Feliciano constrange sua mãe ao divulgar que ela fazia abortos

Marco Feliciano com Lúcia Maria, sua mãe
Pastor já tinha usado esta foto, com sua
mãe, como alegação de que não é racista
O pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP), 40, na foto, criou uma situação de constrangimento a sua própria mãe, Lúcia Maria Feliciano (foto), 59, ao tornar público que ela há cerca de 40 anos fazia abortos clandestinos. Prática da qual ela hoje se arrepende.

Feliciano é contra o aborto, mesmo nos casos autorizados pela lei, quando a gestação decorre de estupro.

Ao falar sobre o assunto em uma entrevista para o UOL, ele contou que a sua mãe tinha uma clínica em Orlândia, cidade paulista onde ela mora até hoje, a 365 km da capital.

Feliciano é autor de afirmações tidas como homofóbicas e racistas, o que ele nega com o argumento de que se orienta pela Bíblia. Ele assumiu em março a presidência da Comissão dos Direitos Humanos e Minorias da Câmara. Apesar de fortes pressões de ativistas e de parlamentares, ele tem resistido. Disse que só deixará o cargo se morrer.

Na entrevista ao UOL, Feliciano afirmou que, na clínica de sua mãe, viu “fetos serem arrancados de dentro de mulheres”.

Lúcia Maria disse a Juliana Coissi, da Folha, que isso não é verdade, porque Feliciano não tem lembrança dessa época, já que ele era recém-nascido.

Além disso, falou, ela atendia mulheres apenas com gravidez inicial, com no máximo 20 dias de gestação, e “não tinha nada [fetos]”.

Lúcia Maria, que é negra, não quis comentar com a jornalista as afirmações polêmicas de Feliciano, entre as quais a de que o povo africano é amaldiçoado por Deus.

Contou que aos 17 anos se submeteu a um aborto e que Feliciano é seu filho único. Ela se tornou mãe solteira aos 20 anos e na época trabalhava como doméstica.

Afirmou que, diferentemente do que seu filho dissera na entrevista, ela nunca teve uma pequena clínica de abortos e que atendeu no máximo seis jovens grávidas, a pedido da mãe delas, e que nada cobrava. Falou que nenhuma das jovens sofreu complicação.

Lúcia Maria, que se tornou evangélica, está arrependida de ter feito os abortos e aguarda “o perdão de Deus”.

É a segunda vez que Feliciano envolve sua mãe no fogo cruzado de suas polêmicas, aparentemente sem o consentimento dela. Na primeira vez, ele publicou no Facebook uma foto onde ela aparece com marido, também negro, como se isso, para Feliciano, valesse como prova de que não é racista.





Com informação da Folha de S.Paulo.

Contra acusação de racismo, pastor mostra foto de sua mãe
março de 2013

Marco Feliciano

Comentários

Anônimo disse…
"Lúcia Maria, que se tornou evangélica, está arrependida de ter feito os abortos e aguarda “o perdão de Deus”."

Deveria ser arrepender é de ter se tornado cristã, e então pedir perdão à sua própria consciência!

Quanto à desonestidade do Feliciano, não é nenhuma surpresa, visto que todo religioso é desonesto!
Anônimo disse…
O Feliciano só me dá alegria.
Nada uniu mais a gays, deficientes, moradores de rua, umbandistas, índios, negros, mulheres, entre outras minorias e menosprezados, do que o discurso de macho branco opressor dele.
Isso gera dificuldades até mesmo para os componentes ocultos da bancada evangélica. Sim, eles mesmos, a ICAR e os Neocons, que se mantém só nos bastidores, só puxando as cordinhas, fingindo não fazer parte do cenário.
Mas o Feliciano ainda trás mais uma alegria com seu discurso de macho branco opressor. É o fato de que uma grande parcela da população, que simpatiza com as causas das minorias, resolveu do nada fazer valer a democracia na unha, e essa sede, ao menos por hora, não parece que será saciada assim tão facilmente.
Quiçá perdure após essa pequena batalha ser vencida, porque será, sem dúvida.
Diabo disse…
Feliciano tem vergonha de ser descendente de Africanos, por isso ele passa chapinha no cabelo e o mantém umedecido com um unguento, que parece baba de boi.

Ele abraçou a religião como uma forma de crítica à própria mãe, por ser mulher, por ser negra, por ter maridos negros, por ter praticado abortos, por quase o ter matado num desses abortos.

Num esforço para se libertar de tudo aquilo que a mãe representa, ele, além de esticar o cabelo, é a favor da limitação dos direitos das mulheres, se põe frontalmente contra o aborto e casou-se com uma loira: http://www.flogao.com.br/jucenilson/7695533.

Além do mais, crescendo entre mulheres, envolvido por elas, ele deve ter, entre os treze e quatorze anos, sentido vontade de exercitar prazeres femininos: roupa, sapato, cabelo, maquiagem,...., namorado! Mas resistiu e substituiu esses desejos pelo uso de drogas e substituiu as drogas pela religião.

