'Psicóloga cristã' afirma ser vítima da militância ateísta

Lobo nega ter criado uma 
anticiência, a 'psicologia cristã'
Marisa Lobo (foto), evangélica que diz ser “psicóloga cristã”, afirmou em um vídeo que sofre perseguição da militância ateísta e política do CFP (Conselho Federal de Psicologia).

“É um preconceito religioso porque eu ousei bater de frente com o conselho”, disse. “Eu questionei o kit gay e várias atitudes do conselho que são pura militância política e ateísta.”

O CRP (Conselho Regional de Psicologia) do Paraná deu um prazo para que Lobo retirasse  de seus sites e blogs a associação entre psicologia e cristianismo, e ela se recusou com o argumento de que a Constituição lhe garante professar a sua fé. Reafirmou que não faz pregação religiosa dentro do seu consultório, tanto que não há nenhuma denúncia de paciente contra ela.

No vídeo, postado em seu blog e reproduzido no site do pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, Lobo disse que tinha acabado de ser informada de que o CRP, alegando "coisas absurdas", instaurou um processo ético contra ela.

Lobo negou que tenha criado uma “anticiência” e disse que só usa a expressão “psicologia cristã” em seus endereços na internet porque a acha “bonitinha” e não imaginava que o conselho fosse agir contra.

Ela admitiu retirar a expressão "psicologia cristã" de seus sites, desde que o Conselho Federal de Psicologia acabe com as menções na internet à “psicologia espírita”.

Ela acusou o conselho de parcialidade porque tem permitido as regressões espíritas feitas nos consultórios — uma prática que já dura 30 anos, disse. No Twitter, ela escreveu: "Associação Brasileira da Psicologia Espírita. http://t.co/Al3MDGBG PODE? Psicologia Cristã NÃO?"
“Eu não vou retirar nada [dos sites] que fale de Deus”, afirmou no vídeo, deixando claro que, se o seu registro profissional for ameaçado de cassação, ela recorrerá à Justiça.

“Eu não sou fanática, sou uma pessoa que ama Deus e que acredita que Ele existe”, disse. “Eu desafio uma pessoa a dizer cem por cento que Deus não existe. Nem ateu diz que Deus não existe porque tem medo porque, na hora da morte, quero ver para aonde você vai”.

"Eu não vou retirar nada que fale de Deus"








‘Psicóloga cristã’ afirma amar gay, mas prefere ‘filho machinho’.
fevereiro de 2012


Comentários

Anônimo disse…
Marisa, eu digo 100% que deus não existe!
Na hora da morte meu corpo vai pra onde decidirem enterrar/cremar.
Anônimo disse…
concordo ctg!!
Nomad disse…
Deus não existe.

Olha a teoria dela indo por água abaixo... rs

[]´s

LHDias
Anônimo disse…
Perturbada fanática fico constrangido com uma coisa dessas e ainda mais defender esta doutrina maldita que é o cristianismo que só contamina a humanidade e faz com que pessoas vivam num mundo de fantasias delírios e medo. O cristianismo prega a desvalorização do homem onde ele é um ser que já nasce maldito porque um certo casal adão e eva o teria desobedecido e o deixado muito nervoso. Como que uma pessoa em perfeito juízo pode acreditar nesta mensagem? A verdade é que não podem quem acredita nesta mensagem acredita cegamente sem bases científicas ou históricas.

Esta histeria religiosa não é exclusividade do cristianismo em todas religiões do planeta tem esta histeria com sacrifícios transes possessões etc.

Freud explica

E depois dizem que o deus é grande vai Entender.
Alonso Therion disse…
Eu voltarei para o planeta, e me tornarei um só com ele, servindo de seu alimento.
Cherry disse…
Ela tem sérios problemas? É antiética? Profissional despreparada? Pregou inúmeros preconceitos usando de sua profissão para tentar dar crédito às abobrinhas que disse e agora vem se fazendo de vítima porque o CFP viu que o que ela estava fazendo era errado? Sim ou com certeza?
Bruno Nigro disse…
Não vai retirar nada?! Então aproveita pra virar pastora e esqueça o exercício da Psicologia, Marisão. Aproveita e se candidata na chapa do Marco Feliciano.
Anônimo disse…
"Teria desobedecido o Deus Do Céu"* e o deixado muito nervoso. O cara deus seria tão noiado que teria criado um universo com centenas de bilhões de galáxias cada uma com centena de bilhões de estrelas e planetas mais fica enchendo o saco dos humanos só porque seu casalzinho barroso o teria deixado nervosinho porque teria comido do fruto que ele mesmo teria colocado no jardim já sabendo de antemão que eles iria desobedece-lo . A idade mental pra acreditar nestas coisas deve ser no mínimo máximo anos.
Bruno Nigro disse…
Marisa, sorte sua que deus não existe. Pois, se existisse, teria vergonha de alguém que usa o nome dele dessa forma suja como você e tantos outros 'homens de deus' fazem.

Sorte sua, Marisa. Sorte sua.
Anônimo disse…
Mundo acorda não podemos mais sermos humilhados e desvalorizados por esta mensagem erronea de nos seres humanos não podemos mais deixar com que crianças sejam contaminadas com esta mensagem que elas não cresçam neste mundo doentio e esquizofrenico que precisam comer de um homem sacrificado a um deus para não irem para o inferno que elas não aprendam que são sujas e pecadoras e que devem ficar pedindo perdão a uma suposta divindade.

Esta mensagem deixa as pessoas esquizofrenicas doentes delirantes que religião seja coisa para adulto e somente dentro das suas igrejas.

O que a religião diz a respeito de nos seres humanos é mentira é deplorável.
WillPapp disse…
“Eu não sou fanática, sou uma pessoa que ama Deus e que acredita que Ele existe”, disse. “Eu desafio uma pessoa a dizer cem por cento que Deus não existe. Nem ateu diz que Deus não existe porque tem medo porque, na hora da morte, quero ver para aonde você vai”.
-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+-+
Um ateu, ou pelo menos, a maioria de nós, não afirma que Deus não existe por uma questão de honestidade. Para aquele que afirma cabe o ônus da prova. Provar a inexistência de Deus é impossível, assim como, provar a Sua existência. Quando falamos em prova somos remetidos à Ciência, mais precisamente ao Método Científico. Uma vez que, não se pode testar Deus, aliás, nem sequer se pode observá-lo, Ele e tudo o que possui o caráter de “divino” estão fora do escopo da Ciência. Além disso, Deus, enquanto hipótese, pode existir, pois, afinal, TUDO pode existir. Mas, atenção: poder existir não significa existir de fato. Por tudo isso, afirmar que Deus não existe é uma desonestidade e, a desonestidade não é nossa característica. Quem faz afirmações sem provas não somos nós, os ateus. Quem tem certeza absoluta daquilo que diz, sem ter prova alguma, não somos nós, os ateus.
Anônimo disse…
*10 anos*
Pedro Bó disse…
Marisa,

Sei que vc sempre vem dar uma espiadinha nesse blog, então, pra vc ficar feliz;

Seu deuzinho de m**** não existe !! E, se existisse, seria um pscopata, infatil e assassino.

Feliz ??
Anônimo disse…
Pobre de espírito.
Anônimo disse…
"Perturbada fanática fico constrangido com uma coisa dessas e ainda mais defender esta doutrina maldita que é o cristianismo que só contamina a humanidade e faz com que pessoas vivam num mundo de fantasias delírios e medo. O cristianismo prega blá,blá,blá..."

Quem é o perturbado aqui?
Anônimo disse…
Lave a sua boca antes de falar de Deus. Já se olhou no espelho?
Anônimo disse…
Uma coisa que tem que prestar atenção: ela se formou numa universidade.

Como anda a educação dos profissionais que sai esse tipo de coisa de dentro de uma faculdade?

Uma coisa eu concordo com ela, tanto como os evangélicos, os espiritas vem se adentrando em espaços universitários e propondo "tratamentos" em diversas coisas. Se nao me engano li faz algum tempo atrás que em alguma faculdade de SP tinham grupos espíritas.

Acho que esta na hora de começar a barrar esse tipo de coisa dos centros de estudo, sejam eles quais forem. Ja escutei pessoas argumentar que espiritismo é ciência porque tem em universidades. Esse tipo de coisa confunde o povo e é usado para atrelar religião a pseudociências.
Anônimo disse…
E se fosse verdade o que a religião diz de nos , o que não é verdade , a culpa ainda não seria nossa e sim da incapacidade do deus que mesmo onisciente não conseguiu ter as rédeas da sua criação se tivesse algum culpado seria o próprio deus.
Anônimo disse…
O que o Will Papp disse é perfeito, deus foge do campo da física, e portanto é impossível provar sua existência ou inexistência, assim como o Monstro do Espaguete Voador, Unicórnio Cor de Rosa ou o Dragão que eu juro que vive na minha garagem, mas só eu posso vê-lo. Ass: Winston Smith
Anônimo disse…
Um pecador miserável, querendo ditar normas, ve se te enxerga.
Anônimo disse…
Prova o contrário crentelho vai lá beber tua cota de sangue. Se bem que sangue de morto e podre frio e coagulado. Boa degustação pra você. Lembre disso
Anônimo disse…
Anônimo 11:34

*Esta mensagem deixa as pessoas doentias e esquizofrenicas*

Pronto serviu direitinho pra você o que eu escrevi
Henry disse…
agora que o "bicho pegou" ela esta com medo... vai perder a registro de psicologa e agora diz que tudo foi um mal entendido...

mas o mal entendido dela foi fazer afirmações jocosas contra pessoas que não professam a mesma "fé" dela...

"psicologa cristã"? pois bem, espero que perca o registro de psicologia... não tem como ser racional e IRRACIONAL ao mesmo tempo... não sei quais sãos as matérias de psicologia na faculdade, mas aposto que ela fez de uma maneira tão absurda e nas costas dos outros para conseguir aprovação...

pois bem, espero que perca o registro de psicologia...
Anônimo disse…
Ateus... tragédia dos últimos dias, ainda bem que o tempo deles se esgotará rapidamente.

"Todos os dias o ímpio é atormentado, e se reserva, para o tirano, um certo número de anos. Jó 15:20
Pois ainda um pouco, e o ímpio não existirá; olharás para o seu lugar, e não aparecerá. Salmos 37:10"

Se convertam e sua sorte pode ser mudada.
Anônimo disse…
AnônimoMar 28, 2012 11:32 AM:

"Lave a sua boca antes de falar de Deus."

Não pode blasfemar contra Deus certo?
Pois bem:
Deus é um cuzão;
Deus é um bosta;
Deus está morto;
Deus não presta;
Deus é um otário;
Deus é descartável;
Deus é inútil;

Esperando Deus me matar em 3... 2... 1...
Anônimo disse…
Os ímpios serão lançados no inferno, e todas as nações que se esquecem de Deus. Salmos 9:17
Anônimo disse…
Kakaka quer ver uma lista de ateus impios? Mais este é um zé ruela do deus mesmo. Oh que medinho das ameaças do deus esquizofrenico assassino matador. Aqui neste blog mesmo já foi colocado lista de muitos ateus impios kakakaka vai se tratar o deus do céu gangrenou teu cérebro
Nomad disse…
WillPapp,
Discordo um pouco de você nessa visão. Podemos citar, nesses casos todos os deuses de antigas religiões que hoje não são mais professadas. O que os distingue dos deuses das religiões mais atuais? O simples fato das pessoas ainda possuírem fé nos deuses atuais, para mim, não é fato considerável para aumentar a possibilidade de deus além dos 0%.

Na verdade estou numa linha tênue entre o ateísmo agnóstico e o ateísmo pleno. As vezes até penso como você, que acha melhor um ateísmo agnóstico, porém a falta da mínima evidência me faz colocar os deuses (todos) no mesmo pé de igualdade com qualquer ser mítico.

[]´s

LHDias
Anônimo disse…
Exato WillPap, os religiosos alegam a existência de Deus, portanto eles devem provar sua existência, e não o contrário [provarmos (ateus/agnósticos) sua inexistência]. Porém debater com religiosos, a maioria, sobre este tópico, é dar murro em ponta de faca.

Acho que essa frase resumi muita coisa:

Não tenhas certeza absoluta de nada. - Bertrand Russell
Anônimo disse…
Alô oriente médio . Alô japão alô china. Alô mais de 5 bilhões de seres humanos o deus nervosão dos cristãos vai jogar todo mundo no inferno kakakaka. Alô doutou drauzio varella quantas vidas você já deve ter salto mais você é ateu então é impio e impio vai tudo pro inferno.

Não cristão é = impio = inferno

O Deus sem vergonha você e um bundão mesmo que deuzinho podre de merd* é este viu .HUA KAKAKA
Anônimo disse…
*Esta mensagem deixa as pessoas doentias e esquizofrenicas*

Bem veja que eu só falei a verdade pois é exatamente isto que o cristianismo faz com as pessoas deixa eles doentias perturbadas esquizofrenicas.
Anônimo disse…
"Estudou"? Qual a merda de faculdade que vc fez Marisa Lobo??? A questão do conselho nao intervir sobre quem pratica regressao é simples: nunca vi um "psicologo" dessa área pregando e ferindo a dignidade humana como vc faz. Você deveria ter VERGONHA de usar o nome de uma ciência pra justificar as merdas que fala! Sou ateu e afirmo: deus nao existe, pelo menos esse seu deus cristão estúpido e idiota que pune e vinga. Quem irá se surpreender com a morte vai ser vc, que, no mínimo, vai virar pó, mas que se houver a possibilidade da consciencia sobreviver a morte física, daria tudo pra ver a sua cara de merda ao ver que tudo aquilo que sempre acreditou nao se passaram de fantasias.
Anônimo disse…
Caraca, da sua boca só sai excremento cara. Tampe as narinas.
Anônimo disse…
Eu tenho certeza que deus não existe. Agora acreditar que ele existe e que vive escondido é outra história.
Anônimo disse…
Bém disse Jesus. "Não de perolas a porcos."
Anônimo disse…
.

"Ela acusou o conselho de parcialidade porque tem permitido as regressões espíritas feitas nos consultórios — uma prática que já dura 30 anos, disse"

Nunca ouvi hablar disso.

Claro, se soubesse de uma coisa dessas, seria tão contra como sou no caso de pregação evangélica na psicologia.

Mas considerando o péssimo hábito dos crentes em mentir e se fazerem de coitadinhos quando encurralados, não me estranharia se isso não passasse de história inventada.

Mas dando uma colher de chá, penso que talvez ela esteja se referindo as tais "regressões a vidas passadas", que não passa de uma picaretice de marca maior e não tem, a priori, qualquer ligação formal com o espiritismo.

Att.,

Espancador de Pastores

.
Anônimo disse…
Eu desafio uma pessoa a dizer cem por cento que Deus não existe. Nem ateu diz que Deus não existe porque tem medo porque, na hora da morte, quero ver para aonde você vai”.

De fato, não podemos ter certeza absoluta de sua inexistência, pois como cansamos de repetir, não há como provar a inexistência de algo. Percentualmente falando, ao meu ver, a chance Dele:
.existir = 0,1%;
.não existir = 99,99%.

Se, de fato, Ele existir, quem disse que eu o seguiria?
Hail Satan, Hahahahahaha...

Portanto religiosos parem do nos perturbar com tentativas inúteis de conversão, usar a bíblia não vai ajudar [isso para os papagaios da bíblia, que são muitos aqui no blog], mas apenas piorar.
Abbadon disse…
Ela é uma fanatica, sim.

É so ver o vocabulario que ela utiliza de forma constante, diaria, repetitiva, no twitter dela.

E sim, desafio aceito:

Esse "deus" nao existe. Pronto. Nao existe.

E ha pesquisas dizendo que os crentes, principalmente os mais religiosos, sao os que mais gritam na hora da morte.

Ela precisa é de uma dose de vida real.
Anônimo disse…
Baphomet já esta morto o Deus já se vingou de você? Kakakaka eu sei que quando ele ficava nervoso ele soltava fumaça pelo nariz e tinha o estranho hábito de sentir o cheiro de animais queimado.
Anônimo disse…
... Opa! Estou vivo ainda. Acabei de provar que Deus não se importa com um pouquinho de blasfêmia. Portanto relaxa aí seu AnônimoMar 28, 2012 12:09 PM, pois Deus não faz nada, nunca fez e nunca irá fazer.
Anônimo disse…
.

Cadê o Filho de Abraão para ser humilhado novamente?

Att.,

Espancador de Pastores

.
Anônimo disse…
Continua na miséria.
Anônimo disse…
Ainda bem que ele não disse pra não assar os porquinhos a pururuca kakaka Pérola acho que ninguém tem dinheiro pra fazer este mimo para os animais HUA KAKAKA
Anônimo disse…
Continua a miséria.
Anônimo disse…
isso é falta de pi-k
Anônimo disse…
doida de pedra
Anônimo disse…
Olhem esse vídeo, a partir de 2:20 até 5:46. Nesse vídeo vc vê claramente a pregação dela, e o preconceito contra ateus.
http://www.youtube.com/watch?v=ihCvN4Rq4Ms
Anônimo disse…
Uma pessoa não pode ser psicóloga (ou psiquiatra)e cristã sem ser, pela ordem e simultaneamente, idiota e hipócrita!
WillPapp disse…
Nomad LHDias

Entendo.

Eu prefiro não radicalizar. Mas eu gosto de dizer o seguinte. Mesmo se a hipótese Deus for verdadeira, for real e sendo ela incognoscível, inalcançável, imperceptível,então, obviamente, na prática, é como se não existisse.

Se não podemos entender, alcançar e peeceber Deus é como se Ele não existisse. Repito. Se Ele existe e ninguém, de fato, o percebe, é como se Ele não existisse.
Nomad disse…
WillPapp

Eu prefiro não o manter como hipótese. Por pura falta de evidências mesmo. Mas entendo a sua posição em relação a impossibilidade absoluta da prova da inexistência.

Interessante notar que uma das poucas coisas que me fazem ficar nessa linha entre o ateísmo agnóstico e o Pleno é leve aversão que tenho da idéia de religião. Para mim, o ateísmo pleno tende à idéia religiosa pelo "acreditar", no caso, na não existência (eu disse "tende", antes que alguém me ameace por falar que ateísmo é religião - coisa que, alias, não acredito). Não sei se fui muito claro, mas vamos continuando com a discussão. rs. Acho que isso foi um dos motivos por sempre falar que não creio na existência e não que creio na inexistência de deuses.

[]´s

LHDias
Anônimo disse…
“Eu não sou fanática, sou uma pessoa que ama Deus e que acredita que Ele existe”, disse. “Eu desafio uma pessoa a dizer cem por cento que Deus não existe. Nem ateu diz que Deus não existe porque tem medo porque, na hora da morte, quero ver para aonde você vai”.

