Dawkins explica evolução às crianças em seu novo livro

O biólogo e ateu militante Richard Dawkins, 70, está lançando um livro para crianças onde diz que a evolução é “mágica” tanto quanto os contos de fada e os mitos -- só que é verdade. O livro se chama “A Magia da Realidade: Como Sabemos o que é Realmente Verdade”, com ilustrações de Dave McKean.

"A realidade tem uma grandiosa mágica, poética própria, à qual espero transmiti-la [aos leitores]”, disse. “Basta olhar para as estrelas, para a via Láctea.”

Trata-se de uma contrapartida aos livros de fadas porque Dawkins disse estar preocupado com "os efeitos perniciosos na educação dos contos de fadas". "Livros de contos podem levar as crianças a acreditar em superstições anticientíficas e na religião.”

Cada capítulo do livro foi escrito a partir de uma pergunta, como “Do que são feitas as coisas?”, “Quando tudo começou?”, “Quem veio primeiro, o homem ou a mulher?”, “O que é o sol?”.

Dawkins disse que, com o livro, espera despertar nas crianças a capacidade do pensamento crítico, “como em um cientistas”. Para ele, a crianças tendem a aceitar a teoria da evolução com naturalidade. “Os adultos é que sentem dificuldade para entender.”

Ele aconselhou os pais a lerem o The Magic of Reality para os filhos porque assim eles, os adultos, também poderão entender muita coisa. “Eu aprendi muito ao escrever o livro”, disse.

Além em papel, o livro pode ser comprado na Amazon na versão digital, para iPad, Kindle e CD, e em áudio. Não há previsão para o lançamento da tradução em português. 

Ilustrações do livro


Com informação das agências.

Comentários

LEGIÃO disse…
Além de mais dim dim para o Prof. Dawkins, esse livro, certamente, vai formar futuros ateus e agnósticos.

Quando esses jovens leitores chegarem à idade de tomar decisões sobre seu quinhão do mundo, considerarão Deus como uma simples possibilidade ou como algo fora de questão.

Por outro lado, se o texto for inspirador, teremos mais cientistas nas próximas gerações do Mundo Globalizado.

Um obstáculo a considerar é que são os pais que escolhem (dão a palavra final) e compram livros para os filhos. Dificilmente um pai concordaria que o filho(a) lesse a Bíblia Satânica. E,para a grande maioria de pais religiosos do mundo, esse cavaleiro do ateísmo prega idéias satânicas. Logo, o sucesso do livro vai ser proporcional ao número de ateus e agnósticos no Mundo.

De uma forma ou de outra, teremos homens e mulheres mais preparados, no futuro, para diferenciar realidade e contos de fada.
bom entendedor disse…
Haha, o arco-íris (símbolo usado pela militância gay, a mais furiosa contra os cristãos) está na capa do livreco da Tia Dawkins!

Sintomático. Mostra, mais uma vez, a que ideologia a obra do ateu raivoso serve.
Elisa Maia disse…
Que engraçado tentar diminuir um homem tratando-o como se fosse do gênero feminino: "tia Dawkins"? Mesmo? Não tem vergonha de expor tão abertamente seu machismo?

Sobre o assunto, entendi que, quando Dawkins se refere à "educação de contos de fada", ele quer dizer aquela "educação" que damos às crianças quando elas perguntam coisas como "por que o trovão faz barulho?" e nós respondemos "porque é São Pedro arrumando os moveis no Céu". Será que é isso, ou viajei legal?
Israel Chaves disse…
Verdade. A idéia é realmente genial, gostei muito da proposta, mas o problema de serem os pais que compram e lêem para os filhos é o que estraga. Apenas pais ateus vão comprar e ler, e esses já educariam bem os filhos sem o livro. Religiosos vão achar coisa ndo demônio e continuar ensinando para crianças inocentes todas as atrocidades da bíblia.
Anônimo disse…
Está certo, religião tem de mais seus livrinhos de historinhas bíblicas.
Israel Chaves disse…
E além de tudo o "bom entendedor" é tão obcecado com homossexualismo que consegue deturpar o assunto para isso. Arco-íris já eram presentes em coisas infantis há muito mais tempo que coisas homossexuais, como em contos de fadas, por exemplo. O que será que o livro faz referência, a contos de fadas ou a homossexualismo? Hmm, que dúvida cruel.
Isso parece coisa de gente mal-resolvida.
Anônimo disse…
Catequese Atéia, rsrsrs!
Elisa Maia disse…
Anônimo das 21:59, o nome correto é "educação científica". ;)
Anônimo disse…
Se a teoria de Dawknis estiver correta, as pessoas que são religiosas tem chanche de serem salvas?
E se a teoria dos religiosos estiverem certa, os seguidores de Dawkins tem alguma esperança.
Meditem sobre isto, e que DEUS perdoe vcs por isso.
Nihil disse…
O que a evolução tem a ver com ateísmo?
Avelino Bego disse…
O "bom entendedor" não parece ser um "bom pensador".
Avelino Bego disse…
"Anônimo disse...
Se a teoria de Dawknis estiver correta, as pessoas que são religiosas tem chanche de serem salvas?
E se a teoria dos religiosos estiverem certa, os seguidores de Dawkins tem alguma esperança.
Meditem sobre isto, e que DEUS perdoe vcs por isso."
----------------------

1º) A Evolução não é de Dawkins;
2º) A Evolução é um fato confirmado por evidências;
3º) A Aposta de Pascal (que é o que você usa em seu argumento) é falha;
4º) A Evolução nada tem de "salvadora", aliás, esse conceito só é aceito nas lendas do deus de Abraão.
Avelino Bego disse…
Anônimo disse...
Catequese Atéia, rsrsrs!
___________________________

Correção: educação científica.

Catequese é o que as religiões baseadas na ignorância científica (que provavelmente você participa de alguma) promulgam nas crianças.
Segundo a lógica do "bom entendedor", Deus é gay porque escolheu o arco íris como símbolo de sua aliança com Noé.
Avelino Bego disse…
As crianças são o alvo predileto dos crédulos em lendas, principalmente as do deus de Abraão.

Qualquer coisa que ensine uma criança a ser crítica, a olhar o mundo com olhos científicos, é visto como abominável pelos crédulos em lendas.
Avelino Bego disse…
Se Dawkins ensinasse a Teoria da Relatividade à crianças, nenhum crédulo em lendas ficaria nervoso.

Mas, como a Evolução (que é um fato comprovado por evidências), implica em tirar o Homem do pedestal de "especial", isso afeta a vaidade e, de certo modo, a arrogância de quem se acha "especial", "filho de um deus".

O que guia o crédulo nas lendas do deus de Abraão é a vaidade, e não a racionalidade.
Cognite Tute disse…
Jose Geraldo: "Segundo a lógica do "bom entendedor", Deus é gay porque escolheu o arco íris como símbolo de sua aliança com Noé."

Perfeito!..:-) Tirou as palavras de minha boca, ou melhor, o texto de meu teclado..:-) Eu pensei exatamente isso, e ia escrever algo sobre quando li sua mensagem!

O "bom entendedor" deve ser obcecado com homossexualidade, para ver todo arco-íris como "coisa gay". Bem que os estudos indicam que há uma princesa presa dentro de cada homofóbico..:-)

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
Anônimo das 21:59, o nome correto é "educação científica". ;) (3)

Cognite Tute
Caruê disse…
Quem tem problemas com a sexualidade, leva tudo por trás. O arco íris é basicamente um prisma que desvia os diferentes comprimentos de ondas da luz resultando em varias cores.
Anônimo disse…
Uma boa literatura para crianças.Não dizem que a bíblia é boa?Então Dawkins seria ótimo.
Anônimo disse…
Quem tem problemas com a sexualidade geralmente quer infernizar a vida dos outros.
Luan Cunha disse…
Dawkins é o cara! E ele não tá pregando ateísmo, só está mostrando a verdade dos fatos de forma simples para crianças entenderem. Nada grave.

É acho meio paradoxal dizer que o Dawkins prega ideias satânicas sendo que ele nem acredita em Satanás, Diabo, Capeta, Demônio, Lúcifer, Belzebu, ou seja lá o que for...

E esse "bom entendedor" na verdade não entende coisa com coisa, deve ser um paranóico por homossexualidade mesmo. É como o Caruê disse, arco-íris é um prisma que desvia diferentes comprimentos de ondas de luz resultando em varias cores, ou seja, um fenômeno meteorológico que observamos geralmente depois da chuva, quando os raios solares refletem a água de chuva e causa esse efeito.

Enfim, esse cara não passa de mais um troll que quer aparecer e conseguiu, deveríamos bater palmas por ele conseguir alcançar seu objetivo de vida: o de ser idiota!
Izaque Bastos disse…
legal, vou comprar o livro pra ver qual as baboseiras que ele escreveu nele...

ele disse que aprendeu muito escrevendo o tal livreco, concerteza comprarei e lerei em alto e bom som, para meus sobrinhos saberem quanta arrogancia há no coraçao de um ateu...
Elisa Maia disse…
Izaque, faça isso mesmo, leia pra todas as crianças que conhecer, e com esse seu tom, pra elas perceberem o quão arrogante soa um leigo tentando fazer parecer que um dos maiores biólogos de nossa época não entende nada de Biologia.
Haja paciência, depois ateu que é arrogante...
Anônimo disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Luan Cunha disse…
HAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAAAAAAAAAA!!!

Izaque, essa foi pra rir agora! Seu troll de merda! Você é a escória!

Quem é você pra dizer alguma coisa do Dawkins, que é um gênio, seu leigo ignorante de merda? Você diz que é "baboseiras" porque é incapaz de entender qualquer coisa que ele diga, pois é um arrogante sem cultura, cujos neurônios já estão apodrecidos por causa de sua fé ridícula e obscena. Você não conseguiria nem escrever uma historinha pra criança, e ainda vem aqui pra vomitar sua ignorância e imbecilidade na nossa cara e se achando o fodão que acha que sabe tudo sobre tudo só porque é adepto de um livro antigo! No começo pensei que você era um bom crítico, mas agora vejo que é só um estúpido troll, desesperado por atenção porque é um zé-ninguém no mundo real, e tão vaidoso por achar mesmo que pode ler e entender um livro do Dawkins e dizer uma blasfêmia dessas sem conhecer o assunto. Você é um fantoche nas mãos da religião, um ser sem vontade e mente própria, cego pela própria fé. Só isso. Nada mais.

Eu poderia gastar meu vocabulário inteiro para te denegrir, mas você não é digno, suas próprias palavras já te denigrem, você é menos que um inseto. Você é deplorável, sua escória, tenho pena de você! Portanto volte pra sua caverna de ignorância. Retire sua imbecilidade e estupidez para você mesmo, não queremos compartilhar dela! Aqui é um blog decente, de pessoas que querem se informar e debater sobre assuntos que nos interessam sem serem incomodados por um zé-ninguém arrogante e presunçoso! Pessoas que tem algum nível de cultura e visão crítica e investigativa. Você não é bem-vindo aqui!
Anônimo disse…
Izaque falou merda como sempre fez kkkkkkkkk
Anônimo disse…
Izaque,modera na vaidade que deu extrapolada meio grotesca.
Cognite Tute disse…
Izaque Bastos: "concerteza comprarei e lerei em alto e bom som, para meus sobrinhos saberem quanta arrogancia há no coraçao de um ateu..."

