Russomanno afirma a jornalista: ‘Sou religioso, me respeite’

Candidato não quis falar sobre a
importância da laicidade do Estado
Celso Russomanno (PRB), candidato a prefeito de São Paulo pelo PRB, não quis ontem (9) conversa com o  jornalista Ricardo Chapola, do Estado de S.Paulo.

“Sou religioso, me respeite”, disse ele, negando-se a responder a uma pergunta sobre a questão da interferência de líderes religiosos nestas eleições, em desrespeito ao Estado laico.

“Por favor, me respeite como religioso”, reafirmou o candidato. “Eu sou uma pessoa religiosa e acho que cada porta aberta onde existe uma religião é importante para o ser humano”, disse antes de assistir a uma missa na Paróquia Assunção de Nossa Senhora, no centro de São Paulo.

Russomanno também não quis falar sobre a reportagem da Folha de S.Paulo segundo a qual a sede da Igreja Universal está sendo usada como um comitê informal da campanha dele.

A coordenação da campanha do candidato é feita por pastores da igreja de Edir Macedo. Apesar disso, Russomanno tem afirmado não ser candidato da Igreja Universal.

Ele se mantém na liderança das pesquisas de intenção de votos. Havia uma expectativa de que a posição dele caísse com o início da campanha eleitoral nas emissoras de TV e rádio, o que não houve. Russomanno praticamente já está no segundo turno.

Com informação do Estado de S.Paulo, entre outras fontes. 

Sede da Igreja Universal serve de comitê informal de Russomanno.
setembro de 2012

Religião na política.

Comentários

  1. MayDay! MayDay! MAYDAY!!!

    Winston Smith

    ResponderExcluir
  2. É...ele está capacitado para seguir o legado de Kassab!
    OH FUCK!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele nao esta capacitado a seguir o legado do kassab pelo seguinte, ele nao admite viadagem igual o kassab ta fazendo por ai.

      Excluir
    2. Parafraseando o Anônimo de 12:14, Tá RUÇO Mano...

      (P.S. É com cê cedilha mesmo)

      Excluir
  3. Para alguns religiosos, como o Russomano, o Estado laico lhes é um desrespeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E para muitos ateus, falar de religião também é um desrespeito...

      Excluir
    2. Bom, entre respeitar um delírio e respeitar a constituição na qual todos nós somos obrigados a viver sobre, que muda de acordo com a moralidade da sociedade tentando sempre buscar a igualdade e o respeito, eu fico com a laicidade. Não é questão de respeito, é questão de lógica básica, pensamento crítico e regras.

      Excluir
    3. Já que vc entende tanto de Constituição, vc deveria saber que a mesma nos garante o direito de livre pensamento. Sendo assim, vcs ateus deveriam ter um pouco mais de respeito por esse direito que a Constituição nos garante, pq ela envolve o direito de crença também. Não acho que chamar minha crença de "delirio" seja uma forma de respeito... Se a Constituição Brasileira respeita meu direito, vc tb deveria respeitar, certo?

      Excluir
    4. direito a crença é uma coisa, misturar religião e política é outra.

      só quero ver a merda que vai dar.. agora além de todos os problemas que já temos vamos ter que nos preocupar com mais imposições ridículas religiosas no governo.

      siga sua religião em paz mas não venha forçar ela pela goela de quem não quer, e muito menos no governo que já esta estragado o suficiente do jeito que esta.

      Excluir
    5. Excelente resposta do Anônimo! Parabéns!

      Excluir
    6. Sua crença é perfeitamente respeitada enquanto fica pra vc mesmo. Quando misturada com politica ou imposta de qualquer maneira, vai ser criticada e ridicularizada,goste vc ou nao

      Excluir
    7. Vcs falam como se os evangélicos quisessem eleger seus representantes a fim de impor a religião a todos as pessoas. Acordem. Ninguém vai tornar o Brasil um país teocrático só porque tem uma religião. Eu acho que vcs exageram as vezes...

      Entendam o que quero dizer: Eu sei que a lei do aborto, por exemplo, é muito rebatida por religiosos (em especial pelos evangélicos), mas tudo isso NÃO é uma imposição de religião como vcs dizem. Se um deputado é contra o aborto, isso é porque de acordo com os seus princípios o aborto é algo que ele considera errado, e esse ponto de vista que ele tem pode ter base na religião, na filosofia, biologia, no seu próprio entendimento da lei (muitos afirmam que viola o direito a vida, por exemplo), ou ter qualquer outra base de pensamento. Isso não quer dizer que ele esteja impondo religião,filosofia e etc... ele apenas está discutindo a matéria de acordo com seus princípios. Impor religião é o que se faz nos países do oriente médio por exemplo. Se vcs estivessem lá vcs saberiam o que é imposição... Vcs nem estariam aqui agora debatendo religião comigo, porque o governo já teria matado todos vcs. Nenhum evangélico quer fazer isso no Brasil. Esse pensamento só existe na cabeça de vcs mesmos.

