Egito condena usuário do Face à prisão por ofensa ao Islã

Redes sociais incomodam
 os radicais islâmicos  
Um Tribunal de Justiça do Cairo (Egito) condenou no sábado (22) Ayman Yousef Mansour a três anos de prisão e de trabalho forçado por ter “insultado intencionalmente a dignidade da religião islâmica no Facebook”. Entidades de defesa de direitos humanos vão recorrer da decisão como o argumento de que a acusação é vaga.

Mansour foi preso em agosto para aguardar a decisão judicial. Ele foi enquadrado em artigo do código penal que pune quem insultar religião.

Para o Tribunal, Mansour usou a rede social para depreciar “o Corão Sagrado, a verdadeira religião do Islã, o profeta do Islã e os muçulmanos”. A informação é da agência oficial de notícias MENA, que  não detalhou as ofensas.

Em 2007, o blogueiro Karim Amer já tinha sido condenado à prisão por ofender a junta militar que governa o país e o profeta Maomé.

Com informação das agências.

Muçulmana é morta a pedradas por participar de concurso
maio de 2011

Comentários

  1. Mais dos nervosinhos fundamentalistas islâmicos. Toda vez que vejo esse tipo de matéria mais eu tenho vontade que esse povo exploda coletivamente.

    ResponderExcluir
  2. pior q esta religião esta crescendo aqui no Brasil.

    FORAAA ISLÃ, NÃO QUEREMOS MAIS VIOLÊNCIA!


    PUNK

    ResponderExcluir
  3. um dia cristãos e mulçumanos vão se pegar e vão matar uns aos outros, isto porque o que eles chamam de deus é deus de amor.
    Shuashuashuashuashuas

    ResponderExcluir
  4. Não fizeram nada de errado,já que a sharia condena qualquer um que criticar o alcorão e consequentemente o islamismo . Se quiserem levar o secularismo pro oriente médio,começem criticando a pena de morte por apostasia .

    ResponderExcluir
  5. Eles não aprenderam nada com a primavera árabe, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  6. noticia quentinha, stj reconhece casamento civil entre pessoas do mesmo sexo,

    ResponderExcluir
  7. [twitter]PastorMalafaia Continuem
    enviando emails para os
    ministros do STJ não
    aprovarem o casamento
    gay no RS. Eles votarão hj à
    tarde / / O stj aprovou o casamento ,agora vamos ver o que ele vai fazer :-)

    ResponderExcluir
  8. Melhor fecharem a Internet inteira, pq os ateus não vão se calar tão cedo qto esses intolerantes que tratam mulheres como escravas.

    ResponderExcluir
  9. Pois é Claudio, junto com o cristianismo, é a religião que mais maltrata mulheres. Nem são somente intolerantes e fechados, são também um dos piores fundamentalistas que há.

    ResponderExcluir
  10. Quem fala, ou melhor, escreve o que quer... Está na hora das pessoas terem mais consciência no que escrevem. Falam mal de tudo, igreja, religião, homossexuais. Ninguém é obrigado a gostar, mas que saiba respeitar. Se tivesse algo bom pra fazer, não estaria cuidando da religião dos outros.

    ResponderExcluir
  11. "Vento incomoda radicais islamicos por nao soprar na direcao de Meca".

    ResponderExcluir
  12. Para o Anônimo 27/10/2011 17:04
    Que respeitar o que. Desde quando se deve respeitar o que está errado?
    Para mim algo que os cientistas deveriam se empenhar seria construir um nave, colocar todos fanáticos religiosos e jogá-los no Sol.

    ResponderExcluir

Postar um comentário