Espíritas pressionam, e Globo muda ‘Phantasmagoria’

Phantasmagoria, quadro do Fantástico
Maria de Lourdes Pereira foi uma dos voluntários que
entraram em 'castelo assombrado' no interior do Paraná
A Folha de S.Paulo publicou que o Fantástico cedeu às pressões de espíritas e candomblecistas que acusam o “Phantasmagoria” de debochar de sua crença e neste domingo (12), na segunda apresentação do quadro, dará mais um enfoque ao medo das pessoas do desconhecido e menos sobre o questionamento da existência de fantasmas e espíritos.

Alguns textos foram reescritos, diz o jornal, mas a TV Globo negou. O fato é que o quadro tem sido criticado na internet por religiosos.  “Phantasmagoria” era como se chamava no século 18 um show de mágicos que induzia a existência de fenômenos sobrenaturais.

O quadro estreou no domingo passado (5) com bom índice de audiência, em torno de 20 pontos.

O apresentador Tadeu Schmidt e o mágico profissional Kronnus colocaram em uma noite três pessoas supersticiosas dentro do Castelo Eldorado com fama de mal-assombrado, no interior do Paraná, em Marilândia do Sul. Cada um deles teve de cumprir uma tarefa para tentar entrar em contato com assombrações do castelo.

Depois, Kronnus e especialistas de diversas áreas explicaram a reação dos voluntários, desmitificando as impressões que eles tiveram naquela noite. O quadro explicou, por exemplo, o que é pareidolia (enxergar imagens em nuvens ou manchas e atribuir sons ao sobrenatural).

No site do Fantástico, Schmidt disse que a proposta é apresentar explicações científicas para aquilo que as pessoas acham que é fantasma. “[Mas] você pode acreditar que é um fantasma”, emendou. “A gente só dá uma possibilidade a mais.”

Neste domingo (12), o quadro mostrará a casa do sociólogo Gilberto Freire (1900-1987), em Recife, a “cidade mais assombrada do Brasil”, já avisou o programa.

 "Alberto, você está aqui?"






Escolas ensinam a não ter medo de lendas urbanas e assombrações
outubro de 2011

Ceticismo e crendice.

Comentários

  1. Rede Bobo, idiotizando você, em primeiro lugar! E com espíritos! Plim plim!

    ResponderExcluir
  2. Fora o debate em si , eu achei o programa em si uma tremenda porcaria e perda de tempo. A casa em si nem tinha fama de ser mal assombrada, sem falar do mico daquelas pessoas sairem gritando "Alberto vc está aí" no meio de salas vazias. O Ghost Hunters em seus piores episódios não consegue ser tão ruím quanto esse programa.
    Se a intenção foi desmistificar histórias de fantasmas sob o olhar da ciência também deixou baistante a desejar, o Tadeu Schmidt e o mágico são extremamente chatos e óbvios em suas explicações. Eu sinceramente não sei pq o Fantástico perde tempo com essas coisas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. porque dá audiência, Rafaela. Sobretudo num país governado por crendices.

      Excluir
  3. Acho muito estranho, porque se há um segmento que não interfere em coisas assim são os espíritas. Sei lá, acho que há algo estranho aí, e em se tratando da rede boblo, tudo pode acontecer!

    ResponderExcluir
  4. Clássico de religião! Quando arrumam explicação concreta pra algo que se julga ser espiritual, os religiosos tremem a base!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Gustavo , bastam surgirem explicações técnicas com bases concretas para fenômenos tidos como "espirituais" para os religiosos começarem a reclamar de maneira paranóica. É o medo da desmistificação. E quem disse que espíritas são diferentes de católicos e protestantes?

      Excluir
    2. E quem é você que se apresenta como anônimo para dizer que espíritas são iguais aos católicos e protestantes? Por acaso não lês os resultados do IBGE? Não. Não é feitio espírita reclamar quando um programa de povão apresenta uma série de bobagens sobre espíritos. A doutrina foi codificada do resultado de exaustivos estudos e não de meros comentários simplistas que você fez. Odeio gente ignorante.

      Excluir
    3. Exaustivos estudos?O pior do espirita é achar que sua religião é pautada pela ciencia.Desculpe,não é.A ciencia não confirma NENHUMA crença do espiritismo(Como não confirma de nenhuma outra religião).A reencarnação,a manifestação de espiritos e etc NÃO SÃO confirmadas pela ciencia.Isso não torna o Espiritismo menor,apenas o coloca como ele realmente é:uma religião, q como todas as outras,baseia-se na fé.

      Excluir
    4. cara vc q e um burro querendo se pasar por nerde antes de dizer merdas,asista antes o video do Mysteryquest aquilo sim e algo cientifico, aquilo sim e um lindo trabalho com bases otimas e convicentes, e nao um apresentador de programa e um magico kkkk fala serio magico falando de fantasmas?

      Excluir
  5. A TV aberta é um misticismo só ai quando surge um programa de ceticismo os religiosos começam a chorar.
    Só falta o programa ser barrado por pressão religiosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ceticismo? Isso é mais um programa sensacionalista bobo, que visa utilizar o método científico para investigar mitos instilados nas mentes crédulas e induzir crenças. Igual às variantes norte-americanas. Basta notar o sensacionalismo quando falam:

      “[Mas] você pode acreditar que é um fantasma, a gente só dá uma possibilidade a mais."


      A TV destroi neurônios.

      Excluir
    2. Não, a TV não destrói neurônios.

      A TV é apenas um meio de comunicação, assim como os livros, cabe a cada um ler/ver e interpretar. Se a pessoa não tem capacidade de discernir o que vê, não é culpa da TV, mas sim, da falta de conhecimento da pessoa.

      Culpar um programa ou uma emissora de TV por sensacionalismo ou influência negativa é um total absurdo.

      Excluir
    3. Concordo. A TV não tem culpa se os seus telespectadores não têm senso crítico, conhecimento técnico e científico ou capacidade de discernimento para compreender aquilo que ela propõe em seus quadros de programas.

      Excluir
    4. Mentes fechadas... Se soubessem pelo menos um pouco do espiritismo não estariam aí falando besteiras, Pra quem conhece, sabe que um dos três pilares da doutrina espírita é justamente a ciência. Vcs que são uns tolos que ainda não aceitam que religião e ciência não podem caminhar lado a lado...

      Excluir
    5. Eduardo Pacheco,

      O espiritismo realmente fala que um dos seus pilares é a ciência. Bullshit.

      Não tem nada de científico no espiritismo. Não passa de crendice sem fundamento algum. Não há nada na ciência que suporte os argumentos do espiritismo. Essa doutrina - assim como todas as religiões - é um grande apelo à ignorância.

      Excluir
    6. Te enganas! Se tu estudasses, ao menos saberias. Acho que ignorância é o teu caso e o de todos que, sem fundamento nenhum, ou se fundando no que creem, que já é bem limitado, ficam dando uma de conhecedores da ciência e apontando defeitos por isso ou por aquilo. Kardec fez os mesmos e até mais testes e estudou exaustivamente os fatos. Se estudasses, ao menos saberias!

      Excluir
    7. Anônimo (14 de agosto de 2012 01:42)

      Eu falo sobre o espiritismo com conhecimento de causa. Frequentei centros espíritas, participei de reuniões com estudos de livros como o Livro dos Espíritos e o Evangelho segundo o Espiritismo. Além de ter visto sessões de passes e psicografia e ter participado de trabalhos voluntários fornecidos por esses centros.

      Excluir
    8. michelle,

      se realmente tivesse feito tudo isso, e se tivesse chegado a participar de alguma experiência espiritual, e tivesse algum nível de mediunidade, qualquer ele que fosse, jamais diria tamanha bobagem.

      não acho que uma camera ou um bando de pessoas "qualquer" pode atestar a real existencia de espiritos, ja que as pessoas que geralmente fazem contato com os tais são médiuns e estudam muito para desenvolver essa mediunidade.
      se queriam ter algum cunho espiritual, pq não colocaram ali ao menos um médium? e se não, o que esperam conseguir com algumas pessoas que não têm a menor idéia do q estao fazendo ali?

      a tv tem sim responsabilidade sobre os ignorantes que a ela assistem, pois a tv é a grande formadora de opinioes e educadora de nosso tempo. deveriam ter mais cuidado com a maneira com que colocam os assuntos.

      Excluir
    9. Raphael,

      Da última vez que eu chequei, não precisa ter tido experiências supostamente espirituais e/ou ter nível de mediunidade para entender o espiritismo.

      De todos os centros espíritas que eu frequentei, a maior parte das pessoas que os frequentavam assiduamente nunca tiveram experiências espirituais e não eram médiuns em menor ou maior grau. Ter experiências espirituais e/ou ser médium nunca foi um pré-requisito pra se fazer parte de um centro espírita e participar dos estudos de livros, de sessões de passes e de trabalhos voluntários. Centros espíritas sempre tiveram as portas abertas pra quem quer fazer parte deles e nunca estabeleceram condições sobre quem pode e quem não pode participar.

      E tb não se precisa de ter tido experiências espirituais e ter um nível de mediunidade pra entender as principais obras do Espiritismo. Não é como se esses livros fossem de Física Quântica.

      Vc quer saber a suposta experiência espiritual pela qual eu passei? Bom, a minha avó costumava receber espíritos qdo eu era criança. Naquela época, achava td lindo e maravilhoso...até pq ganhava balas da Cirandinha do Copo. Tá certo que era a minha avó, mas qualquer um pode imitar uma voz qualquer (ainda mais de criança que é fácil pra burro) com treinamento. Hj eu vejo que aquilo não passava de truques.

      Outra experiência supostamente espiritual que aconteceu com minha mãe: ela foi ver uma médium e essa médium psicografou uma carta da minha irmã. Até aí, td bem...a não ser por um detalhezinho de nada: minha irmã está vivinha da silva.

