mal mesmo?

      Excluir
    7. Esse Leviatã é engraçadinho,né?!

      O problema não era o regime escravista, mas os escravos...

      Don't feed the troll [2]

      Excluir
    8. Oh! Gzus. Quem implantou o regime escravista? Poi zé.

      Excluir
  8. "O Wikileaks publicou hoje (8) quase dois milhões de documentos diplomáticos secretos dos Estados Unidos..."

    Canalhice não tem fim, esses documentos já estavam disponíveis há um bom tempo, o wikileaks apenas promoveu essas informações para que o próprio wikileaks não caia no esquecimento.

    Não há nada mais revolucionário do que a verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chora mais crentalhao

      Excluir
    2. Eram documentos abertos ao publico, mas difíceis de pesquisar, não se podia pesquisar por palavra, e só com cidadania americana, agora todos podem ver, e se você não gostou do que a sua igreja andou fazendo, problema seu, vá descontar sua raivinha no bispo.

      Excluir
    3. O Wikileaks fez a divulgação e isso é ótimo. Tem muita gente que queria que isso tudo continuasse no ostracismo. Esses, sim, são os canalhas. Eu digo que há algo mais revolucionário que a verdade: a divulgação da mesma. Pode chorar, Alexandre.

      Ruggero

      Excluir
  9. Peça para o fiel citar um periodo da história que a igreja não fez uma cáca.Ai vai arranhar a imagenm.Acho que esse ai até padreco é,e daqueles uui.

    ResponderExcluir
  10. o vaticano fede.


    o acesso à informação está acabando com a canalhada. Aos poucos, mas chegamos lá.

    ResponderExcluir
  11. Paulo, você poderia linkar o documento do Wikileaks? Desde já agradeço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://www.wikileaks.org/plusd/cables/1973ROME11385_b.html

      Excluir
  12. Nossa que novidade. Essa igrejinha sempre foi podre e sempre será, assim como Brasil sempre foi corrupto, mas o povão só começou a se tocar disso há 10 anos atrás. Não me surpreende em nada saber mais essa tramoia.

    No fim, sabemos que os bitolados de jesus vão virar a cara para mais isso, dizer que é pura conspiração contra a igreja deles, que os líderes religiosos ou se juntavam aos terroristas ou eram penalizados também. Mas é bom que mostrem, pois ainda há gente que pensa e esse número mesmo sendo tímido agora crescerá no futuro, podendo fazer a difereça na lutra contra injustiças.

    ResponderExcluir
  13. O catolicismo é indefensável. Tanto historicamente quanto filosoficamente é uma aberração para o século XXI. É só questão de mais uns cinco/dez anos desse papa que está aí para que o Vaticano perceba a sua derrota. A ICAR não perdeu para o secularismo ou para o protestantismo, perdeu para si mesma.

    ResponderExcluir
  14. A informação não deveria ser supresa. Eles foram a favor do regime de Hitler na Alemanha, de Mussolini na Itália, de Franco na Espanha, de Salazar em Portugal, o que seria uma ditadura a mais ou a menos na América Latina?

    ResponderExcluir
  15. "(...) qualificou de propaganda comunista as denúncias sobre as violações aos direitos humanos da ditadura..."

    Coloquem no lugar de 'comunista' gayzista, africano, feminista, ateísta, petista, além do próprio comunista, é claro. Depois troque 'ditadura' por Feliciano, PSC, Malafaia, Marisa Lobo, Sheherazade, Joelma... Isso soa muito atual, não acham? Lembrando que quem apoia violador de direitos humanos também é violador.

    Ruggero

    ResponderExcluir

Postar um comentário

-------- Busca neste site