Primeiro, "com certeza" são duas palavras distintas. Tem escrito essa expressão errado mais de uma vez, talvez devesse usar um corretor ortográfico, que todo computador tem (computador criado com base nos conhecimento científicos que parece desprezar, aliás).

Segundo, não acredito que o fará, não correria o risco. Crianças são espertas, curiosas, inteligentes, e se tiverem contato com as evidências, argumentos, provas, etc, da evolução, acabarão por entende-la, e você perderá alguns seguidores de sua superstição ancestral.

Na verdade, nem você correria o risco de ler tal livro, pois o que se aprende, não se esquece, e por mais que não tenha honestidade intelectual para reconhecer as evidências apresentadas, sempre ficaria a dúvida no fundo de sua mente (nossa mente é interessante, pode compreender coisas mesmo contra nossa vontade..:-).

Enfim, esse orgulho cego da própria ignorância é a marca do fanatismo religioso.

Cognite Tute
Anônimo disse…
Calma Luan Cunha, Izaque só esta com raiva de Dawkins, pq ele roubou sua certeza de sua pseudo-imortalidade e disse que ele adora um mito infantil.
Izaque só esta extravasando suas magoas, pega leve.:) KKK
Pronto.
Já sei qual livro os meus filhos lerão no futuro.
Avelino Bego disse…
"Izaque Bastos disse...
legal, vou comprar o livro pra ver qual as baboseiras que ele escreveu nele...

ele disse que aprendeu muito escrevendo o tal livreco, concerteza comprarei e lerei em alto e bom som, para meus sobrinhos saberem quanta arrogancia há no coraçao de um ateu..."

---------------------------------------

Nossa Izaque, você é personificação da ignorância.

Porque você não compra o livro e estuda um pouco?
Deixará você mais inteligente e menos propenso a falar besteira.
Avelino Bego disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Avelino Bego disse…
E, só pra mostrar com o Izaque é desprovido de conhecimento, o livro trata de Evolução, não de ateísmo.
Avelino Bego disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Avelino Bego disse…
Outra coisa interessante nesta "humildade" que o Izaque demonstra:

Nós, ateus, que consideramos o Homo sapiens uma espécie dentre as outras, que reconhecemos que não sabemos tudo, mas lutamos cada dia mais por mais conhecimento, somos "arrogantes".

Agora, aqueles que abdicam do conhecimento, que idolatram e são fanáticos por lendas, consideram que um Universo de mais de 15 bilhões de anos luz junto dele próprio, crias de um Deus, são "humildes".

Tem algo errado nessa história.
Cognite Tute disse…
Avelino: ""

Realmente essa constate acusação de "arrogância e pretensão" de crentes contra ateus (e contra cientistas, e contra céticos, e contra qualquer um que não creia no que eles creem) é espantosamente ilógica.

A não ser que os termos "arrogância e pretensão" e "humildade" signifiquem coisas diferentes para eles.

A seguir a resposta que dei a outro crente esperneante, o "Anonimo", em uma situação parecida:

Anonimo e seus argumentos matadores: "sempre achando que é o dono da verdade,o centro do universo."

Senão, vejamos..:-)

Eu, como ateu, penso ser apenas um indivíduo de uma espécie primata, entre muitas outras espécies de primatas, e de seres vivos, fruto não intencional de uma evolução contingente e cega, sem objetivo ou propósito, morador de uma rocha que orbita uma estrela de quinta grandeza, na periferia de uma galáxia, uma estrela entre CENTENAS DE BILHÕES de estrelas dessa galaxia, que é uma entre CENTENAS DE BILHÕES de outras galáxias, em um universo de dimensões cósmicas.

Ou seja, algo insignificante para o universo, e apenas um ser vivo que deve seguir sua vida e ser feliz e fazer outras pessoas felizes, no seu curto período de existência.

Já você, como crente em um ser imaginário, acredita ser filho dileto e amado, de uma entidade cósmica capaz de criar galáxias, controlar estrelas e buracos negros supermassivos, existir por bilhões de anos, e acredita que este ser não apenas criou TUDO neste universo PARA você, como está pessoalmente preocupado com sua vida sexual. E pensa viver para sempre, depois de morrer, sentado no colo dessa entidade cósmica, vendo os malvados ateus queimar pelo mesmo período de tempo no inferno.

E sou eu que acha que sou o centro do universo..:-)

Cognite Tute
bom entendedor disse…
Ateus geniais me explicaram que o arco íris é "um prisma que desvia os diferentes comprimentos de ondas da luz resultando em varias cores".

Que legal, fui subitamente iluminado pelo arco-íris da inteligência ateísta, já que sou um crente analfabeto que nunca teve aulas de física, óptica, essas coisas, não é mesmo?

Legal a "explicação" ridiculamente materialista do que é um arco íris.

Certíssimo, não existem símbolos e signos!

Como o arco-íris, um hino de algum país é apenas um amontoado de freqüências sonoras. O verde-e-amarelo não representa nada também, são apenas uns comprimentos de ondas eletromagnéticas.

Ah, ateus do fã-clube da Tia Dawkins, relaxem, pois a Bíblia também é apenas um monte de tinta impressa numas folhas de papel. Não se desesperem, portanto, nem entrem em pânico ao verem crucifixos em locais públicos: são apenas pedaços de paus, pedra, gesso!

Que bom que tudo é só matéria!

:P
"Bom entendedor" novamente não fazendo jus ao seu nome. Para alguém que tanto entende de metáforas, é constrangedor escapar ao sentido literal das coisas...

Quando lembramos O QUE é o arco íris, estamos querendo dizer que ele é um fenômeno, e que, portanto, enquanto existiu sol no céu e água na atmosfera ele sempre existiu.

Ele pode ser símbolo de um monte de coisas, mas não foi "posto" no céu por Deus para lembrar Noé de uma aliança. So se você disser que nunca tinha chovido antes do dilúvio.

P.S. = Você ainda não respondeu se Deus é gay por usar o arco íris como símbolo.
bom entendedor disse…
Ora, José Geraldo Gouvêa, deixa de ser falacioso, tanto sobre a motivação da "explicação" do que é arco-íris quanto ao "problema" do arco-íris no Gênesis...

Ou você acha mesmo que eu tenho de "concluir" que Deus é gay só porque, recentemente (milênios depois do que é relatado no episódio da aliança), um bando de militantes gays resolveu surrupiar a imagem do arco-íris para fazer dela símbolo de seu movimento político (o qual a Tia Dawkins e seus fãs apóiam e imitam)?

Meu Deus, que saudades dos tempos em que os ateus primavam pela racionalidade...

:D
Cognite Tute disse…
Bom (sério?!) entendedor: "Ora, José Geraldo Gouvêa, deixa de ser falacioso, tanto sobre a motivação da "explicação" do que é arco-íris quanto ao "problema" do arco-íris no Gênesis..."

Ele não está sendo falacioso. Está argumentando de forma válida. Sei que não entende a diferença entre argumento, falácia, etc, mas ele está correto.

Como muitos, você confunde falácia, um erro de lógico no argumento, um erro específico, com mentira ou erro. É esperado.

O que espanta é não compreender nem a diferença entre um fenômeno natural, o arco-íris, e o simbolismo que este pode, ou não, carregar.

E não entende que é você que está "vendo" gays por todo lugar, em "qualquer" arco-íris, mesmo um na capa de um livro de ciências, que simboliza a compreensão de fenômenos físicos, naturais, não homossexualismo.

Por isso, por percebermos que não entende muito de quase nada, tentamos explicar que, se vai "ver" gays na capa de um livro com o arco-íris, deve também "ver" gays no arco-íris bíblico, na aliança entre a deusa e os homens.

O mais engraçado é que insiste no "tia" Dawkins, achando que isso, por si só, é uma ofensa, e que ele, ou mesmo nós, ficaríamos chateados com a expressão..:-)

"Bom (sério?!) entendedor", ser gay não é demérito..:-) Não faz de ninguém uma má pessoa, mas mais importante ainda, ser gay não muda NADA na correção dos argumentos, evidências, estudos, pesquisas, conclusões, etc, que esta pessoa apresenta ou produz.

Dawkins poderia ser totalmente gay, e ainda assim a evolução seria real, e os estudos dele válidos. E o livro para crianças, excelente.

Se quer, mesmo, nos ofender, nos chame de "religiosos", isso seria terrível, extremamente ofensivo..:-)

Cognite Tute
bom entendedor disse…
Ok, agora tivemos a tradicional aula neo-ateísta sobre conceituação de falácias, argumentos, etc, seguida do também tradicional ataque depreciativo e esnobe contra quem não é um iluminado ateu.

A Tia Dawkins e/ou seus editores pôem um arco-íris (não um animal, ou uma estrela, ou relâmpago, ou uma planta, ou um foguete, ou qualquer outra das bilhões de coisas existente no universo) na capa do seu livrinho para doutrinar crianças e isso não tem nada a ver com o gayzismo ideológico, garante o Cognite Tute e outros.

Ok, deve ser mesmo paranóia homofóbica minha, pois o arco-íris HOJE EM DIA quase não é visto associado ao gayzismo militante. Afinal, as cores do arco-íris nunca aparecem nas paradas gays, nos sites gays, nas reportagens sobre gays, nos perfis de internautas comprometidos com a causa gay, não é mesmo? Nós só vemos cores do arco-íris atualmente associadas a outras coisas, nunca ao movimento gay, certo? Então tá. :D

Ironias à parte, pra mim não importa se o Richard Dawkins gosta ou não de dar o fiofó dele. O que chamei a atenção foi para o fato de que o ateísmo militante e espumante de Dawkins e seu rebanho é parceiro íntimo do gayzismo militante. Afinal, contra a religião, especialmente contra o cristianismo, vale tudo, e vocês são adeptos da doutrina do "o inimigo do meu inimigo é meu amigo". Daí a frequente união entre ateístas, gayzistas, comunistas e até terroristas islâmicos contra o malvado cristianismo responsável por todas as desgraças do mundo, certo?

Ah, e quanto ao "Tia", relaxem, é só um tratamento carinhoso que todos nós dispensamos às professoras, especialmente as de crianças. O fato da palavra estar no gênero feminino não deve mesmo ser motivo para maiores incômodos, já que vivemos num mundo moderno, séc XXI, e, segundo a ideologia ateo-gayzista, ser homem, mulher, gay, lésbica, travesti, zoófilo, etc. é tudo igual, e os direitos são iguais... É um direito meu usar o termo, e é direito do Richard Dawkins ser chamado de Tia, sem preconceitos!

:)
manoel machado disse…
Nossa... Os comentários do "bom entendedor" soam ridículos, é incapaz de apresentar um argumento lógico sequer!
Cognite Tute disse…
Bom (sério?!) entendedor: "Ok, agora tivemos a tradicional aula neo-ateísta sobre conceituação de falácias, argumentos, etc, seguida do também tradicional ataque depreciativo e esnobe contra quem não é um iluminado ateu. "

Não, na verdade, tivemos outra tentativa de argumentar de forma racional, e explicar seus enganos. Tentativa frustada pois não é sua intenção debater ou argumentar, mas tentar, da forma que for possível a sua capacidade, ofender e arrumar encrenca.