Os freios evangélicos fazem com que ele fique atento para não desmunhecar de vez, limitando-se a ser um metrossexual; a doutrina judaico-cristã lhe deu a solução de como atacar a negritude, o sexo e as práticas abortistas da própria mãe.

Ele tem ressentimentos contra ela.

Ele a constrange porque ela é tudo que ele luta para não ser: negra, mulher e praticante de aborto.
Allan Santana disse…
Tadinha dela! Vai pro inferno, segundo os dogmas fundamentalistas de seu próprio filho.
Anônimo disse…
Se surgir uma oportunidade, esse Feliciano ainda vai vender a própria mãe. Que sujeito baixo!
Anônimo disse…
É por isso que eu acho que todo pró-vida é um troll. Ele não defende a sua causa por ter convicção de que ela é verdadeira, mas simplesmente pelo prazer de discutir, de tumultuar, de perturbar o ambiente. Entre aquilo em que ele diz acreditar e aquilo que ele faz cotidianamente há uma distância enorme.

Pró-vidas afirmam que o aborto é o maior de todos os crimes. Mas se é assim, por que as mulheres que fazem aborto nunca sofrem o mesmo repúdio social que quem mata uma criança ou um adulto? Por que a Suzanne Von Hitchtofen, que planejou a morte dos pais, é uma monstra, mas a Hebe Camargo, que todo mundo sabia que fizera um aborto, tinha um programa de televisão e era alcunhada "a rainha da TV brasileira"? Por que a morte dela comoveu o Brasil em vez de motivar necrológios indignados? Por que o padre Marcelo Rossi não saia do programa dela? Aliás, por que o padre Marcelo Rossi era amigo pessoal dela? Esse fanfarrão carismático por acaso tem amizade com a Suzanne Von Hichtofen ou com o Fernandinho Beira-Mar?

Eu poderia fazer esse tipo de pergunta até depois de amanhã: por que o Alexandre Nardoni, que matou a própria filha, é o inimigo público número um do Brasil, mas a Marília Gabriela, que já fez um aborto, é uma jornalista respeitável? Por que Guilherme de Pádua, que matou uma colega de trabalho, é um demônio, enquanto Luiza Brunet, que já fez um aborto, é estrela de campanha publicitária? Etc.

Pró-vidas não suportam tirar conclusões de suas próprias premissas. Se o aborto é o pior de todos os crimes, que visão o Marco Feliciano deveria ter da própria mãe, já que ela não apenas fez um aborto, como tinha uma clínica de aborto clandestina? A pior possível... Ele deveria ter vergonha de ter sido gerado por um ser tão repugnante, tão malévolo, tão hediondo. Mas vá perguntar para ele qual é a sua opinião sobre a sua mãe. Ele lhe dirá que ela é um exemplo de vida...

Lógica do pró-vida: o aborto é um assassinato, mas a mulher que faz um aborto não é uma assassina...

Cláudio disse…
Até a mãe desmente ele ao vivo, dois caras de pau.
Anônimo disse…
Analisa mais freudalhao
Gerson B disse…
Olha o nível. Então eu sou um troll? As pessoas tem que concordar 100% com toda a agenda? Posso ser ateu-agnóstico, pró-casamento gay, estado laico etc e ser contra o aborto por convicções filosóficas.

Mas suas colocações são interessantes e mostram que as pessoas realmente não pensam de forma coerente.

E você está tirando conclusões apressadas. O texto não deixa claro quem tem razão, não se sabe se a mãe tinha uma clínica. Um dos dois está mentindo, mas não sabemos qual.
Anônimo disse…
a mãe dele precisa pagar pelos crimes que cometeu, até porque aborto não é legalizado.
Anônimo disse…
a mãe dele então tinha uma clínica de aborto ilegal ?
Anônimo disse…
Onde que a mãe dele é negra? Essa mulher é parda gente. Se ela é negra eu sou elfo.
Anônimo disse…
Inconscientemente, todos sabemos que um blastocisto NÃO é um bebê.

Uma pena a mãe do infeliciano ter se desvirtuado ao se converter à igreja evangélica, ela fazia um excelente serviço social livrando pobres mulheres de um fardo terrível em um país onde direitos humanos básicos como o de remover um embrião é proibido devido à dogmas medievais.
Anônimo disse…
até a mãe o desmente.


estou curioso pra saber como isso termina. O sujeito é asqueroso em todos os sentidos.
Anônimo disse…
Nessas horas eu sou totalmente a favor do aborto, e não só nos casos previstos em lei. Se a mãe dele tivesse feito aborto há 40 anos atrás, hoje não teríamos esse estrupício por aí.
Anônimo disse…
Devia era ter abortado quando estava grávida do próprio Feliciano.
Anônimo disse…
"Macho branco opressor"

- Então vc seria uma fêmea negra oprimida??