      Vcs falam de imposição, mas vcs mesmos só aceitam pensamentos que forem compatíveis com o de vcs. Se alguém diz: "acredito em Deus", Vcs logo torcem o nariz... aí depois querem falar de respeito. Comecem a respeitar e depois falem dele.

      Vcs precisam aprender a conviver/respeitar com quem pensa diferente vcs.

      Excluir
    8. E não querem impor sua religião? Acho que você deveria falar menos, e se informar mais, principalmente nas promessas feitas pelos políticos evangélicos, pois pelo visto você desconhece totalmente. Ele considera errado o aborto porque mesmo? Há lembrei por causa da religião, os princípios dos religiosos tem base no que? Há lembrei, na religião, sua moral é tem base no que? Há lembrei, na religião, preciso citar mais? Imagino que não. Não estão impondo sua religião? Fale-me mais da proposta de ler a bíblia antes de cada assembleia?! Fale-me mais do projeto de que toda a escola devera ter uma bíblia. Impor sua religião vai muito além de apenas matar ou perseguir alguém, todos os exemplos que eu citei aqui, são exemplos de impor uma religião no país, o que já "fere" o estado laico. Engraçado alguém falando de respeito/convivência, mas me diga, qual é à base do preconceito contra homossexuais? Qual é à base do preconceito contra outras religiões? São vocês, e ainda quer falar de convivência e respeito?

      Excluir
    9. Aliás, se vocês não querem impor a religião de vocês, porque existe a bancada evangélica?

      Excluir
    10. Pra mim impor uma religião, seria obrigar uma pessoa a seguir determinada religião, e até agora não vi nenhum político fazendo leis pra obrigar as pessoas a se converterem... Se o país tivesse uma "religião oficial" como é o caso e alguns países por aí, aí eu teria de concordar com vc, isso seria uma imposição. Graças a Deus isso não acontece no Brasil, porque isso fere o livre arbítrio concedido por Deus às pessoas, direito de fazer suas escolhas. Não sou a favor de obrigar as pessoas a seguir uma religião.

      Eu sei que tem muito político misturando as coisas por aí... mas o que eu quero dizer é que nossa legislação determina que o Estado é laico, sendo assim, qualquer cidadão pode entrar com um processo na justiça contra Bíblias nas escolas, leitura da Bíblia antes da Assembléia no CN e etc. Esses projetos de Bíblia na escola são casos isolados em algumas prefeituras, a justiça tb pode intervir nessa situações, nada está "perdido"....

      Lei do aborto? Vc leu direito o meu comentário acima? Eu disse que os candidatos podem ser influenciados por principios religiosos, filisóficos, de interpretação da lei e etc. Isso é uma coisa natural, Patrick. Vc mesmo se fosse um deputado, votaria a favor do aborto porque pra vc, Deus não existe e um feto não tem o direito a vida garantido na constituição como uma pessoa adulta por exemplo. Ou seja, vc tb seria influenciado pela sua forma de ver o mundo, sua forma de analisar a situação. Ninguém é 100% "neutro", Patrick.. todo mundo tem a sua forma de pensar e isso influencia nossas escolhas.

      Quanto aos homosexuais é o seguinte: Eu não tenho anda contra os homosexuais. Mas tenho o direito de não concordar com suas práticas, certo? Ou eu não tenho esse direito?

      O que está acontecendo nesse país, é que alguns militantes estão tentando criar uma lei que meterá na cadeia qualquer pessoa que disser "não concordo com as práticas homossexuais"... Isso sim é uma imposição, imposição de pensamento. Querem impor um pensamento na minha cabeça, querem me dizer que eu tenho que concordar e achar normal os atos homossexuais. Dá um tempo, né? Onde fica o meu direito de livre pensamento??? Depois nós evangélicos é que somos radicais.

      Excluir
    11. "Aliás, se vocês não querem impor a religião de vocês, porque existe a bancada evangélica?"

      Esqueci de comentar isso.

      Os gays não tem representates deles no congresso? Pois bem, a bancada evangélica nos representa lá no congresso também.

      Da mesma forma que os gays tem representantes interessados em colocar todos os que não concordam com os atos homossexuais na cadeia, nos temos a bancada evangélica para garantir que o nosso direito de discordar de tais práticas seja mantido (esse é um dos exemplos).

      Democracia é isso, filho: discussão de idéias onde todos participam.