      Excluir
    10. Michelle, primeiramente, jamais acuse alguma religião ou crendice de infundada, ou de apelo à ignorância.
      Tenho 19 anos, à 16 estou no espiritismo, e sinceramente, acho uma boçalidade de sua parte ter participado tanto e ainda sim dizer tais coisas...
      Com o que se refere aos acontecimentos com sua avó e sua mãe, são simples as explicações : sua avó estava ou tentando por medo em ti ou brincando com a própria voz... e de fato, há espíritas que fazem mal uso de nossa doutrina, e acabam manchando nosso nome.
      as por favor, não nos julgue antes de estar profundamente ligada à nossa causa, antes de estar de fato frequentando um centro, estudando seriamente. Experiência por curiosidade é uma coisa, agora, por engajamento é completamente diferente

      Excluir
    11. Além do mais, uma coisa que tu não atentaste, é que o espiritismo prega, que todos nós somos médiuns !!
      Ele pode ter ou não se manifestado !!!
      Por isso muitas pessoas vão ao centro, porque lá, elas aprendem um pouco sobre o que não conhecem, e aprendem à domar sua mediunidade ( quando manifestada) e à dominar suas ás inclinações. O espiritismo não é apenas sobre espíritos, mas também sobre evolução moral, progresso espiritual e amor ao próximo

      Excluir
    12. Arnaldo Alonso,

      >> "Michelle, primeiramente, jamais acuse alguma religião ou crendice de infundada, ou de apelo à ignorância."

      A partir do momento que uma religião - seja ela qual for - se usa de mitos sem base alguma pra explicar algo que elas não tem conhecimento é sim infundada e é sim apelo à ignorância.

      É pra isso que mitos existem: pra ter uma explicação - por mais fantasiosa que ela seja - sobre certos fenômenos nas quais não se sabe a causa.

      E com o espiritismo não é diferente. Uma das coisas mais ignorantes que eu já vi (e li) é atribuir distúrbios mentais à causas espirituais. Se uma pessoa ouve vozes e/ou vê pessoas que ninguém mais vê a pessoa é médium em vez de ser um provável caso de esquizofrenia. Se a pessoa tem personalidades diferentes, são espíritos que a estão possuindo em vez de ela ter transtorno dissociativo de identidade. Se a pessoa se sente desconectada do mundo, se achando e/ou achando tudo ao redor dela irreal, como se tivesse num filme ou jogo de simulação, é sinal que o espírito dela está em dois mundos ao mesmo tempo (o mundo terreno e o espiritual) em vez de ter transtorno de despersonalização e/ou derrealização.

      Em que vcs se baseiam nisso? Em alguns livros que dizem que é assim pq é assim e pronto? Que evidências concretas vcs tem que essas situações que eu citei são causadas por espíritos e não por possíveis distúrbios mentais?

      Eu por exemplo: tenho fobia de altura, não sei o pq. Simplesmente tenho. Se eu fosse em um centro espírita ou procurasse um médium pra saber a causa dessa minha fobia, provavelmente ele (ou ela) iriam falar que essa minha fobia veio de algo que aconteceu em alguma de minhas vidas passadas. Em quê eles se baseiam nisso? Em crendices sem fundamento.

      >> "Tenho 19 anos, à 16 estou no espiritismo, e sinceramente, acho uma boçalidade de sua parte ter participado tanto e ainda sim dizer tais coisas..."

      Não é boçalidade, é ter pensamento crítico; é questionar as coisas em vez de aceitá-las incondicionalmente como verdades absolutas e inquestionáveis. Eu vejo falhas na crença espírita que nem os espíritas souberam me responder e falaram pra eu ler as principais obras do espiritismo. Hello??? Onde será que eles acham que eu passei a ter essas dúvidas e questionamentos? Depois de ler e estudar as principais obras do espiritismo.

      >> "Com o que se refere aos acontecimentos com sua avó e sua mãe, são simples as explicações : sua avó estava ou tentando por medo em ti ou brincando com a própria voz... e de fato, há espíritas que fazem mal uso de nossa doutrina, e acabam manchando nosso nome."

      Não msm. A minha avó mexia com essas coisas mtos anos antes de eu nascer, desde qdo ela era adolescente, antes de conhecer meu avô. Ela reunia pessoas na casa dela para essas sessões e eu nem era nascida. Minha avó tinha supostamente um guia espiritual, saía de casa como - por falta de um termo melhor - possuída, etc. Qdo eu era pequena, eu cheguei a ver essas sessões e sinceramente, nunca tive medo. Achava engraçado. Não entendia mto do que se tratava, mas hj eu suspeito que o espiritismo da minha avó era mais voltado pra umbanda, candomblé...essas coisas.

      Excluir
    13. Arnaldo Alonso,

      >> "as por favor, não nos julgue antes de estar profundamente ligada à nossa causa, antes de estar de fato frequentando um centro, estudando seriamente. Experiência por curiosidade é uma coisa, agora, por engajamento é completamente diferente"

      Como eu já disse antes: eu já frequentei centros espíritas por anos, já participei de estudos de livros, da rotina desses centros e td mais. Foi por curiosidade? Sim, reconheço. Foi como um projeto sociológico. E qual o problema nisso? Não posso participar de algo pra saber como funciona, direto da fonte pra conhecer a fundo e formar uma opinião à respeito? Poxa, eu já fiz isso até com cultos evangélicos, caramba!

      >> "Além do mais, uma coisa que tu não atentaste, é que o espiritismo prega, que todos nós somos médiuns"

      Se eu passasse a ouvir vozes e a enxergar pessoas que ninguém vê eu mesma procuraria ajuda médica pra ver se tinha algo de anormal com meu cérebro.
      (eu não acho que pessoas que são supostamente médiuns são loucas, ok? Mas - no caso do Chico Xavier por exemplo - ele tinha epilepsia e das mais graves ainda. Isso explica mta coisa à respeito da suposta mediunidade dele)

      Agora, falando sério: se todos somos médiuns, em quê vc se baseia nisso?

      >> "O espiritismo não é apenas sobre espíritos, mas também sobre evolução moral, progresso espiritual e amor ao próximo"

      Sim, mas cá entre nós: as pessoas não precisam de ser espíritas pra ter uma evolução moral e amar o próximo, né? Qto ao progresso espiritual, eu não acredito em espíritos então tá beleza.

      Excluir
    14. Arnaldo Alonso: "Tenho 19 anos, à 16 estou no espiritismo"

      Cuma? Você ingressou na fanfarrice dos espíritos com 3 anos de idade??? Então tá explicado.

      Só falta me dizer que aos 3 anos de idade você também já estava alfabetizado, sabia aritmética básica e ainda conseguia tocar a 9ª Sinfonia ao piano.

      É cada bizarrice que aparece por aqui...

      Excluir
    15. Anônimo (17 de agosto de 2012 03:03)

      Não é mto diferente de bebês com 1 ou 2 meses de vida serem batizados no catolicismo.

      Uma criança de 3 anos não tem noção ainda dessas coisas de religião. O Arnaldo - com a idade atual - pode até ser espírita pq quer, mas duvido mto - que na idade de 3 anos - ele entrou no espiritismo por livre e espontânea vontade.

      Excluir
    16. O espiritismo não usa nada que é parecido com o método cientifico para estudar os supostos espiritos. Portanto não é uma ciencia, simples assim. Se eles afirmam que tem base cientifica, são charlatões sim, nesse aspecto pelo menos. Desconsidero propositalmente o resto, pois sem provas, acredita quem quer.

      Excluir
    17. Quanto mal uma avó, querendo ou não, pode fazer a uma menininha.

      Agora temos de aguentar a criança traumatizada.

      Excluir
    18. paciência

      Eu nunca quis mal à minha avó. Enqto ela esteve viva, eu a amei mto. Para o seu governo, cheguei a passar um dia inteiro com a minha avó qdo ela estava internada no hospital devido às complicações causadas pela diabetes e fui eu que cuidou dela por um tempo em seu último ano de vida. Fui eu que a ajudei a tomar banho, trocar de roupa, tomar os remédios, com a alimentação; eu acordava 3x por semana de madrugada para prepará-la para a hemodiálise, etc. Se eu eu não amasse a minha avó, nunca a teria ajudado em nada. Simplesmente teria dito um categórico "não" ao pedido de minha tia pra cuidar da minha avó.

      Eu não tenho nenhum trauma em relação à minha avó. Pare de fazer conjecturas sobre mim, já que vc nunca me viu na vida e - obviamente - não sabe nada sobre minha vida e não me conhece só pq critiquei o espiritismo e suas crenças e por não acreditar na suposta mediunidade da minha avó.

      Sinceramente, até minha avó - que viveu numa época completamente diferente da sua e que não tinha mto estudo - era mais tolerante do que vc. Ela sabia mto bem que eu não acreditava em espiritismo e na suposta mediunidade dela e não estava nem aí. Eu era a neta e afilhada dela e era isso que importava.

      Excluir
    19. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    20. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  6. Ou seja, parece que eles não querem mais desvendar os mistérios. Querem deixar as pessoas sem informação, sentido medo de coisas que NÃO EXISTEM.
    Negando a verdade LÓGICA. Semana passa foi muito questionado e comprovado a inexistência desses 'fantasmas'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só porque vc não vê algo, não quer dizer que não exista.

      Excluir
    2. Eduardo Pacheco

      E só pq vc não vê algo não quer dizer que exista.

      Em alguns casos, a ausência de evidências é evidência da ausência.

      Excluir
    3. falou certo Michelle
      em ALGUNS casos...

      Excluir
    4. Anônimo (17 de agosto de 2012 00:54)

      E o espiritismo - assim como todas as religiões - é um desses casos onde a ausência de evidências é a evidência da ausência.

      Excluir
    5. den hovmesteren skremte vettet av meg når jeg var liten.

      Excluir
  7. Não sei se é bom ou ruim; o programa, certamente, é uma porcaria, mas é interessante, nesse caso, ver que não são apenas os neo-evangélicos e católicos que tem capacidade de pressionar. Não que eu ache que qualquer religião ou grupo deva impor seu ponto de vista aos demais, nem tampouco à mídia; mas o que vale é o "equilíbrio" entre os absurdos!

    ResponderExcluir
  8. No século XXI, em pleno Terceiro Milênio ainda tem gente com a mesma mentalidade da Idade Média. Ainda acreditam em fantasmas, espíritos e outras entidades fantásticas como o Diabo e Deus. Acreditam em duendes,fadas, anjos, milagres e encostos. Vivem na Idade das Trevas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo muito mesmo com você!

      Excluir
    2. Em pleno século XXI, em pleno terceiro milênio, aina tem gente com a mesma mentalidade egocêntrica de que tudo que existe é mera obra do acaso...

      Excluir
    3. Em pleno séc. XXI e nos vindouros também certamente estaremos nos utilizando da ciência para buscar explicações para os fenômenos. E não duvido se ainda existirem os que não precisam buscar nada. Porque tem algum livro escrito por sei lá quem, de sei lá quando que tem todas as respostas sobre a existência e o porquê do homem existir.

