Pular para o conteúdo principal

Canibal de Miami saiu de casa com uma Bíblia na mão. E atacou um sem teto

Caso mostra que às vezes é difícil saber onde termina uma coisa e começa outra: efeito de droga, loucura e religião. Ou tudo junto


No dia 26 de maio, um sábado, Rudy Eugene acordou às 5h30, pegou uma Bíblia, beijou a sua namorada e disse que ia se encontrar com um amigo. Horas depois, ele foi morto a tiros pela polícia porque se recusava a deixar de comer o rosto de Ronald Poppo (na foto abaixo), 65, um sem teto.

Os jornais americanos chamam Eugene de “o zumbi de Miami” porque, antes do ataque, ele foi visto nu andando pelas ruas alheio a tudo. Estava drogado. Ele era usuário de maconha, mas acredita-se que naquele dia estava sob o efeito de droga mais pesada.

Poppo sobreviveu, mas terá de ser submetido à cirurgia de reconstrução facial. Eugene comeu parte de sua orelha, nariz, boca e olhos.

A namorada de Eugene afirmou não ter estranhado ele ter saído naquele dia com uma Bíblia porque era muito religioso.

Rudy Eugene, canibal de Miami
Eugene gostava de
citar trechos bíblicos

Eugene era tão apegado à Bíblia, que seus amigos o consideravam como um “pregador”. Ele vivia fazendo citações do livro sagrado. No Facebook, em sua página, colocara um trecho do Salmo 59: “Livra-me, Deus meu, dos meus inimigos; protege-me daqueles que se levantam contra mim”.

Um amigo de Eugene disse que ele prometera livrar-se da maconha para se tornar um homem melhor, conforme a palavra de Deus. Aparentemente, Eugene estava se esforçando nesse sentido porque dois dias antes daquele sábado participou de uma reunião de estudo da Bíblia.

Ronald Poppo, sem teto atacado pelo zumbi de Miami
Poppo teve parte do
rosto comido

Não se pode afirmar, obviamente, que o fervor religioso de Eugene esteja na origem de seu ataque canibal, ainda que alguns estudos associem loucura com religião. É um caso que merece um estudo psiquiátrico. Mas é certo que o fato dele ser leitor assíduo da Bíblia não o impediu de cometer o ataque.

Recentemente, no Brasil houve um caso de canibalismo cuja ligação com a religião é inquestionável. Jorge Negromonte da Silveira, 51, líder de uma seita, matou três “mulheres más”, de “útero maligno”, e devorou partes de seus corpos para purificá-las.

> Com informação do Christian Post, entre outros site.

• Polícia acusa líder de seita de ter devorado ‘mulheres más’.

• Livro aborda a alucinação de quem acredita que conversa com Deus

Comentários

thassio lemos disse…
se você entra em uma cadeia no brasil você encontra milhares de presos com tatuagens:deus é fiel,só deus pode me julgar,jesus,crucifixo etc.mas os crimes são cometidos por desalmados sem deus no coração.eu sou um desalmado sem deus no coração,não que eu seja mau é que eu sou ateu.deus é óxi !!!!!!!!!!
Anônimo disse…
Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah... a Bíblia... sempre deixando as pessoas melhores!
Anônimo disse…
Ele estava sob efeito de uma nova droga. Um amigo residente de miami me contou.
Substância alucinôgenas ilícitas + insanidade mental + Bíblia = Zumbi. Mistura perigosa!

Já vou preparando minha rota de fuga. Onde será que deixei meu machado e minha carabina...?
--2 disse…
A uns dois mil anos atrás teve um zumbi que também andou por aí.
Anônimo disse…
Quer dizer então q ateu não vira zumbi? Ae!! Estou salvo!
Anônimo disse…
O cara é doido, usa drogas, anda pelado pelas ruas, e come os outros.