      Excluir
    12. Alias, respeitar é uma coisa, concordar é outra. Eu posso respeitar sua opinião sem concordar com ela, por exemplo.

      Como eu mesmo disse, eu respeito os homossexuais. Alias tenho uma pessoa na família que é homossexual. Quando ele se assumiu sabe o que mudou na nossa relação??? NADA! Eu continuo tratanto e respeitando ele da mesma maneira. Ele sabe que não concordo com tais práticas, mas ele tb não mudou comigo, não se afastou só porque eu não concordo.

      Respeitar não é sinônimo de concordar. Entendeu? Não confunda as coisas.

      Excluir
    13. Esse político da mátéria já prometeu que vai privilegiar os evangélicos permitindo templos irregulares, caso ele for eleito. Isso fere absurdamente o estado laico e a segurança das pessoas. Se o Asafe fosse mais informado, teria visto que os parlamentares estão agora rezando antes das sessões, fazendo com quem não queira, se retire da sessão. Isso é proselitismo sim.

      Excluir
    14. Olha, até onde eu sei ele disse que vai AJUDAR A REGULARIZAR os templos que estão irregulares. Imagino que esse ajudar seja orientar as igrejas em como regularizar seus templos diante da lei.

      Yuri eu sei que estão fazendo isso (rezar antes da sessão), mas quem te disse que eu concordo? Qualquer pessoa pode denunciar isso ora. Eu sei que existem muitos religiosos que misturam tudo, mas vcs não podem achar que todo religioso age dessa forma.

      Excluir
    15. Então Asafe você garante que quando um senador evangélico toma uma ação ele abandona sua religião e toma a decisão que mais se adequa ao povo?
      Duvido muito

      Se a bancada evangélica representa os evangélicos no congresso ela vai defender os interesses de quem pautado no que? Nos interesses dos evangélicos e seus preceitos religiosos.

      Acaba que não é votado algo que pode beneficiar ou não a população e sim votado algo pois "a palavra de Deus diz que não".

      Excluir
    16. Tá, e vc acha que uma lei para prender todos os evangélicos, que não concordam com as práticas homosexuais, é uma lei para beneficiar o povo? Vai beneficiar uma minoria, que não sabe aceitar uma opinião contrária, isso sim.

      Já disse e repito: respeito os homossexuais mas não sou obrigado a concordar com tais práticas. Não posso ser preso só porque não concordo com determinada coisa.

      Vcs falam tanto da inquisição, que matava quem fosse contra os doutrinas da ICAR (não estou defendendo a inquisição, nem sou católico)... MAS acham essas leis que visam prender as pessoas que não concordam com certas práticas um avanço da sociedade moderna?

      "Eleger evangélicos não pode, porque eles vão criar leis de acordo com seus interesses religiosos; mas eleger militantes do movimento gay, que criarão leis para seu próprio benefício, pode".

      Desculpe, mas isso é hipocrisia demais...

      Vcs acreditam mesmo na "neutralidade"? Não existe neutralidade. Todo e qualquer deputado votará de acordo com seus princípios; e esses princípios podem ser religiosos, filosóficos e etc.

      Ninguém vai abandonar sua religião pra votar, assim como ninguém também vai abandonar suas convicções filosóficas na hora de votar... O que quero dizer é que TODOS são movidos pelos seus próprios princípios. Não existe neutralidade.

      Tanto não existe, que o movimento gay está elaborando leis para calar a boca de quem pensa diferente deles. Não vejo nisso, um "benefício" para o país como um todo...

      Excluir
    17. Asafe, você inverteu completamente a perseguição. Não existe projeto de lei para prender quem não concorde com a homossexualidade, de onde você tirou isso? Argumentar com hipóteses completamente fantasiosas não ajuda seu argumento.

      As leis que você cita, que estão em estudo, não são contra os que discordam das práticas, mas contra os que são agressivos em suas declarações contrárias. Por exemplo, dificilmente alguém acusaria você de preconceito por argumentar da forma que argumentou. E se o fizesse, por essas leis, você não seria considerado culpado de nada. Por outro lado, se chegasse aqui dizendo que a homossexualidade é do capeta e quem pratica merece as chamas do inferno, aí sim seria culpado. Entende a diferença de agressividade?

      A lei não rege opiniões, rege como elas são usadas para agredir e ferir alguém.

      Agora existem sim leis em estudo para remover dos gays direitos sociais às quais todo cidadão hetero tem acesso. Existem leis em estudo para levar práticas religiosas até os locais laicos. Existem leis em estudo até para usar o FGTS para a construção de templos. E aí, o que você diz disso?