      Excluir
  9. O ônus da prova pertence a quem acusa ou afirma algo. Se alegam que existe algo além da matéria, que provem então, mas com embasamento científico. Até lá, vai permanencer no campo da especulação fantasiosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato! E podia jurar que eu mesma tinha escrito isso hoje de manhã no BOL, quando li a matéria lá. Tivemos a mesma 'inspiração'. Vai ver foi o mesmo espírito que soprou nos nossos ouvidos hehehe :)

      Excluir
    2. Mas provar o que? Pra quem? É inútil querer explicar algo pra quem não está disposto a entender...

      Excluir
    3. O argumento mais utilizando por eles é que tudo isto está fora do plano natural, se assim é, não pode ser detectado por métodos científicos. Então pronto. Os mesmo não podem interferir no mundo real. Essa é a condição para se aceitar essa afirmação. Mas não, a maioria dos entes e divindades interferem na realidade, são pessoais. E agora? A lógica foi pro espaço. Não dá mesmo para tentar entender esse povo. uhahauah

      Excluir
    4. Men i stedet for å støtte mange spøkelser vente bak vegger og i kasser, for å fryse ufrivillig besøkende bust. Aber statt sie zu unterstützen viele Geister warten hinter Mauern und in Kisten, um die unerwünschte Besucher Büste einfrieren.

      Excluir
  10. Mostraram aquilo que é real, NÃO EXISTE FANTASMAS,me da um dinheiro e eu passo 1 semana dormindo casa mal assombrada.

    ResponderExcluir
  11. Admito que minha primeira reação com esse quadro do Fantástico foi de indignação, pois os anúncios apontavam para uma cópia do risível programa americano "Ghost Hunters", onde golpistas tentam "provar" a todo custo a existência de fantasmas, usando até o vento e a Lua como "evidências". Mas assistindo ao quadro tive de dar meu braço a torcer: seu objetivo era exatamente o de explicar e não de estimular a crença em almas penadas. Lamento que a Rede Globo esteja sendo pressionada pelos mistificadores a voltar atrás.

    ResponderExcluir
  12. Que tipo de pressão fizeram? discussão em blogs? pra mim isto é um tremenda besteira, onde já se viu, só porque discordam em certos aspectos o programa já é considerado pressão?

    Mas se alguém quiser saber mais sobre fantasmas, espíritos etc... procurem pelo químico e físico inglês Willian Crooks e seus estudos sobre sobre o espírito Katie King.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neste caso, posso até está em equívoco, acredito ter sido uma pressão direta de alguém influente, tipo um Malafaia espírita, que tenha conhecimento junto a alta direção da emissora.

      Excluir
    2. De todos os religiosos que eu tive a experiência de conhecer, os espíritas são, mesmo crendo em fábulas, os mais cultos e influentes.

      Excluir
    3. Meu caro, não são fábulas !
      Acredite ou não, espíritos existem, mas por outras denominações !
      Como o demônio, que não é nada mais que um espírito mal intencionado !
      Ou o anjo, que é um bem intencionado !
      É preciso saber escolher bem as palavras...
      Nossa influência não é fruto da casualidade, não é infundada...
      Através de nosso estudo, conseguimos mostrar aos que possuem olhos de ver e ouvidos de ouvir, a nossa doutrina, que preza acima de tudo a paz e o amor ao próximo...
      eu tenho 19 anos, à 16 frequento o meu centro espírita, já conheci o catolicismo e o protestantismo, mas sabe o que e fez continuar espírita ?
      nosso poder de questionar, nosso livre arbítrio de poder-nos fazer raciocinar sobre as palavras de cristo e tirar nossas próprias conclusões... de não nos ser imposto dogmas ou regras, apenas conselhos e dicas.
      Espero que também compreendas que é evidente que não julgamos religião alguma, apenas apresentamos a nossa para o homem, e por isso somos atacados de todas as formas, inclusive quando respondemos pacificamente à alguma acusação.
      tenham um bom dia

      Excluir
  13. Quanta falta de fé dos religiosos que qualquer coisa que conteste sua crença eles tentam imediatamente reprimir. Parece medo de descobrir que o "seja lá o que for que eles acreditam" seja provado como falso.

    ResponderExcluir
  14. Quem diria, até o espiritismo e o candomblé pressionando uma emissora pública em nome de sua fé por coisas tão fúteis. Duas religiões conhecidas como tolerantes. Isso só mostra mesmo que religião é tudo igual, se espíritas e candomblecistas não fossem outras "minorias" duvido muito que ainda seriam tão tolerantes e amorosos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, e facil ser bonzinho quando se é pequeno, deixa crescer e ganhar influencia para ver a "tolerancia".

      Excluir
  15. Quem foi que fez pressão?, site?, federação? centro espírita?
    Que diabo de notícia é esta, É para isto que exigem diploma de jornalismo? para poder inventar notícias?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está desinformado. Já faz algum tempo que o STF derrubou a exigência do diploma de jornalista.

      Excluir
    2. O STF derrubou, mas a FENAJ e a ABI são a favor do diploma entendeu?

      Excluir
    3. Quem manda é o STF, estúpido!

      Excluir
    4. Pedro Bó eu seu disto, mas se fosse pela agencia que regula a profissão o diploma, seria obrigatório para todo mundo e de fato era mas devido a pressões de comentarista principalmente de esportes (futebol).

      Agora porque será que não acontece o mesmo com a OAB?

      Estupido é o seu pai, sua mãe, seu vô, sua avô, e toda sua família.

      Detesto ter que explicar ponto de vista de forma detalhada pra neguinho sem educação.

      Excluir
    5. Na última quarta-feira o Senado aprovou uma Proposta de Emenda à Constituição que determina a volta da obrigatoriedade do diploma de Jornalismo.

      Agora a PEC segue para votação na Câmara dos Deputados, mas tudo indica que vão ressuscitar esse morto.

      Quanto a outros mortos e espíritos vagando na Terra... só rindo.

      Excluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. A globo quer audiência. Se a reclamação foi feita, sua mudança no roteiro atrairá mais telespectadores. Ela mostra o que o povo quer ver, não está interessada em qualidade, só em audiência.
    Simples assim.

    Winston Smith

    ResponderExcluir
  18. Até as pedras do Projac sabem que esse mimimi espírita tem forte apoio dentro da Platinada. Vira e mexe fazem novelinhas com o tema que vai muito além de mera ficção, no fundo era do gosto da Lili Marinho, não? Tem uma pá de gente lá dentro que é ignorante o bastante para defender espiritismo com unhas e dentes, o mais bitolado é o Carlos Vereza. Só se veio do centro dele a pressão... Mas pisou na reserva de mercado, ah, todos gritam. Até os espíritas das mais variadas nuances que vão do primitivismo tribal aos falsamente intelectualizados e 'científicos' kardecistas e quejandos. Vendem o peixe usando o mesmo disfarce da 'obra', da caridade, enfiam de forma sútil e falsamente tolerante suas mentiras, suas doutrinas, suas lenga-lengas de vida além túmulo, desencarne, retorno, reencarne, karma e resgate. Usando corpos como táxi ou kitinete pra almas, tudo só por uns tempos, de passagem.
    Frequentei anos doutrinas em busca de respostas, de provas, de uma evidência que fosse de existência de alma, espírito. Nunca provaram nada!quando muito pressionados se saem com 'talvez a pessoa não esteja preparada' para contatos e afins. Sabem que não tem contato coisa nenhuma.
    Abusam e exploram a dor de quem perde seus entes queridos com falsas comunicações, iludem, pode parecer conforto, só parece, mas não é. Não existe coisa mais monstruosa do que defender a tese de que somos corpos usados por espíritos que voltam para algum tipo de 'evolução', de resgate, muitas vezes de sofrimento em cima de sofrimento. Pior do que acreditar numa alma imortal que sai do corpo e vai para algum céu, inferno ou purgatório é acreditar que a alma volta, usa uma pessoa que está vindo ao mundo como quem usa uma roupa e que sofre por coisas que não sabe que fez. É como quem apanha, sabe que apanha, mas não sabe porque está apanhando. Os espíritas da linha kardecista, que mais exploram o mimimi do karma [não vi tanto disso nas linhas africanas], são os seres mais perversos que existem, e também os que mais sabem se fazer de 'evoluídos'.
    Se houve pressão contra a Globo, ela veio de dentro da platinada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que mimimim? inventam uma reclamação que nunca existiu

      Excluir
    2. Você que falou da Doutrina Espírita mostrou que não tem mérito para tanto. É que demonstrou nada conhecer. A crítica, para ter mérito, tem que ser proporcional ao conhecimento de quem faz a crítica. Isso você demonstrou não ter.

      Excluir
    3. O espiritismo realmente não tem tanto mérito assim. E falo isso por conhecimento de causa. Já frequentei centros espíritas.

      Excluir
  19. Querem assistir programas que estuda de fato se o sobrenatural existe?

    Com depoimentos, ciência e religião? Esses programas dão de 10 a 0 nesse que o fantástico apresenta, vejam:

    - No SyFy, procurem pelo programa "Ghost Hunters" e "Ghost Hunters International" - TAP
    - Também no SyFy procurem pelo programa "Fact or Faked"
    - No Biography Channel ou simplesmente Bio procurem por Paranormal State (Estado Paranormal).
    - Também no Bio se você gosta de história e depoimentos sobre fantasmas/espiritos/entidades procurem por "Minha História de Fantasma".
    - Passava uma série no Discovery que tratava sobre o sobrenatural, espíritos, fantasmas. Está indisponível. Procure por "Portas do Além" no Youtube mesmo porque o Discovery deixou de exibir.
    - Para os espíritas, vão gostar muito desses programas que passam no Bio, procurem por "Crianças Médiuns" e "Regressão: Vidas passadas". Essa é minha dica.

    ResponderExcluir
  20. Agora entendi o "porquê" desse programa não ter sido muito bem recebido... Pois, eles buscam "explicações racionais p/ fenômenos sobrenaturais", ou seja, destruindo toda a ideia da existencia de fantasma/espiritos. Por isso que eu vi "espiritas" reclamando. O programa usa a lógica, razão e explicações naturais, não fica só naquilo de sobrenatural e aquela loucura pra acreditar; isso faz com que o sobrenatural deixe de ser sobrenatural, tirando toda aquela magia de fantasma, até mesmo vida após a morte, alma, inferno podem ser desmitificados se for juntar os fatos.