Mas como tinha uma Bíblia na parada, então a culpa é da Bíblia.
Anônimo disse…
Há droga mais forte do que a Bíblia?
Anônimo disse…
Pra satanista, deve fazer mal mesmo.
­ disse…
Mas como tinha uma Bíblia na parada, então a culpa é da Bíblia.
Não. A bíblia foi um dos fatores que possam ter contribuido para seu ato canibal, assim como poderia ser com qualquer livro. A bíblia aparece mais neste tipo de coisa porque o cristianismo é uma religião que está em toda parte e o número de interpretações é fenomenal...
Unknown disse…
Anônimo2 de junho de 2012 14:17

A culpa não é da bíblia. A culpa é dos religiosos que veem na bíblia a solução para todos os males. Ora, se o caboclo era doido, por que não foi curado pela bíblia, pela palavra de Deus que cura TODOS os males?
"Em alguns casos, é difícil saber onde termina uma coisa e começa outra: efeito de droga, loucura e religião."

- Entendeu agora ou quer que desenhamos?
Anônimo disse…
Isso, senhoras e senhores, é ser evangélico.

Att.,

Espancador de Pastores
Anônimo disse…
Que macabro...

E o outro ainda estava vivo. Primeira vez que ouço falar de um caso de canibalismo em que a vítima não estava morta.

Fico imaginando o que se passa na cabeça de um infeliz desses...
Felipe... disse…
Se fosse do islã estariam chamando ele de terrorista, aposto mas como tem a ver com a biblia, abafam o caso.
Felipe... disse…
Daqui a pouco vão começar a dizer que foi culpa o video game também?
O que minha bíblia diz sobre isso:

"O ser humano é uma porcaria na maior parte do tempo. Os videogames são a única coisa que tornam a vida suportável."

Almanaque de Anorak. Capítulo 91, versos 1-2.
Anônimo disse…
Sei que a culpa não é da bíblia, estou apenas sendo sarcástico, e Anônimo, algo contra os Satanista?
Anônimo disse…
Isso, senhoras e senhores, é ser evangélico.

Att.,

Espancador de Pastores
Anônimo disse…
Há outros casos de canibalismo 'in vivo'.

Por exemplo, o canibal gay alemão Armin Meiwes comeu o pênis do seu parceiro enquanto ele estava vivo.

Depois, acabou de matar o cara, comeu mais pedaços e guardou o resto do namorado na geladeira, pra ir saboreando com vinho ao longo de semanas.
Anônimo disse…
Ao meu ver a bíblia é como querosene lançada ao fogo.
Anônimo disse…
Aquele que não comer minha carne e beber o meu sangue não sera digno de mim , jesus foi um sacrifício humano para o insano deus dos desertos. Canibalismo!! O_o
Adelmo Fagundes disse…
A religião é uma instituição humana cuja história é tão cruel e violenta como todas as demais, inclusive o Estado. Políticos são tão violentos e cruéis como qualquer antropófago, e seus atos canibalescos possuem alcance assassino muito maior, ultrapassam qualquer homicida serial. Uma senhora tão "cristã" quanto Margareth Thatcher, outra tão respeitável quanto a Chefe Suprema da Igreja Anglicana, podem tomar decisões cujo poder mortífero é incomensuravelmente pior, pois têm o poder de ordenar um genocídio. É desnecessário lembrar que a tortura nas ditaduras ibericas e latino-americanas, também de forte tradição religiosa; em nada fica a dever aos requintes de crueldade e mortandade narrados na Bíblia, onde supõe-se ser ordem de Deus assassinar os inimigos e rasgar mesmo o ventre das mulheres grávidas, para que não nasçam inimigos. Inimigos do Estado, Inimigos da religião, inimigos do paranóico que invocava Deus que livre-me dos meus inimigos...É óbvio que alguma coisa ia mal -sempre vai muito mal dentro de todos, que não se conhecem!- e este suposto perigo, oriundo de um potencial agressor(que no caso é o próprio, só que projetado FORA da psique); é o reforço de todas as paranóias, de que SE VALEM TODAS AS RELIGIÕES, DESDE AS IGREJAS, PASSANDO PELO ESTADO E TAMBÉM O NADA INOCENTE FUTEBOL. O fanático é sempre um crédulo e devoto paranóico, a projetar o seu fundamentalismo muito bem explorado pelos donos da fé, do dinheiro, do poder ou da bola; em forma de crença que O DEMÔNIO É O OUTRO! Realmente, o autor do post está correto, não se pode delinear até onde vão as fronteiras da racionalidade ou irracionalidade que envolvem drogas, religião,nacionalismo, fanatismo esportivo, loucura e violência sanguinária; mas as raízes devem ser procuradas na origem comum, que é a psique arcaica, e o conhecimento é acessível a quem estudar a história evolutiva da mesma.
_Não, isso não é ser evangélico, isso é ser perturbado; é ser fraco e procurar resolver seus fracassos na base do imediatismo... O fato de fazer a leitura da letra, não quer dizer absolutamente, nada. A pessoa, quando não é capaz de entender o que se diz a ela..., bem, é lamentável! O mesmo fato se dá, ao ouvir ou ler algo com o qual não se tem familiaridade alguma: não há comunicação! Em função disso, as pessoas tomam as atitudes mais absurdas possíveis, geralmente, se escondendo atrás de algo que choque as massas; consequentemente..., faz-se um estardalhaço na mídia para denegrir a figura de Deus, O qual jamais conheceram.
Anônimo disse…
Scarecrow fallacy detected!
Wickedman disse…
Nem vira zumbi e nem é possuído pelo demônio. Você está duplamente salvo.
Wickedman disse…
AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAhahahahahahahahahahahahahah!!!
Rita Candeu disse…
mas na reportagem está claro