Olhe o inversão do ônus...
Anônimo disse…
Era não é fanática sei ¬¬
Anônimo disse…
So uma coisa, se não pode a psicologia crista, entao, essa psicologia espirita e essa estoria de regressão também deveriam ser proibidas pelo conselho de psicologia.
Anônimo disse…
Ela não é fanática, sei ¬¬
Anônimo disse…
O tanto de blasfemia q ja fiz ...é bom brincar,zuar algo q nao existe !!! hehehe
Tem uma cruz de 3 metros perto da minha casa,muito bonita, pintada e vernizada...VIREI ELA DE PONTA CABEÇA !!! HEHEHEHEHE (vai ser uma igreja no local)

Imagino na hora q os religiosos viram ela assim...devem ter ficado loucooooossss de raiva...

Deveria ter tirado umas fotos,mais tava de madrugada...tensooo....hehe
AlyneS2 disse…
Agora ela é a vitima? rsrsrsrs^^
Ainda bem que DEUS NÃO EXISTE se não ele teria vergonha dela. Como comentaram. Esse amor que ela tem por Deus é o que a deixa fanática><
Luan Cunha disse…
Essa autovitimazão que alguns crentes fanáticos fazem de propósito faz meu sangue ferver. E ela ainda é petulante, se achando a intocável, a vagabunda.

Mas ela vai se ferrar bonito, e vou rir muito disso. Aí quero ver o deus dela acudir ela.
Anônimo disse…
É uma medócre que só quer aparecer.
Anônimo disse…
*medíocre*
Avelino Bego disse…
Ela tá fazendo o esquema certinho...

Diz que sempre está sendo perseguida...
Anônimo disse…
Engraçado que nessas citações sempre tem essa ideia de vida eterna... o pior é que nunca vi, crente ou não, viver pra sempre. Canseira...
Anônimo disse…
Fernandinho-papagaio não desiste...
Anônimo disse…
Essa salafrária o que tem de fanática tem de esperta... ta tentando conseguir se fazer de mártir cristã, daqui a pouco ta fundando corrente teológica dissidente da psicologia e igrejas.
Jefferson disse…
Você não é 100%, já que é covarde e escreve no anônimo, seja coerente e se identifique, ateu tolo e coverde!
Jefferson disse…
#covarde!
Anônimo disse…
O pior não é o fato da psicóloga se dizer cristã, é ser ignorante e desqualificada academicamente, a ponto de declarar um absurdo inconciliável entre termos - pois não existe psicologia cristã-; criando na consciência coletiva bastante vítima do obscurantismo das religiões, exatamente o que os pastores mais querem: a transferência das neuroses e demais transtornos mentais, para "problemas espirituais, solucionados pela fé". Deve ser prontamente interditada para o exercício da profissão e aguardar a cassação licenciada, e sob a orientação de submeter-se à terapia, como é exigido de todos nós que fazemos psicologia clínica. Uma virtuose do engodo dessas, posando de profeta, de pastora, de messiânica redentora; quanto mal não pode disseminar e já o propagou...Pior ainda, se não for detida, o fará! O Conselho deve cassá-la, como ao impostor Malafaia; servindo essa correção exemplar , como advertência aos charlatães e aventureiros; que usam o nome"psicologia" para todo e qualquer superficial exercício do senso comum e proverbial conhecimento humano em sua vivência de aconselhamento...É moda no Brasil, qualquer padre ou pastor ou apresentador de televisão, figuras da mídia e celebridades de um dia; fornecerem "conselhos", transmitirem experiências e lições vividas em forma de "sabedoria" ou filosofia...É muito fácil dar uma de escritor de auto-ajuda e prometer o paraíso mágico através do "bom pensamento"...Tal como essa profissional espúria em sua conduta pública claramente delirante, faz com uma mentirosa e anticientifica "cura" para inexistente doença, que nem possui sequer uma propria etiologia! Na verdade o melhor lugar para essa senhora não é a cadeia nem o hospício, mas o ostracismo, e o impedimento definitivo de exercer de modo indigno e criminoso; uma profissão que só o bem tem feito à sociedade.
Regis disse…
Que coisa de doido. Freud amaria observar o caso de dona Marisa Lobo. Uma psicologa cujo argumento para crença em seu Deus é que "ninguém pode afirmar 100% não existir Deus, pois tem medo da hora da morte".

Hum... Uma psicologa... E aparentemente com muito medo da morte.
Uma psicologa que não consegue se analisar e compreender que se apega a figura divina por não saber trabalhar a própria condição mortal.
Como ela poderia então trabalhar a aflição relacionada a morte de outros? Deus será seu recurso técnico novamente?
Parece-me que a psicologa tem uma deficiência em interpretar fatos relacionados a sua profissão.
Um psicologo precisa ser uma pessoa atenta aos detalhes, capaz de despojar-se do preconceito, resumindo uma pessoa madura o suficiente para entender o papel de sua profissão.
Talvez seus colegas deviam lhe sugerir buscar uma ajuda profissional de boa qualidade, alguém que lhe ajude a superar suas inseguranças e vir a caminhar sem precisar de muletas.
Sim, ela precisa de um bom psicologo e de um bom professor de psicologia.
Anônimo disse…
Eu acredito que existam seres espirituais, deuses, e outros seres "divinos". Também concordo com o agnosticismo, a existência ou não de "seres divinos" foge ao campo científico.
Mas o que eu vejo nas religiões em geral e nos evangélicos em particular, é que eles não acreditam em um deus, mas em um super homem. Na verdade esse super homem é o seu super ego. Aquilo que esse deus diz ser errado, é aquilo que a pessoa acha ser errado. Mas dizer que é deus quem condena, legitima o que ela diz. Não é ela quem diz, mas o próprio criador e senhor do universo.
Esse deus não passa de um homem super dotado de poderes. Ele se zanga, se ira, julga, condena, sente ciúmes, sente amor. Há várias descrições na Bíblia que falam de deus tendo emoções, como um texto onde se diz que ele deplorou ter feito o homem (se arrependeu), outro onde diz que deus descançou no sábado (ele estava cansado?). Características totalmente humanas.
Hoje eu estudo Psicologia e fico inconformado de ver esse tipo de atitude. Toda profissão tem maus profissionais, mas quando se trata de uma profissão que já sofre enorme preconceito, cada vez que um profissional faz alguma asneira, isso só serve para piorar a nossa imagem diante do público.
Na minha classe há muitos evangélicos. Vejo neles uma grande deficiência de pensamento científico. Eles parecem ignorar que Psicologia é uma ciência e deixam suas idéias se sobrepor aos conceitos básicos da Psicologia.
No e-mail da classe, um e-mail que deveria ser usado apenas para assuntos acadêmicos, choviam e-mails com mensagens evangélicas e correntes.
Fico preocupado com a qualidade dos profissionais que vão sair da faculdade para o mercado de trabalho. Assim que eu me formar, vou ter mais tempo disponível, então vou me engajar em trabalho voluntário. Gostaria de montar um grupo de estudo para divulgar a ciência. o país precisa muito disso.

Escrevi como anônimo porque estou no trabalho (horário de refeição), e não posso fazer logon no computador da empresa.

Valdo.
Anônimo disse…
Regis.

Não penso que o caso dela seja de necessidade de terapia. Me parece um caso de ética mesmo. Ou falta dela.

Valdo.
Anônimo disse…
Ela fala da regressão... Bem, realmente isso existe. Usa-se a hipnose e se faz uma regressão até o nascimento ou regressão a vidas passadas.
A Psicologia não endossa o método e ele costuma ser utilizado mais por filósofos e psicanalistas. E isso em um contexto onde o próprio paciente busca esse tipo de terapia.
Se um psicólogo trata um paciente evangélico, não vejo problema em usar a própria crença do paciente a fim de desenvolver mecanismos que auxiliem na terapia. Afinal a religião é uma instituição muito influente na vida de milhares de pessoas. Mas usar a Psicologia para endossar idéias religiosas como ela tem feito?
Pra mim é pura falta de ética e, ela confirma isso quando se faz de vítima, se dizendo perseguida.

Valdo.
Daniel disse…
Nossa, fico constrangido de ler isso. Então ele não conhece nenhum ateu que diga "100%" que Deus não existe? Hehehehe! Então ela NÃO CONHECE ateus! Ponto final. : )

E outra, Espiritismo não é religião. É uma doutrina filosófica que foi concebida na França a partir de métodos científicos. Pesquisem sobre as mesas giratórias da França do século XVIII, Allan Kardec e verão do que falo.
Agislânia disse…
Então eu, como ateia, desafio essa psicóloga (e todo religioso que se disponibilizar) a provar a INEXISTÊNCIA de fadas, duendes, saci, sereias, deuses do Olimpo, vampiros, lobisomens, etc... e quando isso acontecer eu usarei o mesmo método CIENTÍFICO, REAL E INCONTESTÁVEL para provar a inexistência do deus cristão. E aí topam?!
Não se prova a inexistência de um ser, ele só se torna real quando sua EXISTÊNCIA é provada. A mente humana é capaz de criar infinitos seres fantásticos; ta aí a literatura sobre os seres citados acima para provar. O que traz um ser fantasioso para o mundo real é a esquizofrenia e eu acredito que foi exatamente isso que deu início às religiões; pessoas esquizofrênicas (ou no mínimo com uma mente muito criativa) criaram mitos que nas mãos de poderosos sem escrúpulos e/ou com necessidade de controlar as massas os tornaram reais... o medo fez o resto do trabalho. Infelizmente a humanidade ainda não evoluiu ao ponto de "perder o medo do escuro" - muita gente demora a perder os medos de infância e outros tantos nunca os perdem.
Eu demorei, mas amadureci.
Anônimo disse…
A Resistência de grande número de pessoas em aderir ao "Movimento Ateísta" vem do fato de este estar atrelado a um "Movimento Gay". Este é o motivo pelo qual pessoas como Marisa Lobo vencem; este é o motivo pelo qual os evangélicos se juntam cada vez mais à volta de pastores corruptos e padres pedófilos. As pessoas preferem estar associadas a "movimentos" que rejeitam gays, mesmo que sejam totalmente hipócritas, como os padres.
Anônimo disse…
O "Movimento Ateísta" não vinga nem vai vingar porque todas as vezes que alguém diz "sou ateu", o povo entende "sou gay". Para o povo, ateu = gay. E não adianta alguém vir e dizer "sou ateu e não sou gay", porque isso soa, ao povo, como "ainda não sou gay, mas tenho vontade". Mas, tem aqueles que se acham espertos e podem dizer "sou ateu, não sou gay e não tenho vontade de ser gay", ao que povo responde "me diga com quem andas e eu te direi o que tu és".
Felipe... disse…
Ueh agora se faz de vitima?

antes tava desafiando os ateus, agora ta dizendo que sofre preconceito?

e tu tambem acha bonitinho querer curar gays né?
Nomad disse…
"E outra, Espiritismo não é religião. É uma doutrina filosófica que foi concebida na França a partir de métodos científicos. Pesquisem sobre as mesas giratórias da França do século XVIII, Allan Kardec e verão do que falo."

Bem, dizer que espiritismo não é religião já é errado, mas falar que o espiritismo vem de métodos científicos é forçar muito a barra... rs

[]´s

LHDias
Anônimo disse…
E psicologia ainda nao é ciência, poderia ser considerada protociência.

Principalmente a psicoanalise...
Renato disse…
Concordo! Deus eh um trouxa. E jefferson vai mamar um prego, trollzinho boçal
Anônimo disse…
Os crente pira no deus cuzao
WillPapp disse…
AnônimoMar 29, 2012 02:02 AM

Nada a ver isso que você disse.
Fabiano disse…
Daniel, você sabe que Michael Faraday desbancou as mesas giratórias, não? É só pesquisar sobre isso.
Bruno Nigro disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno Nigro disse…
Ao 'Anônimo Mar 28, 2012 11:32 AM'

Eu me olho no espelho todos os dias. Além disso, boto minha cara e meu nome em TODOS os meus comentários. Aqui e em qualquer lugar na internet. E você? Tá devendo o dízimo é por isso que se esconde no anônimo?! Advinhe quem é o covarde aqui...
Bruno Nigro disse…
Ela agora, malandramente, voltou a carga para a 'psicologia espírita'. Em um exercício infantil de 'se eles podem, pq eu coitadinha não posso?'. Mais curioso ainda é que no espiritismo fala-se do meus deus que os cristãos falam. Assim como Cristo é usado como o exemplo máximo de amor e bondade para com o próximo.

Quer dizer, ao mesmo tempo, ela diz que é perseguida por ser cristã, mas persegue outros que também acreditam no mesmo deus e cristo da religão dela, só que com outro rótulo e um 'bônus' de replay da vida, chamado reencarnação...rsrs

Marisa Lobo, quando começa o teu Stand Up Comedy, hein?! Vai vender mais que meia ungida do Valdomiro.
Rafael disse…
PAREM DE BLASFEMAR CONTRA DEUS, SEUS ATEUS IMUNDOS!

OU PENSAM QUE PODEM ATACAR DEUS SÓ PORQUE ELE NÃO EXISTE E É UM CUZÃO?

(pronto, defendi deus)
Rafael disse…
KKK. Olha, sou gay e ateu, e posso dizer: SOU EXCEÇÃO. A maioria dos gays que eu conheço acreditam em Deus. Aliás, só tenho um amigo gay que é ateu. Os outros surtam se eu criticar deus.
Anônimo disse…
Seria interessante vasculhar se algum paciente dela tem alguma reclamação a fazer, pois até agora só se ouviu a versão dela própria, e eu não acho isso muito confiável... Ass: Winston Smith
Luan Cunha disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Roberto disse…
E você se acha muito dos esperto apenas colocando nome e sem linkagem nenhuma, não é, Jefferson? Acho que covarde e hipócrita aqui é outro...
Roberto disse…
Tenho quase certeza que a maioria dos clientes dela devam ser religiosos do naipe cristão/evangélico. Pois, se for de outra religião, é logicamente que não vão procurá-la ainda mais pelos exemplos que ela postou, seja ateu, seja agnóstico, seja as outras... geralmente fazemos uma pesquisa antes para saber se a tal profissional é competente e não como um exemplo dela, pregativinha com palavras 'humildes'. Profissional que exerce o que aprendeu, não fica com essa coisa de religiosidade... mas se quiser, crie um outro apenas para isso.
Anônimo disse…
E Roberto você deve mamar outras coisa bem roliças, já que ateus adoram esses artefatos eretos e duros.
A.Porto disse…
Confrontar o gayzismo é muito perigoso hoje em dia.
Querem mandar em tudo.
Mas fico imaginado os que deixam o homossexualismo, porque não poderiam procurar ajuda profissional?
Anônimo disse…
Cara... vc pode decidir antes de morrer pra onde o seu corpo vai!! haUhaUhAUhaUaHUu
Anônimo disse…
Engraçado como as pessoas pregam tanta coisa em nome de um Deus que os próprios pregadores não respeitam, e ainda incitam antiéticos. Engraçado também é como essas religiões de hoje, que nascem como crianças de periferia(aos montes), gostam de espalhar seu "marketing" por tudo quanto é lugar. NÃO EXISTE PSICOLOGIA CRISTÃ. Nunca existirá, pq segundo os próprios preceitos do cristianismo, todos os problemas são resolvidos com e em Deus. Tão logo, não existe psicologia que seja aceita por tal coisa. Lógica. O nome disso é propaganda. Se querem se aproveitar de um título/ciência/profissão pra fazer propaganda, que façam de "profissões" como ladrão, vândalo, déspotas, estelionatário, pois isso sim, combina perfeitamente.
Anônimo disse…
interessante essa briga sera que existe ou não.. por que em vez de estarem preocupados em melhorar a convivencia dos nossos semelhantes pessoas estão se atacando com palavras de baixo escalão se ofendendo e não se lembram de que se realmente não existisse nao averia um comentario sobre ele.realmente concordo com o comentario de que estão preocupados em se aproveitar de um título/ciência/profissão pra fazer propaganda, que façam de "profissões" como ladrão, vândalo, déspotas, estelionatário, pois isso sim, combina perfeitamente..com essa falta de respeito com DEUS.
Luan Cunha disse…
Como os crentes burros gostam de inventar palavras novas: gayzismo, cristãofobia, ateucracia, ... eles tem a imaginação de uma criança de 3 anos.

É, estou falando de você, Porto, seu completo e absoluto imbecil ignorante!
Anônimo disse…
A questão de existir uma "psicologia espírita" eu nem fazia idéia, se a psicologia quer usar os dogmas e superstições para tratar pessoas a minha confiança na psicologia se torna ainda menor. Por outro lado se a associação com o espiritismo é admitida, já existe um precedente para ela fazer a associação que fez, e puni-la é errado.em todo caso ela adicionou o termo apenas para gerar polêmica, que é aliás uma das estratégias do Senhor Malafaia...
Anônimo disse…
Pessoas uma coisa a ser considerada para quem fala com deus diga para ele/ela PARAR de mandar mais gente para a Terra, em 2005 segundo a ONU mais de dois milhões de pessoas morram de fome a cada dia, imagina agora em 2012 q tem mais gente DD: não é legal ver gente morrendo de fome deus dê o q vc prometeu se vc existir é só isso q eu te peço.
Anônimo disse…
Querem mandar em tudo ?? isso é coisa para o machismo :) é o termo correto é homossexualiDADE, acreditava- se q a homossexualidade se tratava de uma doença então constataram q ñ é uma doença mudando o termo.
Anônimo disse…
Estes termos são usados por homofobicos.,eles precisam atacar os homossexuais de qualquer maneira se não podem fisicamente eles tentam fazer verbalmente depreciando as pessoas que eles julgam ser melhores.
Anônimo disse…
Psicologia é ciência sim. Vcs cristãos nao entendem nada sobre o método científico. A ciência positivista nao é a verdade absoluta. Suas criticas fizeram nascer o conhecimento psicanalítico, pautado na observaçäo clínica e como objeto de estudo o ics. Por volta do fim do sec XIX a psicologia se consolidou como ciência, na abordagem comportamental.
Jungen Werther disse…
"Nem ateu diz que Deus não existe..."

Mas isso é o que mais dizemos!
Jungen Werther disse…
"PAREM DE BLASFEMAR CONTRA DEUS, SEUS ATEUS IMUNDOS!

OU PENSAM QUE PODEM ATACAR DEUS SÓ PORQUE ELE NÃO EXISTE E É UM CUZÃO?