É divertido, por um tempo, mas previsível demais de forma que cansa logo..:-)

Bom (sério?!) entendedor: "A Tia Dawkins e/ou seus editores pôem um arco-íris (não um animal, ou uma estrela, ou relâmpago, ou uma planta, ou um foguete, ou qualquer outra das bilhões de coisas existente no universo) na capa do seu livrinho para doutrinar crianças e isso não tem nada a ver com o gayzismo ideológico, garante o Cognite Tute e outros."

Sim. Exato..:-) O arcoí-ris é um símbolo de nossa capacidade de desvendar o universo há muito mais tempo que é um símbolo da diversidade e tolerância com a sexualidade. Muito mais.

O livro de Dawkins, Desvendando o Arco-íris, foi escrito para demonstrar essa nossa capacidade, de desvender e de se maravilhar com o universo, e tem seu título retirado do poema de John Keats (1795-1821). Neste o poeta acusa Newton de ter "destruído a poesia do arco-íris, ao explica-lo de forma materialista".

Como pode ver, o uso do arco-íris, no sentido de esclarecimento científico, é de séculos antes do simbolismo da diversidade.

E isso porque foi escolhido como "símbolo" da aliança de um ser imaginário com a humanidade justamente por ser um fenômeno natural que era extremamente difícil de ser compreendido sem as ferramentas da ciência, da razão. Um "arco" celeste, que surge sem razão ou porque, colorido e aparentemente sobrenatural, só pode ser "coisa de deus".

Explicar o arco-íris foi um feito de grande impacto e capacidade do ser humano, que envolve um conhecimento profundo da natureza das forças físicas deste universo. Você não é capaz de explicar o arco-íris, não mais que a explicação um tanto simples que demos a você aqui..:-)

Mas, é claro, para quem tem problemas com a própria sexualidade, e vê "gays" embaixo da cama, qualquer arco-íris é "perigoso"..:-)

Bom (sério?!) entendedor: " já que vivemos num mundo moderno, séc XXI, e, segundo a ideologia ateo-gayzista, ser homem, mulher, gay, lésbica, travesti, zoófilo, etc. é tudo igual, e os direitos são iguais.."


Mais um vez, correto. Sei que não é sua intenção, e que sua maldade e mesquinhez pessoal pensa que fez um "ataque" aos ateus e seculares, mas tirando zoofilia, que fere direitos dos animais (e não é "pecado", como pensa ser), o resto tem sim direitos iguais, e isso porque estamos no século XXI, e a força de suas superstições da idade do bronze quase se acabaram.

Ninguém mais, nenhum dos mencionados, vai para a fogueira, e tem sim direitos iguais aos de todo cidadão.

Pode espernear, pode bufar, pode espumar de ódio e mesquinharia, mas é assim e nada pode fazer a respeito..:-)

E isso é o que me alegra mais, vai acabar tendo um ataque do coração de tanto ódio reprimido, e nada pode fazer para mudar isso..:-)

A não ser essa coisa ridícula de chamar pessoas desconhecidas, e que nem sabem que você existe, de "tia". Patético..:-/

Cognite Tute
bom entendedor disse…
Coisa muito desagradável esse seu preconceito, essa sua discriminação contra os zoófilos, Cognite.

Fica muito mal num iluminado ateu secularista, adepto da igualdade total, do moderno vale-tudo sexual, dos direitos totalmente iguais para todos (menos para os cristãos, claro, que devem ser varridos do mapa, ou pelo menos devidamente amordaçados - dogma pétreo neo-ateísta).

Continuemos lutando contra toda forma de discriminação e preconceito, conforme manda a religião politicamente correta.

Avancemos rumo a mais luzes e mais igualdade, cantemos mais uns mantras da modernidade e do progresso, como outros que vocês já sabem bem recitar e papaguear:

Direitos iguais para TODOS (menos para os cristãos, óbvio).

ZOOFOBIA NÃO!
Cognite Tute disse…
Bom (sério?!) entendedor: "Coisa muito desagradável esse seu preconceito, essa sua discriminação contra os zoófilos, Cognite. "

Nem chega perto de seu preconceito contra todas as outras pessoas, formas de sexualidade, relacionamento, visões de vida, etc, etc, etc.

E não é "pré"conceito, mas pós. Relações devem ser consentidas, livres e sem abuso, entre adultos com capacidade cognitiva e saúde mental. Animais não podem consentir, portanto forçar uma relação é errado.

Não é complicado, acho que até você entenderia. Duas pessoas adultas, do mesmo sexo ou de sexos diferentes, concordam em fazer sexo. Correto. Um adulto e um animal, um adulto e uma criança, um adulto e um deficiente mental, etc, não.

Bom (sério?!) entendedor: "Fica muito mal num iluminado ateu secularista, adepto da igualdade total, do moderno vale-tudo sexual, dos direitos totalmente iguais para todos (menos para os cristãos, claro, que devem ser varridos do mapa, ou pelo menos devidamente amordaçados - dogma pétreo neo-ateísta). "

Falácia da ladeira escorregadia, falácia do espantalho, falácia do apelo a emoção. É quase um record em uma frase só..:-)

Cristãos não devem ser varridos do mapa, tenho muitos amigos cristãos. Devem, a organização religiosa deve, ser contida para não prejudicar, causar dor, impedir direitos, etc, à outras pessoas.

Igrejas evangélicas, por exemplo, não podem perseguir gays, ou povos de santo (religiões africanas). A Igreja Católica não pode impedir que as pessoas não-católicas se divorciem.

E por ai vai.

O vale-tudo sexual só vale, como explicado acima, para adultos de pleno acordo.

Você tem o direito de dizer a asneira que desejar, inclusive aqui no blog. Mas quem diz o que quer, escuta o que não quer, e temos o direito de refutar suas acusações malucas..:-)

Bom (sério?!) entendedor: "Continuemos lutando contra toda forma de discriminação e preconceito, conforme manda a religião politicamente correta."

Sim, exato. Espantoso que realmente pense que isso é uma ofensa ou uma "acusação"! A luta pela tolerância e toda forma de discriminação protege inclusive você, de um estado/religioso, cuja religião fosse diferente da sua.

Se é um cristão, deveria tentar ir morar em um pais religioso, não laico, como o Irã ou o Afeganistão, para entender bem o que é discriminação e intolerância (por favor, prometa que vai, sim?..:-).

Bom (sério?!) entendedor: "Direitos iguais para TODOS (menos para os cristãos, óbvio)."

Por que menos os cristãos? Que direitos de cristãos foram retirados? O direito de ofender pessoas gays, que não são cristãos? De chutar santas de outros credos? De impedir que pessoas não religiosas se divorciem? De dificultar ou impedir pesquisas médicas, que salvam vidas?

Que direito seu foi impedido, "Bom (sério?!) entendedor, devido aos "malvados ateus"? Diga um, só um..:-) É sério, diga um, para nossa diversão aqui no blog..:-)

Cognite Tute
Israel Chaves disse…
O arco-íris é usado em CONTOS DE FADAS o tempo todo, coisa da qual o livro se refere. O "bom entendedor" só está deturpando para símbolo gay porque quer ter algo do que reclamar, não achou, e aí inventou essa. Isso, somado ao fato de ser 99% de certeza de ele ser enrustido.
Se liberta e sai do armário, cara. Vai ser muito mais feliz.
Cognite Tute disse…
Acho que o "Bom (sério?! entendedor" sente falta mesmo é do direito de acender fogueiras com hereges, ateus, bruxas, pagãos, muçulmanos, gays, e qualquer pessoa que discorde de suas crenças..:-)

Cognite Tute
bom entendedor disse…
Tem muita gente que é, por exemplo, contra o "casamento" gay, contra o aborto, ou contra o suposto "direito" dos gays botarem na cadeia quem não concorda com eles (discordar dos gays é sempre "homofobia", como sabemos)... e não se baseia em religião ou nos ditos "pré-conceitos". Muitas dssas pessoas têm, de fato, PÓS-CONCEITOS, desenvolvidos a partir da reflexão e da observação dos fatos.

E, se quer esticar o papo, Cognite, vamos lá, você tem "preconceitos" sim: suas restrições sobre consentimento, idade, etc. no que diz respeito a qual tipo de comportamente sexual é "legítimo" ou não.

Um adepto da putaria mais "cabeça aberta" que você pode considerar como "preconceituosos" esses limites que você estabelece sobre quem tem o direito de fornicar com quem, e também (e isto é fundamental hoje em dia) o direito de ser amparado pelo Estado-babá nas suas chorosas, insaciáveis e dispendiosas reivindicações.

Quanto ao papo de que cristãos e outros alvos não têm direitos retirados pela militância ateísta-gayzista-&-cia, isso não é verdade.

Os ateo-gayzistas & parceiros querem determinar, entre outras coisas, o que os outros podem ou não falar. Portanto, já estão - com apoio de juizes, MP, ou não - CRIMINOSAMENTE roubando e violentando direitos alheios.

O que, aliás, é o interesse central dessa militância raivosa que não consegue tolerar a idéia de uma sociedade onde cristãos ou outras pessoas que discordem dos dogmas politicamente corretos possam opinar publicamente.
Cognite Tute disse…
Bom(sério?!) entendedor: "Tem muita gente que é, por exemplo, contra o "casamento" gay, contra o aborto, ou contra o suposto "direito" dos gays botarem na cadeia quem não concorda com eles (discordar dos gays é sempre "homofobia", como sabemos)... e não se baseia em religião ou nos ditos "pré-conceitos". Muitas dssas pessoas têm, de fato, PÓS-CONCEITOS, desenvolvidos a partir da reflexão e da observação dos fatos."

Irrelevante. O direito das pessoas não se baseia no que outras pessoas acham ou deixam de achar, se baseiam em regras de direito, que são formadas a partir, não de seres divinos e imaginários, mas de razão e conceitos humanos. Chama-se contrato social, e tem se aperfeiçoado com o tempo.

E mais falácia de espantalho, pois NINGUÉM defende que se ponha na cadeia quem não concorda com gays, apenas quem os ofende, agride, persegue.

Ninguém é obrigado a ser gay, apenas é obrigado a não ofender gays, como é obrigado a não ofender quem quer que seja.

Seu discurso de ódio, disfarçado de "argumento", não vale muita coisa.

A lei vale para todos. Se o estado da proteção legal, através do casamento civil, para alguns cidadãos, deve dar para todos os que se adequem a esse direito. Adultos de qualquer sexo, por exemplo.

O aborto é a mesma coisa. Não é obrigado a abortar, e se desejar ter um filho em qualquer circunstância, é seu direito (sempre homens dando palpite na vida das mulheres).

Mas outras pessoas tem seus direitos, inclusive de tomar como norma a melhor informação disponível, e neste momento é que até a formação de um sistema cognitivo, é permitido abortar. Deveria ser, é permitido em países civilizados.

Será em algum momento futuro no Brasil, pode espernear à vontade.

Discordar dos "gays", o que quer que isso queira dizer (é como "discordar das pessoas altas" ou "discordar dos negros" ou "discordar dos loiros") é um direito seu.