    ResponderExcluir
  21. Bem que o Paulo Lopes podia postar uma dessas noticias que desmascaram o tal de Chico Xavier. A cara produzia uns truques bem toscos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde estão as provas do que diz? Fala do que não sabe. Que triste...

      Excluir
    2. Ele começou fazendo materializações em sociedade com uma consagrada vigarista.O anonimo das 22..11 quer provas. Pucha vida a internete esta repleta.Seria um bom tema para uma materia polemica.

      Excluir
  22. A rede globo é uma covarde , ela deu espaço a várias religiãoes e não deu se quer nenhum segundo para os ateus falarem é sempre assim , querem chutar sempre pra debaixo do tapete aquilo que eles acham incoveniente e segue a vida ateus não existem mesmo , porque deveriam falar..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há vários ateus na Globo, mas a emissora tem um público que predominantemente não é ateu. Você acha que isso não é levado em consideração? Se não levarem, haverá reclamações!

      Excluir
  23. A Globo só tá indo na linha de programas como Ghost Hunters que fazem (mal) uso da ciência pra tentar provar por A+B que fantasmas existem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michelle, se a intenção era mostrar e provar por A+B que fantasmas não existem acabou esbarrando em uma pressão de 'espíritas' de fora e ou de dentro da própria Globo contrariamente exercida a esse 'propósito' original.

      Excluir
    2. Anônimo (12 de agosto de 2012 13:16)

      Espíritas tanto de fora qto de dentro da Globo podem fazer pressão o qto quiser. A Globo tá sendo uma covarde ao deixar um grupo pressioná-los a o foco do programa. Puxa vida, isso é coisa de quem não tem mais o que fazer. Não é como se o Fantástico tivesse fazendo gozações e zombarias com espíritas e praticantes das religiões afro-brasileiras. É apenas um quadro de um programa de TV tentando desmentir ou não a existências de Gasparzinhos e Pufts, os Fantasminhas. Isso é entretenimento feito pra ganhar audiência pq o pessoal da Globo sabe que programas como Ghost Hunters, Fact or Faked, Paranormal State, etc, têm uma audiência boa.

      Espíritas estão de mimimi. É só um programa. Não é como se isso fosse minar a fé deles. E se minar, é sinal que alguns deles não são tão espíritas assim. Se eles acreditam em espíritos e fantasmas, ok...direito deles. Mas deixa os outros fazerem os programas que quiserem sobre isso, seja para tentar provar ou disprovar a existência de fantasmas e vão frequentar seus respectivos centros espíritas pra fazer estudos de livros, passes, psicografias, etc.

      Excluir
    3. Embora espíritas - em comparação com religiosos de outras doutrinas - sejam mais tolerantes, tem alguns que não deixam dever nada ao dogmatismo. Ok, cada um tem o direito de achar que o que ele acredita é a verdade absoluta.

      Tinha um conhecido meu que era espírita e que não gostava nem um pouquinho que as pessoas criticassem o espiritismo e mostrassem as falhas do mesmo. Fala sério...

      Excluir
    4. Ateus e homossexuais cuja ocupação principal é ficar de mimimi e se fazer de vítima (e que processam e pressionam tudo e todos que digam alguma coisa que não lhes agrada) não têm moral nem credibilidade para acusar espíritas e demais religiosos de fazer mimimi.

      Excluir
    5. Espelhinho

      Eu não sei qual é a sua crença religiosa e suspeito que vc seja hétero.

      O dia que vc for agredido verbalmente por duas testemunhas de jeová na porta da sua casa por vc ter uma crença diferente da deles; o dia que uma pessoa querer te expulsar de uma praça pública por estar abraçado e/ou de mãos dadas com a pessoa que vc ama; o dia que vc for agredido verbal e/ou fisicamente por causa de sua orientação sexual; o dia que vc sofrer bullying por causa de crença religiosa e/ou por sua orientação sexual; o dia que uma pessoa que era sua amiga de anos terminar essa amizade só pq vc não possui a mesma crença que ela aí a gente conversa sobre a sua opinião de que ser perseguido, oprimido e discriminado é mimimi de ateus e homossexuais.

      Até lá, se recolha à sua insignificância.

      Excluir
    6. O menina, que esprita?, quem reclamou?

      Excluir
    7. Anônimo (12 de agosto de 2012 20:03)

      Filhinho, leia o meu comentário anterior.

      Caso seja difícil pra vc aqui vai o trecho: "Tinha um conhecido meu que era espírita e que não gostava nem um pouquinho que as pessoas criticassem o espiritismo e mostrassem as falhas do mesmo. Fala sério..."

      Não tenho que entrar em detalhes, até pq ficaria aqui até o natal digitando tudo nos mínimos detalhes, já que ele deu piti váááááááárias vezes por causa de críticas tecidas à querida crença dele. Ele é gente boa, mas qdo se trata de criticar o espiritismo ele vira um crianção birrento.

      Excluir
    8. Só homossexuais e ateístas (como a Michelle) têm o direito de se portarem como crianças birrentas, como se pode conferir em seus incansáveis, quilométricos e lacrimejantes comentários, com toda a sua choradeira homo-ateísta.

      Excluir
    9. Anônimo (21 de agosto de 2012 23:38)

      É msm? Então pq vc não nos ilumina com a "vossa sabedoria" em vez de apelar para o ad hominem?

      (qdo falei de "vossa sabedoria" estava sendo sarcástica, ok?)

      Excluir
    10. Cara Michelle, após analisar várias linhas do teu ponto de vista: Fiquei com vontade de escrever algumas linhas. Mas infelizmente o meu estômago esta mais vazio que a tua vida !!!
      Pobre menina !!!
      Se esse teu amigo espírita não terminou a amizade contigo é porque ele deve ter um carma pesado nessa vida. Que conviver contigo !!!!
      Boa sorte no seu mimimi de vida :-(

      Excluir
    11. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    12. Anônimo (27 de agosto de 2012 00:28)

      Querido Anônimo (caso vc seja o Anônimo - 21 de agosto de 2012 23:38),

      Continua apelando para o ad hominem, que gracinha de sua parte. #sarcasmo

      Se vc não é o msm, ok. Mas apelou para o ad hominem msm assim, o que prova que vc não tem argumentos. Parabéns por ter a cabeça vazia, por ser incapaz de ter um debate saudável com trocas de idéias e por ter a mentalidade/comportamento de uma criança mimada de 5 anos que vive agarrada na barra da saia da mamãe.

      Se este meu amigo não terminou a amizade comigo é pq ele tem algo que vc obviamente não tem: maturidade para respeitar as diferenças entre as pessoas e levar em conta não o que elas acreditam ou não acreditam e sim o caráter delas. Este meu amigo pode não gostar mto que critiquem as crenças dele, mas ele é da seguinte opinião que pessoas e os relacionamentos com elas são mais importantes do que sistemas de crenças, religiões e ideologias.

      Agora, querido Anônimo, se vc baseia suas amizades e relacionamentos levando apenas em conta o que elas acreditam e que essas crenças sejam as mesmas que as suas, detesto lhe dizer isso: o seu mundo é mto limitado e pequeno. O que faz de vc uma pessoa pequena e limitada e com uma mentalidade tb pequena e limitada.

      Isso tb faz de vc uma pessoa que prefere viver dentro de uma bolha, com o mínimo de contato possível com a diversidade que faz este mundo e esta vida valerem a pena. Mas cuidado: bolhas são frágeis e podem estourar a qualquer momento. Vai chegar um dia que vc vai levar um verdadeiro choque de realidade e de uma coisa vc pode ter certeza: o mundo não irá parar de girar, esperando que vc se acostume com ele.

      Se vc acha que minha vida é vazia por eu não crer nos mitos que vc acredita, paciência. Eu - como me conheço mto bem - sei que minha vida não é vazia. Ela é bem maior e mais diversa do que a sua pq eu não faço amizades apenas com pessoas que têm a mesma visão de mundo que a minha; eu faço amizade com qualquer pessoa que seja legal, gente boa, que tenham um bom papo, etc, independentemente se elas são atéias, espíritas, evangélicas, católicas, judias, muçulmanas, hindus, budistas, satanistas, wiccanas, umbandistas,etc, já que o que importa pra mim são o caráter dessas pessoas, não o sistema de crenças ou de falta de crença delas.

      PS: pare de fazer conjecturas sobre pessoas que vc não conhece só pq elas não acreditam nos mitos que vc acredita, ok? Isso é mto feio, criança. ;)

      Excluir
    13. Conheço tipos como vc. que Respeita as diferenças desde que elas concordem contigo. Imagino esse tipo de amizade. É claro que vc vai dizer que não é assim. rsss
      Não estou tirando conclusões por eu ter um ponto de vista diferente do teu. Nem espírita sou pra teu governinho !!!! Mas a tua arrogância e tua soberba não tem limites. Esses argumentos são tão ad hominem quanto o teu. Vc tira conclusões pela tua "experiência" (rss) de vida e faz disso uma verdade absoluta.
      Vc age com discriminação em relação às pessoas que tem contato com espíritos por exemplo. Diz vc que as mandariam procurar auxílio médico. Queria ver se alguém dissesse pra um homossexual procurar tratamento em um psicólogo simplesmente porque não é padrão de uma sociedade relacionamentos homoafetivos. Assim como o fato de uma pessoa não ser gay, não quer dizer que isso não sirva pra outras pessoas e que essas pessoas não tenham com isso, também o fato de vc ter frequentado o espíritismo e não ter absorvido NADA não quer dizer que as pessoas que estão lá sejam doentes (como vc disse) ou idiotas e muito menos lhe dá o direito de se apoçar da verdade.
      Teus comentários não são ponto de vista, são imposições. Vc foi puro ad hominem ao sair do foco do texto, tudo isso pra prevalecer a "tua" verdade.

      Excluir
    14. Anônimo (29 de agosto de 2012 19:25)

      >> "Respeita as diferenças desde que elas concordem contigo. Imagino esse tipo de amizade. É claro que vc vai dizer que não é assim."