(pronto, defendi deus)

Leia mais em http://www.paulopes.com.br/2012/03/psicologa-crista-afirma-ser-vitima-da.html#ixzz1qY4VFhYp
Reprodução deste texto só poderá ser feita com o crédito e link da origem. "

Ri muito! :D
Jungen Werther disse…
""Lave a sua boca antes de falar de Deus."

Não pode blasfemar contra Deus certo?
Pois bem:
Deus é um cuzão;
Deus é um bosta;
Deus está morto;
Deus não presta;
Deus é um otário;
Deus é descartável;
Deus é inútil;

Esperando Deus me matar em 3... 2... 1..."

Este Bafomet é hilário. Estou pensando até em me tornar um templário só para adorá-lo! (Rimou!)
Michelle disse…
>> "“Eu desafio uma pessoa a dizer cem por cento que Deus não existe. Nem ateu diz que Deus não existe porque tem medo porque, na hora da morte, quero ver para aonde você vai”."

Inversão do ônus da prova e apelo ao "não há ateus nas trincheiras". Não há nada de novo no front evangélico.

Essa "psicóloga" faz cagada e ainda por cima se faz de vítima perseguida pelo Conselho de Psicologia "malvado".

Pelas atitudes dessa madame, está mais do que na cara que ela exerce a profissão errada. Vai ser pastora, caramba!
Michelle disse…
>> "Lave a sua boca antes de falar de Deus."

Vou aproveitar que está trovejando e dando raios na cidade onde moro e vou falar uma coisinha e se deus existe e se sentir ofendido ele tem 1 minuto pra me matar eletrocutada:

Vamos lá: se deus existe, ele não passa de uma entidade birrenta, mimada, invejosa, egocêntrica, sociopata, ignorante, intolerante, violenta, assassina, homofóbica, machista, megalomaníaca, mesquinha e hipócrita.
Michelle disse…
1 minuto depois:

É....ainda estou aqui, com atividade cerebral, respirando normalmente e com batimentos cardíacos estáveis...vivinha da silva. lol
André disse…
Ai,ai... sou teísta,mas as vezes o nível intelectual dos crentes me desanima,essa psicologa é uma,da onde ela tirou que ateus não negam a existência de Deus 100%,essa é justamente a definição de um ateu.É cada uma.
SATANÁS disse…
mulherzinha estúpida e boçal!! é melhor ela deixar a psicologia de lado e abrir uma igreja e depois ir pra puta que pariu!!!!
Anônimo disse…
Independente de sua crença, VC ESTÁ ERRADA E NÃO TEM O DIREITO DE USÁ-LA em detrimento do que vc acha certo, ensinamentos e PRECONCEITO religioso pode deve permanecer nos grupo e igrejas, bem longe das profissões e do congresso...não há abaixo assinado que irá conseguir alterar a LEI.
Anônimo disse…
ISSO INDEPENDE DE SUA CRENÇA SENHORITA, VIVEMOS NUM PAÍS MULTIÉTNICO, COM UMA VASTA GAMA CULTURAL E RELIGIOSA, COM LIBERDADE DE ESCOLHA SEXUAL E DE EXPRESSÃO. COMO VC PENSA QUE TEM O DIREITO DE IR CONTRA A LEI? PENSE E REFLITA PORQUE VAI CONTRA AS ATITUDES DE UMA PESSOA INTELIGENTE COMO VC SE ROTULOU, SER FORMADA EM NÍVEL SUPERIOR NÃO A TORNA INTELIGENTE LEMBRE-SE DISSO...APENAS ENVERGONHA O CONSELHO DE PSICOLOGIA... PRA TER SE FORMADO DEVE TER LIDO UM MÍNIMO DE SOCIOLOGIA NÃO É? MAS NÃO COLOCA EM PRÁTICA? O.O
Anônimo disse…
1) Se o CRP instaurou processo ético, é porque alguém denunciou - o CRP não 'persegue' ninguém;
2) A "psicologia espírita" está sujeita às mesmas sanções que a "psicologia cristã"; se alguém pratica, o Sistema-Conselhos consideraria picaretagem também.
Gisele
Izaque Bastos disse…
é a pura verdade,se o Brasil cair nas maos de ateus e gays, estamos lascado, em nome do tal estado laico, vai minar toda a liberdade que temos, conquistada com o sangue de muitos que acreditavam em Deus.ateus e gays sao revoltados demais, querem que nós os amamos, mas queremm nos fechar a boca, nos colocar uma mordaça a qualqer custo.se esse país passar a ser governado por ateus, será proibido todo tipo de culto livre, só valerá o que o estado autorizar, os sermoes, serao em favor de um estado ateista.assim como foi na URSS.Já fico imaginando as pessoas sendo açoitadas para negar Deus, mortas e julgadas só porque falou o nome de Deus. a militancia ateista e ayzista da medo.
Michelle disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Michelle disse…
Izaque,

Não pira no caviar, meu bem.

Vc já vive em um estado laico, seu desinformado. O fato de vc ter o direito garantido pela Constituição de acreditar no deus imaginário de sua escolha e de exercer essa fé é prova disso.

A única ameaça ao estado laico é a bancada evangélica que quer monopolizar o governo, baseando políticas públicas e a legislação brasileira nos dogmas dessa religião e cercear a liberdade individual dos cidadãos brasileiros de viverem do jeito que quiserem e de acreditarem ou não acreditarem no que quiser, alegando "perseguição religiosa".

Me responde uma coisa: Eu escolhi ser atéia, escolhi não ter religião alguma e escolhi não viver minha vida de acordo com os dogmas de nenhuma religião e exerço o meu direito de não estar interessada em ouvir pregações religiosas. Onde está a perseguição religiosa nisso? Eu - só pelo fato de ser atéia - estou proibindo algum religioso de ir na igreja e orar para o deus de sua escolha? Claro que não. Eu tô cagando e andando para a crença que eles escolheram seguir, contanto que não venham na porta da minha casa - sem minha autorização - e me obrigar a ouvir a palavra de deus ou de qualquer outra divindade mitológica.

A única coisa que peço: mantenha a sua fé para vc. Se algum de nós estiver interessado um dia em converter à sua religião, essa pessoa irá na sua igreja por livre e espontânea vontade e não por livre e espontânea obrigação/pressão de algum cristão.

Não misture sua religião com assuntos do governo. Se for assim, nada mais justo que o governo acabar com a isenção de impostos das igrejas.

Não force os dogmas de sua religião nas outras pessoas. Cada um vive como quer. Se vc não gosta da forma que vivemos, dane-se...guarde essa desaprovação para vc (afinal ninguém aqui vai mudar a forma como vive só pq vc desaprova por motivos puramente religiosos).

Quer ser ignorante, ok; vc está no seu direito de agir como um ignorante. Mas não tente empurrar essa ignorância pra cima da gente.

Vc pode ser contra o direito dos homossexuais, ateus, etc...direito seu tb. Mas não tente barrar as pessoas de terem seus direitos reconhecidos pelo estado e pela lei(que não têm nada a ver com religiões) só pq elas são de uma orientação sexual que vc é contra e pq elas não acreditam no seu deus de faz-de-conta.
Anônimo disse…
Ah cara, vc ´só pode ser um troll ou um esquizofrênico, não é possível que alguem possa falar t5anta asneira junta por metro quadrado!
Vai trollar no site da IURD, ô desperdício de espaço.
Anônimo disse…
Registrem esse momento histórico, um teísta não-psicopata comentou no blog!
Parabéns pela sobriedade.
Anônimo disse…
Poxa, adoraria que você me adorasse, minha popularidade está em baixa ultimamente, fiéis são sempre bem vindos.
paulo de tarso disse…
nao existe só pra seu pequenino grupinho de ateus.
paulo de tarso disse…
é baphomet quer tirar a glória de deus,pra trazer popularidade pra voce mesmo nao é. agora sei seu objetivo é projeçao pessoal,mesmo assim voce nao tem popularidade.
paulo de tarso disse…
blá blá blá michelle o mesmo repertório de sempre.
paulo de tarso disse…
satanás tua hora ta chegando jesus vai te pegar.
Anônimo disse…
Assinem o abaixo-assinado contra esta mulher:
http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N22882
Anônimo disse…
Pois é Paulinho, seu deus aqui no Brasil criou um monopólio de fiéis e sobrou poucos para as outras divindades, como eu, por isso qualquer um é bem vindo no meu fã clube. Ao menos não sou egoísta, igual ao seu deus, que rouba todos os fiéis por base no medo.
Michelle disse…
Paulo de Tarso

Diz a pessoa cujo sobrenome é hipocrisia, né projetinho de troll.

Não sou que vem aqui neste blog só pra trollar e falar as mesmas baboseiras religiosas que nós ateus já estamos carecas de ouvir.

Paulo, vai arranjar uma trouxa de roupa bem grande pra lavar e passar...vc está com muuuuuuiiiiitoooooo tempo ocioso nas suas mãos. E sabe o que eles dizem: mente e mãos desocupadas, oficina do diabo (no caso oficina do seu deus que é pior do que o diabo, hehehe)
Michelle disse…
Ai, que meda!!
Ninguém vai dormir à noite por causa dessa ameacinha de araque...hehehehe
Michelle disse…
Paulo de Tarso,

Sua hora tb tá chegando pq Loki pode te pegar qdo vc menos esperar...lol
Anônimo disse…
A


Psicóloga esta coberta de razão e deve ir à justiça lutar pelo seu direito, se ela pretende se auto-intitular CRISTÃ e agregar esta definição ao de psicóloga, não há nenhuma mal, já que não afirma que é a PSICOLOGIA que é cristã,mas sim a PSICÓLOGA.

Na verdade o Conselho Federal de Psicologia esta até a borda infiltrado e aparelhado por uma corja de ateus e homossexuais. Vejam por exemplo a recente decisão do conselho de PROIBIR tratamento profissional para clientes que desejam deixar a homossexualidade, ora o sujeito nasce homem com pênis etc..., pode dispôr de tratamento profissional se quiser se entender como mulher,o que de fato não é, ou como homossexual assumido, ou mesmo como transsexual, enfim mesmo sendo homem o CFP, apoia o tratamento, MAS se o sujeito quer tratamento para ser aquilo que de fato e biológicamente já é, então o CFP, irá cassar o diploma do Psicólogo que o tratar, conclusão o CFP é um antro de idiotas e esquizofrênicos homossexuais!

O que esta por trás do escânda-lo, é a tentativa do CFP, que deveria ser chamado Conselho Homossexual de Psicologia, de trazer a discussão o tema homossexualismo como distúrbio de comportamento, que sempre foi, mas retirado do index por pressão do lobby gay euro-americano.

marcilio leão
Anônimo disse…
Para Luam Cunha

Não vou inventar nenhuma palavra ou designação prá você, eu sou um dos tais "burros", mas, ao contrário de você, estou atento ao que o o sistema conselhos de psicologia vem fazendo de estupidez: há poucas décadas atrás, homossexualismo era doença - distúrbio de comportamento, saiu do index de doenças por pressão do lobby homossexual, não por causa de estudo fundamentado empirica ou teoricamente, ou sequer tese de argumentação prevalente, puro lobby! mas, em todo caso, não se pode ENGESAR A ciência, ela deve ser livre e aberta para novos tratamentos e abordagens, sejam estas para CURAR homossexuais ou para apoia-los, como hoje parece ser a tendência dos conselhos de psicologia.

Contudo,para não deixar de opinar neste grupo de pessoas tão instruídas, sapientes e doutoradas no assunto: "cristianismo e conselhos de psicologia ", não há como evitar o chavão : vai estudar energúmeno flatulento!
taí uma palavra que você não conhece, procura o Aurélio, que você tambem não conhece e tenta ler, coisa que você tambem não sabe!

marcílio leão
Michelle disse…
Marcílio Leão,

Acho que é vc que tá precisando de dar uma lida no dicionário, afinal a palavra "engesar" não existe.

O correto seria "engessar" e mesmo assim o significado dessa palavra seria "cobrir de gesso", o que não tem nada a ver com "engesar" a ciência (seja lá o que vc quis dizer com isso).
Michelle disse…
marcilio leão,

Ao contrário do que vc disse - a decisão da APA (American Psychological Association), a OMS e os Conselhos de Psicologia de retirarem a homossexualidade do rol de distúrbios psicológicos não foi tirada de debaixo do braço ou por "lobby dos gays". Essa decisão envolveu pesquisas e estudos sérios no qual se chegou à conclusão de que a homossexualidade é apenas uma entre tantas facetas da sexualidade não apenas humana como tb de várias outras espécies de animais:

1 - "Is homosexuality a mental disorder? (http://www.apa.org/topics/sexuality/orientation.aspx#)

No, lesbian, gay, and bisexual orientations are not disorders. Research has found no inherent association between any of these sexual orientations and psychopathology. Both heterosexual behavior and homosexual behavior are normal aspects of human sexuality. Both have been documented in many different cultures and historical eras. Despite the persistence of stereotypes that portray lesbian, gay, and bisexual people as disturbed, several decades of research and clinical experience have led all mainstream medical and mental health organizations in this country to conclude that these orientations represent normal forms of human experience. Lesbian, gay, and bisexual relationships are normal forms of human bonding. Therefore, these mainstream organizations long ago abandoned classifications of homosexuality as a mental disorder."

Tradução: A homossexualidade é um transtorno mental?

"Não, lésbicas, orientações homossexuais e bissexuais não são doenças. O estudo não encontrou nenhuma associação inerente entre qualquer uma destas orientações sexuais e psicopatologia. Tanto o comportamento heterossexual e comportamento homossexual são aspectos normais da sexualidade humana. Ambos foram documentados em muitas culturas diferentes e épocas históricas. Apesar da persistência de estereótipos que retratam lésbicas, gays, bissexuais e como perturbado, de várias décadas de pesquisa e experiência clínica levaram todas as principais organizações médicas e de saúde mental no país a concluir que estas orientações representam formas normais da experiência humana. Lésbicas, as relações homossexuais e bissexuais são formas normais de vínculo humano. Portanto, essas organizações mainstream há muito tempo abandonado classificação da homossexualidade como um transtorno mental."
Michelle disse…
marcilio leão,

2 - "What about therapy intended to change sexual orientation from gay to straight? (http://www.apa.org/topics/sexuality/orientation.aspx#)

All major national mental health organizations have officially expressed concerns about therapies promoted to modify sexual orientation. To date, there has been no scientifically adequate research to show that therapy aimed at changing sexual orientation (sometimes called reparative or conversion therapy) is safe or effective. Furthermore, it seems likely that the promotion of change therapies reinforces stereotypes and contributes to a negative climate for lesbian, gay, and bisexual persons. This appears to be especially likely for lesbian, gay, and bisexual individuals who grow up in more conservative religious settings.

Helpful responses of a therapist treating an individual who is troubled about her or his samesex attractions include helping that person actively cope with social prejudices against homosexuality, successfully resolve issues associated with and resulting from internal conflicts, and actively lead a happy and satisfying life. Mental health professional organizations call on their members to respect a person's (client's) right to selfdetermination; be sensitive to the client's race, culture, ethnicity, age, gender, gender identity, sexual orientation, religion, socioeconomic status, language, and disability status when working with that client; and eliminate biases based on these factors."

Tradução: E sobre a terapia destina-se a mudar a orientação sexual de homossexual para heterossexual?

Todas as grandes organizações nacionais de saúde mental oficialmente expressaram preocupações sobre terapias promovidos para modificar a orientação sexual. Até à data, não houve pesquisa cientificamente adequada para mostrar que a terapia que visa mudar a orientação sexual (algumas vezes chamado de reparação ou terapia de conversão) é seguro ou eficaz. Além disso, parece provável que a promoção de terapias mudança reforça estereótipos e contribui para um clima negativo para lésbicas, gays e bissexuais. Este parece ser especialmente provável para lésbicas, gays indivíduos, e bissexuais que crescem em configurações mais conservadoras religiosas.

Respostas úteis de um terapeuta tratar um indivíduo que está preocupado com ela ou atrações com o mesmo sexo incluem ajudar a pessoa a lidar ativamente com os preconceitos sociais contra a homossexualidade, resolver com êxito problemas associados e resultantes de conflitos internos, e ativamente levar uma vida feliz e satisfatória. Organizações de saúde mental profissionais chamam os seus membros a respeitar uma pessoa (cliente) direito à autodeterminação; ser sensível ao cliente raça, cultura, etnia, idade, sexo, identidade de gênero, orientação sexual, religião, situação socioeconômica, da linguagem e da deficiência quando se trabalha com esse cliente; e eliminação de preconceitos com base nesses fatores.
Michelle disse…
marcilio leão,

Vamos ver o que diz a Resolução CFP N° 001/99 de 22 de Março de 1999: (http://pol.org.br/legislacao/pdf/resolucao1999_1.pdf)

O Conselho Federal de Psicologia, no uso de suas atribuições legais e regimentais,
- considerandoque o psicólogo é um profissional da saúde;
- considerando que na prática profissional, independentemente da área em que esteja atuando, o psicólogo é freqüentemente interpelado por questões ligadas à sexualidade.
- considerando que a forma como cada um vive sua sexualidade faz parte da identidade do sujeito, a qual deve ser compreendida na sua totalidade;
- considerando que a homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio e nem perversão;
- considerando que há, na sociedade, uma inquietação em torno de práticas sexuais desviantes da norma estabelecida sócio-culturalmente;
- considerando que a Psicologia pode e deve contribuir com seu conhecimento para o esclarecimento sobre as questões da sexualidade, permitindo a superação de preconceitos e discriminações;

Resolve:

Art. 1° - Os psicólogos atuarão segundo os princípios éticos da profissão notadamente aqueles que disciplinam a não discriminação e a promoção e bem-estar das pessoas e da humanidade.

Art. 2° - Os psicólogos deverão contribuir, com seu conhecimento, para uma reflexão sobre o preconceito e o desaparecimento de discriminações e estigmatizações contra aqueles que apresentam comportamentos ou práticas homoeróticas.

Art. 3° - os psicólogos não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas, nem adotarão ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados.

Parágrafo único - Os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades.

Art. 4° - Os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica.

Art. 5° - Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 6° - Revogam-se todas as disposições em contrário.
Anônimo disse…
Também não conheço nenhum ateu que seja gay e vice e versa. Todos os gays que conheço acreditam na existência de um deus.
Ridículo esse post.
Valdo
Anônimo disse…
Cara Michelle

Com certeza você deve ser um sapatão desses bem "machos", no entanto, pelo menos pesquisou no dicionário como se escreve engeSSar, grafia na qual eu errei, contudo, se você declara não entender o que significa a palavra, quando aplicada à ciência, produz uma dúvida: será que a pratica do homossexualismo leva à imbecilidade e burrice?
Prá te ajudar, vamos no popular - vai fazer sabão que é do que você gosta mesmo!

marcilio leão
Anônimo disse…
Cara Michelle

Agora agente começa a se entender:

1) O lobby Gay, foi sim, o responsavel pela retirada do homossexualismo do index de patologias. Um distúrbio não muda a sua natureza, incidência, etiologia, em razão de um decreto ou consenso,seja este da APA, da OMS ou de qualquer outra entidade. O que mudou de fato foi a "influência" sobre a APA, conselhos e até OMS.