Se toca, malandra. Sou contra o Feliciano e não fico abraçando causas furadas como a sua.
Anônimo disse…
E todo idiota pensa assim.
Anônimo disse…
Gente, o Brasil virou um divã de psicanálise prá Feliciano tirar a neurose?Tem tantos ótimos psicalistas lacanianos prá ele se tratar, sem ficar perturbando nossa nascente democracia.
Anônimo disse…
Alguém traga uma rolha pra botar na boca do Feliciano!
Anônimo disse…
Acho que ela esta constrangida em não ter abortado esse empiastro do filho dela.
Anônimo disse…
Imagino ela segurando um cartaz dizendo "Marco Feliciano não me representa".
Sinceramente eu já esperava algo assim.
Já muitas pessoas se converterem, virarem evangélicas, e se tornarem radicais até com a familia.
Que não conhece um Bêbado contumaz que largou do vício, virou evangélico, e tocou algum filho de casa porque este não quis se converter também?
Anônimo disse…
Acho errado usar o termo "BRANCO OPRESSOR"

use apenas o termo opressor, reacionario e etc.

Não envolva raças no seu discurso, pois isso é racismo.
Anônimo disse…
pardo é um termo inventado pra não ofender mulatos
Unknown disse…
Me fez lembrar essa piada:

http://www.sensacionalista.com.br/2013/04/03/feliciano-diz-que-e-contra-o-aborto-porque-foi-abortado/
Anônimo disse…
eu não entendi a matéria,a mãe do feliciano fez o não fez aborto em outras mulheres?

numa parte da para entender que não e em outra da para se entender que sim
Anônimo disse…
eu não acho que a mãe do feliciano seja negra
Anônimo disse…
em nenhum momento da matéria diz que a mãe do feliciano se sentiu constrangida com que ele disse então o título da matéria está errado
fabricio Alves disse…
filho de peixe, peixinho é.
Anônimo disse…
Ele fala que ela era abordista, ela diz que não , quem esta falando a verdade ?
Anônimo disse…
E agora ele vai dizer que estava delirando e que não é verdade que a mãe era abordista?
Mordred Paganini disse…
Ela deveria se arrepender sim, de ter dado à luz a este resto de aborto mal feito chamado Feliciano.
Marcelo Idiarte disse…
Escute, onde a pessoa acima foi "malandra"? E por que criticar uma sociedade dominada pelo homem branco é uma "causa furada"?

Então as leis e regramentos informais da nossa sociedade não foram eminentemente erigidos por homens, em sua imensa maioria brancos? Ou você conjetura que uma mulher faria leis de auto-humilhação e subjugo aos homens?

Você acha que o recente concurso da Bahia que exigia atestado de virgindade foi ideia de uma mulher? Você acha que foi invenção feminina a ponderação de que mulheres não podem ocupar cargos de autoridade dentro da Igreja Católica?

Você acha que aquela asneira bíblica, que coloca a mulher como obediente a Deus, à Igreja e ao homem, é invenção de uma mulher?

Ora, meu caro, olhe à sua volta: é extremamente fácil perceber que uma imensa parte dos conceitos de "sociedade" foi idealizada, proposta e determinada por homens, não por mulheres.

Logo não tem nada de "malandro" em afirmar que o macho branco foi, sim, opressor ao longo da História - e que continua sendo em muitos casos.

O que me deixa mais triste em relação a isso - e que denota o teu preconceito disfarçado numa ponta enquanto tenta "abraçar causas" noutra ponta - é que algumas pessoas têm um entendimento completamente distorcido sobre defesa de minorias. Muitas acham que é preciso ser gay para defender gays, ser negro para defender negros, ser mulher para defender mulheres, ser pobre para defender pobres, e por aí vai.

Eu sou homem, branco e hetero. Mas via de regra defendo mulheres, gays, negros, pobres e quaisquer minorias que tiveram suas vidas condicionadas pelas regras da maioria (ou pelas regras da minoria economicamente dominante, como no caso da pirâmede social). Desde que, claro, não sejam minorias que ofereçam perigo à sociedade. Jamais vou defender grupos neonazistas, por exemplo.

Antes de qualquer coisa é preciso observar como a nossa sociedade está erguida, como ela se constituiu, quem teve privilégios, quem cagou regras.

O resto deveria ser luta de todos: luta por igualdade de sexo, de gênero, de cor, de condição social, etc.
Anônimo disse…
agora é crime casar com loiras? husahsuas
Mordred Paganini disse…
Na época em que ela fez os abortos, o aborto nem era esse tabu todo. muita gente fazia e só hoje em dia se sente culpada. 30 ou 40 anos atrás não era nada demais.
Sergio Isla disse…
Então por que ela NÃO está RESPONDENDO PROCESSO?
Pois pelo que se sabe, o ABORTO AINDA NÃO FOI LEGALIZADO!
Logo o arrependimento dela não RESOLVE o problema, pois por LEI ela é CRIMINOSA por ter cometido o delito!

Mas me deixe entender...
Então se eu for alí na esquina e fazer o aborto de alguém e amanhã eu "LEVANTAR A MÃO PRA JESUS" eu não preciso mais responder processo? É isso?