      Excluir
  4. Tem um video dele rodando na net. do tempo em que era reporter: Ao intrevistar uma carnavalesca começa a acariciar os seios dela. E agora fica dando uma de puritano!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eis o video:

      http://www.youtube.com/watch?v=E3hMzjSuwpc&feature=player_embedded

      Excluir
    2. Esses atos pecaminosos não procedem. Ele foi perdoado pela alta cúpula religiosa em nome do Senhor todo Poderoso. Chessus Salvou ele.

      Falando sério pessoal. A máquina burocrática é auto-suficiente. Dava para gerir uma cidade com um programa de computador. Tudo já está auto-contido. Prefeitos e Vereadores são apenas bonecos/fantoches com um título. Vocês realmente acham que se o sistema não fosse auto-suficiente (contas pagas no débito, orçamentos anuais já distribuidos, etc) não estariamos de volta as cavernas? Imagina se dependessemos desses vereadores e prefeitos para GERIR de verdade uma cidade ? Pensem bem.

      Excluir
  5. Não gosto desse Mano aí, mas temos que tomar cuidado com o que a folha diz, pois, ela apoia o Serra _ logo está fazendo o possível para imputar a pecha de religioso da IURD no Russomano.

    ResponderExcluir
  6. Bom, a partir do momento em que ele se torna um candidato, e, ainda mais, um candidato notoriamente bancado por algumas denominações religiosas... SIM, o assunto deve fazer parte da sua rotina de explicações. Deixa de ser assunto privado e íntimo. Se ele não quisesse dar satisfações a respeito, bastaria não se aliar a pastores, nem dar declarações infelizes. Infelizmente ele deve ser eleito e os paulistanos vão se arrepender mais uma vez: não bastaram Maluf, Pitta, Serra, Suplicy e Kassab.

    ResponderExcluir
  7. é notória as tendências político-masoquistas dos paulistanos.

    ResponderExcluir
  8. Tomara que esse vagabundo seja eleito e ferre com São Paulo pra esses crentelhos aprenderem o que é bom pra tosse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eua pais mais poderoso e rico do mundo, maioria de religiao protestante

      Excluir
    2. E daí Elcio? Por sua lógica, mostra-se que os evangélicos são hipócritas, pois pregam uma coisa e praticam outra. Poderoso e rico, a que custo? Graças à exploração dos outros países e de sua própria população? Vai ver os documentários SICKO e Capitalismo- Uma história de Amor, ambos de Michael Moore. Mas, por enquanto, pare de usar falácias, pois o alegado "filho de deus" não pregou apego ao poder e à riqueza, logo se religião prega isso, há algo de podre nesta apologética.

      Excluir
  9. Deus não existe e nem fazer nascer cabelo na cabeça de careca . Mais a ciência faz este milagre , mais claro se pagar bem muito bem, e que o diga o malabodevelho..

    ResponderExcluir
  10. Os paulistanos vão votar nessa criatura? Credo!

    ResponderExcluir
  11. Não é só nordestino que bota maluco na política. Pelo visto os paulistas tão apreddendo esta arte também.

    ResponderExcluir
  12. A paulicéia cada vez mais desvairada!

    ResponderExcluir
  13. Safado! Não vale o que come.

    ResponderExcluir
  14. Complicado. Questionado sobr o que pensa de possíveis abusos, responde misturando lá com cré, vulgo, a resposta evasiva é uma confirmação da suspeita por detrás da pergunta:? Não haverá separação entre estado e religião.

    E as pessoas VOTAM em um sujeito desses.

    ResponderExcluir
  15. O bicho papão dos crentes é o estado laico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não vejo nenhum problema no estado laico.

      Excluir
  16. Ja esta se mostrando um ditador. Usando a religião paa isso.

    ResponderExcluir
  17. Os paulistanos vão se arrepender amargamente se elegerem um tacanho como o Russomano.

    ResponderExcluir
  18. Russomano e Maluf fizeram de tudo para acabar com o "ficha limpa". Tudo a ver com as turmas onde estão.

    ResponderExcluir
  19. Ele é religioso. O Estado não, e não é difícil de entnder isso... ao menos não devia ser

    ResponderExcluir
  20. Isto porque ele ainda é candidato.

    Não dá para imaginar o que este sujeito será capaz de fazer no poder.

    Eu tenho vontade de gritar na cara dele:

    "ME RESPEITE, SOU CIDADÃO PAULISTANO, ELEITOR E PAGAREI O SEU SALÁRIO SE VOCÊ FOR ELEITO, ENTÃO RESPONDA A PERGUNTA!".

    ResponderExcluir
  21. Se esta´se protegendo atrás de religião ANTES de eleito, imagine se o for...

    ResponderExcluir

Postar um comentário