      É msm? Onde foi que vc viu isso? Leia - de novo - o que eu escrevi em meu comentário anterior:

      "Se vc acha que minha vida é vazia por eu não crer nos mitos que vc acredita, paciência. Eu - como me conheço mto bem - sei que minha vida não é vazia. Ela é bem maior e mais diversa do que a sua pq eu não faço amizades apenas com pessoas que têm a mesma visão de mundo que a minha; eu faço amizade com qualquer pessoa que seja legal, gente boa, que tenham um bom papo, etc, independentemente se elas são atéias, espíritas, evangélicas, católicas, judias, muçulmanas, hindus, budistas, satanistas, wiccanas, umbandistas,etc, já que o que importa pra mim são o caráter dessas pessoas, não o sistema de crenças ou de falta de crença delas."

      Onde mesmo que vc viu que eu faço amizades apenas com pessoas que concordam comigo? É msm...lugar nenhum.

      >> "Não estou tirando conclusões por eu ter um ponto de vista diferente do teu. Nem espírita sou pra teu governinho !!!! Mas a tua arrogância e tua soberba não tem limites. Esses argumentos são tão ad hominem quanto o teu. Vc tira conclusões pela tua "experiência" (rss) de vida e faz disso uma verdade absoluta."

      De novo, eu não considero que minha experiência de vida é a verdade absoluta. Cada um tem uma experiência de vida diferente e cada um faz a sua própria verdade. Vc é que faz de seus achismos verdades absolutas. Vc faz conjecturas sobre pessoas que vc nem sequer conhece só pq elas discordam de seus argumentos e opiniões.

      >> "Vc age com discriminação em relação às pessoas que tem contato com espíritos por exemplo. Diz vc que as mandariam procurar auxílio médico."

      Não. Eu nunca falei isso.

      Olha o que eu disse em meus comentários anteriores sobre isso:

      1 - E com o espiritismo não é diferente. Uma das coisas mais ignorantes que eu já vi (e li) é atribuir distúrbios mentais à causas espirituais. Se uma pessoa ouve vozes e/ou vê pessoas que ninguém mais vê a pessoa é médium em vez de ser um provável caso de esquizofrenia. Se a pessoa tem personalidades diferentes, são espíritos que a estão possuindo em vez de ela ter transtorno dissociativo de identidade. Se a pessoa se sente desconectada do mundo, se achando e/ou achando tudo ao redor dela irreal, como se tivesse num filme ou jogo de simulação, é sinal que o espírito dela está em dois mundos ao mesmo tempo (o mundo terreno e o espiritual) em vez de ter transtorno de despersonalização e/ou derrealização." (http://www.paulopes.com.br/2012/08/espiritas-pressionam-producao-do-phantasmagoria.html?showComment=1345089522043#c8573816926195689723)

      2 - ">> "Além do mais, uma coisa que tu não atentaste, é que o espiritismo prega, que todos nós somos médiuns"

      Se eu passasse a ouvir vozes e a enxergar pessoas que ninguém vê eu mesma procuraria ajuda médica pra ver se tinha algo de anormal com meu cérebro. (tá vendo eu disse se acontecesse comigo eu procuraria atendimento médico pra ver se tivesse algo errado com meu cérebro - como por exemplo algum tumor que, dependendo da localização, causa alucinações auditivas e/ou visuais - , não com outras pessoas)
      (eu não acho que pessoas que são supostamente médiuns são loucas, ok? Mas - no caso do Chico Xavier por exemplo - ele tinha epilepsia e das mais graves ainda. Isso explica mta coisa à respeito da suposta mediunidade dele) Agora, falando sério: se todos somos médiuns, em quê vc se baseia nisso?"
      (http://www.paulopes.com.br/2012/08/espiritas-pressionam-producao-do-phantasmagoria.html?showComment=1345089549682#c2842609417341468450)

      Excluir
    15. Anônimo (29 de agosto de 2012 19:25)

      >> "Queria ver se alguém dissesse pra um homossexual procurar tratamento em um psicólogo simplesmente porque não é padrão de uma sociedade relacionamentos homoafetivos."

      Eu nunca falaria isso, afinal eu sou bissexual. hehe


      >>"Teus comentários não são ponto de vista, são imposições. Vc foi puro ad hominem ao sair do foco do texto, tudo isso pra prevalecer a "tua" verdade."

      Não; são apenas meus pontos de vista; minhas opiniões. Concorda ou discorda delas quem quiser. Eu tenho direito de ter meus pontos de vista e opiniões e td mundo tem o direito de concordar ou discordar delas. Não tô nem aí. Pra mim, não faz a menor diferença se a pessoa concorda ou discorda dos meus pontos de vista e opiniões. E obviamente que não os imponho à ninguém. Opinião e bunda, cada qual com a sua.

      Excluir
    16. Quando vc escreveu: "Se uma pessoa ouve vozes e/ou vê pessoas que ninguém mais vê a pessoa é médium em vez de ser um provável caso de esquizofrenia." já endossa o que eu disse em meu comentário anterior.
      Veja bem, "se uma pessoa" então conclui-se uma pessoa qualquer. Certo ? (vc vai dizer que não né rss)
      Quanto a questão do homossexualismo eu já deduzi que vc era homo ou tipo homo rss e fiz esse comparativo pra vc se ver na pele de um grupo atacado. Dessa forma vc fica com telhado de vidro ao invés de pedras na mão.
      Bem Michelle a verdade é que quando fui lendo teu texto a uns dias atrás eu fiquei chateado com essas coisas. Sei que quando eu escrevi o meu texto, não te deixou com os melhores do sentimentos em relação à minha pessoa mas o fato é vamos ficar enxugando gelo.
      Só me senti no direito de escrever devido ao fato de uma pessoa nova, inexperiente ler teus textos e ficar desistimulado a frenquentar no caso um centro espírita que no caso é a religião em questão aqui. E subtrair esse direito, essa vontade, é sonegar uma chance á uma pessoa de ser feliz ou de procurar a felicidade. Como vc fez e no caso não serviu pra ti por questões que no fundo só te dizem respeito.
      Enfim discutir religião ou expor os pontos de vistas sempre dá nesse looping infinito. Como dizia meu amigo: "- É cantinga de grilo"
      Vou deixar agora pra quem é espírita de fato colocar e defender os seus pontos de vista. Coisa que eles têm feito muito mal.
      Não quero ficar julgando aqui ainda mais o teu jeito, espero sinceramente estar errado a teu respeito. Vc não sabe o quanto isso seria legal rss
      Pelo menos pude perceber que gostamos de Rock no mesmo estilo. E mais uma vez, viva o são Rock !!
      Que ainda continua unindo as pessoas em todas as suas diferenças !!!
      Apropósito meu nome é Luis.
      Tenha um sincero bom dia ;-)

      Excluir
    17. Luis,

      >> "Bem Michelle a verdade é que quando fui lendo teu texto a uns dias atrás eu fiquei chateado com essas coisas. Sei que quando eu escrevi o meu texto, não te deixou com os melhores do sentimentos em relação à minha pessoa mas o fato é vamos ficar enxugando gelo."

      Ficar chateado é direito seu.

      >> "Só me senti no direito de escrever devido ao fato de uma pessoa nova, inexperiente ler teus textos e ficar desistimulado a frenquentar no caso um centro espírita que no caso é a religião em questão aqui. E subtrair esse direito, essa vontade, é sonegar uma chance á uma pessoa de ser feliz ou de procurar a felicidade. Como vc fez e no caso não serviu pra ti por questões que no fundo só te dizem respeito."

      Mas e o quê que eu tenho a ver com isso? Eu apenas disse minha opinião. Se alguém inexperiente ler meu comentário e desistir de ir em um centro espírita, isso foi de escolha dela e não por pressão minha do tipo: "pessoas que pensam em ir num centro espírita, por favor não vão que lá só tem gente maluca!". Eu não posso controlar as conclusões que quem ler o meu comentário vai tirar sobre centros espíritas. Pode ser que a pessoa desista de ir ou poder ser que a pessoa não seja uma maria-vai-com-as-outras e decida ir pra ver como é um centro espírita pra ela mesmo formar uma opinião sobre essa doutrina.

      Eu não proibo ninguém de ir em igrejas, centros espíritas, terreiros de umbanda, etc. Se isso faz a pessoa se sentir bem, ok. É isso que conta. Obviamente que não vou tirar isso dela; isso nunca foi meu objetivo. Se eu quisesse tirar a felicidade de uma pessoa, falando para ela não exercer a crença de sua escolha e forçar a minha visão de mundo nela, eu seria uma fdp.

      >> "Pelo menos pude perceber que gostamos de Rock no mesmo estilo. E mais uma vez, viva o são Rock !! Que ainda continua unindo as pessoas em todas as suas diferenças !!!"

      Viva o rock! \m/ e tenha uma boa noite ;)

      Excluir
    18. Olá Michele
      É que as palavras possuem poderes que, na maioria das vezes nós mesmos perdemos o controle sobre elas!!!
      Luis

      Excluir
    19. Anônimo (6 de setembro de 2012 03:26)

      Sim, concordo. Mas se alguém deixar de fazer algo só por causa de algo que eu disse, a culpa não é minha e sim da pessoa que não passa de uma maria-vai-com-as-outras, né?

      Excluir
    20. Mas aí é que tá !!
      Em alguns momentos da vida, todos nós sempre fazemos ou deixamos de fazer coisas devido ao que ouvimos. É o que nos faz seres racionais, ou seja, podemos transmitir conhecimentos acumulados.
      Uma vez me disseram (talvez meus pais não me lembro rss) que pular da janela de um apartamento poderia ser fatal. De fato até hoje fico pensando na sensação mas como algumas pessoas foram me dizendo isso ao longo de minha vida, resolvi acolher essa tese como uma "verdade não vivida" e também me baseando em experiências testemunhadas de pessoas que "pularam" ou cairam de janelas tendo suas vidas encerradas ou sequeladas. Enfim, o quero dizer é que opniões e conceitos servem para nortear pessoas. O problema é que existem pessoas que não sabem discernir o que não pode ser vivenciado daquilo que não poderá ter retorno.
      De fato você não tem culpa nenhuma nisso, o outro lado é o responsável por isso e só ele vai responder pelos atos ou a falta dele (Coisas do livre arbítrio).
      Mas é importante que tais leitores sejam marias que vão ou não com outras, tenham acesso a uma opnião ou, como no caso, uma réplica.
      E os que são espíritas (na minha opinião), não deram sequencia em suas opniões.
      Só pra esclarecer, acredito plenamente que você não tem intensão nenhuma em afastar as pessoas de religiões.
      Vou ficando por aqui pois o feriado me chama. E quero um pouco de rock no dia da "Independência" do nosso Brasil.
      Meus sinceros bjs
      Luis

      Excluir
  24. A globo a tv no geral presta um desserviço a nação brasileira , eles querem a todo custo passar a sensação que estamos vivendo um caos urbano uma verdadeira guerra civil , tudo isto pra tentar implantar um estado militar , porque é isto que a elite quer.. O comportamento das pessoas estão mudando por causa da tv que está adoecendo as pessoas com suas horas e horas de terror , querem passar uma sensação de insegurança e medo para as pessoas. E cada vez mais arrumar pretesto pra cercear nossa liberdade , câmeras para todos os lados, carros com chip e tudo isto porque ? Por causa da mentira e do falso caos que a tv mostra , condicionando o povo a se submeter a tudo que o governo fizer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você descreveu o Datena?