Perseguir gays, tentar impedir que vivam plenamente, que se casem, que se amem, que sejam protegidos pelas mesmas leis que protegem você, não. Não é seu direito, e mais, é mesquinharia grave.

Bom (sério?!) entendedor: "E, se quer esticar o papo, Cognite, vamos lá, você tem "preconceitos" sim: suas restrições sobre consentimento, idade, etc. no que diz respeito a qual tipo de comportamente sexual é "legítimo" ou não. "

Não, não quero "esticar o papo". Não é um "papo" mas o mesmo discurso de ódio e raiva de sempre, de um seguidor de um ente imaginário que merece o deus que tem.

Não quero nada com você ou com seu amigo imaginário. Se respondo é porque acho importante esclarecer as asneiras, absurdos, erros, e mentiras do discurso religioso fundamentalista.

Mas não, não quero "papo" com você, nem com seu amigo imaginário.

Minhas restrições se baseiam unicamente no dano possível causado. Nada tenho com a vida de dois adultos, seja em relação a suas escolhas sexuais, seja quanto aos riscos que escolhem, ou sobre os hobbys que adotam.

Crianças devem ser protegidas, de pedófilos, e de crentes fanáticos, de criminosos, de agressores, sexuais ou não. É algo básico, e muitas sociedades podem ser analisadas e mesmo julgadas pela forma como tratam suas crianças.

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
Bom (sério?!) entendedor: "Os ateo-gayzistas & parceiros querem determinar, entre outras coisas, o que os outros podem ou não falar. Portanto, já estão - com apoio de juizes, MP, ou não - CRIMINOSAMENTE roubando e violentando direitos alheios. "

Esse é o tipo de mentira que acho importante esclarecer e expor. O direito de "falar", de expressão, é pleno, com as restrições de sempre. Sempre existiram, mesmo antes dos direitos gays, os institutos da injúria, difamação, calunia.

Todas as sociedades entendem essa questão, e protegem, não restringindo o direito de falar o que for, mas responsabilizando quem fala se este causar dano ou ofensa.

Você não pode ofender alguém, gay ou não, sem responder por isso. Pode falar o que quiser, e não será impedido de o fazer antes de se manifestar, mas depois, deve se responsabilizar pelo que diz.

É isso que tem mudado. Enquanto no passado ofender gays não era considerado algo a ser punido, hoje o entendimento é que não há motivo legal para "excluir" alguns cidadãos da proteção de institutos que JÁ existem.

A lei contra a homofobia não "cria" nada, apenas reconhece que o alcance dos institutos já existentes se aplica TAMBÉM a gays.

A diferença entre "opinar" e "ofender sem motivo" é clara. Só malucos parecem achar que ninguém vai perceber isso.

Achar que o comportamento gay é errado, ou pecado, é um direito seu. Ir a público destilar ódio e ofensas a gays, não é.

Você é uma pessoa ruim, mesquinha, como seu deus imaginário. Precisa ser controlada pela lei, pelas instituições que, em sociedades civilizadas, controla pessoas assim.

Foi assim que os rapazes alegres da KKK, que alegavam estar "apenas expressando suas opiniões" contra negros, a partir do "desejo de deus" foram controlados, e praticamente eliminados.

E será assim com você. Vai aprender a se controlar, a controlar sua raiva e ódio, a força se necessário, em uma sociedade civilizada.

Cognite Tute
bom entendedor disse…
Bom, amiguinho(a) Cognite.

Vejo que você já tá nervoso(a) por ser contrariado e que sua verborragia apenas confirma o que eu já disse. Coisas como:

1) Você se baseia em DOGMAS politicamente corretinhos que lhe foram imputados, e que você aceita sem muito (ou nenhum) questionamento, fazendo basicamente apenas variações sobre o mesmo tema, reafirmações e imposições de sua VERDADE ABSOLUTA pseudo-racional.

2) Apesar de seu comportamento CRÉDULO FANÁTICO e de suas CRENDICES "seculares", o foco do seu ataque é sempre o que você IMAGINA ser o tal "deus imaginário" (Deus dos cristãos, oh horror!) do interlocutor - mesmo quando o interlocutor nem o mencionou ou o usou como referência.

3) Devido ao adestramento já sofrido, você não parece ser capaz de perceber que "argumentos" como "você não é obrigado a abortar, mas não pode impedir os outros de abortar" são tão (in)válidos como "você não é obrigado a matar ou estuprar alguém, mas você não pode impedir os outros de matar ou estuprar".

4) Você confirma que, como eu disse, seu interesse e o de seu bando é o de, valendo-se do aparelhamento dos mecanismos repressores do Estado, CALAR, PUNIR e ELIMINAR toda discordância em relação às suas crenças ateo-gayzistas. Não adianta papinho de que "opinar é diferente de ofender", pois discordar e apontar furos no blablablá homo-ateu é SEMPRE interpretado por esses grupos como "ofensa", "discriminação", "intolerância", ou qualquer frescurite do tipo. E sempre é seguido das mencionadas tentativas de censura, punição e eliminação do discurso contrário.

Mas como agora tenho mais o que fazer e você já deixou mais clara sua posição autoritária e rancorososa, confirmando o que eu já havia dito, vou andando.

Valeu o papo enaquanto durou, tchau.
Cognite Tute disse…
Bom sério?!) entendedor: "Bom, amiguinho(a) Cognite. "

Não sou seu amigo, nem gostaria de ser. Acho que isso foi a coisa mais ofensiva que você disse em todo debate..:-)

Bom (sério?!) entendedor: "Vejo que você já tá nervoso(a) por ser contrariado e que sua verborragia apenas confirma o que eu já disse. "

Nervoso?!..:-) Fala sério..:-) Contrariado?!!? Por você?!?! Kkkkkkkkkkkkk..:-)

Bom (sério?!) entendedor, ninguém leva você à sério, apenas como risco de agressão as pessoas a sua volta. Como "debatedor", é uma piada, apenas mais do mesmo, ódio e bobagens diversas..:-)

Veja seu último texto, não tem nada nele..:-) Um bocado de "ad hominens", um bocado de "mimimi", uma mania de "perseguição" muito ao gosto religioso fundamentalista, e só..:-)

Nada, nenhum argumento, nenhuma frase que se possa sequer discutir, só seu ódio e mimimi sem sentido.

Espero, sinceramente, que o "tchau" seja permanente, precisa dar espaços para outros malucos e crentes diversos, ou pensa que é só você que tem o direito de falar tanta bobagem no blog?..:-)

Fala sério, quanto mais se reza, mais assombração aparece..:-)

Cognite Tute
bom entendedor disse…
O "ad hominem" às vezes tem seu lugar, ainda mais quando o que se critica na pessoa é a própria base do seu discurso.

De qualquer forma, você Cognite, apesar da pose, curte muito "ad hominem", já que tem se dedicado a esse tipo de "argumento" nos seus comentários a mim. Os mais recentes, então...

Mas beleza, fique à vontade. Para esse exercício verbal, companhia não te falta no iluminado meio ateo-gayzista.
bom entendedor disse…
E em matéria de "mimimi", os que vivem se fazendo de vítima de "discriminação, "preconceito", etc pra chorar, mamar e impor suas vontades, são, sem dúvida, os campeões. Parabéns pelo desempenho!
Manoel Machado disse…
Bom entendedor, pelos seus comentários, o único iracudo, virulento e odiento durante todo debate foi apenas você. Seu "mimimi", "nhê, nhê, nhê" são escorregadios e sem base alguma, ninguém aqui te odeia ou quer você morto, preso, ou o escambau, embora você destile veneno até pela axila! Olha, eu to vendo o debate por fora, e você conseguiu ser pior que o Izaque e o Cristão juntos!

O Cognite Tute em nenhum momento tentou te impor uma verdade, apenas relatou a você fatos concretos, que você finge não entender para alimentar seu "odiamento cego"... Você só repetiu termos ateo-gayzistas "mimimi"... gayzistas "bla bla bla"... aff... esse discurso é tão estúpido que cansa!

Agora, falar que ateus são "adestrados" já é desonestidade master suprema! Pra você saber o seu nível de adestramento, você sequer colocou um comentário sobre a corrupção correndo solto dentro da Igreja Universal, e vem aqui dar uma de gostosão por causa duma merda de arco-iris no livro do Dawkins... E você se diz mais "livre"? Ah, fala sério... depois dessa dá até pra acreditar em apocalipse... ¬¬
Paradoxo do pombo enxadrista.

Não se deve jogar xadrez com pombos. Além de não saber jogar, ele caga no tabuleiro, sai voando e quem fica com raiva é você.
Avelino Bego disse…
Já que falas em símbolos, "bom entendedor", você parece ser o símbolo do não-saber, adorador do Argmentum ad ignorantiam.

Porque todo religioso adora simbolismos, mas quando fica doente, corre pro hospital, que é fruto do "materialismo" científico...
Avelino Bego disse…
E vejam que os argumentos do "bom entendedor" são risíveis, não há coerência neles.

Apenas o uso excessivo do Argumentum ad hominem.

Eu diria que o "bom entendedor" usa e abusa do "mimimi divino".... :D
Avelino Bego disse…
O "bom entendedor" não conseguiu refutar uma argumentação, apenas destilou sua homofobia, ignorância.

Mesmo que Richard Dawkins fosse gay, isso invalidaria seu ensinamento científico?

Quer dizer que Alan Turing, brilhante expoente da Ciência da Computação não apresentou contribuição alguma apenas porque era gay?

São essas demonstrações de irracionalidade que o "bom entendedor" que devemos combater.

Pois, enquanto Dawkins ataca a religião como uma incentivadora do não-saber, os religiosos "com o coração cheio de amor de Jesus" atacam aqueles que não acreditam na mesma lenda que eles.
bom entendedor disse…
Putz, os prezados ateus presentes parecem ter sérias dificuldades mesmo, apesar de muita pompa e pose.

Ao contrário dos queridos ateus, não estou priorizando argumentos "ad hominem". Nem "ad viadum", acalmai-vos.

É só ler com um mínimo de honestidade o que já escrevi e constatar que critico ideologias das pessoas, nem tanto as pessoas em si. Se isso causa mágoa pessoal, desculpem.

Sei que a vaidade costumeira do rebanho de Dawkins é um sério empecilho para o entendimento de alguma coisa que esteja fora da caixinha de frases prontas e de firulas pseudo-lógicas ateístas. Paciência.

De qualquer forma, boa sorte.
Cognite Tute disse…
Bom (sério?!) entendedor: "Devido ao adestramento já sofrido, você não parece ser capaz de perceber que "argumentos" como "você não é obrigado a abortar, mas não pode impedir os outros de abortar" são tão (in)válidos como "você não é obrigado a matar ou estuprar alguém, mas você não pode impedir os outros de matar ou estuprar". "

Entendo perfeitamente..:-) Estuprar e matar "alguém" exige um "alguém" que sofra a violência. No aborto temos uma célula, uma mórula, ou um embrião, não "alguém".

O simples "potencial de vir a ser" não basta para dar a algo o status de "ser humano", ou células da pele teriam este status (podem "vir a ser" um ser humano por clonagem).