Mas que legal! Desse jeito EU ACEITAREI JESUS HOJE MESMO!
O deus desse povo fundamentalista é tão ES-QUI-SI-TO!!
Anônimo disse…
"todo cristão é desonesto"? SE FOSSE ASSIM SÓ UMA PEQUENA PARCELA DA POPULAÇÃO MERECERIA ESTAR VIVENDO NO MUNDO. ALÉM DO MAIS, ENTÃO PODEREMOS DIZER QUE TODO RICO É LADRÃO? QUE TODO SERVIDOR PÚBLICO É CORRUPTO? QUE TODO PROFESSOR COMPROU O DIPLOMA? AH, POR FAVOR, VÃO ARRANJAR O QUE FAZER. Criticar alguém ou alguma causa é direito nosso como cidadãos, porém afirmar algo contra um grupo racial, religioso ou social não passa de puro preconceito, o que faz com que você se torne igual ou pior do que aqueles a quem está tentando criticar.
Anônimo disse…
Na verdade o termo certo é biracial.
Anônimo disse…
Desculpe decepciona-lo, mas ser negro é descedencia, não cor de pele... ou seja, todos que tem antepassados negros são considerados negros, até mesmo eu que sou absurdamente branca na verdade sou negra... Infelizmente o brasileiro é tão racista que criou essa definição "parda".
Markus DjBizarra disse…
Vocês deviam estudar um pouco para entender que o discurso dele é sim o de "macho branco opressor", mesmo sendo o próprio um mulato.
Não, sério, vão ler sobre heteronormatividade, orgulho branco e tals. Por favor.
Anônimo disse…
Sou ateu e não penso dessa forma... chego a ter nojo dessa escória desonesta, mas se as pessoas religiosas realmente se importam com as outras, elas seriam a favor de coisas como homossexualismo,sexo antes do casamento e várias outras coisas proibidas pela bíblia, assim como seriam contra algumas coisas que a bíblia prega como verdadeira (uso bíblia como referência pois foi o escrito religioso que tive um estudo mais profundo), por exemplo, tratar mulheres como objetos inferiores...

Tenho muitos amigos religiosos e vários entre eles pensam da mesma forma que eu, chegando inclusive e pedir que Feliciano saia... mas independente disso eu tento respeitar... Só não respeito se eu não for respeitado...
elke disse…
"...Além do mais, crescendo entre mulheres, envolvido por elas, ele deve ter, entre os treze e quatorze anos, sentido vontade de exercitar prazeres femininos: roupa, sapato, cabelo, maquiagem,...., namorado! Mas resistiu e substituiu esses desejos pelo uso de drogas e substituiu as drogas pela religião.!

Disse tudo!!! (mas eu ri aqui..rsrsrsr)

Anônimo disse…
Quanto mais remexemos o esgoto mais m... aparece!
leandro disse…
Feliciano mentindo e exagerando para favorecer seu ponto de vista.
como sempre faz e fez...
mentir dessa maneira, falando que se lembra da "clinica" da mae, demonstra que se trata apenas de um canalha.
Anônimo disse…
Todo crentola é um traidor da sua honestidade intelectual em prol da conveniencia psicologica.
Anônimo disse…
"macho branco opressor"

racista detected
Anônimo disse…
E pq "mulato" seria ofensa?
Anônimo disse…
Quem envolveu raça e sexualidade no discurso foi o Feliciano, que se auto-proclama o homem branco, hétero, macho e cristão contra aqueles que não o são.
Rafael Lacerda disse…
E a gente esquentando a "mufa" e dando ibope pra esse lixo de pessoa!
Anônimo disse…
Diabo disse tudo!
Rafael Lacerda disse…
E a gente esquentando a "mufa" e dando ibope pra esse lixo de pessoa!
Anônimo disse…
Ele a ama assim como ama os homossexuais, os umbandistas, os ateus e os abortistas!
Anônimo disse…
Gerson B, você se auto-denomina pró-vida???
Anônimo disse…
Mas agora ela aceitou X3ÇUÇ e teve todos os seus pecados perdoados, inclusive pela JESUSTIÇA BRASILEIRA...
Anônimo disse…
Ela se arrependeu, e X3ÇUÇ e a X3ÇUÇSTIÇA já a perdoaram, amém?
Anônimo disse…
Eu sempre quis conhecer um elfo, será que podemos marcar um encontro?
Anônimo disse…
Se essas antas cristãs do PSC lessem Krishnamurti, o Brasil dava um salto de mil anos no futuro.
Anônimo disse…
É bem por aí mesmo.
Anônimo disse…
Boa!
Anônimo disse…
Agora nos resta abortá-lo da política nacional e do convívio social, pois lugar de homofóbico e racista é recluso e aprendendo a ser civilizado!
Anônimo disse…
Malafaia e Marisa Lobo são psicólogos, e amigos dele.
Anônimo disse…
Eu, como anônimo pró-vida olavete, devo subscrever suas observações. Sei de textos de jesuítas do século XIX em que, por terem tanta repugnância pelo crime, mal empregam as palavras para mencioná-lo. Mas o brasileiro de hoje é apenas superficialmente contra o aborto. Tanto é que ninguém abriu aboca quando o Sr. Marcelo Rossi foi celebrar o funeral de Hebe Camargo, que a rigor estaria excomungada.