2) O parágrafo único: psicólogos NÃO colaborarão ....porque não? o conselho deve cassar quem discorda de suas concepções atuais? e tem poder de impedir novas idéias e abordagens?

3)O principal você não respondeu: se um indivíduo que adota comportamento sexual homo, é incentivado e apoiado por psicólogos a tais práticas, porque um gay que se sente desconfortavel com estas mesmas práticas deveria ter seu acesso a tratamento NEGADO? se é homem, ser trabalhado para gostar de homens é "científicamente" correto, mas para se corrigir e travar relacionamentos com mulheres, o que obviamente é natural, isso aí não pode!, é homofobia!, afinal, como aceitar que se trata apenas de uma conduta, um vício, mero gosto particular, abrindo mão dos privilégios pretendidos por direito genético e cotas em perspectiva?

4)A questão da abordagen do homossexualismo NÃO pode ser cerceada por diretrizes legais, tanto quanto não podem ser invocadas razões religiosas para tal, a perspectiva da análise deve ser ISENTA!, não é o que se esta observando no Brasil, pelo contrário, o CFP e outras entidades aparelhadas pelos esquerdoídes, com seu costumeiro e histórico "ranço" totalitário, pretende ditar o que pode e não pode, o que é verdade ou mentira, o que é bom ou ruin, a revelia dos profissionais e até do paciente ( ou cliente). Tal conduta não é nova, nem original, seu gen esta vinculado aos movimentos de contra-cultura, que deixaram o rastro bem definido : aborto por critérios cosméticos, rebeldia familiar, assédio moral, inversão de valores, consumo de drogas e a cereja do bolo: doutrinamento homossexual, de preferência imposto à revelia dos pais, como quer o MEC.

5) É de estarrecer a desfaçatez dos Conselhos de Psicologia, a forma incidiosa e arrogante de lidar com a questão, como se tivessem todos os dados e o assunto estivesse encerrado.

6) Obviamente não posso, de forma alguma, me colocar como autoridade na questão, mas me arrisco a um palpite: o homossexualismo tem várias origens que se interpenetram e potencializam : influência genética, traumas, influência do meio, práticas permissivas e incrementadas, distúrbios de auto-percepção, desequilíbrio hormonal, degeneração moral auto-destrutiva, etc.... muitos desses aspectos estão fora e além do âmbito de ação da psicologia, que deveria ser apenas UM dos aspectos considerados, jamais o fator detentor do poder e da verdade!daí o fracasso em apontar UMA origem para o problema. Não obstante a complexidade do tema, certas observações são bastante simplórias: um sujeito que nasce biologicamente perfeito, com pênis, testículo, ossatura, testosterona, etc...tudo normal,mas acha que é " uma mulher aprisionada no corpo de homem" e deseja transformar seu ânus em órgão reprodutor, se mutila, faz inserções de silicone e adota roupas e trejeitos femininos, etc... tal sujeito É SÃO? bom, pelo menos PARA O CFP É! porisso eu digo: não tem lugar com mais esquisofrênico que na psicologia! e sei o que é: esquizo (dividido), frenos(mente)

Isso aí é só pra começar a discussão!

Marcilio leãoi
Michelle disse…
Marcílio Leão

>> "Com certeza você deve ser um sapatão desses bem "machos", no entanto, pelo menos pesquisou no dicionário como se escreve engeSSar, grafia na qual eu errei, contudo, se você declara não entender o que significa a palavra, quando aplicada à ciência, produz uma dúvida: será que a pratica do homossexualismo leva à imbecilidade e burrice?"

Eu não sou "sapatão" e não sou "macho". Eu sou bi e sou mulher (afinal de contas eu tenho uma vagina, seios, trompas de falópio, ovários e menstruo todo mês) e minha identidade sexual é feminina.

E eu pesquisei em vários dicionários - tanto online qto em livros - e a palavra "engesar" não existe. Procure vc mesmo e verá.

Terceiro: adoro a falácia ad hominem sabe pq? Pq isso geralmente acontece qdo o oponente não tem argumentos e resolve atacar a pessoa em vez de criticar o argumento.

>> "O lobby Gay, foi sim, o responsavel pela retirada do homossexualismo do index de patologias. Um distúrbio não muda a sua natureza, incidência, etiologia, em razão de um decreto ou consenso,seja este da APA, da OMS ou de qualquer outra entidade. O que mudou de fato foi a "influência" sobre a APA, conselhos e até OMS."

Ok...fontes que indiquem que a retirada da homossexualidade do index de patologias pela APA e pela OMS foi de responsabilidade de lobbys gays.

>> "O parágrafo único: psicólogos NÃO colaborarão ....porque não? o conselho deve cassar quem discorda de suas concepções atuais? e tem poder de impedir novas idéias e abordagens?"

Pq a psicologia não considera a homossexualidade como doença ou distúrbio (seja psicológico ou comportamental) e o tratamento de curas de homossexuais, reversão da homossexualidade denota exatamente isso: que homossexuais são doentes, que possuem um distúrbio que pode ser curado. Um psicológo pode até discordar dos conselhos de psicologia em relação à isso, o que ele não pode é oferecer esses tipos de tratamento pq é anti-ético de acordo com o Código de Ética do Psicológo.

Se um psicológo colaborar "com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades" ele pode ser denunciado e pode ter a sua licença cassada.

Se a Marisa Lobo não concorda com essa medida do Conselho de Psicologia (eu aposto que ela conhecia o Código de Ética do Psicológo), ok. É só ela deixar de ser psicológa e virar pastora. Pronto. Ela não vai conseguir mudar o código de ética da profissão e a resolução CFP 0001/99 só pq ela discorda por motivos puramente religiosos.


>> "O principal você não respondeu: se um indivíduo que adota comportamento sexual homo, é incentivado e apoiado por psicólogos a tais práticas, porque um gay que se sente desconfortavel com estas mesmas práticas deveria ter seu acesso a tratamento NEGADO?"

De novo: pq esse tipo de tratamento é anti-ético. O que um psicológo pode fazer é tentar ajudar a pessoa no sentido de descobrir o motivo pelo qual a pessoa se sente desconfortável com a orientação sexual dela e ajudá-la a se aceitar do jeito que ela é.

>> "A questão da abordagen do homossexualismo NÃO pode ser cerceada por diretrizes legais, tanto quanto não podem ser invocadas razões religiosas para tal, a perspectiva da análise deve ser ISENTA!, não é o que se esta observando no Brasil, pelo contrário, o CFP e outras entidades aparelhadas pelos esquerdoídes, com seu costumeiro e histórico "ranço" totalitário, pretende ditar o que pode e não pode, o que é verdade ou mentira, o que é bom ou ruin, a revelia dos profissionais e até do paciente ( ou cliente)."

De novo: fontes (confiáveis, isentas e objetivas, diga-se de passagem)
Michelle disse…
Marcílio Leão

>> "Tal conduta não é nova, nem original, seu gen esta vinculado aos movimentos de contra-cultura, que deixaram o rastro bem definido : aborto por critérios cosméticos, rebeldia familiar, assédio moral, inversão de valores, consumo de drogas e a cereja do bolo: doutrinamento homossexual, de preferência imposto à revelia dos pais, como quer o MEC."

Abortos por critérios cosméticos: Então tá: se uma mulher com uma gestação de alto risco; ou então com uma gravidez resultante de estupro; ou então com uma gestação de um feto anencéfalo decide interromper a gravidez (sendo esses três casos apoiado por lei), ela faz isso baseada num "critério cosmético". Ahã...senta lá, Marcílio e conta a do papagaio pq essa sua "piada" não teve graça.

Sarcasmo Mode: ON Claro, pq nós LGBT queremos inverter os valores da sociedade brasileira ao adotar crianças e doutriná-las para a homossexualidade, fazendo-as virar bibas e sapatões; vamos fazer uma revolução onde as crianças desobedeceram os pais, usarão drogas pesadas a torto e a direito, farão sexo com tudo que move, que engravidarão como se não houvesse amanhã só pra abortar depois, "assassinando" as pobres mórulas. Sarcasmo Mode: Off


>> "Obviamente não posso, de forma alguma, me colocar como autoridade na questão."

Ainda bem que vc reconhece isso. E já que é assim: pq deveremos levar a sério qualquer coisa que vc diz sobre a homossexualidade? Vc naõ espera que a gente acredite piamente na sua palavra, né? hehe

>> "o homossexualismo tem várias origens que se interpenetram e potencializam : influência genética, traumas, influência do meio, práticas permissivas e incrementadas, distúrbios de auto-percepção, desequilíbrio hormonal, degeneração moral auto-destrutiva"

As causas da homossexualidade permanecem desconhecidas pela ciência e pela psicologia. A única coisa que eles sabem é que - baseados em anos de pesquisas e estudos sobre o assunto - não se encontrou relação alguma entre homossexualidade e psicopatologias. Que a homossexualidade é uma orientação sexual que faz parte da identidade humana e que é tão natural que tb está presente em outras espécies de animais.

Pq vcs nunca se preocupam com as causas da heterossexualidade; o que "leva uma pessoa a sentir afeição pelo sexo oposto"; se a causa da heterossexualidade é genética, psicológica ou social (ou uma combinação das três), etc? Pq a heterossexualidade é uma orientação sexual mais aceita e mais compreendida pela sociedade do que a homossexualidade. As pessoas não entendem mto bem a homossexualidade (já que faz pouco tempo que essa orientação sexual deixou de ser vista como doença, distúrbio, crime, etc, pelas sociedades modernas) e o esperado é que se tente achar uma explicação para aquilo que elas não entendem direito.

Obviamente que eu não sou um parâmetro geral para o "comportamento homossexual", mas: eu não tive nenhum trauma de infância, principalmente em relação à sexo, nunca fui influenciada pelo meio (eu sou bi, meus pais são héteros, assim como a maior parte da minha família e as pessoas que são homossexuais da minha família não tenho contato com elas há bastante tempo e só fui fazer amizade com homossexuais depóis que percebi que era bi), desequilíbrio hormonal eu tenho desde a puberdade (aos 11 anos) e todo o mês desde os 13 (que foi a minha menarca) e continuarei a ter caso engravide um dia e até qdo a minha menopausa chegar; minha moral não é auto-destrutiva e embora minha educação não tenha sido mto liberal ela tb não foi mto conservadora.
Michelle disse…
Marcílio Leão

>> "Não obstante a complexidade do tema, certas observações são bastante simplórias: um sujeito que nasce biologicamente perfeito, com pênis, testículo, ossatura, testosterona, etc...tudo normal,mas acha que é " uma mulher aprisionada no corpo de homem" e deseja transformar seu ânus em órgão reprodutor, se mutila, faz inserções de silicone e adota roupas e trejeitos femininos, etc... tal sujeito É SÃO?"

Sim, ele é são de acordo com a medicina e a psicologia. Acontece que a identidade sexual de alguém não é medida pelos órgãos sexuais. Esse caso se chama transexualidade. E mesmo assim qdo um transexual decide fazer tratamento para mudar de gênero sexual pra que este seja o mesmo que a sua identidade sexual, ele ou ela passa por algumas sessões com psicológo pra estabelecer se esse realmente é o caso, pra ver se a pessoa realmente é transexual e para aprovar o tratamento de mudança de sexo (hormônios e posteriormente a operação para a mudança de sexo).

Mas eu não entendi essa de um transexual transformar o ânus em órgão reprodutor, hehehe (só aí já demonstra que vc não entende nadinha de transexualidade). Numa operação de mudança de sexo, envolve plástica nos seios (pra diminuir os mesmos e a construção de um pênis no caso de um transexual FxM) e a construção de uma vagina no caso de transexual MxF. O ânus não tem nada a ver com isso.

Até pq "dar a bunda" ou "comer a bunda" não é uma prática exclusiva de homossexuais masculinos. Essa é uma prática que tb é feita por heterossexuais (homens e mulheres). E outra coisa: orientação sexual =/= gênero sexual; orientação sexual =/= identidade sexual; gênero sexual =/= identidade sexual.
Anônimo disse…
Cara michelle

Não sou tão bom "teclador" quanto você, porisso não vou responder item por item, vai desculpando o português apressado,mas voltando ao tema: em linhas gerais, você desconhece a história do movimento gay ou esta agindo com parcialidade , fingindo ignorar os propósitos, a filosofia, as metas e os meios adotados pelo movimento.

1) Conforme publicação de Luiz Mott em ensaios e blog, eles buscam, de fato, o sexo pedófilo,o que não contradiz as pesquisas que apontam que entre homossexuais masculinos apenas 2% preferem adultos como parceiros sexuais.

2)As associações GLBT vêm financiando e aparelhando os órgãos de saúde e educação no Brasil, eu mesmo pude perceber em um encontro, em Recife/PE ,que eles chama de "fórum de debate para diversidades e saúde da mulher", que só tinha gay presente, as opiniões eram monótonas e unânimes, através de tais "fóruns", eles surrupiam verbas municipais, federais e estaduais, do contribuinte que não concorda mas paga o pato!

3) Eu sei que você entendeu perfeitamente o que significa engeSSar. Trata-se exatamente do objetivo do CFP com relação ao tema de tratamento do homossexualismo. Seu sarcasmo não funciona e não muda os fatos.

4) Se você afirma que o indivìduo que eu descrevi: "uma mulher aprisionada no corpo de um homem" ( frase por sinal, comum entre vocês) é SÃO, então garota, diga isso a qualquer cliente antes de trata-lo, vamos ver se ele continua cliente. Não restam dúvidas sobre teu doutrinamento homossexual. Você, como o CFP deixaram de enxergar o óbvio há muito tempo! reflita apenas nisso: desde a fecundação, nos temos todas as características biológicas definidas. Se alguém pretender adequar o físico ao mental, é mais fácil fazê-lo a qual dos dois? aliás, as diferenças biológicas entre os sexos são intransponíveis, não existe "mudança de sexo", cada célula do corpo já carrega as diferenças desde seu DNA, portanto, a incompatibilidade a ser tratada esta na PSIQUÉ, e não na fisiologia ou anatomia, como eles pensam. Infelizmente, o raciocínio de vocês já esta comprometido, "trabalhado" pra priorizar o desejo, que hedonisticamente pretende suplantar os fatos,a sanidade legal, produzindo uma cultura gay irresponsável e de inversão de valores, pena que sua análise deste verdaeiro "projeto de engenharia social", ora em curso, seja tão superficial.

5) Lógico que não sou AUTORIDADE no assunto!Não pense que você é!

5) Eu tenho esposa e irmã psicólogas, ramo esse que, particularmente, eu tenho como dos mais interessantes do conhecimente humano, infelizmente, a ideologização e o ativismo, vêm desmoralizando certas posições que deveriam ter isenção científica e não têm mais! assim, citar deliberações de conselhos e súmulas de congressos tenedenciosos, não surtem efeito que deveriam, tão somente serve de pretexto para perseguir psicólogos, como a Srta. acima citada, cujo erro foi inovar e objetivar a saúde mental de quem VOLUNTARIAMENTE o queira, no entanto, a pretexto de, hipoteticamente, fomentar o conceito de que homosexualismo é doença,então propagam como um absurdo! ela deve ser cassada!e quem quiser esse tratamento só se for para SER gay, DEIXAR DE SER É PROIBIDO!- É a pura tirania do samba do crioulo doido!

5) Quando me referi àqueles que pretendem transformar o ânus em órgão sexual, uma vez que é excretor, usei uma metonímia.
Quanto a sua opção particular, de ser bi, isso pouco interessa à discussão, a não ser, talvez, por lançar dúvidas sobre a imparcialidade de suas posições.

Ps: Apesar de tendenciosa! você parece-me inteligente, espero que seja justa, racional e livre, independente, desapegada de concepções preconcebidas em conselhos.

atenciosamente

marcílio leão
Michelle disse…
marcílio leão,

>> "Não sou tão bom "teclador" quanto você, porisso não vou responder item por item, vai desculpando o português apressado,mas voltando ao tema: em linhas gerais, você desconhece a história do movimento gay ou esta agindo com parcialidade , fingindo ignorar os propósitos, a filosofia, as metas e os meios adotados pelo movimento."

E quais seriam esses propósitos (além de ter direitos iguais que é - ou pelo menos deveria ser - inerente a qualquer cidadão brasileiro, independentemente de sua orientação e identidade sexual)?

1) Conforme publicação de Luiz Mott em ensaios e blog, eles buscam, de fato, o sexo pedófilo,o que não contradiz as pesquisas que apontam que entre homossexuais masculinos apenas 2% preferem adultos como parceiros sexuais.

Poderia me passar o link/fonte dessa informação? (que contradiz as estatísticas em relação ao abuso sexual de crianças, onde as vítimas são na maior parte meninas que foram abusadas sexualmente por homens de confiança e próximos à criança? Fonte:http://www.observatoriodainfancia.com.br/IMG/pdf/doc-92.pdf)

2)As associações GLBT vêm financiando e aparelhando os órgãos de saúde e educação no Brasil, eu mesmo pude perceber em um encontro, em Recife/PE ,que eles chama de "fórum de debate para diversidades e saúde da mulher", que só tinha gay presente, as opiniões eram monótonas e unânimes, através de tais "fóruns", eles surrupiam verbas municipais, federais e estaduais, do contribuinte que não concorda mas paga o pato!

Vc tem alguma evidência concreta disso? Documentos, fontes confiáveis, etc? Não vá esperando que eu acredite apenas na sua palavra (já que vc tb não é tão imparcial, né?)

3) Eu sei que você entendeu perfeitamente o que significa engeSSar. Trata-se exatamente do objetivo do CFP com relação ao tema de tratamento do homossexualismo. Seu sarcasmo não funciona e não muda os fatos.