      Excluir
    2. Essa pessoa deveria dar um oizinho pra teoria da conspiração.

      Excluir
    3. Ich denke, dass, wenn in Kapitel 4 oder jede beliebige Kapitel, die nach Kapitel 3 sagte, war "Mit großer Macht kommt große Verantwortung", Goofy wahrscheinlich sagen, "jetzt, mir zu sagen, ya!" Ich Denke, dass., Wenn in Kapitel 4 oder JEDE Beliebige Kapitel, Die nach Kapitel 3 sagte, Krieg "mit grosser Macht Kommt Grosse Verantwortung", Goofy wahrscheinlich Sagen, "jetzt, mir zu Sagen, ya!"

      Excluir
  25. A Globo é manipuladora,não presta mas as outras redes também não valem nada, a solução é desligar a tv...Quanto a essa matéria, tenho minhas dúvidas a respeito dessa "pressão", a Globo não deve ter querido afrontar parte da sua audiência.

    ResponderExcluir
  26. AGORA VAI DA UM EPISODIO DE JOGO DO COPO, VÃO FALAR QUE É REAL E QUE PODE BAXA UM ESPIRITO? A VÃO MERDA, vai virar um programa pra converte.

    ATÉ UMA CRIANÇA FAZ JOGO DO COPO E NÃO ACONTECE PORRA NENHUMA...

    fica aqui o meu desabafo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pelo jeito não, fico ate surpreso com tanto "ceticismo" na globo, todo mundo sabe,a duvida não vende, ceticismo nao vende, o povão gosta mesmo é do sobrenatural, do mistico,coisas como a realidade e ciencia é bobagem, quem liga para isto?

      é assim que o povão pensa.

      Excluir
    2. Espero que um dia essa sua certeza aqui desabafada não se desfaça num susto que o faça passar a ter outra certeza: a de que, assim como o vento, as ondas de rádio, e muito mais coisas que você não vê e fazem o mundo funcionar, os espíritos estão em toda parte, uns bem do seu lado agora. Pena que com essa energia talvez não sejam dos melhores. Cuide de seus pensamento e atraia boas companhias

      Excluir
    3. Me desculpe meu caro, mas já é possivil tirar fotos de spin de oxigênio, tudo que é dentro das leis da física um dia será possível enxergar a olho nu, porque é real, e não achismo.

      http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=foto-atomo-neutro&id=010165101020

      Excluir
    4. Espíritos ao nosso lado eu tenho CERTEZA que não há, que nunca houve e que jamais haverá.

      Em compensação esse blog arranjou um "encosto" que tergiversa teorias filósofo-espiritistas do oitavo dia em dezenas de posts.

      Haja saco!

      Excluir
    5. "Espíritos ao nosso lado eu tenho CERTEZA que não há, que nunca houve e que jamais haverá."

      Palavras de um crente ateu, convicto de suas crenças ateístas (que ele acredita ser "certeza").

      Excluir
  27. Os espiritas tem todo o direito de reclamar, pois o método que a Globo esta usando eh ridículo. Se querem provar que isso nao existe eh muito simples: faz um convite para a federação espirita participar dos debates e poder contra-argumentar. Por exemplo, colocar uma pessoa que tem zero de mediunidade para ficar ridiculamente perguntando "tem alguém ae?" e querendo que o fantasma apareça e de um tchauzinho, ai fica difícil.

    ResponderExcluir
  28. Os espiritas tem todo o direito de reclamar, pois o método que a Globo esta usando eh ridículo. Se querem provar que isso nao existe eh muito simples: faz um convite para a federação espirita participar dos debates e poder contra-argumentar. Por exemplo, colocar uma pessoa que tem zero de mediunidade para ficar ridiculamente perguntando "tem alguém ae?" e querendo que o fantasma apareça e de um tchauzinho, ai fica difícil.

    ResponderExcluir
  29. Os espiritas tem todo o direito de reclamar, pois o método que a Globo esta usando eh ridículo. Se querem provar que isso nao existe eh muito simples: faz um convite para a federação espirita participar dos debates e poder contra-argumentar. Por exemplo, colocar uma pessoa que tem zero de mediunidade para ficar ridiculamente perguntando "tem alguém ae?" e querendo que o fantasma apareça e de um tchauzinho, ai fica difícil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo (12 de agosto de 2012 22:26)

      Bom meu querido, é para isso que existe o direito de resposta. A Globo deveria fazer assim: faz o programa com o enfoque pretendido por ela e depois - no domingo seguinte - dá o direito de resposta aos grupos espíritas e de religiões afro-brasileiras. Pronto, não é assim tão difícil resolver essa pitimba.

      Excluir
  30. Esse enfoque da globo é podre. Colocam um monte de gente para sentir medo coletivo. A começar com a escolha do local que "dizem" ser assombrado. O que eles tem são supostos testemunhos de vultos e visões. Mesmo sem nenhum mistério para explicar, fazem comentários rasos sobre o coisa nenhuma, e ainda por cima feitos por um mágico que nem cientista é. Nada de parapsicologos, nada de estudiosos em paranormalidade como o Padre Quevedo, por exemplo... Existem alguns programas televisos que fizeram isso muito melhor, tendo inclusive filmado paranormalidades como coisas sendo atiradas ao chao. Enfim, o nível do programa beira ao rídiculo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MattyBRaps is better than ghost hunters and fantastico13 de agosto de 2012 00:45

      Sucks about the new Ghostbusters but those are some primo chest beefers.

      Excluir
  31. Se botassem um medium e um monte de espirita e sentiva acham que eles iriam negar que iria ter algo ali?

    a me poupe, mesmo que não tivesse nada eles iriam dizem que tem.

    ResponderExcluir
  32. Sou espírita, mas quero aqui deixar bem claro que não concordo com a postura dos demais confrades ao lutar pela alteração da forma original do referido programa.
    Kardec dizia que todo e qualquer fenônemo sobre o qual respouse indícios de veracidade quanto à influência espiritual, deveria ser criteriosamente estudado, levantando-se e aplicando-se todas as hipóteses possíveis no caso. Chegando-se à conclusão de que se trata de fenômeno natural, ou produzido por embuste, deve-se descartar a hipotése de ação espiritual, imediatamente, agindo com honestidade.
    Não proceder assim contraria os princípios contidos na Codificação e leva o público ao fanatismo da fé cega, coisa que o Espiritismo sempre combateu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Martius, como ex-espírita (hoje sou ateu, mas não descarto a POSSIBILIDADE de existir alto além da matéria como a conhemos atualmente), concordo com você. Diante de um programa como esse, Kardec não iria reclamar iria era comemorar. Pelo menos é o que dá entender lendo suas principais obras, como eu o fiz.

      O problema é que aquele sentido de investigação que havia no início do espiritismo foi substituído - sobretudo no Brasil - por uma religiosidade muitas vezes ingênua e frágil.

      obs.: A possibilidade da existência de vida depois da morte, não implica diretamente na existência de um deus. Muitos ateus e religiosos não entendem bem essa distinção.

      Excluir
    2. Caro Roger, entendo e respeito o seu posicionamento.
      Gostaria de falar que eu creio demais num Deus, infinitamente Bom, Justo, de puro Amor (Ágape).
      Por Ele ser assim, infinito, nossas religiões são muito pobres para descrevê-Lo, o que causa essa enorme confusão entre elas, dando azo a atitudes ignorantes por parte de seus fiéis. O Espiritismo e eu não estamos isentos disso, devido à nossa imperfeição.
      Abraços e fique na Paz.

      Excluir
  33. Esse quadro do fantástico é simplesmente patético. Cópia ridicula dos Ghost Hunters. Só que a os Ghost Hunters não ficam com essa brincadeirinha idiota de chamar fantasmas e fazer brincadeiras do copo. É preciso tentar gravar vozes, medir o campo eletromagnético. Filmar um local achando que algo simplesmente vai aparecer é estúpido. O Fantástico me dá nojo. Tive vontade de vomitar quando vi um programa tão mal feito como Phantasmagoria.

    Caçar fantasmas é diversão gente. Querem algo sério, estudem a parapsicologia, que, inclusive é reconhecida como ciência pela AAAS, que é simplesmente a MAIOR associação científica do MUNDO. Editora da Science, por falar nisso.

    ResponderExcluir
  34. Anônimo (14 de agosto de 2012 00:25)

    Ghost Hunters são uma piada. Eles usam equipamentos que obviamente não tem como uso principal detectar fantasmas pra dar a impressão de serem científicos. Os caras são encanadores e o fato de supostamente terem tido uma experiência supostamente sobrenatural não os fazem experts no assunto.

    O uso de medidores de campos eletromagnéticos. Que evidência eles têm que o aumento no campo eletromagnético é causado por fantasmas?

    Que provas que eles têm que as supostas vozes captadas por gravadores digitais são de fantasmas e não de transmissões provenientes de torres de rádios e de telefonia celular? Poxa, teve um programa que - no momento que uma das investigadoras captou em seu gravador a voz de um suposto fantasma - essa investigadora estava segurando o rádio-comunicador ligado na mesma mão que o gravador digital.

    Que provas que eles têm que terrenos com grande quantidade de quartzo em seu subterrâneo atraem fenômenos sobrenaturais? O quartzo tem várias propriedades quuímicas e físicas e nenhuma delas tem a ver com fantasmas.