Uma célula fecundada, um zigoto, pode vir a ser um ser humano, se a gestação não tiver problemas, ou mais de um, ou nenhum. Dois óvulos fecundados, dois zigotos, por exemplo, podem se fundir, mesmo já como mórulas, e formar UM ser humano, com DOIS códigos genéticos distintos.

O único argumento para dar status de ser humano a uma célula ou zigoto seria se um ser imaginário "enfiasse" uma "alma" nele, na concepção. Não há evidências disso.

Um ser humano pleno, que perde a mente, os processos cerebrais, e está em morte cerebral, não é mais um ser humano. Pode ter seus órgãos retirados, o que salvará outras vidas, e pode ser "morto" sem que seja assassinato.

Da mesma forma, antes de ter os processos cerebrais, uma mórula não é um ser humano.

Como pode ver, compreendo muito bem a questão..:-)

O estado deve interferir para proteção de terceiros. Uma mórula não é isso. O sexo entre adultos, consensual, de mesmo sexo não afeta terceiros.

Vai ter de viver com isso..:-)

Cognite Tute
Avelino Bego disse…
"bom entendedor disse...
Putz, os prezados ateus presentes parecem ter sérias dificuldades mesmo, apesar de muita pompa e pose.

Ao contrário dos queridos ateus, não estou priorizando argumentos "ad hominem". Nem "ad viadum", acalmai-vos.

É só ler com um mínimo de honestidade o que já escrevi e constatar que critico ideologias das pessoas, nem tanto as pessoas em si. Se isso causa mágoa pessoal, desculpem.

Sei que a vaidade costumeira do rebanho de Dawkins é um sério empecilho para o entendimento de alguma coisa que esteja fora da caixinha de frases prontas e de firulas pseudo-lógicas ateístas. Paciência.

De qualquer forma, boa sorte."
-------------------------

A falta de argumentação do "bom entendedor" é gritante.

Não há nenhuma coerência em seus argumentos.

O que me faz achar hilário o "argumento" que "usamos firulas pseudo-lógicas ateístas".

O que mostra que o nível de ignorância do "bom entendedor" extrapola a esfera científica.

Como eu disse, mesmo que Dawkins fosse gay, isso não invalida em nada sua propagação do conhecimento científico, mais precisamente da Teoria da Evolução.
Avelino Bego disse…
"bom entendedor", o que a divulgação científica de Dawkins tem de errado?

Consegues responder isso de forma coerente ou vais apelar pra sua habitual falta de coerência?
Cognite Tute disse…
Bom (sério?!) entendedor: "É só ler com um mínimo de honestidade o que já escrevi e constatar que critico ideologias das pessoas, nem tanto as pessoas em si. Se isso causa mágoa pessoal, desculpem. "

Fizemos isso, lemos seus "textos", mas não há nada lá além de "espernamentos"..:-). Não está "criticando ideologias", não está criticando nada, não no sentido de análise.

Criticar exige argumentos, e você não apresentou nenhum, apenas fez acusações e tentou ofensas infantis como chamar Dawkins de "tia"..:-) É um tanto ridículo, na verdade.

Não causa mágoa, mas tristeza de ver que somos da mesma espécie, e a pobreza de suas tentativas de agressão. Triste, muito triste.

Um exemplo claro de sua incapacidade argumentativa:

Bom (sério?!) entendedor: " não consegue tolerar a idéia de uma sociedade onde cristãos ou outras pessoas que discordem dos dogmas politicamente corretos possam opinar publicamente."

Observe que nem aqui, nem em nenhuma mensagem, você menciona qual seriam essas "opiniões" que deseja apresentar publicamente, mas não pode..:-)

Mesmo você sabe que, se sua opinião for pessoal e não ofensiva, pode apresentar quando e como desejar. E sabe que, se for a que realmente gostaria de apresentar, qualquer pessoa veria a mesquinhez, o preconceito, a homofobia, a violência dessas alegações.

Não quer apenas defender que você, pessoalmente, acha errado sexo entre pessoas do mesmo sexo. Quer mesmo é gritar ofensas graves, palavrões, e fazer ameaças a essas pessoas, sem ser punido por isso, ou se responsabilizar pelo que fala.

Vamos, não seja tímido, diga exatamente o que quer "falar em público", mas não pode porque os malvados ateus/gays vão perseguir você..:-)

Vamos, não se preocupe, todos aqui sabemos o que deseja falar, o ódio que o consome, a insanidade de sua crença, fique à vontade..:-)

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
José Geraldo Gouvêa :Paradoxo do pombo enxadrista. Não se deve jogar xadrez com pombos. Além de não saber jogar, ele caga no tabuleiro, sai voando e quem fica com raiva é você.

Eu conhecia outra versão, com final um pouco diferente, mas também bastante aplicavel ao Bom (sério?!) entendedor:

Paradoxo do pombo enxadrista.

Não se deve jogar xadrez com pombos. Eles derrubam as peças, cagam no tabuleiro, e saem voando gritando que venceram a partida.


De toda forma, foi muito bem lembrado..:-)

http://pt.wikipedia.org/wiki/Complexo_do_pombo_enxadrista

Cognite Tute
Israel Chaves disse…
Exemplo da atitude desse "bom entendedor" e seus coleguinhas fanáticos:

http://img853.imageshack.us/img853/3629/eenismo1.jpg

Acho que não é preciso dizer mais nada.
Cognite Tute disse…
Avelino: ""bom entendedor", o que a divulgação científica de Dawkins tem de errado?"

O problema é que ele não sabe, nunca leu nada de divulgação científico, de Dawkins ou de quem seja..:-)

Ele apenas sabe que, esse tipo de informação, leva as pessoas a dúvida, ao questionamento, a abertura do pensamento, etc.

Então, tudo que pode fazer, é chamar um cientista de prestígio de "tia". É o máximo onde ele pode chegar.

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
Kkkkkkkkkkkkkkkkk...:-) Perfeito, Israel, isso explica perfeitamente o "Bom (sério?!) entendedor"..:-)

Este aqui também se aplica perfeitamente ao estilo dele:

http://bulevoador.haaan.com/wp-content/uploads/2011/08/pare600x.png

Cognite Tute
bom entendedor disse…
Cognite, estabelecer a mera atividade cerebral (ou algo parecido) como "definição" do que é humano é apenas uma CONVENÇÃO, apreciada por você e outros.

Preferir esse fator a outros é mais ou menos tão arbitrário como estabelecer qualquer outro momento para se definir o início ou o fim da vida.

Portanto, a honestidade intelectual e democrática implicaria permitir discussões públicas amplas sobre o tema, incluindo as posições religiosas e outras, mesmo que contrárias à sua opinião e a de outros abortistas de carteirinha.

Discussão que abortistas/materialistas autoritários em geral não gostam de admitir nem em seus piores pesadelos. E fazem de tudo para a impedir na sociedade, onde acham que têm o monopólio da fala e da verdade, além do "direito" de proibir a manifestação de quem pensa diferente.
Cognite Tute disse…
Bom (sério?!) entendedor: "Cognite, estabelecer a mera atividade cerebral (ou algo parecido) como "definição" do que é humano é apenas uma CONVENÇÃO, apreciada por você e outros. "

Sim, é. Como tudo o mais, e não há utra forma de ser. Não há uma "definição divina" de ser humano. Seres humanos se forma em um "degrade", não em chave de liga-desliga.

Por garantia colocamos a "linha de corte" bem distante, para até os 3 meses de formação. Poderia ser mais tarde, mas por segurança, 3 meses é seguro.

Mas pode tentar dar uma "definição de ser humano" diferente, uma que "inclua" um zigoto, mas não a célula de sua pele (ou estará assassinando milhares ao cuspir).

Oito, em cada dez fecundações não continua, e o zigoto sai com a próxima menstruação. Se a cada vez um "ser humano" morre, o sistema de seu criador imaginário é um genocídio total.

Bom (sério?!) entendedor: "Portanto, a honestidade intelectual e democrática implicaria permitir discussões públicas amplas sobre o tema, incluindo as posições religiosas e outras, mesmo que contrárias à sua opinião e a de outros abortistas de carteirinha. "

Depois pdoemos fazer um ampla consulta para decidir se a aceleração da gravidade é mesmo de 9,7 m/s2, e outra para decidir se a definição de mamíferos deve ou não incluir as baleias (afinal, a biblia diz que é peixe).

Questões de saúde pública, ciência, direitos, etc, não devem ser uma questão de maioria, ou estar a cargo de "voto". Isso é tolice.

Bom (sério?!) entendedor: "Discussão que abortistas/materialistas autoritários em geral não gostam de admitir nem em seus piores pesadelos. "

Você quer um "plebiscito" aqui, porque acha que, devido a ignorância crassa da população, e a influência daninha das religiões, o resultado seria a seu favor.

Nos países em que plebiscito foi feito, e a população votou a favor, seus iguais, anti-aborto e anti-direitos, tem um discursos bem diferente, alegando que a coisa é "séria demais" para ser objeto de votação, e defendendo uma "análise de especialistas", por acaso especialistas "da igreja".

Desonestidade intelectual, é o seu forte..:-)

Meu pior pesadelo é a volta do tempo em que gente como você tinha poder e determinava a forma de viver de todos os outros. Esse é meu pior pesadelo (e seu sonho, parece), a volta das fogueiras da fé.

Você pode falar, e fala, o que quiser. Só não pode mais impor nada, e é isso que o deixa irritado..:-)

Cognite Tute
Israel Chaves disse…
Concordo com o que o "bom entendedor" disse, só que com algumas alterações que tornam as afirmativas mais condizentes com a realidade. Vejamos:

Cognite, estabelecer a mera atividade cerebral (ou algo parecido) como "definição" do que é humano é apenas uma CONVENÇÃO, apreciada por você e outros.

O mesmo se aplica à sua crença em deus. Portanto, podemos dizer a mesma coisa sobre você.

Preferir esse fator a outros é mais ou menos tão arbitrário como estabelecer qualquer outro momento para se definir o início ou o fim da vida.

Mesma coisa.

Portanto, a honestidade intelectual e democrática implicaria permitir discussões públicas amplas sobre o tema, incluindo as posições religiosas e outras, mesmo que contrárias à sua opinião e a de outros abortistas de carteirinha.

E sabemos que isso não acontece porque não é interessante para as religiões. E de onde o assunto foi parar em aborto? Não é por nada não, mas parece mais uma tentativa desesperada de mudar de assunto.

Discussão que abortistas/materialistas autoritários em geral não gostam de admitir nem em seus piores pesadelos. E fazem de tudo para a impedir na sociedade, onde acham que têm o monopólio da fala e da verdade, além do "direito" de proibir a manifestação de quem pensa diferente.

Desculpa cara, mas isso aí quem faz é a igreja. Você descreveu EXATAMENTE o que a religião faz, muito melhor do que qualquer um de nós conseguiria. Troféu Joinha para você.
bom entendedor disse…
Avelino, não tenho absolutamente nada contra o Dawkins (ou qualquer outro) querer divulgar ciência.

Mas, convenhamos. A especialidade do Dawkins NÃO É ESSA. Ele, mais do que cientista, é um ATEU MILITANTE, como o próprio artigo do Paulo Lopes já diz logo na primeira linha e todos nós sabemos.

Portanto, minha crítica é a essa atividade do Dawkins (ainda mais que ele é desonesto e mentiroso pra caramba).