É por isso que as campanhas na época da eleição para mostrar que Dilma e o PT eram pró-aborto não surtiram tanto efeito. Se essa nação fosse realmente pró-vida, Dilma não teria 30% dos votos. O máximo que aconteceu foi talvez um segundo turno.

Podemos dizer que o aborto está praticamente legalizado no Brasil quando essas figuras públicas que mencionou (e muitas outras) confessam publicamente terem cometido abortos e não são vítimas de repúdio nem são investigadas pelo Ministério Público, órgão esse que não perde tempo em ir atrás de comediantes que fazem piadinhas de caráter vagamente racial.

Devemos considerar, entretanto, que há a questão do circo montado pela mídia, gerador de histeria em torno de certos crimes.
Anônimo disse…
*já vi muitas pessoas se converterem...
Anônimo disse…
Creio que não seja possível fazê-lo entender alguma coisa.
Anônimo disse…
Eu não acho que a Xuxa seja branca...
Anônimo disse…
Se a mãe de Feliciano praticava abortos clandestinos, segundo a Lei ela deve ser presa.

Será que a Justiça vai mandar prender a mãe de Feliciano?

Segundo o próprio Feliciano a mão praticava abortos que é contra Lei.
Anônimo disse…
Concordo!!
Anônimo disse…
Racismo reverso, como se isso existisse.
Cláudio Schiavi disse…
Esse deputado, cada vez que abre a boca se complica...
Não sei o final dessa história, mas ele não perdura por muito tempo como presidente dessa comissão, pois a pressão só tende a aumentar.
A Igreja infelizmente fecha a mente das pessoas. não as deixando mais raciocinar. Algumas declarações dele, que li aqui mesmo (não sei se é mesmo verdade), sobre Deus ter amaldiçoado o povo africano é de uma infelicidade à toda prova... Espero que ele não tenha declaro esse absurdo.
Anônimo disse…
Corretíssimo.
Anônimo disse…
Isso é irrelevante.
Anônimo disse…
Rodrigo César Dias,
Interessante seu comentário, a sociedade é mesmo muito hipócrita.
Anônimo disse…
O problema é que o pessoal supersticioso acha que existe a "mágica da bimbada", onde antes de você virar de lado pra acender um cigarro, já tem três pessoas no quarto, porque espermatozoide + óvulo = alma! A mãe do pastor picareta realmente fazia um trabalho importante, se realizava os abortos de forma segura, provavelmente salvou algumas vidas e poupou algumas mulheres de danificar seus aparelhos reprodutivos, pra que se quiserem, possam ser mães mais tarde, quando estiverem preparadas.
Anônimo disse…
Racismo é não falar nas raças e omitir a desigualdade social que tem origem na exclusão que os negros sofrem
♣ Rafilsky ♣ disse…
Psicanálise, psicanálise em todo lugar.
Ilana_ disse…
"Feliciano é contra o aborto, mesmo nos casos autorizados pela lei, quando a gestação decorre de estupro."


Lógica de religioso fanático: ser homossexual é "escolha própria", mas engravidar num estupro é "vontade de Deus", por isso não se pode abortar.


Vai entender...
efe porfirio disse…
E ele, o pastor preside uma comissão de direitos de minorias .... mas quem é para dirigir Comissão no Congresso não tem que ser Deputado ou Senador ? Porque o que se ver é uma movimento religioso. Pode Misturar ?
Rubim Geontelus disse…
<<<'Lúcia Maria disse a Juliana Coissi, da Folha, que isso não é verdade, porque Feliciano não tem lembrança dessa época, já que ele era recém-nascido.

Além disso, falou, ela atendia mulheres apenas com gravidez inicial, com no máximo 20 dias de gestação, e “não tinha nada [fetos]”'>>>


A mãe desmente o famigerado hominídeo, mas também fica em situação difícile ao dizer que só atendia mulheres com gravidez inicial de no máximo 20 dias. Como ela poderia ter certeza desse tempo de forma exata? Qualqure gestante poderia dizer que tinha 20 dias ou menos de gestação e ter, na verdade, bem mais que isso.

Dois mentirosos! Um pior que o outro!

Anônimo disse…
Confundiu um crime hediondo com pecadinho bìblico , quero que a mão dele responda pelos crime que cometeu..A luta pela legalizalção é justamente essa , fazer com que mulheres tenham âmparo médico ´psicológico caso queriram abortar , e não ser vítima s emarginalizadas nestas clínicas de aborto clandestino como tinha a mãe de marco feliciano , Quero ver ele arrumar isto , vai falare que estava delirando e que nunca viu fetos sendo arrancados? Se ele viu isto , aonde foi que ele viu se não foi na clínica clandestina da mãe dele?
Anônimo disse…
Confundiu um crime hediondo com pecadinho bíblico , quero que a mão dele responda pelos crime que cometeu..A luta pela legalizalção é justamente essa , fazer com que mulheres tenham âmparo médico e psicológico caso queriram abortar , e não ser vítimas e marginalizadas nestas clínicas de aborto clandestino como tinha a mãe de marco feliciano , Quero ver ele arrumar isto , vai falar que estava delirando e que nunca viu fetos sendo arrancados? Se ele viu isto , aonde foi que ele viu , se não foi na clínica clandestina da mãe dele aonde foi que ele viu isto?
Allan Santana disse…
Interessante o seu comentário Rodrigo, é a velha hipocrisia machista social. Aliás quem aborta são as mulheres, então por que não fazem uma pesquisa só com elas, perguntando se são ou não a favor?
Anônimo disse…
A polícia vai querer saber que clínica clandestina era esta , esta mulher deve ter cometido uma carnificína.
Anônimo disse…
Anônimo 4 de abril 11:41

