Arabia Saudita decapita mulher acusada de praticar bruxaria

da BBC Brasil

O Ministério do Interior da Arábia Saudita informou nesta terça-feira que uma mulher foi executada por praticar "bruxaria e feitiçaria".

Uma declaração publicada pela agência de notícias estatal da Arábia Saudita informou que Amina bint Abdul Halim bin Salem Nasser foi decapitada na segunda-feira na província de Jawf, norte do país.

Amina foi a segunda pessoa executada pela acusação de bruxaria na Arábia Saudita em 2011. Um homem sudanês foi executado pela mesma acusação em setembro.O ministério não deu mais detalhes sobre as acusações contra a mulher.

O jornal árabe al-Hayat, baseado em Londres, informou, citando um membro da polícia religiosa, que a mulher tinha cerca de 60 anos e convencia as pessoas que podia curar doenças em troca de dinheiro.

Sebastian Usher, analista regional da BBC, informou que Amina foi presa em abril de 2009.

Em 2007, um cidadão egípcio foi decapitado depois de ter sido acusado de usar feitiçaria para provocar a separação de um casal.O grupo de defesa dos direitos humanos Anistia Internacional, que fez campanha para que outros sauditas sentenciados à morte por acusações de bruxaria sejam inocentados, informou que nunca tinha ouvido falar do caso de Amina até o momento, segundo Usher.

Em 2010, um libanês condenado à morte por acusação de bruxaria, foi libertado depois que a Suprema Corte saudita decretou que as ações do homem não causaram danos a ninguém. O homem apresentava um programa de televisão onde ele previa o futuro.

A Anistia Internacional afirma que a Arábia Saudita não define bruxaria como crime que pode ser punido com a pena de morte. No entanto, alguns dos clérigos mais conservadores do país pediram que pessoas que preveem o futuro e curandeiros recebessem as punições mais severas possíveis, pois elas seriam uma ameaça ao islamismo.

Egito condena usuário do Facebook à prisão por ofensa ao Islã.
outubro de 2011

Fanatismo islâmico.    Intolerância religiosa no mundo.

Comentários

Leandro Santiago disse…
Pra mim não há nada de errado. Devemos respeitar incondicionalmente a cultura dos outros. Lá é normal e considerado certo decapitar pessoas por motivos que eles acham que é correto. E nós, do ocidente, não temos moral alguma para julgarmos que o que eles fazem é errado. Afinal nós temos esta mania de liberdade que leva as pessoas às drogas, à promiscuidade e à escravização pelo consumismo, o que é, para eles, ruim da mesma forma que achamos que assassinar pessoas por bruxaria, que inclusive já foi provado cientificamente existir.

Não existe cultura pior que a outra. Elas são só diferentes e devem se complementar nestas diferenças. Na paz do Senhor.

obs: caso vc não tenha concordado com o meu comentário (espero), leia este texto: http://ceticismo.net/2010/05/06/os-perigos-do-respeito-automatico/
Anônimo disse…
O sujeito acima é um fundamentalista religioso doido pra ver a pena de morte favorecendo sua religião.


Não tenho medo de errar que é um fundamentalista evangélico-xiita.
Anônimo disse…
O Valdemiro e suas toalhinhas e meias mágicas já teria perdido a cabeça !
Anônimo disse…
Boa Leandro. Por um segundo acreditei que você não estava sendo irônico.

Mordredis
Anônimo disse…
E digo mais: só prova que os evanjegues fundamentalistas são coniventes com a violência se praticada a bem de religião. Quem pensa assim não merece respeito ou crédito algum. Mas não por causa da pessoa (não estou aqui pra julgar morais, o que diabos é moral?), e sim, por causa da idéia arcaica e brutal que ela possui: essa ignorante crença religiosa fundamentalista demagógica e hipócrita.


Vade retro.
Anônimo disse…
Em um país de ignorantes como o Brasil, ironias nunca são bem vindas. Os religiosos "da maioria" muito já ironizam.



Apagogis stigmata
Anônimo disse…
gente, qual a novidade?
Deus acabou com a humanidade, no dilúvio, so deixou uma família, para adora-lo
Moises, quando desceu da montanha, mandou, em nome de Deus, matar todos os que fundiram o bezerro de ouro.
A sanata igreja, matou milhares com a inquisição.
Lutero, deve ter feito algo semelhante.
Hitler, dizimou os judeus, pq trairam jesus...

Este é o perigo de se instaurar uma única religião em um pais!
Mas a idéia é boa, ia morrer um monte de pastor curandeiro. kkkk brincadeiras a parte, qual a novidade, em nome de religião, se matour, torturos, esquartejou, decapitou.....
tudo em nome de Deus, Halah, etc.
wrl
Anônimo disse…
bom... A A.Saudita não sofrera nenhuma sanção internacional por isso... afinal.. ela é parceira economica dos EUA.
Warner disse…
Curandeiros e charlatoes, pelo menos a cadeia.
Anônimo disse…
Anônimo de 13/12/11 11:15, o Leandro Santiago estava sendo irônico. Ele não defende aquilo que ele escreveu. Leia a íntegra da postagem. Pelo menos foi o que entendi.
Anônimo disse…
Bruxaria comprovada cientificamente, onde esse cara leu isso?
Leandro Santiago disse…
Desculpas a todos. Esqueci que no Brasil a gente tem q usar a tag sarcasmo, senão não somos entendidos.