Não entendi pq essa palavra não existe. O sarcasmo que eu uso é uma forma de mostrar o quão idiota é o seu "argumento" sobre "a doutrinação homossexual". Que fatos? Aqueles "fatos" que até agora vc falhou em mostrar fontes confiáveis que os corroborem? Vc tá rindo do meu cabelo, né?
Michelle disse…
marcílio leão,

4) Se você afirma que o indivìduo que eu descrevi: "uma mulher aprisionada no corpo de um homem" ( frase por sinal, comum entre vocês) é SÃO, então garota, diga isso a qualquer cliente antes de trata-lo, vamos ver se ele continua cliente. Não restam dúvidas sobre teu doutrinamento homossexual. Você, como o CFP deixaram de enxergar o óbvio há muito tempo! reflita apenas nisso: desde a fecundação, nos temos todas as características biológicas definidas. Se alguém pretender adequar o físico ao mental, é mais fácil fazê-lo a qual dos dois? aliás, as diferenças biológicas entre os sexos são intransponíveis, não existe "mudança de sexo", cada célula do corpo já carrega as diferenças desde seu DNA, portanto, a incompatibilidade a ser tratada esta na PSIQUÉ, e não na fisiologia ou anatomia, como eles pensam. Infelizmente, o raciocínio de vocês já esta comprometido, "trabalhado" pra priorizar o desejo, que hedonisticamente pretende suplantar os fatos,a sanidade legal, produzindo uma cultura gay irresponsável e de inversão de valores, pena que sua análise deste verdaeiro "projeto de engenharia social", ora em curso, seja tão superficial.

Filhinho, acontece que vc não quer entender o seguinte: gênero sexual biológico =/= identidade sexual. Só pq uma pessoa nasceu com os genes XY e tem um pênis, testículos, próstata, não significa que essa pessoa tem que ser homem pro resto da vida sendo que a identidade sexual dela é feminina. Só pq uma pessoa nasceu com os genes XX e tem uma vagina, ovários e trompas de falópio não significa que essa pessoa tem que ser uma mulher para o resto da vida sendo que a identidade sexual dela é masculina. A identidade sexual não tem nada a ver com ter um pau e testículos; ter uma vagina e menstruar todo mês.

Doutrinamento homossexual? Eu não tenho como objetivo fazer as pessoas virarem gays. Eu só falei - fundamentadas por fontes - que a homossexualidade não é doença e nem distúrbio; que tratamentos de cura de gays é anti-ético de acordo com o Código de Ética do Psicológo. E eu apenas defendo os direitos dos homossexuais de serem reconhecidos como cidadãos e terem os mesmos direitos que o resto da sociedade brasileira tem qdo se trata de união civil, formação de uma família, adoção de crianças, registro dos filhos do casal no nome dos dois cônjuges, essas coisas...nem mais nem menos. Afinal não é mto justo termos os mesmos deveres mas ter menos direitos só pq somos LGBT.

>> ""Quanto a sua opção particular, de ser bi, isso pouco interessa à discussão, a não ser, talvez, por lançar dúvidas sobre a imparcialidade de suas posições."

Eu não escolhi ser bi. Eu não acordei um dia cansada de ser hétero e decidi cortar dos dois lados. Eu nasci assim. Pronto.

E vc tb não é exatamente imparcial.
Anônimo disse…
Ainda para Michelle

Só para ilustrar com fatos nossa discussão eu vou repassar, pra sua verificação, a estrátégia urdida pelos grupos GLBT.

- Aparelhamento da mídia. A mídia é gay, ai daquele que falar mal de gay na tv. Já implantado

- Organização e aparelhamento de ongs com fim específico de levantar fundos ( desculpe o trocadilho)e promover associação com entidades congêneres estrangeiras. já implantado

- Importação de material e estruturas didáticas especialmente confeccionadas para os objetivos desses grupos.O kit gay aprovado pela OMS.

- Exposição intensiva e massiva, via mídia televisa do "homossexual way life", bem como caracterização apologética de toda sorte de comportamento gay sob condição de melhor, saudavel, normal, natural/, etc... porisso você não verá em nenhuma novela um gay "mau", sem caráter, eles serão sempre os melhores personagem do universo novelístico, ou no pior caso as vítimas. Essa técnica se chama: "insensibilização por exposição contínua".

- Politização do tema, via simbiose com partidos esquerdoides, sabidamente maquiavélicos, amorais, ateus, dialéticos. Tal associação será um "tiro no pé", como em breve se verá, o monstro vai engolir o médico!, assim você verá sempre, Marta Suplicy, Maria do Rosário, Fátima Cleide, Serrys Slhessharenko, Babá, enfim tudo que é hipócrita preguiçoso petista e comunista estarão na linha de frente do movimento gay. Já implantado

- Promoção de desfiles e protestos que divulguem a "causa". Embora tenha sido também um "tiro no próprio pé", uma vez que esses defiles, ao mostrar a face de circo dos horrores, têm escandalizado até mesmo os gays decentes. já implantado!

- Se julgando suficientemente fortes, tentam influir "democraticamente" na mudança da legislação, erraram contudo na estratégia,via congresso porque lá a sociedade esta, em tese, representada, e esta não concorda com as mudanças pretendidas. A via escolhida então, foi o STF, que é absolutamente permeável, uma vez que dos 11 ministros 10 foram colocados pelo PT.
Em implantração!

- Constrangimento social com responsabilidade penal, para os que discordem do modelo homossexual para a sociedade e a família. Já existe a peja de homofóbico para qualquer hetero que não apoie o desbunde e o totalitarismo gayzista.

atenciosamente marcilio leão
Michelle disse…
marcilio leão

>> "Importação de material e estruturas didáticas especialmente confeccionadas para os objetivos desses grupos.O kit gay aprovado pela OMS."

O termo correto é kit anti-homofobia, seu desinformado.

>>"Politização do tema, via simbiose com partidos esquerdoides, sabidamente maquiavélicos, amorais, ateus, dialéticos."

Associar ateísmo com amoralidade e maquiavelismo...que novidade! Not!

>> "Promoção de desfiles e protestos que divulguem a "causa". Embora tenha sido também um "tiro no próprio pé", uma vez que esses defiles, ao mostrar a face de circo dos horrores, têm escandalizado até mesmo os gays decentes. já implantado!"

Está na constituição que cidadãos brasileiros tem o direito de se reunir para fazer passeatas e protestos para defender certas causas. Não gosta? Dane-se e vc está morando no país errado. Se evangélicos tem o direito de fazerem marchas para Chessuis, os GLBT tb tem o direito de fazer passeatas e protestos.


>> "Constrangimento social com responsabilidade penal, para os que discordem do modelo homossexual para a sociedade e a família. Já existe a peja de homofóbico para qualquer hetero que não apoie o desbunde e o totalitarismo gayzista."

Claro! Pq nós gays saímos xingando e batendo gratuitamente em pessoas que não concordam com os nossos direitos! (sarcasmo de novo)

Heterossexuais não são obrigados a concordar com a união civil entre pessoas do mesmo sexo e com famílias homoparentais, eles podem até protestar contra isso...direito deles garantido pela constituição. Mas isso não vai mudar a decisão do STF em relação ao reconhecimento da união civil entre homossexuais, não vai impedir casais homossexuais de formarem uma família seja com uma criança adotada ou filho biológico, etc.

Até pq não entendo o que tanto nós incomodamos essas pessoas ao pedirmos para ter nossos direitos reconhecidos. Até parece que a família tradicional - papai, mamãe e filhinho - estarão ameaçados de extinção. hehehe
Anônimo disse…
Cara Michelle

Tenha um pouco de calma, toma um copo d'água com açúcar! é por esse tipo de reação destemperada que os gays estão ficando com a fama de raivosos e descontrolados.

Voce é pessoa de raciocínio muito confuso! os gays, sempre tiveram os mesmos direitos que todos cidadãos brasileiros! não há nenhuma lei que os discrimine e tambem, NÃO DEVE haver, nenhuma que os privilegie.

Quanto ao pretenso "direito" de constituir família e em relação a união civil,mais uma vez mostra sua incipiência, agravada pela "vontade" suplantando os fatos - você tem todo direito de casar, como qualquer outra moça, com o RAPAZ que quiser, na verdade o que vocês pretendem não é usufruirem da lei existente (ela esta à disposição), mas que a lei se dobre aos seus caprichos e suas peculiares práticas sexuais, contradizando a natureza sexual humana e, como expliquei anteriormente, tentando construir uma sociedade de indefinição sexual,como se a familia e a sociedade suportassem flexibilizar a sua estrutura. É lícito supor que, problemas na chamada célula-máter da sociedade, a família, tragam consequências devastadoras para a sociedade, como de resto argumentei, e é assente de fácil observação. Ora, uma mudança de paradigma na união elementar, no "DNA" da estrutura sócio-familiar, terá com certeza, reflexos, "mutações", por natureza, deléterias tanto quanto na bologia. VOCÊ SÓ EXISTE PORQUE SEUS PAIS SÃO HÉTERO!, mas, se você for homossexual, sua linhagem vai acabar em ti, quem sabe a natureza já não deu esa solução ao problema? Dá pra notar a diferença? ou vai insistir em armengues como inseminação artificial, "barriga de aluguel" e outras presepadas inconsequentes?

Infelizmente vocês, cegos e surdos mas não mudos, insistem que suas preferências, desejos, caprichos, devem se sobrepor ao elementos básicos na forma de organização da nação, paciência! essa luta vai continuar a existir na democracia do pais e salvo medida de excessão os gays vão contiuar a ser o que são - cidadãos normais com os mesmos direitos e obrigações, nem mais, nem menos. Quanto à decisão do STF, não confundir com " casamento". A união civil pode ter várias vertentes, mas sem o "status" de casamento. Reconheço porém, que foi uma derrota para a sociedade e que não ocorreria pela via democrática congressual, e abriu um brecha para a busca de reconhecimento de prerrogativas similares aos do casamento, como por exemplo, a mais danosa delas - a adoção. No tocante ao patrimônio,herança, compartilhamento de direitos, imóveis, etc... não vejo problema na união de gays. Penso que esse foi o teor da decissão e tem havido muita polêmica em tribunais inferiores, em todo caso, a Constituição Federal diz que casamento é a união de UM HOMEM E UMA MULHER (procure lê-la) não há interpretação diferente possível, se o STF decide diferentemente, estará legislando.

atenciosamente
Anônimo disse…
Ainda para Michelle

Você criticou a argumentação "ad hominem", infelizmente refere-se constantemente a si mesma como arbodagem argumentativa, não gostaria que a discussão enviesasse pela área pessoal, contudo, fica difícil não fazê-lo quando você assim o coloca. Você não nasceu homossexual ou bi, preferiu, escolheu,foi aliciada, não importa como!, o fato é que nasceu MULHER e não existe como optar por outra conduta, que não a apropriada à mulheres. A sexualidade humana é elástica, contudo é aprendida sobre a base dos instintos, pode ser desviada e distorcida, é lamentável porém, que CFP e outros grupos suspeitos, queiram enxergar naturalidade na contradição elementar. Se é homem seja homem! se é mulher haja como tal!ou pelo menos tenha o bom senso de reconhecer a má escolha, ainda que a mantendo para si.

O nome do Kit, é kit gay sim! porque é disso que trata o conteúdo - doutrinamento sexual! eu já vi o vídeo e li o texto.

As paseatas Gay estão acabando, mesmo com o subsídios subtraido dos cofres públicos, a paseata gay de São Paulo FALIU, ninguem quer vincular seu produto às cenas que lá ocorrem! É uma pena, pois é muito útil para esclarecer ao público, o que é realmente tal prática! apenas com patrocínio de governos petistas é que ela permanecerá apresentando as cenas deploráveis observadas.

Não existe "familia homoparental". isso ai é invenção desses CFP da vida, que familia é essa que dentro da pratica sexual "normal" não gera prole? não se trata de esterilidade mas de impossibilidade procriativa em razão do tipo de ato sexual.

A "familia tradicional" ( na verdade, a única que existe),a qual você , jocosamente, chama de papai, mamãe e filhinho....é tudo de lindo e saudavel! ela jamais acabará porque se isso ocorrer será o fim da raça humana!. É curioso que pode-se notar o desdém de homossexuais masculinos com as mulheres e no caso chama a tenção o teu com a família "tradicional" será que estamos observando a raiz do problema? sua relutância em se enquadrar na própria família, incômodo na submissão aos pais? rebeldia de adolescente? enfim pouco vem ao caso, você é que deveria refletir pro seu próprio bem.

atenciosamente, marcilio leão
Anônimo disse…
De novo para Micelle


A idéia de conflagração entre ateísmo e moralidade ou ética, já foi objeto de discussão extensa no site "Religião é Veneno", não chega a ser uma dicussão acadêmica mas foi interessante. Lá, fui escorraçado por todos, errei ao agredir um dos debatedores e acertei ao agredir outro deles, abandonei a discussão ,porque não estava mais avançando em termos de benifício espiritual ou ético, pelo contrário, estava gerando ira!, Se você se interessar visite o site no post: "prostituta lança a bomba: fiz sexo com padres , pastores e políticos". De fato, ateus não possuem base epistemológica para construção de um conjunto ético-moral, eles o importam de outras fontes e não podem justifica-lo, a regra é: " faz o que tu queres a de ser tudo da lei..." Raul e Paulo Coelho citando a Telema , princípio mestre do satanismo de Aleister Crowley.

atenciosamente , marcilio leão
Michelle disse…
Marcílio Leão

>> “Tenha um pouco de calma, toma um copo d'água com açúcar! é por esse tipo de reação destemperada que os gays estão ficando com a fama de raivosos e descontrolados.”

Mas eu estou calma...onde foi que em meus comentários tive alguma reação destemperada ao ponto de ter dar a impressão de que estou raivosa e descontrolada? Eu hein...tá certo que fiz alguns comentários sarcárticos, mas eles estão longe de demonstrar alguma raiva de minha parte. Mto pelo contrário: meus comentários sarcásticos são friamente calculados, hehe.

>> “os gays, sempre tiveram os mesmos direitos que todos cidadãos brasileiros! não há nenhuma lei que os discrimine e tambem, NÃO DEVE haver, nenhuma que os privilegie.”

Não, não tivemos. Até há pouco tempo atrás a união estável entre homossexuais não era reconhecida por lei e portanto não tínhamos os mesmos direitos que os casais heterossexuais (declarar o cônjuge como dependente em planos de saúde, nomear o cônjuge como beneficiário em casos de herança ou seguro de vida, comunhão de bens em caso de divórcio, etc); não somos protegidos por lei de crimes motivados por ódio e preconceito.

>> “Quanto ao pretenso "direito" de constituir família e em relação a união civil,mais uma vez mostra sua incipiência, agravada pela "vontade" suplantando os fatos - você tem todo direito de casar, como qualquer outra moça, com o rapaz que quiser, na verdade o que vocês pretendem não é usufruirem da lei existente (ela esta à disposição), mas que a lei se dobre aos seus caprichos e suas peculiares práticas sexuais, contradizando a natureza sexual humana e, como expliquei anteriormente, tentando construir uma sociedade de indefinição sexual,como se a familia e a sociedade suportassem flexibilizar a sua estrutura.”

Filhinho, o núcleo familiar não é o mesmo de 60 anos atrás. Caso vc não saiba, sociedades mudam o tempo todo. Se tem algo que não fica parado no tempo é a sociedade. Hj temos famílias monoparentais, crianças sendo criadas por avós, tios, irmãos mais velhos, crianças sendo adotadas apenas por uma pessoa, etc.

A homossexualidade é tão natural que ela não está presente apenas na espécie humana. Tem centenas de outras espécies de animais que possuem comportamento homossexual. Pesquise e verá.

Estamos no século XXI e a sociedade não é a mesma de 200 anos atrás. A homossexualidade é apenas uma faceta entre tantas outras da afeição e sexualidade humana.

Hj em dia – pelo menos em sociedades modernas como a nossa – homossexualidade não é mais considerada um distúrbio de comportamento, uma doença mental ou perversão passível de punição.

Vc não vai ver um homossexual ser preso e condenado a 2 anos de trabalhos forçados apenas por ser gay, como aconteceu com Oscar Wilde no século XIX, ao ser acusado de “sodomia” pelo pai de seu namorado na época.
Michelle disse…
Marcilio Leao,


>> “só existe porque seus pais são hétero!”

E daí? De acordo com a sua mente pequena, eu não posso formar uma família com a minha namorada (caso um dia planejarmos fazer isso) só pq – biologicamente falando – nós não podemos engravidar uma à outra na hora do sexo? Pffffffffffffff....


>> “mas, se você for homossexual, sua linhagem vai acabar em ti, quem sabe a natureza já não deu esa solução ao problema? Dá pra notar a diferença? ou vai insistir em armengues como inseminação artificial, "barriga de aluguel" e outras presepadas inconsequentes?”

E qual o problema em se fazer inseminação artificial? Por acaso há alguma diferença biológica e genética em um bebê que foi concebido por inseminação artificial e um bebê que foi concebido através de sexo?

Inseminação artificial é uma prática útil, não apenas para casais homossexuais que desejam ter um filho biológico como tb para pessoas estéreis.

Se um dia eu e minha namorada quisermos ter um filho biológico vc pode ter certeza que eu vou usar a inseminação artificial. Não há nada de errado nisso, quer vc concorde ou não.

>> “Quanto à decisão do STF, não confundir com "casamento".

E quem falou em casamento aqui? Eu é que não fui. Eu falei em união civil, não em casamento no religioso (se é o que vc quer dizer com “casamento”). Eu não planejo casar em igreja alguma, seja com um homem ou com uma mulher. Eu não dependo da benção do seu deus pra ter uma união feliz com a pessoa que amo.

O que me importa é a união no civil apenas, pq esta garante direitos e deveres ao casal.
Michelle disse…
Marcilio Leao,

>> “a Constituição Federal diz que casamento é a união de UM HOMEM E UMA MULHER (procure lê-la) não há interpretação diferente possível, se o STF decide diferentemente, estará legislando.”

Mas a Constituição não é imutável, filhinho...ela não foi escrita à ferro e fogo.

Por exemplo:

- Na Constituição de 1824 (http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constitui%C3%A7ao24.htm), a religião oficial do Estado era o catolicismo e era proibido que as outras religiões construíssem templos de aspecto exterior diferenciado; hj o Brasil é laico e portanto não possui uma religião oficial e dá a liberdade de outras religiões construirem seus lugares de culto.