Quanto à questão homossexual, como já falei, não ligo para o uso que o Dawkins ou qualquer outro porventura faça do próprio rabo.

Questiono o uso político do pretexto da causa gay (amplamente apoiado por Dawkins e fãzocas) para tentar interferir na sociedade, nas cabeças das crianças, na liberdade de religião e de expressão (e também científica), e no próprio senso de realidade dos cidadãos em geral.
Israel Chaves disse…
Epic Fail do "Bom entendedor":

Avelino, não tenho absolutamente nada contra o Dawkins (ou qualquer outro) querer divulgar ciência.

Se não tem, por que tenta inutilmente diminuí-lo chamando-o de tia? Só faltou chamar de bobo e cabeça de mamão.

Mas, convenhamos. A especialidade do Dawkins NÃO É ESSA. Ele, mais do que cientista, é um ATEU MILITANTE, como o próprio artigo do Paulo Lopes já diz logo na primeira linha e todos nós sabemos.

Ele é biólogo. Acho que evolução é exatamente a especialidade dele.
Cognite Tute disse…
Israel: "E de onde o assunto foi parar em aborto?"

Pois é, uma tática de tergiversação, um tipo de falácia de espantalho, é trazer um assunto não relacionado ao debate, e tentar "colar" o argumento nele.

Ele provavelmente achou que, como não tem argumentos para a questão do ateísmo, de divulgação científica, de Dawkins, ou como ligar ateus a gays, iniciar um "desvio" com a polêmica questão do aborto ajudaria.

É parecido com a tática de "comunistas comem criancinhas" muito comum em debates com malucos em geral. Como pode apoiar quem come criancinhas?..:-)

Pena que ele não tenha cumprido a ameaça de ir embora e não voltar, ao dizer tchau..:-) Tem outros malucos na fila para escrever bobagens.

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
Tudo o que temos do entendedor, todas as mensagens, todo mimimi e gritaria, se resume a acusações sem base ou evidências, tentativas de ofender pessoas com base em sexualidade, e chiliques diversos. Nenhum argumento.

Não que seja de se espantar, mas que é cansativo, isso é.

Cognite Tute
bom entendedor disse…
Israel, o Dawkins é biólogo de formação, mas seu estrelato é como militante ateu. É um fato.

Sua fama, fortuna e toda a adoração que seu rebanho lhe devota são em função de seu papel de superstar (canastrão) ateu, falando bobagens que fazem sucesso.
Cognite Tute disse…
Dawkins tem escrito livros de divulgação científica, sobre evolução e biologia, além de estudos e pesquisas na área, há décadas, mais de 50 anos. É um dos cientistas mais premiados por esse trabalho e pela divulgação de ciência.

Pertence, como membro de prestígio, a
the Royal Society e a Royal Society of Literature.

Trabalha no momento para University of California, Berkeley e para a University of Oxford.

Alguns de seus premios:

Zoological Society of London Silver Medal (1989)
Prêmio Michael Faraday (1990)
Kistler Prize (2001)
Kelvin Medal (2002)

Mas o "Bom (sério?!) entendedor" não gosta dele, deve ter seus motivos..:-)

Medo, provavelmente.

Cognite Tute
Israel Chaves disse…
Ele é professor de biologia, não é só um qualquer que pegou o diploma e nunca usou. E não importa o que fez ele ficar famoso, o fato de ele ser um cientista que entende de evolução e capacitado para escrever um livro sobre o assunto não muda, e esse é o assunto aqui, por mais que você queira mudar para homossexualismo, aborto, ou o que mais você desenterrar quando seu desespero crescer ainda mais.
Agora se você acha bobagem falar sobre a realidade, então fique no seu mundinho de cobras falantes e mulheres feitas de costelas e não incomode os outros. Ou, se não consegue se segurar, me apareça com uma prova da mulher-costela e então conversaremos sobre o assunto, do contrário, nada feito.
bom entendedor disse…
O aborto foi citado rapidamente por mim, lá atrás, apenas como exemplo de algo que as pessoas podem ser contra, e não o são necessariamente por questões religiosas ou "preconceito".

Aliás, sobre o seu comentário me respondendo, Israel, dizendo que é a Igreja quem tenta impedir o debate sobre o aborto, lembro que, na prática, o que mais acontece é o contrário. Frequentemente governos arrumam uma "discussão" sobre o tema, mas as autoridades e os militantes abortistas tomam o cuidado de impedir qualquer participação que não seja favorável a seus pontos de vista e interesses pró-aborto.
bom entendedor disse…
Bem, a verdade é que o superstar ateu, mesmo no seu livro de "divulgação científica", não larga de seu ativismo:

"Livros de contos podem levar as crianças a acreditar em superstições anticientíficas e na religião."

(frase do Dawkins no artigo do Paulo Lopes, acima)

Olha o perigo de sempre: Dawkins tem medo de que as crianças tenham religião! Não pode, é "a raíz de todo mal"!

Como de costume, o superstar ateu tá preocupado mesmo é em combater a religião.

O resto é secundário pra ele e seu rebanho.
Cognite Tute disse…
Bom (sério?!) entendedor: " Frequentemente governos arrumam uma "discussão" sobre o tema, mas as autoridades e os militantes abortistas tomam o cuidado de impedir qualquer participação que não seja favorável a seus pontos de vista e interesses pró-aborto."

Prove. Mostre evidências, exemplos. Sem isso, é só uma, mais uma, acusação sem base nem sentido.

Pode por exemplo explicar porque, se os "pró-aborto" tem tanto poder, influência, e são tao bons nessas "conspirações contra os pobres cristãos", nenhuma proposta sobre o aborto, ou relacionada, passa no Congresso, nem este foi permitido até hoje no Brasil?

Quem ou o que impede que isso seja discutido, e aprovado, se é como alega ser?

Em Portugal o plebiscito foi feito, e o aborto aprovado. Como em outros países civilizados, isso tem diminuído, e não aumentado, os índices de aborto.

Está apenas mudando de assunto, tergiversando. Não trás nada de novo, nem nada de pertinente a discussão. Só mais do mesmo.

O aborto deve ser uma decisão pessoal, da mulher. É seu corpo que será usado na gestação, e é ela que deve decidir se continua ou não com ela. E deve ter liberdade de pesar o que achar pertinente nessa decisão.

Ninguém, nem uma mórula, nem um ser humano pleno ou adulto, tem qualquer direito de exigir o corpo alheia para qualquer propósito.

Pode não concordar, mas não obrigar os outros a agirem conforme sua superstição ancestral.

E ainda está devendo uma "definição" de ser humano que inclua um zigoto, mas não uma célula de pele.

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
Bom (sério?!) entendedor: "Olha o perigo de sempre: Dawkins tem medo de que as crianças tenham religião! Não pode, é "a raíz de todo mal"! "

Sim, é perigoso. Adultos que creem em contos de fada em geral são perigosos, para si e para os outros.

Mas é direito de todo adulto acreditar no que desejar, ter a religião que desejar, dar seu dinheiro para o pilantra que desejar.

Mas crianças devem ser protegidas. A religião pode não ser a "raiz de todo mal", mas é a causa de muito mal.

Claro que há melhores e piores, entre o Budismo, quase uma filosofia, e o Islamismo/cristianismo, perigosos e violentos, há um degrade.

Sim, cristianismo, catolicismo. Essa organização acendeu fogueiras e usou pessoas para alimenta-las, e só sossegou quando foi civilizada "a tapa". Ainda hoje tende a proteger pedófilos para a segurança da "santa madre igreja".

São perigosos.

Assista este documentário, Jesus Camp. Se tiver estomago forte, claro (ou se for, como penso, um defensor de coisas desse tipo, nesse caso vai gostar do filme).

http://en.wikipedia.org/wiki/Jesus_Camp

http://www.youtube.com/watch?v=LACyLTsH4ac

Sim, é preciso proteger as crianças, ou crescerão acreditando em duendes, cobras que falam, pessoas que ressuscitam, burros que falam (bem, esses até existem, mas com duas pernas..:-), entre outras coisas.

Cognite Tute
Manoel Machado disse…
Tudo isso porque o "Bom Entendedor" achou ruim um arco-iris na capa... fala sério... ¬¬
Cognite Tute disse…
Manoel Machado: "Tudo isso porque o "Bom Entendedor" achou ruim um arco-iris na capa... fala sério... ¬¬"

Kkkkkkkkkkkkk.. verdade..:-)

Acho que esse negócio de ver gays até debaixo da cama está deixando o cara um tanto paranóico e obsecado..:-)

Um estudo recente mostrou que sob muitos homofóbicos vive um rapaz alegre enrustido, com muito medo de que alguém perceba isso.

Trecho do programa que apresenta este estudo, e explica porque isso ocorre:

http://www.youtube.com/watch?v=Y9UeKYF6sno

Cognite Tute
bom entendedor disse…
Quer exemplos, Cognite?

Durante o governo Lula, o Ministério da Saúde e o das Mulheres realizarem encontros pra se "discutir" o aborto, mas sempre tomando o cuidado de que oponentes à causa não participassem.

Aliás, o PT chegou a punir e expulsar do partido os deputados Henrique Afonso e Luiz Bassuma, precisamente por eles se manifestarem publicamente contra o aborto. Não pode.

Para o PT e comparsas, aborto é "questão de saúde pública", "direito da mulher" e não tem conversa, tem de ser aprovado, pronto, acabou.

O problema é que grande parte da população é contra matar bebês, mesmo que na barriga da mãe, e no Congresso a tramóia fica difícil de ser aprovada.

Mas, cara, quem mais fala de aborto aqui é VOCÊ, não reparou? E sempre repetindo o mesmo blablablá de manual abortista, além dos já comuns chiliquinhos e ataquinhos a minha desprezível pessoa.

Vai gostar de tergiversar, hein!

Tá cansativsa mesmo essa sua lorota.
Israel Chaves disse…
Isso realmente o aterroriza tanto assim? O ensino de fatos acima das lendas?
Por que simplesmente não admite de uma vez que tem medo de um mundo guiado pela razão e não por lendas que o fazem se sentir especial, e que esse é o motivo de sua revolta?
Sem o seu amigo imaginário, você teria que encarar que é só mais um ser vivo entre bilhões de outros e que não vai para o céu quando morrer, e isso o aterroriza. Então prefere se apegar a essas lendas confortáveis do que admitir a realidade, que faria com que toda a sua segurança na mágica divina desmoronasse.
Esse é o objetivo do livro, ensinar que o que importa são os fatos e não aquilo que você quer ouvir.
Evolução é um fato, por mais que você esperneie. Mas enfim... Acho que posso ilustrar você com mais uma imagem:

http://img828.imageshack.us/img828/6636/religionreligionchristi.jpg
Manoel Machado disse…
Ó! O bom entendedor é doido de pedra! Agora são "os outros" que mudam de assunto, como se não desse pra rolar e acompanhar os comentários... :S... Eu heim!
bom entendedor disse…
Israel e demais, não tenho medo nenhum da realidade, muito menos de que ela contradiga alguma das minhas crenças.

Me incomodo é com o terrorismo mental praticado por Dawkins e tantos outros, com a doença autoritária dos que querem eliminar a tão "perigosa" presença da religião na sociedade, como se não houvesse nada mais grave no mundo.