a Bíblia é essa droga mais pesada
carlosqevedo disse…
as ovelhas fanáticas de posse da gibiblia comem umas às outras, os pastores por sua vez comem os patrimônios delas. maconha e biblia, ambas são drogas feitas pelo homem, ambas escravizam, ambas tiram da realidade, ambas mentem pra voce que voce é superpoderoso, e ambas... matam você, ou então tornam-no um zumbi.
Anônimo disse…
Não adianta ter uma receita e não tomar o remédio. Muitos leem a Bíblia mas nem de longe pensam em seguir seus conselhos. Caim recebeu conselho de Deus para o bém, este conselho não foi por escrito, mas veio diretamente da boca de Deus (Gênisis 4:6.7). Mas mesmo assim escolheu se deixar levar pelo mau que havia em seu interior e assassinou a seu irmão Abel. Este mau (pecado) domina a todos os seres humanos em maior ou menor proporção, irá vence-lo quem levar a palavra de Deus á sério.
_Queria te dizer várias coisas e até mesmo, contestar as loucuras que escreveu, mas... de nada adiantaria!
_Procure tirar de dentro de si, toda essa amargura e falta de amor; procure não atirar pedras naquilo que ouviu falar mas, que jamais experimentou.
Rberto ... disse…
Lamentável o caso deste rapaz, o canibal! Para mim trata-se de demência e drogas mesmo, e tudo orquestrado pelo malígno. Triste, mas é o fim dos tempos.

Roberto ...
marcos disse…
jesus tiama . jusus dis no mundo tereis afliçao tendi bom animo ;eu vemçi podis tambem vemçer e vençeremos.

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Escola Estadual Igreja Evangélica muda de nome e deixa de afrontar o Estado laico

Evangélico, chefão do tráfico no Rio manda fechar igrejas católicas

Ministro do STF critica a frase ‘Deus seja louvado’ do real

Marco Aurélio lembrou  que somente no  império  a religião era obrigatória  O ministro Marco Aurélio (foto), 65, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse que não consegue conceber “que nas notas de moedas do real nós tenhamos ‘Deus seja louvado’”, porque isso fere a laicidade do Estado. Em uma entrevista ao UOL, lembrou que na argumentação de seu voto favorável à descriminalização do aborto de fetos anencéfalos, em abril, ressaltou que o Brasil não está mais no império, “quando a religião católica era obrigatória e o imperador era obrigado a observá-la”. “ Como outro exemplo de incompatibilidade com o Estado laico ele citou o crucifixo do plenário do STF. “Devíamos ter só o brasão da República.” Aurélio elogiou a decisão do Tribunal de Justiça gaúcho pela retirada do crucifixo de todas as suas dependências, o que demonstra, segundo ele, que o Rio Grande do Sul é um Estado que “está sempre à frente em questões políticas”. Celso de Mello, outro ministro do Supremo, já