Nessa mesma Constituição, a igreja era submissa ao Estado e o imperador era a autoridade máxima e era inimputável. As eleições não eram diretas e eram censitárias e definia quem era considerado cidadão brasileiro

>> Na Constituição de 1891, houve a abolição das instituições da monarquia, as eleições passaram a ser diretas (mas o voto não era secreto); a ICAR foi desmenbrada do Estado, não sendo mais a religião oficial do Brasil e permitia a liberdade de associação e reunião sem armas, garantiu aos acusados o direito de defesa, habeas corpus, a pena de morte foi banida, etc. (http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constitui%C3%A7ao91.htm)

>> Na Constituição de 1934, foi instituido o voto secreto, o direito das mulheres de votarem, a obrigatoriedade do voto para maiores de 18 anos; foi permitida a criação da Justiça do Trabalho e da Justiça Eleitoral; proibiu o trabalho infantil, determinou a jornada de trabalho de 8 horas, folga semanal, férias remuneradas, e demais direitos trabalhistas como indenização por demissão injusta, assistência médica; proibiu a diferenciação de salário para um mesmo trabalho por motivo de idade, sexo, nacionalidade e estado civil (https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constitui%C3%A7ao34.htm)

>> Aí veio a “maravilhosa” Constituição de 1967, que concentrava o poder de decisão no Poder Executivo, estabeleceu as eleições indiretas, estabelecimento da pena de morte para crimes de segurança nacional, restringiu o direito de greve, ampliaçao da justiça militar, permitiu leis de censura e com seus 5 atos institucionais, permitiu a cassação de políticos e cidadãos de oposição ao governo, eliminou os partidos politicos e instaurou o bipartidarismo, estabeleceu eleiçõe indiretas para os governadores dos estados, fechou o Congresso, acabou com os direitos e garantias constitucionais e deu poder ao Executivo de legislar sobre tudo. (http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao67.htm)

E temos a Constituião de 1988, que é a que seguimos (mas que ainda tem que mudar algumas coisinhas)

Tá vendo? Constituições mudam. Se elas não mudassem, estaríamos usando a Constituição de 1824 até hj.
Michelle disse…
Marcilio Leao,


>> “Você criticou a argumentação "ad hominem", infelizmente refere-se constantemente a si mesma como arbodagem argumentativa, não gostaria que a discussão enviesasse pela área pessoal, contudo, fica difícil não fazê-lo quando você assim o coloca.”

Eu? Me diga em que parte dos meus comentários enviados para vc eu cometi o ad hominem?


>> “Você não nasceu homossexual ou bi, preferiu, escolheu,foi aliciada, não importa como!”

Ser aliciada? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Sarcasmo Mode On Claro que fui aliciada! Qdo criança fui raptada por uma sapatão caminhoneira e sua namorada (com mais um homem) e eles me bateram e abusaram sexualmente de mim e só pararam qdo eu cedi à pressão deles de me tornar bissexual. Sarcasmo Mode Off

Falando sério, Marcilio: vc não me conhece para falar que eu preferi ser bi, que eu escolhi ser bi ou que fui aliciada. Eu me conheço melhor do que vc me conhece e eu sei que nasci bissexual. Se vc discorda disso, dane-se. Eu não ligo para o que vc acha (já que não dependo de vc pra viver, né?).


>> “O nome do Kit, é kit gay sim! porque é disso que trata o conteúdo - doutrinamento sexual! eu já vi o vídeo e li o texto.”

Vou fingir que acredito que vc leu o texto e viu o video (que é na verdade um curta-metragem feito no Acre para um festival de cinema)

>> “Não existe "familia homoparental". isso ai é invenção desses CFP da vida, que familia é essa que dentro da pratica sexual "normal" não gera prole? não se trata de esterilidade mas de impossibilidade procriativa em razão do tipo de ato sexual.”

O que vc esquece, boquinha aberta que um relacionamento sério entre pessoas do mesmo sexo não é somente sexo, tem amor envolvido tb. Eu não estou com a minha namorada apenas pra transar, nós nos amamos.

>> “A "familia tradicional" ( na verdade, a única que existe),a qual você , jocosamente, chama de papai, mamãe e filhinho....é tudo de lindo e saudavel!”

A “família tradicional” não é mais a única que existe. Se vc duvida, saia na rua e faça uma pesquisa básica perguntando às pessoas por quem elas foram criadas. Aposto com vc que vai ter gente que foi criada por mãe solteira, por pai solteiro, pelos avós, pelos irmaos mais velhos, que foram adotadas apenas por uma pessoa, etc.

>> “ela jamais acabará porque se isso ocorrer será o fim da raça humana!”

Sarcasmo Mode On Claro! Pq há “só” há mais de 7 bilhões de seres humanos no mundo todo e somos praticamente uma espécie em extinção. Sarcasmo Mode Off

Marcilio, pq vc não se junta à Zorra Total, principalmente naquele quadro tosco da presidente Dilma? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Michelle disse…
Marcilio Leao.

>> “De fato, ateus não possuem base epistemológica para construção de um conjunto ético-moral, eles o importam de outras fontes e não podem justifica-lo, a regra é: " faz o que tu queres a de ser tudo da lei..." Raul e Paulo Coelho citando a Telema , princípio mestre do satanismo de Aleister Crowley.”

Para começo de conversa, eu não sigo o satanismo. Eu não tenho religião alguma.

A minha ética e moralidade são baseadas em como meus pais me criaram, baseada em experiencias pessoais, baseadas na minha consciência (que é uma mistura de como fui criada, nas minhas experiências pessoais, na sociedade em que vivo e nas leis que regem este país).

E eu te garanto que sou mais ética e moral que mto religioso temente a deus por aí (afinal não abuso sexualmente de ninguém, não acoberto pedófilos, não sou estelionatária, não abuso da fé das pessoas por dinheiro, não mato pessoas, não faço lavagem de dinheiro e não formo quadrilhas, não trafico armas, não faço uso de falsidade ideológica, etc)
Anônimo disse…
Michelle

Entra num site GAY, prá discutir com mais "base" já que você diz desconhecer os propósitos dos gays, que tal pesquisar as declarações de Jean Willys? ou de Fátima Cleide, ou de Mª do Rosário, ou de Luiz Mott sobre o que ele chama de "efebo".

aqui vão alguns:1) Extirpar qualquer influência
de cultura, religião, descoberta científica, ong, partido politíco, mídia ou seja lá quem for que contraponha a santa normalidade do sexo homossexual. 2) impor a amoralidade legal em relação à temática sexual, principalmente homo, em outras palavras o ato sexual passa a ser irresponsavel e ininputavel legalmente, se é sexo então ninguem pode falar nada - fique calado! 3) status de familia para a união gay à revelia da sanidade e dos direitos de menores 3) adoção de estrutura social sem paradigma na sexualidade ou seja de indefinição de gênero. 4) status de proteção legal de indivíduos, fulcrado unica e exclusivamente na conduta sexual, assim homossexuais contariam com proteção e deferência privilegiada do ponto de vista jurídico, contando até com cotas de acesso ao serviço público ,notadamente educacionais ( porque será?), acadêmicas, de saúde, de acesso à justiça, informação, e a segurança

Todos estes ítens e outros tantos, são de domínio público, notórios! alguns desses objetivos já foram atingidos, você não vê porque não quer, ou é quem de fato é mal informada, não eu, sei muito bem o que digo, vá pesquisar!

Se você acredita ou não no que digo, é problema teu! não sou assalariado pela tu fé, a lógica interna da argumentação fala por si! outros tambem lêem.

Quanto ao ridículo da discussão sobre a palavra engeSSar, vai no Aulete, a palavra existe SIM! significa: tornar rígido, imutável, inflexivel, não dê atestado de idiotice pela NET!. tá vendo como gay é gente teimosa,renitente, revoltada?, taí uma prova.

marcilio leão
Michelle disse…
Marcilinho,


>> "Entra num site GAY, prá discutir com mais "base" já que você diz desconhecer os propósitos dos gays, que tal pesquisar as declarações de Jean Willys? ou de Fátima Cleide, ou de Mª do Rosário, ou de Luiz Mott sobre o que ele chama de "efebo"."

Eu acompanho as declarações dessas pessoas (com exceção da Fátima Cleide, que nunca ouvi falar) e nunca vi nada nem remotamente parecido com o que vc colocou.

Mas já que vc acha isso, q vc nao me mostra? E até hj vc tá me devendo a fonte daquele seu argumento sobre o Luiz Mott. Vai mostrar ou não? Tá com medinho? rsrsrs


>> Vc sabe alguma coisa sobre os direitos dos menores? Acho que não.

Dá uma olhada no Estatuto da Criança e do Adolescente (http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L8069.htm) em relação: Do Direito à Convivência Familiar e Comunitária; Da Família Natural; Da Família Substituta; Da Guarda; Da Tutela; Da Adoção. e vc verá que não tem nada nesse Estatuto que diz que uma criança não possa ser criada por um casal de homossexuais. Portanto, a criação de uma criança por um casal de homossexuais não é ilegal pq não há base para isso nas leis brasileiras, seja na Constituição ou no ECA.


>> "Se você acredita ou não no que digo, é problema teu! não sou assalariado pela tu fé, a lógica interna da argumentação fala por si! outros tambem lêem."

Errado: eu não tenho fé, lembra?

>> "Quanto ao ridículo da discussão sobre a palavra engeSSar, vai no Aulete, a palavra existe SIM! significa: tornar rígido, imutável, inflexivel, não dê atestado de idiotice pela NET!. tá vendo como gay é gente teimosa,renitente, revoltada?, taí uma prova."

Eu sei que a palavra "engessar" existe. O que não existe é a palavra "engesar". Procura no Aulete e vc vai que tal palavra não foi encontrada.
Michelle disse…
Marcilio,

E se caso vc for me fornecer essas fontes, por favor que elas estejam na íntegra ou então com o link dessas fontes.

Baseado em debates que eu já tive com desonestos intelectuais, eles tendem a moldar um fato com o objetivo de encaixá-los nos "argumentos" apresentados por eles (eles selecionam as partes que bem entendem, "ignorando" as partes que contradizem esses "argumentos", modificando todo o sentido da informação; interpretam a informação do jeito que bem entendem e geralmente essa interpretação não tem nada a ver com a idéia original, etc).

Não estou falando que vc vai fazer isso, mas sabe como é, né...é melhor prevenir e eu prefiro ler os textos e eu mesma tirar a conclusão.
Anônimo disse…
Cara Michelle

Sobre fontes, principalmente as "suspeitas e tendenciosas" produzidas por heterossexuais, indico: juliosevero.blogspot.com/ , esse é um expert no assunto e odiado por vocês, teve até que sair do país, pois heteros não contam em seu favor: mídia, Pt, Psol, Pl 122, Rede Globo, subvenções governamentais, etc... e como se vê, perseguir, demitir, ameaçar, agredir, quem não aceita o gayzismo é perfeitamente legal!

Um site mais teológico, embora radical, é o cacp.org.br/ , quanto aos "isentos e equilibrados" sites gay, procure o site do Grupo Atobá, cujo presidente é o Mott.

Quanto a você não ter Fé, no sentido religioso , é mais do que óbvio, nunca achei que tivesse, mas fé em sentido geral é crença, acreditar, dar credibilidade, coisa que não é indispensável no nosso debate, uma vez que rapidamente pode ser confirmado em breve pesquisa na NET, por outro lado, quando você mesmo demonstra desconhecer a história e o propósito do movimento gay, tanto no Brasil como principalmente no EUA , fica patente que não compreende as graves implicações de uma sociedade nesses moldes. Para justificar, recorre a decisões de conselhos esquizofrênicos ou a leis que "não impedem" gays de adotar crianças (é o que eu disse, não há leis discriminatórias!),mas quando consideramos o bem estar e o direito da criança, o mais básico é o direito a Pai e Mãe SÃOS, normais, figura paterna e materna, o resto é "jeitinho", arrumação, engembração, para contornar ausência do bom, perfeito e saudável, que toda criança gostaria de ter e merece. Cabe ao estado o dever de propiciar o MELHOR, e não condenar o menor ao vexame, submetendo -o ao convívio diário com o grotesco! O que deve ser almejado é o bem do menor, e não a satisfação de caprichos de homossexuais, que por natureza não podem procriar!

atenciosamente, marcilio leão
Anônimo disse…
Ainda para michelle

A família nunca mudou porque ela é estruturada a partir da biologia e do sexo, sempre houve ,desde as cavernas, crianças criadas por avós, tios, vizinhos e até sem ninguém, em orfanatos, etc...isso não é uma peculiaridade do nosso tempo! o que há de novo é que querem introduzir a ideia sodômica de que existe família homossexual e que ela é tão boa quanto, esse é um processo histórico, dialético, e diabólico.

atenciosamente, marcilio leão
Michelle disse…
Marcílio,

>> "Sobre fontes, principalmente as "suspeitas e tendenciosas" produzidas por heterossexuais, indico: juliosevero.blogspot.com/ , esse é um expert no assunto e odiado por vocês, teve até que sair do país, pois heteros não contam em seu favor"

Três coisas sobre o Júlio Severo:

- eu não odeio ele; apenas tenho pena dele;
- ele é uma fonte tendenciosa e suspeita, igualzinho ao Olavo de Carvalho;
- e o real motivo pelo qual ele saíu do país não teve nada a ver com os homossexuais (essa foi uma mentirinha inventada para fazer o Júlio Severo de vítima e oq eu os defensores desse indivíduo caíram que nem patinhos). A verdade por trás dessa história é que o filho do Júlio começou a mostrar um comportamento mto conservador e estranho na escola durante as atividades escolares. Pra ver o que estava acontecendo, uma assistente social foi enviada à casa de Júlio pra verificar o ambiente que essa criança vivia e foi expulsa de lá.

Depois disso, Júlio tirou o filho da escola e passou a dar aulas pra ele em casa (o que não é permitido pelas leis brasileiras). O MInistério Público Estadual exigiu - junto à Justiça do RJ - para que ele colocasse o filho de volta na escola, mas ele continuou resistente.

O advogado do Júlio informou à justiça que o filho já estava matriculado em outra escola, mas isso foi apenas um embuste pra dar tempo do Júlio sair do país com a família. (http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=mbqmXwI2Fi0)


>> "Um site mais teológico, embora radical, é o cacp.org.br/ , quanto aos "isentos e equilibrados" sites gay, procure o site do Grupo Atobá, cujo presidente é o Mott."

Querido, eu quis dizer é fonte de onde vc falou "Conforme publicação de Luiz Mott em ensaios e blog, eles buscam, de fato, o sexo pedófilo,o que não contradiz as pesquisas que apontam que entre homossexuais masculinos apenas 2% preferem adultos como parceiros sexuais." Tem a fonte pra isso ou não?


>> "Quanto a você não ter Fé, no sentido religioso , é mais do que óbvio, nunca achei que tivesse, mas fé em sentido geral é crença, acreditar, dar credibilidade, coisa que não é indispensável no nosso debate"

Eu acredito em um monte de coisas, mas não no sentido de ter fé.


>> "quando você mesmo demonstra desconhecer a história e o propósito do movimento gay, tanto no Brasil como principalmente no EUA , fica patente que não compreende as graves implicações de uma sociedade nesses moldes."

Cujas "graves implicações" vc até agora não mostrou fontes que as corroborem. Vc ficou somente na sua palavra e isso não é suficiente. Vai mostrar fontes ou não?

PS: se mostrar como fontes Júlio Severo e Olavo de Carvalho, eu vou rir tanto...kkkkkk
Michelle disse…
Marcílio,


>> "Para justificar, recorre a decisões de conselhos esquizofrênicos ou a leis que "não impedem" gays de adotar crianças (é o que eu disse, não há leis discriminatórias!),mas quando consideramos o bem estar e o direito da criança, o mais básico é o direito a Pai e Mãe SÃOS, normais, figura paterna e materna, o resto é "jeitinho", arrumação, engembração, para contornar ausência do bom, perfeito e saudável, que toda criança gostaria de ter e merece."

Crianças que estão em orfanatos querem uma família que proporcione à elas uma vida digna. Só pq um casal é heterossexual não significa que eles serão excelentes pais (considerando que várias crianças que ficam orfanatos ou em família substituta é pq os pais - homem e mulher - não foram tão bons assim como educadores. Tem casos de crianças que são espancadas, abusadas física e psicologicamente, pais viciados em drogas, etc) É só vc assistir os jornais e pesquisar na assistência social e no Conselho do Menor na sua cidade e vc verá essa triste realidade.

Só uma pergunta: vc preferiria que uma criança fosse criada por pais - homem e mulher - totalmente relapsos, viciados em drogas, que maltratam a criança e que não proporcione à ela uma vida digna que ela tem direito; que essa criança seja colocada sob a tutela do estado e que fique mofando nesse sistema até completar 18 anos do que ser criada por um casal de homossexuais que tem condições de proporcionar à essa criança uma vida digna, com carinho, colocando-a numa boa escola, etc?


>> "Cabe ao estado o dever de propiciar o MELHOR, e não condenar o menor ao vexame, submetendo -o ao convívio diário com o grotesco!"

Cabe ao estado não negar o direito da criança de ter uma família, não importa se for uma família tradicional, monoparental, homoparental, etc.


>> "A família nunca mudou porque ela é estruturada a partir da biologia e do sexo, sempre houve ,desde as cavernas, crianças criadas por avós, tios, vizinhos e até sem ninguém, em orfanatos, etc...isso não é uma peculiaridade do nosso tempo!"

A família é uma instituição social e como tal modifica com o tempo. Família não é somente parentes consanguíneos que vivem na mesma casa. Família é um conjunto de pessoas que tem afinidade entre si, que vivem num mesmo lugar, formando um lar. A família é responsável pela educação e pela formação do caráter das pessoas que fazem parte dessa família.

E vc até agora não mostrou uma única fonte que corrobore o seu argumento de que família homoparental é prejudicial à criança.
Anônimo disse…
Cara Michelle


Eu citei Júlio e não Olavo, mas Olavo é uma boa fonte. A informação da percentagem de homossexuais masculinos que não PREFEREM adultos e que seria de 2%, essa informação eu tirei do site de Michelsom Borges, site criacionista e cristão, evidente que a pesquisa não é dele, ele cita outra fonte, vou tentar identificar a fonte original...por enquanto podes ler o que Mott escreveu sobre seu "amante preferido".

Você usa o argumento "ad hmominem", embora cometa erros semelhantes de ortografia, procura apontar falhas no teclador por falta de solidez apologética.


Obeserve as características da argumentação Gay:

1) Constituições mudam. Lógico que sim, embora constituições seculares como a Americana e a consuetudinária inglesa, o façam rarissimamente , em todo caso, segundo os Gays, devemos muda-la PARA SATISFAZÊ-LOS. Querem transformar a constituição numa espécie de CFP genérico, para obrigar, não mais os profissionais mas toda a população, a considerar sadio, intocavel, uma patologia de auto percepção, É muita pretensão!

2)Inseminação artificial. Nos moldes que é realizada hoje deveria ser proibida! não apenas a gays ! o método é esbanjador de vida, descartam fetos no processo, o que gerou a decissão congressual e do STF sobre a utilização do embriões, adotada à revelia da constituição. Não há segurança para fecundar uma só vida e gesta-la. O método não poderia AINDA ser implantado, MAS pra satisfazer seus caprichos, você irá utiliza-lo, certo? no processo vai assasinar seus próprios filhos, a lógica gay é essa - tudo que é contra a minha TELEMA eu abomino! Onde você arranjará o espermatozóide? num banco de esperma? só isso mostra, qual o grau de egocentrismo, hedonismo, insanidade do gays e como o caso é uma aberração da natureza. Os hÉteros que recorrem ao método, cometem ASSASSINATO, NÃO INTERESSA SE A LEI O PERMITE, a decisão do STF foi ao arrepio da CF, para dar solução ao problema concreto - fetos congelados, oriundos de descarte da fertilização in vitro, problema esse, criado unicamente visando o lucro financeiro, face a demanda emocional de pais por filhos.