    A câmera FLIR que eles usam em seus programas. Aquela câmera serve pra captar ondas de calor invisíveis ao olho humano, servem para uso noturno, são usadas para detectar vazamento de gás, são usadas na medicina, etc. Nenhum desses usos tem a ver com detecção de fantasmas.

    ResponderExcluir
  35. Sinceramente: Tirando a parte da caridade que ja presenciei e ajudei vinda de espiritas : Temo que esta doutrina seja uma das maiores causas e tenha concentrações de pessoas com problemas mentais.
    Passiveis de tratamento, são incentivadas a desenvolver uma não provada mediunidade, o que as tem levado a loucura.Pelo contrario fenomenos espiritas são constantemente desmascarados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Wagner, é possível que encontremos pessoas com problemas mentais dentro de doutrinas espíritas, satanistas, ateístas etc.
      Pessoas com problemas mentais afloram em nossa sociedade dia após dia.
      Agora, afirmar que a doutrina espírita seja uma das maiores causas e concentrações dessas pessoas, É de uma idiotice imensurável
      Quando um carente recebe a ajuda de povo dessa doutrina, te garanto que pra ele é mil vezes melhor ser ajudado por tais "problemáticos" do que ficar com a omissão dos normais.

      Excluir
  36. Por falar em espiritismo, impressiona-me o número de espíritas adeptos da maçonaria, principalmente aqui na minha cidade. é símbolo da maçonaria pra todo lado. que diabos é isso?

    ResponderExcluir
  37. Por falar em espiritismo, impressiona-me o número de espíritas adeptos da maçonaria, principalmente aqui na minha cidade. é símbolo da maçonaria pra todo lado. que diabos é isso?

    ResponderExcluir
  38. É a grobo querendo mostrar o que as sombras são.
    O povo escolheu a grobo, isso é idiotização

    ResponderExcluir
  39. Estranho todos estes debates se o debate verdadeiro deve ser feito interiormente. Quando o Tadeu pergunta no fim o que voce acha, a ideia é esta mesmo, voce tem que buscar a resposta em voce mesmo. Sou espirita e acredito na vida apos a morte, pronto, simples assim. Nao vou convencer ninguem, nem discutir aki o que esta certo ou errado, o que Kardec fez, o que Santo Agostinho fez, o que esta escrito na biblia, se a experiencia de cada um é veridica ou nao. Acima de tudo temos direito de escolha (religiao) e direito a escolher no que acreditar. Só peço um pouco de conciencia ao abordar aquilo que nao se conhece ( lembrando que todos nos estamos aqui para aprender e que ninguem sabe tudo...), gostaria de dizer aos espiritas que nao é atraves de um site que vamos mostrar nossa verdade. São atraves de obras na vida real. E tambem nao é o que buscamos. Buscamos uma recompensa que nao esta aqui. E para os que acreditam, um Deus bom e justo esta olhando por nos e por nossas obras. Nao desanimem pelas contestações. Sigam firmes em sua fé, e ajudem ao proximo. É para isto que estamos aqui. Abraços Fraternos.

    ResponderExcluir
  40. O que eu acho engraçado dos 'espíritos' que as pessoas dizem ver, é que eles tem roupa espiritual ^^ queria saber quem é o estilistas deles, e sempre a roupa dos 'espíritos' são da época que são visto, mais fácil esses tais 'espíritos' serem seres de outra dimensão do tempo( como da teoria das cordas)ou até seres do passado aparecendo no presente mas com limites do tempo, nada de um ser morto que ainda está vivo ^^(na teoria estaria vivo, mas seria um ser de outro tempo).

    ResponderExcluir
  41. Nada que os caça-fantasmas possam resolver.

    ResponderExcluir
  42. E... fantasmagoria acabou!
    Eu tinha mesmo saudade da época que passavam histórias que o povo conta, dramatização de histórias de terror ou coisa do tipo, então fiquei empolgado quando o fantástico anunciou o quadro... contudo, pense num quadro ruim.
    Os caras estavam investigando o sobrenatural sem usar quase nenhum método decente (nenhum espírito é obrigado a responder lá do quinto dos infernos só por um estranho ter lhe chamado o nome).

    O jogo do copo e o pêndulo... bom método. No programa disseram que o movimento involuntário fazia com que se mexessem, mas quero ver quem explica o copo arranhar a mesa de mármore como se tivesse 30 quilos. Movimento involuntário de apertar para baixo talvez? Pff...até parece.
    Além disso, se alguém presenciou um fenômeno estranho, dizer que a pessoa envolvida está sofrendo de esquizofrenia, psicose ou diarréia, simplesmente por que o fenômeno pode ser reproduzido sob as circunstâncias da doença ou síndrome... NÃO É CIENTÍFICO, é preguiçoso, e se você não tem equipamento para mapear neurônios ou coisa parecida que prove que a pessoa está tendo um ataque da referida doença, então NEM TENTE, pois é uma baita falta de respeito.

    No geral, apesar de durar pouco e de ser INCRIVELMENTE amador, eu fico feliz da tentativa do fantástico de retomar o sobrenatural. Tem gente que ACHA que é cientista e que vai dizer que o programa emburrece, mas fala sério... o fantástico é CHEIO de quadros de entretenimento INÚTEIS,( assim como 90 % da Tv brasileira) e aí aparece um quadro intrigante, que força a pessoa a pensar e o "cientista" acha ruim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mizael, concordo contigo em todos os aspectos. O quadro é amador e por isso mesmo deu margem às polêmicas. Virou guerrinha de ateus e espíritas pela net afora. Religião é basicamente coisa de fé. Não dá pra argumentar com pessoas quem não a possui. Atribuir doenças mentais para as pessoas que fazem contato com espírito é uma tremenda de uma sacanagem.
      O que os céticos não conseguem explicar é como espíritos entram em contatos com pessoas médium e descrevem coisas extremamentes particulares que não são do conhecimento de ninguém.
      É claro que existem muitos charlatões espalhados por aí, mas não deve ser em cima dessas pessoas que céticos devem se basear pra expor seus argumentos. Uma vez lí em uma revista científica que cientistas chegaram à uma conclusão que nosso universo foi planejado e que há um planejador... Pessem nisso.
      #fantasmagorianatimorto (Já foi tarde hehe)

      Excluir
    2. Anônimo (6 de setembro de 2012 03:41)

      >> "Religião é basicamente coisa de fé. Não dá pra argumentar com pessoas quem não a possui."

      Da mesma forma que - às vezes - não dá pra argumentar com quem possui fé.


      >> "Atribuir doenças mentais para as pessoas que fazem contato com espírito é uma tremenda de uma sacanagem."

      Não é sacanagem. É questão de bom senso. Pode ser que tenha pessoas que sejam médiuns legítimos (até hj não encontrei um que seja). Mas pode ser que a pessoa tenha algum distúrbio mental que não foi diagnosticado. Chico Xavier é um exemplo. O cara tinha epilepsia que não foi diagnosticada. Em certos casos, epilepsia pode causar ausências e alucinações.

      >> "O que os céticos não conseguem explicar é como espíritos entram em contatos com pessoas médium e descrevem coisas extremamentes particulares que não são do conhecimento de ninguém."

      Leitura fria e leitura quente. Acontece que a pessoa que tem um profundo desejo de acreditar em algo como contato com os espíritos meio que tende a selecionar certas coisas para se encaixar na crença dela. Como por exemplo: ela pode jurar de pés juntos que nunca falou pro médium o que um ente querido lhe disse antes de morrer, mas ela falou com o médium e de alguma forma esqueceu desse detalhe.

      Todo mundo conversa com os mortos, o problema é os mortos responderem de volta.

      >> "É claro que existem muitos charlatões espalhados por aí, mas não deve ser em cima dessas pessoas que céticos devem se basear pra expor seus argumentos."

      Eu baseio meus argumentos em todos os médiuns.

      Excluir
    3. Michele
      >>"Da mesma forma que - às vezes - não dá pra argumentar com quem possui fé."

      Concordo, e por isso mesmo que muita das vezes essas discussões não dão em nada. mas se a fé fosse comprovada deixaria de ser fé e perderia toda sua lógica.

      >>"Não é sacanagem.É questão de bom censo... Chico Xavier é um exemplo. O cara tinha epilepsia que não foi diagnosticada. Em certos casos, epilepsia pode causar ausências e alucinações."

      Epilepsia pode até causar ausências e alucinações mas está longe de afirmar que tais sintomas sejam atributos incondicionais da mesma. A epilepsia esta pra apresentar alucinações da mesma forma que uma enxaqueca está pra apresentar um cancer cerebral. Outra coisa, O "Cara" já foi posto à prova diversas vezes. Dentre elas, foi quando dois jornalistas se passaram por pessoas despretenciosas e no último instante foram desmascarados mediante a uma dedicatória com os seus nomes verdadeiro. Esse foi um golpe duro para a comunidade cética. Nesse caso me parece que teve ilusões e depois ausencias foram os tais reporteres. Quem sabe eles também não sofriam de epilepsia ? O que pode ser bom senso pra ti, pode ser radicalismo pra outros.

      >>"Leitura fria e leitura quente. Acontece que a pessoa que tem um profundo desejo de acreditar em algo como contato com os espíritos meio que tende a selecionar certas coisas para se encaixar na crença dela. Como por exemplo: ela pode jurar de pés juntos que nunca falou pro médium o que um ente querido lhe disse antes de morrer, mas ela falou com o médium e de alguma forma esqueceu desse detalhe."

      Argumento inconcistente. Pois você parte da premissa de que todas as pessoas apresentam dados para o médium (que no caso você considera um charlatão). De fato até existem pessoas que possuem essa habilidade mas já vivenciei e testemunhei diversos casos em que a pessoa que estava sendo consultada e recebeu informações na qual ela mesma nem sabia daquilo, portanto, não teria como sequer ter havido a possibilidade do médium "arrancar informações".

      >>"Todo mundo conversa com os mortos, o problema é os mortos responderem de volta"

      Nem todos conversam com os mortos, até porque nem todos os vão "escutar" mesmo.

      >>"Eu baseio meus argumentos em todos os médiuns."

      É mesmo ? Você conhece todos os médiuns ? Penso que você conheceu alguns e pelo jeito não foram grandes médiuns ou talvez a culpa nem seja deles.