Estudante expulsa acusa escola adventista de homofobia

Arianne disse ter pedido outra com chance, mas a escola negou com atualização Arianne Pacheco Rodrigues (foto), 19, está acusando o Instituto Adventista Brasil Central — uma escola interna em Planalmira (GO) — de tê-la expulsada em novembro de 2010 por motivo homofóbico. Marilda Pacheco, a mãe da estudante, está processando a escola com o pedido de indenização de R$ 50 mil por danos morais. A primeira audiência na Justiça ocorreu na semana passada. A jovem contou que a punição foi decidida por uma comissão disciplinar que analisou a troca de cartas entre ela e outra garota, sua namorada na época. Na ata da reunião da comissão consta que a causa da expulsão das duas alunas foi “postura homossexual reincidente”. O pastor  Weslei Zukowski (na foto abaixo), diretor da escola, negou ter havido homofobia e disse que a expulsão ocorreu em consequência de “intimidade sexual” (contato físico), o que, disse, é expressamente proibido pelo regulamento do estabelecimento. Consel

Arcebispo afirma que vida dos descrentes não tem sentido

Para Battisti, o sentido da vida está no sobrenatural  O arcebispo Anuar Battisti (foto), 59, de Maringá (PR), escreveu um artigo onde aborda um tema recorrente por parte de religiosos, o de que não há sentido na vida dos descrentes em Deus. “Este ambiente de descrença, misturado com ateísmo, leva a pessoa a viver no deserto da vida sem gosto, sem rumo, vagando em busca de um sentido”, escreveu dom Battisti no artigo publicado no Diário.com. “A ausência de Deus cria na alma humana um vazio de sentidos que leva ao desespero, à negação de tudo o que diz respeito ao sobrenatural”, acrescentou. A americana Paula Kirby, consultora de organizações seculares, escreveu recentemente no Washington Post que quem precisa de Deus para que a sua vida tenha um significado é porque a sua família e amigos, em tese, não têm nenhum valor. O que, obviamente, é um absurdo. Ninguém precisa de Deus, por exemplo, para amar seus filhos. Kirby argumentou que é o cristianismo que tenta tirar todo

Intel deixa de ajudar escoteiros que discriminam gays e ateus

Milagrento Valdemiro Santiago radicaliza na exploração da fé

Médico acusado de abuso passa seu primeiro aniversário na prisão

Roger Abdelmassih (reprodução acima), médico acusado de violentar pelo menos 56 pacientes, completou hoje (3) 66 anos de idade na cela 101 do pavilhão 2 da Penitenciária de Tremembé (SP). Foi o seu primeiro aniversário no cárcere. Filho de libaneses, ele nasceu em 1943 em São João da Boa Vista, cidade paulista hoje com 84 mil habitantes que fica a 223 km da capital. Até ser preso preventivamente no dia 17 de agosto, o especialista em reprodução humana assistida tinha prestígio entre os ricos e famosos, como Roberto Carlos, Hebe Camargo, Pelé e Gugu, que compareciam a eventos promovidos por ele. Neste sábado, a companhia de Abdelmassih não é tão rica nem famosa e, agora como o próprio médico, não passaria em um teste de popularidade. Ele convive em sua cela com um acusado de tráfico de drogas, um ex-delegado, um ex-agente da Polícia Federal e um ex-investigador da Polícia Civil. Em 15 metros quadrados, os quatros dispõem de três beliches, um vaso sanitário, uma pia, um ch

PSC radicaliza ao dar apoio a Feliciano, afirma Wyllys

por Ivan Richard da Agência Brasil Deputado disse que resposta também será a radicalização O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), na foto, criticou a decisão do PSC de manter o pastor Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorais da Câmara. Para Wyllys, o acirramento dos ânimos por parte do PSC pode provocar ainda mais confusão nas sessões da comissão. Feliciano é acusado por de ter feito afirmações homofóbicas, como a de que a "Aids é câncer gay", e racistas. “Não falo em nome do movimento [LGBT], mas, se um lado radicaliza, o outro tende a radicalizar. Se o PSC radicaliza e não ouve a voz dos movimentos socais, das redes sociais, o pedido para que esse homem saia da presidência, se a tendência é radicalizar e não dar ouvidos, é lógico que o movimento radicalize do outro. Isso não é bom para a Câmara, para o Legislativo, para o PSC, nem para o país”, disse Wyllys. Wyllys afirmou que as lideranças do PSC estão “confundindo” as criticas ao