No mais, não me incomodo que os ateus falem, sejam verdades ou besteiras, nem quero calar nenhum de vocês, nem jogar ninguém na fogueira, ao contrário do que uma certa figura comentarista aí não pára de repetir em seus chiliques.

Mas a recíproca NÃO é verdadeira. Grande parte dos militantes ateus e, volto a citar, seus principais amiguinhos ideológicos, os militantes gays, não se cansa de reafirmar a "necessidade" de censurar, perseguir, punir exemplarmente os tão perigosos cristãos (e outros) que ousem falar alguma coisa que a sensibilidade anti-cristã e politicamente correta considere "ofensiva" (o que, na prática, pode ser qualquer coisa).

Espero que, um dia, e que não seja muito tarde, os ateus sensatos percebam que poderão ser vítimas do próprio veneno anti-democrático que têm ajudado a disseminar.

Espero que acordem a tempo, que superem o rancor ideológico e psicótico que lhes tem sido perniciosamente injetado.

Enquanto isso, boa noite a todos.
Manoel Machado disse…
Bom entendedor, nós ateus (ou pelo menos eu) não temos nenhum "rancor ideológico" perante as religiões, na verdade eu considero um traço cultural. O que achamos deveras irritante é que, com a desculpa de liberdade de expressão e liberdade religiosa, se possa negar direito civis à minorias.

Não sei se você compreende, mas o perigoso é que, caso acatado argumentos como o seu dentro de um governo, quem iria acabar "se ferrando de verde e amarelo" mesmo são OS PRÓPRIOS RELIGIOSOS, com esse conceitozinho espúrio de "se somos maioria temos mais direitos". Se for pensar direitinho, as únicas pessoas a ter direitos plenos civis e de se expressar são os heterossexuais cristãos católicos... Pense nisso...

Nenhum gay, ateu militante, minorias religiosas, pessosas que gostam de comer couve com nescau querem cercear o direito de religião. O que queremos que compreendam é que a nossa individualidade DEVE ser respeitada, doa a quem doer. Foi assim com os negros e vai ser assim com outras minorias. O máximo que vocês devem fazer é aceitar... Ninguém é obrigado a ser salvo por deus nenhum, se você se acha salvo, ótimo, dou um sorriso e faço um sinalzinho de jóia pra você e desejo felicidades mil no paraíso.
Cognite Tute disse…
Bom (sério?!) entendedor: "O problema é que grande parte da população é contra matar bebês, mesmo que na barriga da mãe, e no Congresso a tramóia fica difícil de ser aprovada.

Mas, cara, quem mais fala de aborto aqui é VOCÊ, não reparou? E sempre repetindo o mesmo blablablá de manual abortista, além dos já comuns chiliquinhos e ataquinhos a minha desprezível pessoa. "


Há que se ter um minimo de coerência em um debate. Aparentemente, você não sabe disso..:-)

Quem trouxe, como forma de "desviar" o assunto, já que não tinha nenhum argumento real, o aborto ao debate, foi você. Estou apenas desfazendo os enganos que apresenta.

Todos, pró e contra abortos, são contra matar bebês, mesmo dentro do útero. O problema é que um zigoto, ou mórula, não é um bebê, como uma semente não é uma árvore, e um ovo não é uma galinha.

Uma imagem para ajudar a entender..:-)

http://api.ning.com/files/Y48NtLdiBxB3yn8n4xoI6cLRjYW*GSn49i1n*tMnfpkQcorKsHA6GIsUOwXBQZ9KOYTIXu6UqtCye0kOjl0Amg9wjZciU0e6/isso.JPG?width=566&height=473

Não há um manual abortista (a não ser de procedimentos médicos), há argumentos. Estamos esperando sua definição de ser humano que inclua zigotos, mas não células de pele.

Mas como conseguiram isso?!?! Se a Grande Conspiração Mundial De Malvados Ateus e Gays para Matar Bebes No Ventre é tão poderosa, como é possível que o aborto não seja aprovado?!

Sim, é sarcasmo e ironia, porque é o que dá para fazer com tanta bobagem que escreve..:-)

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
Bom (sério?!) entendedor: "exemplarmente os tão perigosos cristãos (e outros) que ousem falar alguma coisa que a sensibilidade anti-cristã e politicamente correta considere "ofensiva" (o que, na prática, pode ser qualquer coisa). "

Ah, agora entendi o que quer dizer..:-) Você afirma que mimimi, mimimi e mimimi mimimi, e ainda que mimimi mimimi e que mimimi mimimi, mas que mimimi mimimi, sendo que mimimi mimimi.

E ainda que mimimi, mimimi e mimimi mimimi, e ainda que mimimi mimimi e que mimimi mimimi, mas que mimimi mimimi, sendo que mimimi mimimi.


Agora ficou bem mais claro..:-) Qualquer coisa que você diga, os malvados ateus e gays vão persegui-lo, e tudo o que você quer é se expressar educadamente:

O Sr, Fulano de tal é um safado pervertido sem vergonha, e seu relacionamento com o Dr Sicrano me tira do sério, é ofensiva a minha pessoa, e alguém deve, educadamente, dar um corretivo nesses senhores viados, para aprenderem, educadamente, a se comportar.

Agora entendi..:-)

Cognite Tute
Luan Cunha disse…
"Bom" Entendedor.

Você soa ser um teísta, provavelmente um cristão (e não me venha com a hipocrisia e dizer que não tem religião mas acredita em deus), portanto, sua presença aqui nesse blog não é debater conosco suas opiniões, e sim vomitar na nossa cara as suas crenças e ideias ridículas, das quais não queremos compartilhar, e numa tentaviva infantil em querer nos intimidar com seus discursos carregados de falácias. Isso se chama desonestidade intelectual, e não gostamos de desonestos travestidos de sabichões.

É lógico que nenhum de nós, ateus e agnósticos, estamos interessados nas suas crenças, portanto, caia fora e vá procurar na sua turminha que acredita em teorias da conspiração.

Obs.: Sim, a Bíblia pra nós é só um livro (histórico, mas sem valor científico para ser encarado como 'verdade absoluta'), a cruz é só duas madeiras cruzadas e igrejas são apenas monumentos. Símbolos e significados delas pouco nos importa. Você é por um acaso um simbologista?
Cognite Tute disse…
Bom (sério?!) entendedor: "No mais, não me incomodo que os ateus falem, sejam verdades ou besteiras, nem quero calar nenhum de vocês, nem jogar ninguém na fogueira,
...
Espero que, um dia, e que não seja muito tarde, os ateus sensatos percebam que poderão ser vítimas do próprio veneno anti-democrático que têm ajudado a disseminar.

Espero que acordem a tempo, que superem o rancor ideológico e psicótico que lhes tem sido perniciosamente injetado. "


Mentira. E é fácil ver que é mentira, uma tentativa de posar de "bom moço", depois que suas mensafens foram refutaas, e todos perceberam seu caráter, basta reler sua primeira mensagem no post, uma agressão sem motivo ou razão, em forma ofensiva e raivosa contra um livro de divulgação científica, por não "gostar" do autor. E por pensar que, a tentativa de ligar ateus a "gays", isso seria ofensivo aos ateus.

Não é. Sabemos que lutamos por liberdade e direitos, e que isso, hoje, se aplica muito a gays, como no passado se aplicava a negros, e a mulheres. O Humanismo foi acusado de ser "negro", "amigo de negros", "coisa de mestiços", etc, quando se posicionou contra a discriminação racial. Humanismo, não ateísmo, que é apenas a constatação de que não existem evidências de existência de seres imaginários divinos.

Sua primeira mensagem desagradável e agressiva:

bom entendedor disse...
Haha, o arco-íris (símbolo usado pela militância gay, a mais furiosa contra os cristãos) está na capa do livreco da Tia Dawkins!

Sintomático. Mostra, mais uma vez, a que ideologia a obra do ateu raivoso serve.
11/09/11 19:51


Sua obsessão com homossexualidade é patética, e ver gays embaixo da cama, e em todo arco-íris, é significativa, deveria procura ajuda..:-)

E sua agressividade religiosa, conservadora, preconceituosa, e ridícula, evidente.

E sua tentativa de denegrir Dawkins, chamando-o de "tia" é até engraçada..:-)

Cognite Tute
Israel Chaves disse…
"Bom entendedor" disse: Israel e demais, não tenho medo nenhum da realidade, muito menos de que ela contradiga alguma das minhas crenças.

Se não tem medo da realidade, porque ataca o livro do artigo e chama a evolução de baboseira? Só porque ela é comprovada e a sua história da mulher feita de costela, não?
Anônimo disse…
Dawkins fala bobagens e o que dizer de um mala chamado Malafaia que os trolls crentes e crentistas deste blog veneram com exultante entusiasmo?
Anônimo disse…
Esse "bom entendedor" é mais um da escola do Joel Carvalho.O cara só pensa em homossexuais,homossexualidade,sexo homo e lubrificantes!
Anônimo disse…
Acho o arco-íris belíssimo, e sou totalmente a favor dos gays. Acho gays a humanidade redimida por Deus, um retorno à indiferenciação. Eu tenho um empregado gay, há muitos anos, um ser humano maravilhoso, honesto, cumpridor dos seus deveres, batalhador, pessoa divina, realmente. Puxa, eu aprendi tanta coisa com ele. Coisas a respeito do amor, da vida, da bondade. As histórias que ele me conta de sua mãe, o amor maternal, feminino mesmo, que ele encarna, e que alguns incompreendem, por aviltarem a efeminação, um certo trejeito que ele deixa escapar...Mas é um HOMEM maravilhoso. E Deus foi tão bom que obtive do Sagrado Coração de Jesus a conversão dele, pois era protestante e agora converteu-se ao catolicismo. Fui depoente nos seus processos de obtenção da cidadania européia, do seu matrimônio com o parceiro estrangeiro, e agora felicito-me de estar participando da adoção. Acho que o arco-íris é a expressão das cores que vemos, mas Deus tem outras cores, que não percebemos. Com elas ele pinta a aquarela das formas que não se encaixam em nossos moldes pré-fabricados. Que importância tem se a Bíblia for substituída por livros científicos? A verdade afastaria de Deus? Meus filhos foram todos educados "noblesse oblige" na doutrina oficial do catolicismo, e por acaso um só é praticante? A resposta é...NÃO. Mas são todos honestos, trabalhadores, engajados no bem comum, na sociedade, isso é o que importa. Os cidadãos do futuro serão pessoas capazes de conviver com a (s ) diferença(s). Por isso os gays são a humanidade do futuro. Se Deus é menina e menino, é a música da baby consuelo, então o homem é masculino e feminino. Logo, Deus sabia PORQUE ao inventar o arco-íris. Deus é DEZ. (mas o meu uísue é DOZE).
Anônimo disse…
errata:Deus é DEZ mas o meu uísque é DOZE.
Anônimo disse…
Aos que estão ou vivem em desassossego atormentativo por conta de ritualidades decorrentes de essencialidades e intimidade da sexualidade alheia recomendaria tratamento.Ademais, viver insistentemente associando ou tentando associar tudo o que pela frente possa se vislumbrar com orientações sexuais distintas entre si é indício de disfunção mental e delírio ou desonestidade racional combidada com desvirtude intelectual frenética.Aqui e em outro post, alguém falou em cristãos ¨perseguidos¨.'Perseguidos'?Não seria melhor dizer perseguidores(como mostra a história) com astúcia e esperteza de fazer crer que são "perseguidos"?Dawkins foi muito feliz em fazer uso do maravilhoso símbçlo da causa gay:O arco-íris!!.
Anônimo disse…
Errata:símbolo da causa gay:O arco-íris!!.
Israel Chaves disse…
Mais uma vez, acho ainda não ficou bem claro que os arco-íris já existiam muito antes da causa gay e que já eram associados aos contos de fadas.
Do que o livro se trata mesmo?
bom entendedor disse…
Resumo da argumentação "lógica" de alguns ateus e adoradores da causa gay aí:

"Nós, militantes ateus e adoradores da causa gay, podemos fazer mimimi à vontade (é o que fazemos de melhor). Mas sempre acusaremos você de apenas fazer mimimi, seu crente ignorante malvado."