Não é bem assim que funciona,

Se vc é filho de negro e branco, vc é 50% negro, mas não um negro puro.
se vc tem um filho com um branco, seu filho será 25% negro.
se seu neto tiver um filho com um branco, o mesmo será 12,5% negro
e por ai vai.
Allan Santana disse…
"macho branco opressor"
Não acho racismo, e sim, radicalismo!
Anônimo disse…
É um crime que estava oculto ou a mãe dele já respondeu por isso na justiça ?
Anônimo disse…
Isto é grave ,é uma denúncia de um crime que ele fez , se a mãe dele nunca respondeu por isso na justiça ele trouxe à tona um crime que envolve a família dele e que estava oculto para a justiça, isto não vai acabar bem , ou ele é doido e anda delirando , ou ele é um mentiroso contumaz , ou ele denúnciou a mãe dele.. Ele disse que viu fetos serem arrancados , aonde que ele viu isso , e se for intimado na justiça para esclarecer esses fatos o que ele vai dizer , que é louco que estava delirando ? em troca de que ..Pastor a casa caiu #fato
Anônimo disse…
Apenas por que esse lixo de pessoa está presidindo nada mais, nada menos, que a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, "só" por isso estamos lhe dando "ibope".
Anônimo disse…
Apenas religioso, isso já define.
Anônimo disse…
Sua internet é limitada a este blogue? Do contrário, o senhor pode muito bem fazer suas pesquisas pra sanar suas "dúvidas" quanto às falas do deputado-pastor replicadas neste espaço!

Dica:
www.google.com.br
Anônimo disse…
Eu entendo perfeitamente e discordo veementemente.
Anônimo disse…
Segundo a jornalista cristã do SBT, Rachel Sheherazade, quem está misturando as coisas são os críticos do deputado-pastor Marco Feliciano, pois não sabem separar o pastor do deputado.

É mole, ou quer mais?
Religiosos...
Anônimo disse…
Se foi 40 anos atrás, já prescreveu faz tempo.
amada de Cristo disse…
As nações marcharam por toda a superfície da terra e cercaram o acampamento dos santos, a cidade amada; mas um fogo desceu do céu e as devorou.
O diabo, que as enganava, foi lançado no lago de fogo que arde com enxofre, onde já haviam sido lançados a besta e o falso profeta. Eles serão atormentados dia e noite, para todo o sempre.
Depois vi um grande trono branco e aquele que nele estava assentado. A terra e o céu fugiram da sua presença, e não se encontrou lugar para eles.
Vi também os mortos, grandes e pequenos, de pé diante do trono, e livros foram abertos. Outro livro foi aberto, o livro da vida. Os mortos foram julgados de acordo com o que tinham feito, segundo o que estava registrado nos livros.
O mar entregou os mortos que nele havia, e a morte e o Hades entregaram os mortos que neles havia; e cada um foi julgado de acordo com o que tinha feito.
Então a morte e o Hades foram lançados no lago de fogo. O lago de fogo é a segunda morte.
Se o nome de alguém não foi encontrado no livro da vida, este foi lançado no lago de fogo.
Apocalipse 20:9-15 Vocês espiritas, Maçons, iluminatis, ateus um dia vão ter que prestar contas a Deus de cada palavra que vocês falam contra Deus e a sua Igreja, que ele deu seu Filho perfeito Jesus para morrer na cruz do calvário por ela, o Paulo lópes é um canalha, acusador do povo de Deus, que sequer põe direito de resposta, só compartilhar ou curtir nunca comentário um dia todos vcs teram que prestar contas a Deus.
Anônimo disse…
todo cristão é hipócrita, pelo menos naquela parte de "dar a outra face". Eu tentei bater neles, e todos revidaram!
Anônimo disse…
[off topic] , porque o júlio severo não faz uma metéria falando do hacker ativismo ,porque ele não fala que eles são gayzistas e etc , será que ele tem medo de ser descoberto e ter os dados e históricos de internet dele expostos ???
Anônimo disse…
Anônimo4 de abril de 2013 15:27

existe alguém 100% negro?

se existe quem poderia ser usado como exemplo?