Para ficar claro, foi um comentário irônico (embora eu sempre confunda ironia com sarcasmo). Recheado de falácias e besteiras.
Luan Cunha disse…
Poxa, deus realmente cobra quando não se paga o dízimo:

http://virgula.uol.com.br/ver/noticia/inacreditavel/2010/04/27/246967-evangelica-esquarteja-os-pais-por-divida-de-dizimo
Anônimo disse…
bando de fdp este islamismo, religião atrasada da peste, corta o p... deste clero maldito dos infernos.

estes malditos não servem a deus, mas ao capeta.

FORA ISLÃ!!! NÃO QUEREMOS VC AQUI MAOMÉ.

PUNK NOT DEAD
Anônimo disse…
Até ler o texto do link cheguei a achar que o Leandro estava falando sério.
Rita Candeu disse…
O Valdemiro e suas toalhinhas e meias mágicas já teria perdido a cabeça !
13/12/11 11:16

vichh
e não é que pensei o mesmo?
vamos fazer uma vaquinha pra mór di comprá as passagens pra ele e outros pastô milagrento
LEGIÃO disse…
O Islamismo é uma doutrina desumana. Assim como o Catolicismo, deve ser destruído
Shiroyasha disse…
Céus, e os islâmicos ainda perguntam porque sua religião não é vista com bom olhos?
Anônimo disse…
E para quem acha que só o Islã é violento, basta abrir a bíblia. Êxodo (22,18); “Não deixarás viver a feiticeira”. O cristianismo é tão podre quanto islã, tem várias passagens incitando a morte.

A diferença é que o cristianismo levou o cabresto do iluminismo, que colocou a religião em seu devido lugar, na esfera privada.
Senão pode ter certeza que ainda estaria fazendo a mesma coisa ou pior.

Benedict Capzov, luterano fanático, foi responsável pela morte de aproximadamente 20.000 bruxas, apoiando-se na “lei” do Antigo Testamento. Carpzov, para condenar a morte, usava (Lv 19,31; 20,6.27; Dt 12,1-5), e citava de preferência o Êxodo (22,18); “Não deixarás viver a feiticeira”.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ca%C3%A7a_%C3%A0s_bruxas
Rodrigo*
Drückgeister disse…
Cadê os EUA pra levar a democracia pra esse povo?
Anônimo disse…
Sim, é mesmo, anônimo das 16:11. Mas a não ser que você esteja de posse de uma máquina do tempo e voltar duzentos anos, pode riscar a possibilidade de ver um cristão queimando uma bruxa ou bruxo (não que alguns deles não gostariam de fazer isso, se tivessem a oportunidade). O que as teocracias fazem é AGORA. Eles matam pessoas por causa dessas crendices estúpidas AGORA.
Entendeu ou vai ser necessário desenhar?
Anônimo disse…
quis dizer teocracias islâmicas. Acho que pelo texto fica claro que estou falando delas, mas sempre é bom deixar mais claro.
Anônimo disse…
Anônimoe 17:12
Vc deve ter problemas de analfabetismo funcional, em nenhum momento tentei amenizar o que as teocracias fazem. Só disse que as grandes religiões monoteístas tem incitação ao ódio, e o cristianismo só não está igual ao islã devido ao iluminismo.
Rodrigo*
Anônimo disse…
Lugar bom para o vadiomiro $antiago e toda a a trupe de vagabundos salafrários ir vender suas toalhas ditas ungidas e milagreiras.
Anônimo disse…
Bom para o Silas Amolafaca também!!.
Leandro Santiago, Provado cientificamente?? cadê o paper?(sabe o que é isso?)
Leandro Santiago disse…
@Thiago M. Guimarães, sim, sei. Paper é o que eu uso todo dia quando vou ao banheiro.
Se leu no meu comentários seguinte (e se leu o texto linkado), perceberá que o comentário não foi sério, mas sim sarcástico. Vc quer paper normal ou com aroma de lavanda?
Ateu Consciente disse…
Querem saber como era a idade das trevas quando o catolicismo reinava? Olhe pro islamismo atual.
Anônimo disse…
Náo há iluminismo cara., há poder de Jesus Cristo que veio e quebrou toda maldiçao do antigo testamento que era a lei, vá ler a Bíblia
Anônimo disse…
a questão de hitler com os judeus não tem nada a ver com Jesus..
Anônimo disse…
destruir o catolicismo seria o mesmo que para de beber água, catolicismo é eterno, tla qual o islã, já o que vem depois..
Anônimo disse…
Graças a Deus Paulo Roberto Lopes existe, estou contigo, mundo sem fanatismo.