Católicos rasgam outdoor do teste de gravidez de Maria de igreja anglicana

Virgem Maria
O ataque  fez aparecer parte
do cartaz anterior
Em Auckland, Nova Zelândia, cerca de cem integrantes da Ação Católica rasgaram o outdoor de uma igreja anglicana onde havia uma figura da Virgem Maria abismada com um teste de gravidez na mão [ver abaixo]. O outdoor não tem texto.

Glynn Cardy, reverendo da igreja Saint Matthew, tinha dito antes do vandalismo que o objetivo do outdoor era estimular os fiéis a refletirem sobre a realidade em que Jesus nasceu, incluindo a ansiedade e incertezas de Maria, uma mulher pobre. “Acusada de ter um filho ilegítimo, ela era um mulher de enorme coragem e fé, e não um ícone plastificado, alguém sem sentimentos,” disse Cardy.

Arthur Sinner, líder do grupo dos católicos fundamentalistas, disse que o outdoor é coisa demoníaca. Para ele, Satanás se aproveitou do fato de a igreja anglicana ser administrada por gays e feministas para colocar em dúvida a virgindade de sua pior inimiga, a Virgem Maria.

Antes, Maria olhava 
atônita para teste de gravidez
“Só há uma fé, a Católica Apostólica Romana, porque estamos ligados diretamente com Cristo”, disse. “As demais [denominações] são seitas criadas pelo homem.”

Sinner disse que, se preciso, rasgará de novo o outdoor blasfemo.

Lyndsay Freer, porta-voz da Igreja Católica, disse que faz restrição ao outdoor, mas rejeita a atitude destrutiva da Ação Católica, que não tem “nada a ver” com a instituição na Nova Zelândia”.

Com informação da nzherdal.com.nz

Nos EUA, mensagem de igreja é entendida como sendo de ateus.
agosto de 2011

Fanatismo.    Religião contra religião.    Intolerância religiosa no mundo.

Comentários

  1. Só pra retificar é igreja católica apostólica pedofila romana.

    ResponderExcluir
  2. Prendem Vargs mas não vão prender esse cara, né?

    ResponderExcluir
  3. Essas pessoas têm sérios problemas com o sexo. Deveriam ser mais harmonizadas com essa parte essencial de nossa existência. Caso contrário, acabarão usando "válvulas de escape" moral e legalmente inaceitáveis, como as que já conhecemos bem e este blog cansa de noticiar.

    ResponderExcluir
  4. Eu rejeito essa Igreja Católica Romana!
    Na verdade, eu a odeio!

    ResponderExcluir
  5. Que ironia o cara se chamar sinner hehehe.

    ResponderExcluir
  6. @Cristo
    Voce nos odeia os Catolicos, mas nos te amamos porque nos ensinou que precisamos amar aqueles que nos perseguem e nos odeiam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele disse que odeia a Igreja Católica, não os católicos. Odiar as pessoas é uma coisa, odiar a instituição é outra.

      Excluir
  7. Alguns anglicanos terem lançado outdoor pondo em dúvida a fé mariana é um modo desesperado de reagir contra a Igreja Católica que criou um ordinariato pra receber anglicanos descontentes com as práticas absurdas daquela denominação: ordenação de mulheres e de homossexuais. Milhares de anglicanos pediram ingresso na Igreja Católica - Isso já tá mais que exposto - E o Papa acolheu a todos; pra desespero de alguns revoltados...

    A atitude desse revoltosos que se dizem "evangélicos" acaba sendo anti-évangélica; pois MARIA diz em Lucas 1: "Por isso me proclamarão bem aventuradas todas as gerações..."

    Coitados...

    ResponderExcluir
  8. Os religiosos são os mais tolerantes do mundo1!!!!

    /ironic

    ResponderExcluir
  9. EM centenas de lendas de civilizações diferentes , existem meninas virgens que engravidam de deuses.....até na lenda indigena Tupi guarani tem uma igual.....

    Alguem aqui conhece alguma mulher [sexo feminino] no planeta que engravidou sem sexo com um macho ???? [ nao vale fertilização invitro] ????


    Cultuar DEUSAS MÃE é um costume do homem primitivo desde 30 mil anos atras......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ave Maria, Cheia de Graça, O senhor é convosco, Bendita sois Vós entre as Mulheres Bendita é o fruto do Vosso Ventre Jesus.

      Santa Maria Mãe de Deus, Rogai por nós pecadores agora e na hora de nossa morte amém.