Anônimo disse…
É o que mais acontece. Na verdade é por isso que tenho raiva de gente que exagera. Todos os meus antigos colegas de escola que se drogavam, que engravidavam adolescentes, hoje é tudo evangélico. Chego a conclusão que o cara tem tanta certeza que vai pro inferno que só virando um fanático religioso pra ter alguma esperança...
Anônimo disse…
Ela podia ter feito só mais um aborto…
o dele!
Anônimo disse…
Pelo menos tivesse invertido: não abortado o primeiro e abortado o segundo...

Ruggero
Anônimo disse…
É, parece que o 'dom da mentira' vem de berço... Quanto mais acompanho o caso, mais adjetivos vão se mostrando condizentes com o pastor/deputado: racista, homofóbico, (possível) estelionatário, (possível sonegador fiscal, (possível) prevaricador, machista, misógino, mentiroso, incitador de ódio e, agora, ficou claro, hipócrita.

Ruggero
Gerson B disse…
Anõnimo das 12:37, prefiro dizer "contra o aborto". Pró-vida e pró-escolha são palavras de propaganda estereotipadas e a coisa é muito mais complicada. Aceito alguns tipos de aborto, mas não a ideia de "direito da mulher", que torna o aborto aparentemente algo tão simples quanto um corte de cabelo.

Dá pra assinar, mesmo com um nome fictício? evita a confusão.
Anônimo disse…
Chegou mais uma terrorista de xessus
Anônimo disse…
Amada de Cristo, como vc poderia saber isso?
Anônimo disse…
Como se mede o grau de negritude da pessoa? Quanta asneira
Ilana_ disse…
Eu estava sendo didática. Eu entendo os "raciocínios" tortuosos de que os cristãos fanáticos se utilizam pra conceituar essa afirmação.
Ilana_ disse…
Sabe, existem tecnologias médicas que podem checar se a afirmação da mãe quanto ao tempo de gestação é verdadeira ou não, meu filho.


Nunca ouviu falar de ultrassonografia, não?


(Antes que pensem que eu tô defendendo o Feliciano ou algo do tipo, não, não estou. Só achei muito absurda a afirmação desse Anon aí...)
Anônimo disse…
Uma troll nova por aqui?, será só passageira ou vai ficar aqui enchendo o saco por um tempo com suas loucuras fanáticas?
Anônimo disse…
O Sujeito não respeita a privacidade da própria mãe e a expõe assim para ser julgada ... Como ser humano, que não considerou como a mãe se sentiria, nem como isso repercutiria, acham que ele é capaz de pensar em alguém, que não seja ele?

Anônimo disse…
Caro Anônimo,

Várias celebridades brasileiras confessam na mídia que fizeram aborto, inclusive em situações longe de terem prescrevido, e nenhuma autoridade investiga nada.

Atenciosamente,
Outro anônimo
Gustavo S disse…
Mulato é considerado ofensivo pelos movimentos negros por derivar de mula. Demétrio Magnoli diz que o sentido original se perdeu (realmente, pouca gente conhece essa origem) e acha muito pior chamar de pardo. Nesse ponto eu concordo com ele.
Nika Pinika disse…
Conhecemos a índole de uma pessoa em momentos como estes. Está pegando para o "meu" lado? Uso qualquer um de escudo, jogo no fogo sem pensar, até entrego minha mãe aos leões em uma bandeja, se isso for capaz de me garantir alguma defesa.
E isso não tem nada a ver com ser evangélico. Tem a ver com ser mau-caráter.
Anônimo disse…
A maioria das pessoas deste país, é que são acomodadas e alienadas demais para sequer, tentarem mudar alguma coisa.
Rubim Geontelus disse…
Ilana,


Ao dizer que sou um Anon, C tá me parecendo uma TROLL, ou não!? Bom, existem coisas que são ditas ou escritas que pessoas inteligentes entendem sem problemas. Por quê? Porque o conhecimento de intertextualidade, inferência, pressuposto, e outras técnicas de leitura nas entrelinhas dá o contexto do que está escrito e não precisa de milhares de linhas para se fazer entender. Bom, o pressuposto do que eu escrevi está baseado no conhecimento antecipado dos que o leram sobre o fato de mulheres gestantes que querem abortar em clínicas clandestinas, que não têm higiene adequada, que são verdadeiros açougues ou matadouros, não se preocuparem em fazer ultrassonografia. E muito menos as pessoas que praticam esse tipo de crime se preocupam com o estado dessas gestantes e nem dos bebês que serão abortados, pois o que visam mesmo são os lucros.


Portanto, minha querida, vá estudar mais para poder entender o que foi dito nas entrelinhas, uma vez que para isso é necessário o conhecimento, nesse caso, dos fatos que citei sobre a desumanidade nessas clínicas clandestinas. E outra: quem quer abortar não faz ultrassonografia com medo de ver o bebê e se apegar. Não, elas querem se livrar do problema sem verem o bebê.

Bom, tive de dar uma aula para que C pudesse entender o que escrevi. Mas tudo bem, percebi que C é uma TROLL. Costumo chamar tais TROLLS de T.E.T.A. (TROLL ENERGÚMENO/A TOSCO APEDEUTA).