3) Os crentes são ignorantes preconceituosos, responsáveis pelo assassinatos dos gays. Essa postura mostra como os gays são "ensimesmados", não enxergam nada! o cristianismo, seja ele de vertente protestante ou católica, é exatamente o elemento fomentador da cultura de liberdade, direitos, privacidade e tolerância de expressão que temos no mundo. Idiotas! deveriam ver o que ocorre nos países de construção social/jurídica " laica ", tais como: Cuba, o Kmer de Pol Pot, União Soviética, China, Coréia do Norte, etc..., onde estão as suas paseatas gay? pior nos países mulçumanos- são simplesmente executados legalmente. Ainda, você conhece algum gay assassinado por um cristão? gente que se sente na obrigação de matar um gay por amor a Cristo? conhece algum comando de caça a homossexuais, articulado por uma igreja cristã qualquer? isso não existe, idiota!. Bem diferente, se pode observar nos gays , tipo o beócio e parvo, Jean Wyllys, cujo desejo explícito é destruir o cristianismo no Brasil! novamente a pretensão e a falha de auto percepção - nem voto teve!, dicordar não quer dizer odiar, discordar é o que fazemos!

4)Quanto ao "casamento" gay. Eles querem de fato é o casamento, não apenas a união civil, coisa distinta jurídica e socialmente, inclusive o casamento religioso, amparados no teor da Pl122 existe brecha para exigi-lo penalmente. Gay adora véu e grinalda. KKKK!


atenciosamente marcilio leão
Anônimo disse…
Cara Michelle


Taí, mais uma vez, sua confusão mental:

" Família é un cj. de pessoas que tem afinidade entre si, vivem num mesmo lugar, formando um lar"

Os aprendizes do Corínthian são uma família,
Os recrutas do AMAM , também
Pra que adoção se os órfãos ja são uma família não é mesmo?

È porisso que vocês tem dificuldade de entender a realidade, ficam criando conceitos próprios sobre tudo que demonstra o equivoco homossexual.

È tão mais fácil reconhecer: è errado mais eu gosto! pronto, sou eu que vou sofrer as consequências , ninguem tem nada com isso!

atenciosamente , marcilio leão
Michelle disse…
Marcílio

>> "Eu citei Júlio e não Olavo, mas Olavo é uma boa fonte."

E daí? Eu eu citei o Olavo pq o Júlio Severo é - como se fosse, por falta de um termo melhor - um pupilo do Olavo de Carvalho ou no mínimo uma versão mais jovem (mas não menos tendenciosa com "argumentos" patéticos) do mesmo.

O Olavo de Carvalho é uma fonte tendenciosa pq ele é hiper conservador e é a versão brasileira de um tea bagger.


>> "A informação da percentagem de homossexuais masculinos que não preferem adultos e que seria de 2%, essa informação eu tirei do site de Michelsom Borges, site criacionista e cristão, evidente que a pesquisa não é dele, ele cita outra fonte, vou tentar identificar a fonte original...por enquanto podes ler o que Mott escreveu sobre seu "amante preferido"."

Claro, pq um site criacionista e cristão é completamente imparcial, objetivo e não é tendencioso... aham. <= inserir sarcasmo nessa frase.

E qdo é que vc vai mostrar a fonte do Luiz Mott?

>> "Você usa o argumento "ad hmominem", embora cometa erros semelhantes de ortografia, procura apontar falhas no teclador por falta de solidez apologética."

Onde foi que usei o ad hominem no meu comentário anterior?


>> "Constituições mudam. Lógico que sim, embora constituições seculares como a Americana e a consuetudinária inglesa, o façam rarissimamente , em todo caso, segundo os Gays, devemos muda-la para satisfazê-los."

E daí se a constituição americana e a inglesa raramente mudam? Nós não estamos falando dos EUA e nem da Inglaterra; estamos falando do Brasil. Cuidado com o red herring.


>> "Querem transformar a constituição numa espécie de CFP genérico, para obrigar, não mais os profissionais mas toda a população, a considerar sadio, intocavel, uma patologia de auto percepção, É muita pretensão!"

É mta pretensão querer ter acesso aos mesmos direitos que o restante da sociedade brasileira? Por acaso devemos ter os mesmos deveres previstos na Constituição, mas menos direitos apenas pq somos homossexuais?

E prova - com fontes confiáveis e insentas - que homossexuais não são pessoas sadias e que tem uma patologia. E eu digo confiáveis fontes científicas, como a psicologia, psiquiatria, neurociência, biologia, essas coisas.

E argumentos jurídicos de fontes confiáveis e insentas que dizem que homossexuais não podem ter os mesmos direitos do resto da sociedade.

>> "Inseminação artificial. Nos moldes que é realizada hoje deveria ser proibida! não apenas a gays ! o método é esbanjador de vida, descartam fetos no processo, o que gerou a decissão congressual e do STF sobre a utilização do embriões, adotada à revelia da constituição."

A constituição não proibe a inseminação artificial, querido. Na verdade, essa técnica nem sequer é mencionada na constituição.

A inseminação artificial é um processo útil que ajuda mulheres e homens que querem ter filhos, mas têm dificuldades para isso.
Michelle disse…
Marcílio

>> "Não há segurança para fecundar uma só vida e gesta-la."

É por isso que várias tentativas são feitas, filhinho.

>> "O método não poderia AINDA ser implantado"

Mas ele é implantado, quer vc goste ou não.


>> "MAS pra satisfazer seus caprichos, você irá utiliza-lo, certo?"

Se um dia eu e minha namorada quisermos ter um filho biológico (o que não é um capricho e sim a vontade de ter uma família), sim...eu irei fazer inseminação artifcial. Problem?


>> "no processo vai assasinar seus próprios filhos, a lógica gay é essa - tudo que é contra a minha telema eu abomino!"

Primeiro eu não vou assassinar ninguém já que zigotos não são seres humanos (da mesma forma que um ovo não é uma galinha, uma semente não é uma árvore, etc). Zigotos são apenas um amontoado de células que não tem cérebro, não tem consciência, não respira, não tem atividade cerebral, não tem sentimentos, nem nada. Não é assassinato se a inseminação artificial falhar. E eu não ligo se vc abomina a inseminação artificial. Ou vc acha que irei deixar de realizar esse procedimento só pq vc - pobre Marcílio - acha abominável? Ha ha...não mesmo. Eu não ligo para o que vc acha pq vc não manda em mim e não paga minhas contas, portanto estou nem aí para o que vc acha. A vida é minha, o corpo é meu e eu faço o que bem entender com os dois, ok?


>> "Onde você arranjará o espermatozóide? num banco de esperma? só isso mostra, qual o grau de egocentrismo, hedonismo, insanidade do gays e como o caso é uma aberração da natureza."

Sim ou então peço à um amigo. Eu já conheço um que me disse que doaria o esperma dele pra mim na boa.

>> "Os crentes são ignorantes preconceituosos, responsáveis pelo assassinatos dos gays."

Onde foi que eu disse isso? Olha o red herring de novo.


>> "Ainda, você conhece algum gay assassinado por um cristão?"

Teve um caso em Uganda onde um ativista gay foi assassinado em casa depois que o editor (que é cristão evangélico) publicou em seu tablóide uma lista com nomes de pessoas que são homossexuais e com um pedido bem "amoroso" do lado, pedindo para matar essas pessoas. Depois desse assassinato, a desculpa que esse editor deu para justificar esse assassinato foi que ele pedia para o governo - e não a população - matar os homossexuais enforcados.

Tb teve em país da África - não lembro se é na Uganda - que pólíticos fizeram um projeto de lei onde a homossexualidade seria crime e que os homossexuais seriam mortos. Ainda bem que esse projeto foi reprovado.

Tb em um país africano, estava acontecendo uma reunião de defensores dos direitos dos homossexuais qdo uma turma de cristãos africanos invadiu o lugar, gritando e atacando as pessoas que ali estavam.
Michelle disse…
Marcílio

>> "Quanto ao "casamento" gay. Eles querem de fato é o casamento, não apenas a união civil, coisa distinta jurídica e socialmente, inclusive o casamento religioso, amparados no teor da Pl122 existe brecha para exigi-lo penalmente. Gay adora véu e grinalda"

Casamento religioso - sozinho - tem validade legal depois de 3 anos e com testemunhas. Antes disso, casamento religioso não tem valor legal algum. Pq vc acha que casais heterossexuais que se casam na igreja tb se casam no civil, hein? Para ter a união deles reconhecida imediatamente pelo estado, por causa dos direitos e deveres conjugais.

Qdo o STF reconheceu a união civil entre pessoas do mesmo sexo, ele quis dizer casamento no religioso? Não. Ele quis dizer união civil e estável que não são a mesma coisa que o casamento no religioso.

Vc pode ter certeza que eu não iria casar na igreja de jeito nenhum, nem se eu fosse casar com minha namorada ou então com um homem. Eu não preciso da benção em um deus que não acredito pra ter um relacionamento feliz com a pessoa que amo e que escolhi passar um bom tempo da minha vida com ela. O que me importa é apenas a união no civil, para garantir direitos para nós duas.

PS: eu não vou casar de véu e grinalda, pq não gosto de fru fru. Qdo eu me unir no civil, estarei com uma roupa bem confortável.

Onde se diz isso na PL 122? Queria que vc me mostrasse...na íntegra.

>> "Pra que adoção se os órfãos ja são uma família não é mesmo?"

Hein? É claro que não são uma família. Por acaso esses órfãos são responsáveis em ensinar um ao outro como se portar em sociedade, por acaso eles transmitem valores e educação um ao outro?

Por acaso o estado - que é responsável pela tutela deles - faz isso? Qdo faz, faz de uma forma não mto eficiente.

>> "È tão mais fácil reconhecer: è errado mais eu gosto! pronto, sou eu que vou sofrer as consequências , ninguem tem nada com isso!"

Não tem nada de errado em sentir afeição por pessoas do mesmo gênero sexual que eu. Mas numa coisa nós concordamos: ninguém tem nada a ver com isso. Não estou incomodando ninguém ao viver a minha vida do jeito que eu tenho certeza que é o melhor para mim. Se tem alguém que não gosta e se sente incomodado com a minha existência e com a forma como vivo a minha vida, o problema não é meu...é dela.

O que vc prefere ignorar é que homossexualidade não é só em relação à sexo, tem amor envolvido. Igual heterossexualidade. Por acaso vc só se relaciona com mulheres por causa do sexo ou vc se relaciona com elas pq tem amor envolvido?

Da mesma forma que heterossexualidade não é só o "meter o pênis na vagina", homossexualidade tb não é só "dar e/ou comer a bunda" (algo que alguns heterossexuais tb adoram fazer) ou "colar velcro". As mulheres e os homens com quem me relacionei (não ao mesmo tempo, obviamente) foi pq nós nos apaixonamos.

E que consequencias seriam essas? Virar churrasquinho num inferno que não existe? Ser excomungada de uma religião na qual já pedi apostasia há mto tempo e que não faz a menor falta na minha vida? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Michelle disse…
Marcilio,

Não vou debater mais com vc. Debater com desonestos intelectuais como vc é como debater com crianças birrentas de 2 anos e tb pq tenho coisa melhor para fazer.

Esse debate não está chegando a lugar nenhum.

Mas para finalizar: eu sou independente, trabalho e pago minhas contas. Não tenho que pedir permissão ou dar justificativas de como vivo a minha vida para ninguém.

Se um dia eu quiser me unir no civil - seja com um homem ou com uma mulher - eu farei isso. Se eu quiser formar uma família e ter um filho com a pessoa que amo e que me ama - seja ela um homem ou uma mulher e essa criança seja adotada ou filho biológico concebido por inseminação artificial ou através do sexo - eu irei fazer isso tb.

É a minha vida e meu corpo e eu faço com ambos o que bem entender. Se vc discorda e desaprova a forma como vivo, problema é seu e seu apenas. Não preciso da sua aprovação para nada e o que vc acha ou deixou de achar não me interessa e não influencia em nada as minhas decisões e escolhas.

O único que tem a sofrer com a pequenez de sua mente e a mediocridade de suas idéias é vc, não eu.

Have a nice life and goodbye
democracia disse…
É exatamente porque "VIVEMOS NUM PAÍS MULTIÉTNICO, COM UMA VASTA GAMA CULTURAL E RELIGIOSA, COM LIBERDADE DE ESCOLHA SEXUAL E DE EXPRESSÃO" (desculpe os CAPS, copiei trecho do comentário acima) que a psicóloga Marisa Lobo tem o DIREITO de falar o que ela quiser, e ninguém tem o "direito autoritário" de censurá-la e intimidá-la.
Michelle disse…
democracia,

Sim...ela tem o direito de falar o que quiser mas que não use a profissão dela pra fazer proselitismo religioso, pois isso é anti-ético de acordo com o Código de Ética do Psicológo.
Anônimo disse…
Cara Michelle

Você tão preocupada com fontes.. citar um hipotético africano, que teria possivelmente incitado perseguição a gays, em algum pais não sabido do continente, paciência! existe a possibilidade de que tais fatos tenham ocorrido eventualmente, só que precisam ser apurados e veremos se estes sujeitos animalescos são cristãos ou se são culpados no enredo.

Inconteste é que o cristianismo propiciou as liberdades que vocês têm hoje!

O assassinatos de gays se dá, na maioria das vezes, em decorrência do comportamento de risco que eles adotam, assim são mortos pelos seus michês, amantes, prostitutos de aluguel, máfia sexual, parceiros de sexo casual, gente que, em tese, NÃO TEM PRECONCEITO! e tambem por doentes mentais, como skin heads ou outros idiotas tão doentes quanto! JAMAIS em decorrência do evangelho ou perpetrado pelos cristãos!

No caso dO GENOCÍNIO IN VITRO, o caráter perverso é ululante, quando se entende que o que a biológia chama de mórula, blástula, zigoto, embrião, feto ou bebes, são sim! seres humanos em alguma fase de desenvolvimento, estes sim! não podem se defender, são inocentes e hiposuficientes e como não podem se manifestar socio-politicamente, criar ONGs e fazer paseatas, então são vitímas dos animais "superiores e adultos", resultado: pagam com a vida para atender os caprichos, vícios, deformações morais e atender a visão estúpida desses grupos. Não vem ao caso se estes seres são capazes de sentir, sofrer, reagir, entender, ou se têm consciência instintiva de si e dos outros, o que pelo menos deveria ser consensuado é que se trata de VIDA HUMANA, FLEXIBILIZAR esse conceito vai nos levar ao relativismo sobre a questão e quem perde com isso somos todos nós. MAS A TELEMA GAY faz de conta que não enxerga, ou fica olhando para o órgão sexual como se ele fosse o mundo!

Julio Severo fugiu porque percebeu o que estava se urdindo contra ele por tais conselhos tutelares, dominados por gays e esquerdoídes. Não é bobo de ter seus filhos arrancados por essa raça deplorável de preguiçosos irresponsáveis, ainda mais é de se perguntar: o conselho foi na sua casa?quando tu manifestates teu desvio homossexual? não? há! isso é normal! já uma criança ser "conservadora", tem que "investigar", pois criança tem que ser depravada, sensual,gostar de sexo homo, entender macho como fêmea... Aqui se divisa facilmente,a face totalitária e estúpida do gayzismo - querem mandar na famíla dos outros, já que não podem ter as suas.

Embora não tenha abordado a questão homo sobre prisma religioso, mas tão somente lógico,isso não quer dizer que não existam argumentos legítimos para tal, apenas que não se deve jogar pérolas aos porcos!

I have very nice days, today and all the times!
sorry about you....

marcilio leão
Michelle disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Michelle disse…
Marcílio,

Vc quer fontes? Aí estão elas:

>> Pena de morte para homossexuais de Uganda mobiliza entidades internacionais: http://noticias.r7.com/internacional/noticias/pena-de-morte-para-homossexuais-de-uganda-mobiliza-entidades-internacionais-20100418.html
>> Lei que prevê morte para gays em Uganda pode gerar 'efeito dominó' na África:

Uns trechos dessa matéria:
- "A Tanzânia lançou uma campanha contra o ativismo gay, e, na Etiópia, líderes religiosos já se pronunciaram contra o apoio aos direitos homossexuais", disse em entrevista ao G1 Monica Mbaru, queniana, chefe do programa africano da Comissão Internacional pelos Direitos Gays e Lésbicos (sigla IGLHRC, em inglês).

- "A mesma opinião tem o secretário geral da ILGA, Associação Internacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Trans e Intersex, o italiano Renato Sabbadini. Para ele, ação parecida pode ocorrer pelo menos em Ruanda e em países que, assim como Uganda, têm uma presença forte de 'protestantes fundamentalistas'."

- "Igrejas e seitas protestantes - inclusive americanas - estão por trás do projeto de lei de Uganda. Segundo uma reportagem publicada pela revista Time, ugandenses apoiadores da lei "parecem estar particularmente impressionados" com as ideias de Scott Lively, um pregador conservador da Califórnia que escreveu um livro ("The Pink Swastika") sobre o que julga serem ligações entre o nazismo e a agenda gay para a dominação do mundo. Outra reportagem, do New York Times, diz que Uganda tem se tornado um "ímã" para grupos evangélicos americanos. "Algumas das personalidades mais importantes da cristandade passaram recentemente por aqui, geralmente trazendo com eles mensagens anti-homossexuais", diz a matéria, de janeiro deste ano."