      Excluir
  10. Melchi disse...

    @Cristo
    Voce nos odeia os Catolicos, mas nos te amamos porque nos ensinou que precisamos amar aqueles que nos perseguem e nos odeiam
    ......

    vc. nem leu a reportagem né?
    não se deu conta de que foram os católicos que estão a perseguir e demonizar os outros?

    eu juro que não sei o que mais me deixa perplexa
    se é a cegueira ou se é a megalomania cristã

    ResponderExcluir
  11. Maria, tendo participado dos sofrimentos de Jesus Cristo, também provou o cálice da perseguição por causa da justiça. Foi uma mulher realmente experimentada na dor e no sofrimento; acolheu estas experiências duras, contraditórias, da vida de todos os pobres, de todos os lugares, e em todos os tempos. Não contar com o apoio da família nem da sociedade, caso José a tivesse deixado, seria um grave risco. Desse, de ser apedrejada, ela foi poupada. Porém não agora, quando homens violentos, impiedosos, esquecidos de suas mães, querem aviltá-la, ainda que apenas em sua imagem; mesmo assim não menos odioso crime, porque afronta àquela ilustre personagem da humanidade, no cartaz simbolizada. Esses ataques furiosos contra Maria, são o claro sinal de um mundo que odeia a pureza. Uma sociedade que é a da violência institucionalizada, do inferno banalizado, do controle e da vigilância e do voyeurismo, do espetáculo. Os profetas, os livros antigos já diziam...Os últimos dias serão iguais aos primeiros. Tal como Sodoma, Babilônia, Roma; a dissolução é o prenúncio do fim. Maria representa o santuário familiar preservado; esse mesmo berço de amparo e proteção, do qual alguns por infortúnio dele privados; são hoje os mesmos que revoltam-se e querem ver destruídos os valores familiares, os costumes que apontavam para um casamento e um lar estável. Sofredores, rejeitados, filhos de pais e mães desunidos, gravidezes indesejadas, mães solteiras, pais ausentes, lares arruinados. Frutos de tais uniões aumentam e compõem a geração pseudo-emancipada; a mesma dos que clamam contra Deus, contra a família e contra a tradicional instituição do casamento monogâmico; condições para formação de cidadãos socialmente ajustados e seres humanos saudáveis, equilibrados. Curioso, é que mesmo aqueles que outrora rejeitavam o casamento, por condição alegada como inata, que determina-lhes segundo afirmado a opção pelo mesmo sexo; reconhecem o valor da união , a importância do lar como ponto de equilíbrio e referência, a fidelidade como valor; desejam agora idêntico direito, por justiça, desejando também um casamento e um lar estável. O mais próximo possível, -se possível-; do natural, daquele que para não chamar divino, pode-se reconhecer a perfeição só em ser como tal, composto pela natureza. A um ser humano completo, composto como demonstram a psicologia, de qualidades e virtudes comuns aos dois sexos; não deve se negar o direito de ter uma mãe. Deus não negou ao Seu Filho esse dom, nem Ele por sua vez foi tão egoísta: deu-nos toda a Sua. Desde a Reforma, mesmo que não era esta a intenção de Lutero; intenciona-se retirar Maria do cenário da fé, destruir-lhe a memória, e eliminar suas imagens. Inútil. Ela é a Tenda que o Verbo armou entre nós, a humanidade nossa, por meio dEla, se faz também dEle. Ela própria o afirmou profeticamente, o quanto seria enaltecida a Sua nobilíssima memória: "Todas as gerações me proclamarão bem-aventurada".(Lucas 1,48).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei o comentario de Adelmo, concordo com tudo que esta escrito,todo esse bombardeio que a Virgem Maria esta passando agora atravessou o tempo e os fatos e estamos ai.tenho uma adoração pela historia de Maria e posso dizer sempre em todas as minhas tribulaçoes rogo a pela intercessão dela e alcancei milagres profundos e ser mãe e ter uma familia é da natureza humana.Parabens Adelmo lindo comentario. e Bem-aventurado seja Maria

      Excluir
  12. Só eu que estou pirando no sobrenome do cara que rasgou o outdoor? (sinner)

    ResponderExcluir
  13. Deus Poderia ter escolhidos vários caminhos para chegar até Nós, Escolheu Maria,
    Agora pra chegarem a Deus tem que passar por Maria.

    ResponderExcluir

Postar um comentário