      Excluir
    4. Anônimo (13 de setembro de 2012 05:31)

      Sobre epilepsia e alucinações: (http://www.medipedia.pt/home/home.php?module=artigoEnc&id=314)

      "As crises parciais simples são provocadas por uma activação anómala das áreas do cérebro que interpretam, ao nível dos neurónios, os estímulos auditivos, visuais, olfactivos ou gustativos. Numa destas crises, o paciente é afectado por uma distorção do correspondente sentido ou por uma alucinação, ou seja, uma percepção na ausência de estímulos externos reais. Por exemplo, a activação de um foco no lobo occipital pode provocar a visão de figuras luminosas inexistentes ou uma momentânea perda da visão; a activação de um foco na área auditiva, situada na parte superior do lobo temporal, pode provocar a percepção de ruídos estranhos ou uma diminuição transitória da audição; a activação de um foco na área olfactiva, situada na parte posterior do lobo temporal, pode originar a percepção de odores estranhos, por vezes muito desagradáveis."

      "Para além disso, também podem surgir crises parciais complexas, quando os focos epilépticos se situam nas estruturas profundas do lobo temporal que estão ligadas aos núcleos cinzentos da base do cérebro e às formações do tronco cerebral. Nestes casos, para além de alterações motoras, sensitivas e sensoriais, costumam surgir problemas nas funções psíquicas superiores. Por exemplo, podem ocorrer alterações da memória, como o esquecimento temporário de dados biográficos básicos (nome, data de nascimento, pessoas conhecidas), recordações inexistentes ou a sensação de já ter vivido uma situação (déjá vu). As crises psicossensoriais correspondem a alucinações sofisticadas, como a representação visual de uma cena que não existe na realidade ou a percepção de um fragmento de uma peça musical. As crises psicomotoras consistem na execução automática de actos relativamente complexos, como mastigar, movimentar a língua, esfregar as mãos ou pronunciar as palavras, sem ter consciência disso. Após este tipo de crises, cuja duração não costuma ser superior a alguns minutos, o paciente normalmente apenas tem pequenas recordações do que aconteceu."

      Excluir
    5. Michele,
      como eu disse antes, e confirmando o texto acima que por sinal está coerente com o que disse lá em cima e com dois amigos meus que são médicos (um é neurologista e o outro psiquiatra) formados a 16 anos, eplepsia pode até causar sintomas de alucinação mas Tem que haver crises psíquicas específicas e de forma aguda. De longe, uma minoria chega a esse ponto. E tais crises de alucinações são fragmentadas e incoerentes, muito longe de um contato espiritual onde ocorrem interações lógicas. Portanto tais sintomas como você mesmo postou acima, endossa a minha opinião de que médiuns não tem nada a ver com epiléticos. Distorções e crises psíquicas, são inconsistentes pra isso. Um médium pode ter epilepsia como qualquer outra pessoa mas epilepsia não é atributo de médiuns. Diga-se de passagem, o espiritismo estuda com bastante seriedade a epilepsia.
      http://www.espiritismogi.com.br/colunistas/epilepsia.htm
      (Mas aí é uma questão de crença)

      Excluir
  43. É cientificamente reconhecido que uma pessoa permanece viva até que o coração pare de bater, e/ou também que a "mente" ou "alma" de uma pessoa só é mantida enquanto houver impulsos elétricos que atravessem seus nervos.
    Quando a pessoa morre, todos os recursos que faziam com que ela pensasse que estava viva vão também se dispersar pelo ambiente afetando-o de formas imprevisíveis.

    Nesse mesmo contexto, circunstâncias similares podem ser atribuídas para um autômato artificial, talvez até para uma pedra.
    Isso é possível pois, para a ciência, a distinção entre vida e morte não passa de uma abstração usada para estudo isolado.
    E também não faz diferença se a pessoa que morreu ainda pode ser percebida ou não, já que a morte é um conceito arbitrário que não toma o que a pessoa fez em vida ou o método de sua morte como referência.

    É claro que para cada indivíduo separadamente, a distinção entre vida e morte é óbvia, apesar de ser apenas uma "sensação"/"ilusão" que ele tem, assim como é a "fé".

    ResponderExcluir
  44. Mizael,

    Uma pessoa permanece viva até que haja morte cerebral. Médicos só declaram a morte de alguém qdo há morte cerebral, não qdo o coração para de bater.

    A morte é indiferente à forma como a pessoa viveu. A morte é um fato: que um dia deixaremos de existir, não importa como vivemos nossa vida. A morte de alguém afetará a vida apenas das pessoas que a conheceram em vida, mas não afetará em nada o ambiente. O mundo continuará existindo da mesma forma que sempre existiu antes da pessoa nascer.

    Comparar a morte de uma pessoa com uma pedra é totalmente sem sentido. A pedra se transformará em pó, mas isso não é morte e a pedra não tem consciência de que um dia ela deixará de existir pois ela é apenas um objeto inanimado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michelle eu sou levado a "crer" que muito provavelmente você seja casada ou comprometida. Grandes chances inclusive de ser cruelmente estonteante quanto ao quesito estético. Sou tão cético que já perdi a tola esperança de achar uma mulher tão sóbria e inteligente solteira e hétero. Para minha avó eu prometi que união para procriar só com mulher que tenha cérebro e saiba usá-lo. Meus parabéns.

      Excluir
  45. "consciência" em si não é palpável e fisicamente só é possível prová-la como um conjunto de impulsos eletromagnéticos que podem sim ser induzidos na pedra, mas geralmente tentam ser simulados em programas de inteligência artificial através de um computador.

    Claro que nem a pedra nem o computador podem sofrer morte cerebral, mas tão pouco podem sofrer morte cerebral algumas das criaturas designadas como "capazes de morrer", como células e plantas... logo a definição de morte baseada em morte cerebral é prematura. Mas boa sorte em procurar definições de vida na internet, algumas definições "metafísicas" são muito interessantes, como por exemplo a que atribui à vida a qualidade de ser um processo contínuo de relacionamentos... mas isso é tão impalpável quanto.

    E por acaso... a "verdade absoluta" de que a morte faz com que os seres deixem de existir é obviamente falsa, já que os mesmos componentes que faziam a pessoa viva irão continuar em circulação na natureza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mizael,

      >> Pedras e plantas têm cérebro? Da última vez que chequei, não...não têm. E tb estou falando de morte cerebral em seres humanos, não sobre morte de seres vivos que não possuem cérebro e decomposição de objetos inanimados. Não desvie do assunto.

      >> "Mas boa sorte em procurar definições de vida na internet, algumas definições "metafísicas" são muito interessantes, como por exemplo a que atribui à vida a qualidade de ser um processo contínuo de relacionamentos... mas isso é tão impalpável quanto."

      Tem um pequeno probleminha com a metafísica: não é ciência. Diz mais respeito ao campo da filosofia do que o da ciência. Portanto, o que a metafísica diz sobre definições de vida não passam de teorias, achismos, etc. O que a ciência diz sobre a morte é que quando o cérebro para de funcionar, o ser vivo que possui cérebro está mortinho da silva.

      >> "E por acaso... a "verdade absoluta" de que a morte faz com que os seres deixem de existir é obviamente falsa, já que os mesmos componentes que faziam a pessoa viva irão continuar em circulação na natureza."

      Qdo vc morre, td que vc um dia foi, sua consciência, td sobre vc, deixa de existir. Sua pessoa não está mais presente neste planeta. Vc não é mais Mizael, pq Mizael se foi. Vc será apenas um corpo apodrecendo debaixo da terra e sendo comido pelos vermes.

      Excluir
    2. mich é como vc dizia antigamente, discutir com crente fanático é como dar murro em ponta vc se de faca pq machuca e a faca ainda tá ali, ou brigar com um porco no chiqueiro vc esbufeta o porco fica suja e depois o porco tá feliz da vida

      Excluir
    3. Morrigan
      Assim também ocorrem com os céticos, porém, a ciência não explica nada de satisfatório. Ficam mistérios e lacunas. Quando a ciência esclarecer como se deu origem o universo e como manipular com destrezas os elementos do átomo, aí sim o homem pode assumir a sua total supremacia. Até lá o que tem se mostrado no avanço da ciência é que a física Quântica esta quebrando e revendo conceitos até então ditos inquestionáveis. Por um capricho da estória, vemos que a física quântica vem de encontro às teorias espirituais já muito comentadas. Agora começamos a enxergar de outra maneira nossos conceitos e universos paralelos e atalhos dentro do universo são muito mais que pura ficção. Usamos um percentual mínimo de nossa capacidade cerebral, por isso fica difícil pra nós entendermos como algo possa ser infinito não ter começo nem fim, muito menos, o origem de tudo, visto do nada não se pode formar nada. Em minha opinião nunca chegaremos a tal nível de evolução pois não temos preparo pra isso, nosso tópico de tecnologia é sempre usado para arsenais bélicos, somos uma raça pouco evoluída. Dar conhecimento para nossa espécie é como botar arma de grosso calibre em mãos de criança. Enfim, estamos escravos de nossa própria filosofia, de nossa capacidade de pensar de maneira lógica que por uma grande ironia, nos fez distintos dos demais seres vivos aqui encontrados, nos fez topo da cadeia alimentar. Essa escravidão tem correntes de soberba, pois somos seres pensantes, mas nos achamos superiores e evoluídos. Dificilmente paramos pra analisar que estamos para o planeta assim como um vírus esta para nosso corpo. Nossa evolução depende da destruição de nosso planeta. Estamos partindo para um fim de nossa existência sem mesmo usar 20% de nossa capacidade. Matamos por ego, defecamos em água potável, vamos para o espaço sideral e não acabamos com a fome em nosso planeta. Na verdade, como alguém já disse antes, não me lembro do nome. Se a raça humana acabasse, o mundo não estaria perdendo grande coisa.

      Excluir
  46. Na minha opinião, a globo só quer ganhar audiência com esse tipo de bobagem, não relacionado aos espíritos, mas sim como eles estão tratando o assunto, eles só querem ganhar audiência e as explicações cientificas para tais fatos acontecidos na casa é só desculpa para ter algum sentido cientifico no programa. Eu sou espírita e sei muito bem a realidade, a globo nunca vai mostrar a verdade, as pessoas quem assistem ao programas são de várias religiões, ela não vai chegar e impor uma religião, tipo "olha siga o espiritismo que é o certo", ela se permanece neutra, e esse tipo de programa é só para ganhar audiência, com aquela velha história de fantasma de filmes que desperta o fascínio das pessoas.

    ResponderExcluir

Postar um comentário