"Nós, militantes ateus e adoradores da causa gay (e abortista), podemos desviar o assunto à vontade e escrever longos comentários sobre um tema que você apenas citou rapidamente. Mas acusaremos você de estar tergiversando e tentando criar monstros inexistentes, seu monstro intolerante que diz coisas que nós não gostamos."

"Nós, militantes ateus e adoradores da causa gay, podemos atacar você da forma que quisermos (inclusive, xingando, mentindo e acusando você de ter falado coisas que você não falou). Mas você não pode falar nada que nos contrarie, pois nos sentimos ofendidos e faremos de tudo para te calar, seu monstro ignorante e intolerante."

E por aí vai.
Israel Chaves disse…
Cara, você notou que está reclamando de quem muda o assunto, sendo que foi você quem fez isso em todos os seus posts?
Para começo de conversa, a matéria é sobre um livro que ensina sobre evolução. E aí você meteu causa gay e aborto no meio. Não tem algo de muito errado, não?
Saia do armário de uma vez, essa sua paranóia é doentia.
Cognite Tute disse…
Acho que esta é a falácia que melhor define o "Bom (sério?!) entendedor:

Falácia da falsa proclamação de vitória

A falácia da falsa proclamação de vitória, segundo Arthur Schopenhauer é o uso de respostas tolas por parte do adversário aproveitando-se de sua timidez ou ingenuidade, tentando passar a falsa certeza de ter-se vencido o debate.

Pode também ser executada na forma de castigar o oponente com muitas perguntas e, mesmo sem obter respostas favoráveis, ou mesmo mínimas respostas, proclamar-se o reconhecimento da tese apresentada.

É também chamada fallacia non causae ut causae (tratar como prova o que não é prova).


Praticamente todas as mensagens do "entendedor" apresentam algo desta falácia, além de famoso pombo enxadrista..:-)

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
Além é claro, de enorme quantidade de mimimi sem argumentos ou algo que preste..:-)

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
Dois links que talvez possam ajudar o "Bom (sério?!) entendedor" a não passar tanto vexame, nem escrever tantas falácias (eu disse talvez, embora ache improvável, ele se orgulha de sua ignorância..:-):

Como evitar falácias
http://www.pucrs.br/gpt/falacias.php

Guia de falácias
http://criticanarede.com/falacias.htm

Na verdade este último link deveria ser leitura obrigatório, de todos os artigos, para o "Bom (sério?!) entendedor", nos ajudaria bastante..:-)

Cognite Tute

PS: Os textos e links não são especificamente para o "entendedor", até porque ele não vai mesmo ler, mas é bom para todo mundo, e muito interessante.
Headbanger Ateu disse…
Realidade... os religiosos a amam.
Avelino Bego disse…
Mas esse "bom entendedor" ainda está aqui?

Ainda demonstrando sua lógica de crianças de 11 anos?
Avelino Bego disse…
O livro trata de ensinamento científico e esse acéfalo ainda nesse papo de "gay"?

Parece aquelas brigas de 5º série.
Anônimo disse…
Avelino,isso,que o '"bom entendedor"' faz, é recorrente da parte dos crentes.Eles sempre desqualificam o tema proposto pelo articulista para tentar descaracterizar e desmerecer as opiniões dos oponentes inclusive fazendo uso de variadas falácias.É uma tática bastante utilizada por eles.
Avelino Bego disse…
"Anônimo disse...
Avelino,isso,que o '"bom entendedor"' faz, é recorrente da parte dos crentes.Eles sempre desqualificam o tema proposto pelo articulista para tentar descaracterizar e desmerecer as opiniões dos oponentes inclusive fazendo uso de variadas falácias.É uma tática bastante utilizada por eles."
----------------------------------------------

Ele em momento algum argumentou contra a divulgação científica.

Talvez nem possa, por falta de conhecimento.
Jorgge Dawkins disse…
Atendo-nos especificamente ao Brasil , nosso legado cultural religioso é bem diversificado pois alem do cristianismo temos varias outros cultos a entidades sobrenaturais ate ae nao haveria problema nenhum mas as "crendices" que sao repassadas de pai para filho sao: resumindo. Muito Estupida e hipocrita pois alem de nada explicar castra as crianças em suas busca, cometem um verdadeiro "aborto" intelectual inibindo o jovem de raciocinar. ( jorgge dawkins)
greendog disse…
eu tenho 17 anos e vou comprar esse livro para o meu primo de 9, nem a mãe dele nem meus pais nem o resto da família fariam isso por conta própria, mas sabe como é né, primos existem, irmãos, amigos...
Alex Silva disse…
Salvas do que? Pessoal parece que está sempre fugindo de algo... SE SALVAR DO QUE?
Jorgge Dawkins disse…
Oque forma futuros Ateus e Agnósticos nao sao livros nem pessoas e sim questionamentos.
Jorgge Dawkins disse…
meu jesus de onde o senhor tirou isso de simbolo gay?? que cabecinha poluída voce tem, és cristao por acaso?? lembra o nome do livro do Dr. Dawkins?? A MAGIA DA REALIDADE nao é?? entao, o ARCO-ÍRIS representa a magia do duende indo pegar pote de ouro no fim do arco-iris.. Liberte-se amigo, ainda há tempo.
Jorgge Dawkins disse…
Viajou legal amiga Elisa, o Dr. Dawkins nao refere-se a esse tipo de "conto" infantil que vc deu do trovao, nos Ateus nao acreditamos em seres com divindades, magicas de pa~es ou vinhos nem em virgens dando a luz menos ainda em mares se abrindo ou arbusto em chamas falando para nós inclusive seu deus faz parte dos demais mitologicos. Com todo respeito a sua pessoa mas nenhum respeito pela fé.
Jorgge Dawkins disse…
querer usar lógica com téístas é o mesmo que medicar cadaver.
Jorgge Dawkins disse…
quero acreditar pela logica , evidencias, razao, ciencias só isso. :)
francisco.sc disse…
Ah, ateus do fã-clube da Tia Dawkins, relaxem, pois a Bíblia também é apenas um monte de tinta impressa numas folhas de papel. Não se desesperem, portanto, nem entrem em pânico ao verem crucifixos em locais públicos: são apenas pedaços de paus, pedra, gesso!

Exatamente. E vcs ficam falando que o bom entendedor só fala besteira.
francisco.sc disse…
Em tempo: palavras do bom entendedor, não minhas.

Ah, ateus do fã-clube da Tia Dawkins, relaxem, pois a Bíblia também é apenas um monte de tinta impressa numas folhas de papel. Não se desesperem, portanto, nem entrem em pânico ao verem crucifixos em locais públicos: são apenas pedaços de paus, pedra, gesso!
Steve disse…
se é assim, usemos um pouco de lógica...

P- arco íris é simbolo gay
P- segundo a giBiblia, Deus criou o arco íris
C- Deus é gay

uheuaeuaheuhaeuhauehuaheuaheuauehauheuahe
Deus é um ser da mesma natureza dos deuses, semideuses, divindades, fetiches, xamãs, toténs, etc, etc, e todos são criações humanas. Todos os salvadores, messias, profetas e pregadores são os precursores dos atuais exploradores de nossa credulidade. Ainda assim, afastar de nossas mentes o Deus herdado desde o colo da mãe é uma tarefa quase impossível.
Salvo de que? Lembre-se de que as religiões são apenas superstições mais elaboradas. Mais elaboradas porque ao longo de sua formação seus criadores foram incorporando seus rituais, suas narrativas, primeiro orais, depois escritas, forjaram seus livros, sua doutrina, teologia, sua literatura, etc. As crenças foram perpetuadas através da doutrinação, repetição, usos, costumes e tradições.
Os livros sagrados de todos os credos são coleções de fábulas, mitologias, lendas e fragmentos de culturas antigas. A prova de que esses livros são mitologias está em seu próprio conteúdo fabulesco. Eram narrativas sujeitas àquela regra: quem conta um conto lhe acrescenta um ponto. Além das supressões, adições, reinterpretações e recriações que esses textos foram recebendo. Não houve nenhuma revelação.
Deus é um ser da mesma natureza dos deuses, semideuses, divindades, fetiches, xamãs, toténs, etc, etc, e todos são criações humanas. Todos os salvadores, messias, profetas e pregadores são os precursores dos atuais exploradores de nossa credulidade. Ainda assim, afastar de nossas mentes o Deus herdado desde o colo da mãe é uma tarefa quase impossível.
Será mesmo que a fábula bíblica é uma boa literatura para crianças? Na Bíblia está por exemplo todo tipo de atrocidades, genocídios, crueldades, escravidão, perseguição, intolerância, matança, incesto, etc. E as mensagens para o bem não vêm de qualquer Deus, são narrativas orais e depois escritas, sujeitas àquela regra: quem conta um conto lhe acrescenta um ponto. Ao longo de milênios tudo foi sendo reciclado, expurgado, reinterpretado, recriado.
Jamais deveríamos atacar um religioso, mas apenas sua religião, da mesma forma que devemos fustigar sempre qualquer ideologia. Não se deve ofender aos religiosos, como não se deve menosprezar qualquer pessoa. Ademais, todos nós ateus já fomos religiosos, pois todos recebemos um Deus desde o colo da mãe, que perpassa nossa infância, adolescência, idade adulta e só depois alguns de nós conseguem se desvencilhar do Mito. (Assis Utsch in www.divinamagia.com.br)
Senhor bom entendedor [?],
O aborto é um dogma religioso, embora deva ser encarado também como uma questão humanística. De qualquer maneira o Estado, enquanto entidade laica, não deveria encampar a versão religiosa.
Será que nosso vizinho Uruguai, ao aprovar recentemente uma lei que regulamenta o aborto do feto de até doze semanas está dando uma prova de ser mais civilizado do que nós?
Assis Utsch ( www.divinamamgia.com.br )
Anônimo disse…
"se é assim, usemos um pouco de lógica...

P- arco íris é simbolo gay
P- segundo a giBiblia, Deus criou o arco íris
C- Deus é gay

uheuaeuaheuhaeuhauehuaheuaheuauehauheuahe"

Faz sentido, hahahaha...
Anônimo disse…
Ah, teistas do fã-clube da Tia deus,relaxem,a gibiblia e so um monte de merda impressa em folhas de papel higienico