É isso aí CHUPA!
Rubim Geontelus disse…
Esqueci de mencionar algo muito importante! Lá vai, então: de quantos anos estamos falando mesmo que essa mãe da 'coisa infeliz' deixou de praticar os abortos em clínicas clandestinas? 30 a 40 anos segundo ela e a abominação que a mesma chama de filho, não é? Pois bem, naqueles tempos as coisas eram mais complicadas que hoje, e os planos de saúde eram caros. Portanto, as infelizes que precisavam recorrer ao aborto em clínicas clandestinas, verdadeiros matadorouros, eram (como ainda são) de classes baixas. Essa é uma realidade cruel no Brasil, mas é verdade! Mulheres de classes altas recorrem a clínicas de luxo (que podem até ser clandestinas), e geralmente até preferem viajar para o exterior para abortarem. Devemos ainda lembrar que a mãe do amigo da Idade das Trevas sempre viveu em Orlândia, que é uma cidade de interior e sem muito recursos anos atrás.


Ainda hoje, em grande parte dos municípios interioranos, as mulheres de classe baixas geralmente engravidam e dão à luz sem fazerem ultrassonografia. Imagina as que querem abortar! E tem mais: muitos desses 'profissionais do aborto' trabalham com ervas e outros tipos de plantas e substâncias abortivas, muitas das quais extremamente perigosas.


Tá de gozação, né! Ou esqueceu que vivemos no Brasil, sil, sil, sil....?
Anônimo disse…
Cláudio, políticos são caras de pau: Enquanto a população está se esguelando em frente às câmaras, igrejas e afins, quando chega no final do dia eles vão para suas mansões, bebem e comem do melhor, ligam suas TVs de 52 polegadas, assistem os noticiários e dizem, olhando para os manifestantes: TROUXAS !
Anônimo disse…
Ela fazia abortos? Ela tinha uma clínica? Dona Lúcia, porque diabos que a senhora não abortou essa criança, expecificamente? Faz o seguinte, coloca ele de volta, e ABORTA!
Anônimo disse…
Quanta alienação por aqui...

Confesso que estou muito decepcionado!
Igualitário disse…
É por isso que seria ter uma Comissão de Direitos Humanos e Minorias sendo presidida por alguém que realmente represente essas minorias, pois não funciona esse negócio de acatar os palpites de gente que não tem nada a ver com a questão.

Se alguém é contra o aborto, é simples, não aborte!
Tolher a liberdade alheia, com base em posicionamentos irrefletidamente levianos e descompromissados com o bem-estar dos outros, é triste!
Anônimo disse…
Se você tiver 1% de "sangue negro", já será considerado negro pelos puristas, afinal, para eles, você não será 100% branco, e portanto é considerado negro (que para eles seriam "impuros").
Anônimo disse…
Vocês estão sendo eugenistas!
Anônimo disse…
Na verdade, eles viram fanáticos para tentar 'limpar a imagem' perante a sociedade, e assim não perderem oportunidades com os demais hipócritas de plantão.
Anônimo disse…
Sim, pois os "ESPERTOS" são aqueles que apanham calados, e não dos "trouxas" que ficam se "esguelando" em frente às câmaras, igrejas e afins, não é mesmo?

Anônimo disse…
Eu também estava sendo didático. Em nenhum momento eu pensei que você literalmente não os estaria compreendendo.
Anônimo disse…
Sim, liguem a máquina e vamos lá acabar com essa delinqüência!
Anônimo disse…
Ser evangélico tem a ver com ser mau-caráter.
Anônimo disse…
Estamos tristissimos com a decepção de vossa alteza intelectual!
Anônimo disse…
aqui não estamos para julgar a crença de ninguem não é certo julgar todos os critãos seja ele evangelico,catolico espirita enfim todos aqueles que acreditam em DEUS sejam descriminados e repudiados o que mais importa e o comportamento de um respresentante publico de direitos humanos que tem declarações racistas e homofobicas mas por ele esta utilizando a biblia como argumento para suas declarações os cristãos estão sendo repudiados não podemos julgar um todo por uma parcela e se julgam que ele esta errado que colocamos o nossso direito em protestaremos até tiralo de la mais de forma inteligente!
Anônimo disse…
Ela devia pedir perdão por não ter abortado o feliciano.
Vagner disse…
Uma pena ele não ter sido abortado também. :(
Deu mais que pé de chuchu agora paga de certinha kkk
Anônimo disse…
Os dois se merecem! Filho de peixinho, peixinho é!
OS FAPOS disse…
Esse tal anônimo não é ateu. Embora existam babacas ateus e cristãos, esse babaca não é ateu. Tá claramente com um discursinho patético para desqualificar quem não professa nenhuma fé.
juhh disse…
eu tenho nojo de você Marcos Feliciano.... Você é a escoria da humanidade...
anjosarda disse…
O padrastro, cujo parentesco ele tenta usar para fins políticos, não é o mesmo que em um vídeo ele fala que ficou com muita raiva porque é pobre e chegou com bicicleta de barra de ferro na casa da mãe?