>> Pastor defende lei antigay em Uganda e diz que caminho é 'reabilitação': http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1486773-5602,00.html

- "Em 2007, o pastor ugandense Martin Ssempa recebeu financiamento norte-americano para sua luta de quase 20 anos contra a Aids no país. Além de ser um combatente histórico da doença, com diversos projetos nacionais, ele é contra o homossexualismo, que julga 'um distúrbio', e afirma que a camisinha oferece pouca proteção - ficou famoso após organizar manifestações em que queimou preservativos. Atualmente, Ssempa é um dos mais enfáticos apoiadores do projeto de lei anti-homossexual para votação no Parlamento de Uganda. O país já proíbe por lei o ato sexual entre pessoas do mesmo sexo, mas o novo texto é mais rígido, incluindo até a pena de morte em alguns casos."
Michelle disse…
Marcílio,

>> Targeted by gay-hate paper, then murdered in his home : http://www.independent.co.uk/news/world/africa/targeted-by-gayhate-paper-then-murdered-in-his-home-2196700.html

- "David Kato, one of a small number of openly gay campaigners in a country where homosexuality is illegal, was beaten with a hammer just three weeks after winning a court case against the newspaper. The victory prevented the publication from repeating stories similar to one in October that urged: 'Hang Them' alongside a headline: '100 pictures of Uganda's top homos leak.' "

(David Kato, um de pequeno número de ativistas gays em um país onde a homossexualidade é ilegal, foi espancado com um martelo apenas três semanas depois de ganhar um processo judicial contra o jornal. A vitória impediu a publicação das repetidas histórias semelhantes a uma publicada em outubro, que incitou: "Enforque-os 'ao lado de uma manchete:. 'Vazamento Top 100 fotos de de Uganda homos.' "

- "Mr Kato had featured prominently in the homophobic edition of the Ugandan tabloid, Rolling Stone. Friends and fellow campaigners told The Independent yesterday that he had been subjected to weeks of abuse, death threats and confrontations. Others featured on the list in the Rolling Stone – not connected to the US publication – have been driven out of their homes by stone-throwing mobs."

(Sr. Kato tinha atuação destacada na edição homofóbica do tablóide de Uganda, a Rolling Stone. Amigos e companheiros ativistas disse ao The Independent ontem que tinha sido submetido a semanas de abuso, ameaças de morte e confrontos. Outros destaque na lista da Rolling Stone - não está ligado à publicação dos EUA - foram expulsos de suas casas por multidões arremessando pedras.")

- "After Wednesday's killing, Giles Muhame, the editor of Rolling Stone, condemned the murder and said the paper had not wanted gays to be attacked. "If he has been murdered, that's bad and we pray for his soul," Muhame told Reuters. "There has been a lot of crime, it may not be because he is gay. We want the government to hang people who promote homosexuality, not for the public to attack them. We said they should be hanged, not stoned or attacked."

(Após o assassinato de quarta-feira, Giles Muhame, o editor da Rolling Stone, condenou o assassinato e disse que o jornal não queria que gays fossem atacados." Se ele foi assassinado, que é ruim e oramos por sua alma ", Muhame, disse à Reuters. "Houve vários crimes, não pode ser porque ele é gay. Queremos que o governo enforque pessoas que promovem a homossexualidade, e não para o público atacá-los. Nós dissemos que deveriam ser enforcados, não apedrejados ou atacados .)
Michelle disse…
Marcílio,

- "The article and the subsequent attacks are symptomatic of embedded anti-homosexuality in the conservative country where 85 per cent of the population are Christian. Homosexuality is illegal in 37 countries in Africa."

(O artigo e os ataques subseqüentes são sintomáticos da anti-homossexualidade incorporada no país conservador, onde 85 por cento da população é cristã. A homossexualidade é ilegal em 37 países em África.)

- "Mr Kato was a vocal opponent of a controversial bill that was introduced in parliament and proposed the death penalty for certain homosexual acts. It sparked widespread international condemnation and has not come up for vote. However the bill has been blamed for increasing anger against the homosexual community in Uganda. The bill was drawn up after a visit to a conference in Uganda by Christian missionaries from the US who believed that some homosexuals could change their sexual orientation through prayer. 'David's death is a result of the hatred planted in Uganda by US evangelicals in 2009," according to a statement from Sexual Minorities Uganda, for whom Mr Kato worked as an advocacy officer. "The Ugandan government and the so-called US Evangelicals must take responsibility for David's blood.' "

(O senhor Kato era uma voz atica oponente de um controverso projeto de lei que foi introduzido no parlamento e propôs a pena de morte para determinados atos homossexuais. Isso provocou condenação internacional generalizada e não chegou para a votação. No entanto, a lei foi acusado de raiva crescente contra a comunidade homossexual em Uganda. O projeto foi elaborado após uma visita a uma conferência em Uganda por missionários cristãos dos EUA, que acreditavam que alguns homossexuais podem mudar sua orientação sexual através da oração. "A morte de Davi é um resultado do ódio plantado em Uganda por evangélicos nos EUA em 2009", de acordo com um comunicado da Minorias Sexuais do Uganda, para quem o Sr. Kato trabalhou como oficial de advocacia. "O governo do Uganda e os evangélicos chamados dos EUA devem assumir a responsabilidade pelo sangue de Davi.")

- “David Kato’s Death Result Of Hatred Planted By U.S. Evangelicals”: (aqui tem o printscreen do tablóide) http://thenewcivilrightsmovement.com/david-katos-death-a-result-of-hatred-planted-by-us-evangelicals/media/2011/01/27/17015

Tá bom ou quer mais fontes?

>> "Embora não tenha abordado a questão homo sobre prisma religioso, mas tão somente lógico,isso não quer dizer que não existam argumentos legítimos para tal, apenas que não se deve jogar pérolas aos porcos!"

Prisma lógico? O seu? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Agora conta a do papagaio.

(eu vejo "argumentos" religiosos nas entrelinhas)

PS: Júlio Severo e Olavo de Carvalho são boas fontes para quem é ultra-conservador com atestados de ignorância, ingenuidade e desonestidade intelectual.
Michelle disse…
Marcílio,

Agora realmente este foi meu último comentário destinado à vc.

Conselho: relaxa, goza e viva um pouco sem se preocupar com os que os outros fazem com suas vidas particulares, ok? A vida que vc tem é única e curta demais pra ficar remoendo ódio e preconceito contra as pessoas que vivem a vida de uma forma que vc não gosta.
Michelle disse…
Marcílio,

>> "Você tão preocupada com fontes.."

Sim, eu sou preocupada com fontes...ao contrário de vc que não dá a mínima pra elas. A prova disso é que vc fala um tanto de coisa aqui mas não cita fontes e nem sequer passa o link para essas fontes para corroborar os seus "argumentos". Vc fica falando asneiras sem fundamento, talvez esperando que eu fique satisfeita apenas com sua palavra.

Isso simplesmente não vai acontecer. Uma das primeiras coisas que aprendi na faculdade de jornalismo foi exigir e pesquisar fontes para corroborar as informações recebidas em vez de aceitar essas informações sem questionamentos e apuração. Na prática jornalística, nós exigimos olhar os dentes do cavalo dado. E eu levei isso para a área dos debates.

Sem fontes sérias, confiáveis e no mínimo objetivas e mais isentas possíveis, não tem conversa. Ou mostra, ou reconheça que não tem fontes que corroborem seus argumentos, ou então fica caladinho. Simples assim. É preferível vc admitir que não tem fontes ou ficar calado qto ao assunto em questão do que falar merda sem fundamento algum e acabar levando uma grande ferrada.
Anônimo disse…
Cara michelle , e outros que por acaso lerem...



1) NENHUMA igreja cristã promove assassinatos de gays,
2) TODAS igrejas cristãs devem condenar o homossexualismo,
3)A Africa não é um continente cristão, alguns países como Uganda e Moçambique, têm uma influência cristã significativa, NÃO MAJORITÁRIA, tenho amigos e conhecidos que trabalham lá como engºs ou missionários. Como jornalista que procura fontes, você demonstra incompetência profissional, as fontes primárias é que são importantes não as citadas na NET, estas são secundárias e ascessórias. Contudo ai vai uma informação de 1ª mão: O engº Luciano Siqueira, meu colega de turma, e o téc.em contrução Rodrigo Buriti, hoje em Boa esperança, chesf, PRESENCIARAM e confirmaram, o tratamento agressivo que lá existe, não só a homossexuais, como também ocidentais, ISTO NÃO É PROBLEMA do cristianismo, sendo que o cristianismo vem amenizando com sua mensagem de paz e tolerância, a tendência cultural à violência. Eu mesmo tive um ex-colega Teodoro Chitunda, angolano, refugiado no Brasil, ex membro da UNITA, que voltando a Uganda foi MORTO. É mentira!, que a perseguição a homossexuais se dá por motivação religiosa, trata-se de preconceito e violência cultural antiquíssima, incrementada em larga escala pela guerra civil que os comunistas revolucionários promoveram na região ( cuba do santo Che, mandou 5.000 soldados com muita paz e amor).

Comumente, ladrões e estupradores são linchados pela população, frequentemente isso ocorre em cidades do interior e periferias, estas de acordo com o senso do IBGE , são em larga escala, cristãs. Concluir que a culpa é do cristianismo é o que se chama falácia, mentira, engodo. Por outro lado, deveríamos ficar calados quanto aos estupros e roubos ? temendo que algum louco vá promover linchamentos? O que suas fontes secundárias dizem é que há uma militância pró assassínio de gays na Africa e que tal militância é sistemática e propositalmente pelas igrejas cristãs ( que você cita como U.S cristianity) isso é mentira! nenhuma Igreja critã americana promove assassinatos de gays! evidente que um idiota qualquer, que se diga cristão, pode fazê-lo assim como o GAY Jeffrey Dahmer, assassinou 17 homens e garotos, devorava, seus amantes estocados em frizeres, nem porrisso vamos acusar os gays de estupro,necrofilia, antropofagia, ou Luiz Mott de serial killer, é ou não é?

Tenho uma tia que foi missionária em Moçambique, a situação do continente é péssima e a solução é o Cristianismo, não sua ausência , como de resto no ocidente.O gayzismo nada pode fazer! nada têm a propor a não ser condutas fomentadoras de AIDS e sexo irresponsável, por sinal você precisa ler sobre a campnha em Uganda que fez declinar o índice de contágios muito mais que qualquer outro país do continente, Motivo: Sexo monogâmico entre casados apenas, virgindade até o casamento, nada mais nada menos do que cristianismo!

marcilio leão
Michelle disse…
marcilio leão,,

>> "1) NENHUMA igreja cristã promove assassinatos de gays,"

Por acaso - em algum lugar - eu generalizei falando que todas as igrejas cristãs promovem assassinatos de gays? Não.

Eu apenas citei que o ódio aos gays e o o pensamento à favor do assassinato de gays na África é uma consequencia dos missionários pentecostais nesses países, como no caso de Uganda.


>> "2) TODAS igrejas cristãs devem condenar o homossexualismo"

Ainda bem que nem todas condenam. :)

>> "Como jornalista que procura fontes, você demonstra incompetência profissional, as fontes primárias é que são importantes não as citadas na NET, estas são secundárias e ascessórias."

Diz a pessoa que até agora não mostrou uma única fonte que corrobore os "argumentos" apresentados por ela. Marcílio, seu sobrenome é hipocrisia.

Essas fontes são sites de notícias; não é algo que achei num blog escrito por um moleque de 13 anos.


>> "O engº Luciano Siqueira, meu colega de turma, e o téc.em contrução Rodrigo Buriti, hoje em Boa esperança, chesf, PRESENCIARAM e confirmaram, o tratamento agressivo que lá existe, não só a homossexuais, como também ocidentais, ISTO NÃO É PROBLEMA do cristianismo, sendo que o cristianismo vem amenizando com sua mensagem de paz e tolerância, a tendência cultural à violência. Eu mesmo tive um ex-colega Teodoro Chitunda, angolano, refugiado no Brasil, ex membro da UNITA, que voltando a Uganda foi MORTO."

E pq eu deveria acreditar neles? Eu nem sequer conheço essas pessoas. E se esses seus amigos tiverem a mesma forma de pensar que vc, aí é que não irei acreditar msm.


>> "Comumente, ladrões e estupradores são linchados pela população, frequentemente isso ocorre em cidades do interior e periferias, estas de acordo com o senso do IBGE , são em larga escala, cristãs. Concluir que a culpa é do cristianismo é o que se chama falácia, mentira, engodo. Por outro lado, deveríamos ficar calados quanto aos estupros e roubos ? temendo que algum louco vá promover linchamentos? O que suas fontes secundárias dizem é que há uma militância pró assassínio de gays na Africa e que tal militância é sistemática e propositalmente pelas igrejas cristãs ( que você cita como U.S cristianity) isso é mentira! nenhuma Igreja critã americana promove assassinatos de gays! evidente que um idiota qualquer, que se diga cristão, pode fazê-lo assim como o GAY Jeffrey Dahmer, assassinou 17 homens e garotos, devorava, seus amantes estocados em frizeres, nem porrisso vamos acusar os gays de estupro,necrofilia, antropofagia, ou Luiz Mott de serial killer, é ou não é?"

Mas desonestos intelectuais que nem vc sempre colocam homossexualidade no mesmo saco que a pedofilia. Vc chegou a fazer isso com o Luiz Mott.
Michelle disse…
Marcilio,

>> "O gayzismo nada pode fazer! nada têm a propor a não ser condutas fomentadoras de AIDS e sexo irresponsável, por sinal você precisa ler sobre a campnha em Uganda que fez declinar o índice de contágios muito mais que qualquer outro país do continente"

Engraçado, uma parente bem próxima à mim é hetero, casou virgem, foi católica e hj é evangélica, nunca usou drogas na vida e portanto pegou HIV do namorado. E eu que sou bissexual que perdi minha virgindade antes de casar, que - em comparação com essa parente minha - sempre tive uma vida sexual ativa e tenho ate hj (com a minha namorada), nunca usei drogas injetáveis e não tenho comportamentos de risco e nunca peguei nenhuma DST justamente por sempre fazer sexo com preservativo (tanto com homens qto com mulheres).

Uns dados interessantes (em fonte de primeira mão, ok?): (http://www.aids.gov.br/pagina/aids-no-brasil)

>> "Atualmente, ainda há mais casos da doença entre os homens do que entre as mulheres, mas essa diferença vem diminuindo ao longo dos anos. Esse aumento proporcional do número de casos de aids entre mulheres pode ser observado pela razão de sexos (número de casos em homens dividido pelo número de casos em mulheres). Em 1989, a razão de sexos era de cerca de 6 casos de aids no sexo masculino para cada 1 caso no sexo feminino. Em 2010, chegou a 1,7 caso em homens para cada 1 em mulheres.

A faixa etária em que a aids é mais incidente, em ambos os sexos, é a de 25 a 49 anos de idade. Chama atenção a análise da razão de sexos em jovens de 13 a 19 anos. Essa é a única faixa etária em que o número de casos de aids é maior entre as mulheres. A inversão apresenta-se desde 1998. Em relação aos jovens, os dados apontam que, embora eles tenham elevado conhecimento sobre prevenção da aids e outras doenças sexualmente transmissíveis, há tendência de crescimento do HIV.

Quanto à forma de transmissão entre os maiores de 13 anos de idade, prevalece a sexual. Nas mulheres, 83,1% dos casos registrados em 2010 decorreram de relações heterossexuais com pessoas infectadas pelo HIV. Entre os homens, 42,4% dos casos se deram por relações heterossexuais, 22% por relações homossexuais e 7,7% por bissexuais. O restante ocorreu por transmissão sanguínea e vertical.

Apesar de o número de casos no sexo masculino ainda ser maior entre heterossexuais, a epidemia no país é concentrada. Ao longo dos últimos 12 anos, a porcentagem de casos na população de 15 a 24 anos caiu. Já entre os gays a mesma faixa houve aumento de 10,1% entre os gays da mesma faixa. Em 2010, para cada 16 homossexuais dessa faixa etária vivendo com aids, havia 10 heterossexuais. Essa relação, em 1998, era de 12 para 10.

Em números absolutos, é possível ver como a redução de casos de aids em menores de cinco anos é expressiva: passou de 863 casos, em 2000, para 482, no ano passado. Comparando-se os anos de 2000 e 2010, a redução chegou a 55%. O resultado confirma a eficácia da política de redução da transmissão vertical do HIV (da mãe para o bebê).

http://www.aids.gov.br/sites/default/files/anexos/publicacao/2011/50652/boletim_aids_2011_preliminar3_pdf_20265.pdf (esse é o boletim de 2011)
Anônimo disse…
Cara Michelle

1)Como já disse antes, o fato de você acreditar ou não em mim, é irrelevante, eu não preciso da sua credibilidade! 2)O que eu afirmo no debate é verdade vá procurar na NET, é muito fácil confirmar 3) quanto á PREFERÊNCIA pedófila de Mott, não sou eu que afirma - é ele mesmo! entre no site dele ou coloque no buscador : "luiz mott pedófilo" ou "luiz mott efebo" . Você me parece inteligente embora teimosa, voluntariosa e parcial: não se faça de burra pra evitar reconhecer os fatos.

Sobre as estatísticas de AIDS:

O que você afirma é fato! mas é preciso saber ler as estatísticas. A proporção que interressa para demonstrar a tendência ao comportamento de risco, não são os números absolutos, mas as proporções relativas. Vamos usar as suas fontes:
quando temos 22% de homossexuais masculinos infectados somados aos bi (7,7%) temos um total de 29,7 % da infecções serem de relação gay, ora, como os gays seriam apenas 10% da população a incidência nesse grupo é absurdamente superior! ou seja dos 90 milhões ( aproximado) de homens, apenas 9 milhões seriam gays, mesmo assim, respondem por 29,7% do total de casos! um verdadeiro suicídio em massa!

A questão da sua amiga católica, mostra como a sexualidade dos outros é importante para a nossa também, sua amiga "honesta", sofre as consequências do namorado mau caráter, se ele obedecese a Bíblia casaria virgem e ambos seriam sãos!

Não consigo imaginar, que tipo de sexo fazem duas lésbicas, para conseguir transmissão de AIDS, haja imaginação!

A camisinha é um recurso útil, mas não impediu a
sífilis, a gonorréia, o cancro, nem o HPV, tambèm não vai ser solução para AIDS, a solução é casamento monogâmico e precedido de teste, ou como manda a Bíblia, entre virgens!

atenciosamente marcilio leão
Anônimo disse…
Ainda para Michelle

Sobre fontes: você acha que sites de notícia não mentem ou distorcem? todo site de notícias é apenas informação secundária. O evangelho , o cristianismo PROTEGEM não só os gays, como qualquer outra minoria, com seus ensinamentos de tolerância, O caso africano citado, precisa ser melhor investigado, pois se trataria de uma inversão dos valores cristãos e não o seu seguimento! Coisa totalmente diferente é atribuir a crítica ao homossexualismo como a fonte, o combustível, o motor do assassínio de gays em qualquer lugar, mesmo a Africa, por sinal, a repulsa do cristianismo ao homossexualismo é universal, você cita um caso na Africa? este tipo de argumento só reforça a tese cristã: a africa precisa de cristãos e não de homossexuais, que não têm contribuição alguma a fazer para o continente!

O divertido, nesse debate simplório, não são os argumentos
que tu usas, mas verificar como o raciocínio, teu e de outros gays, è da perspectiva focada órgão sexual para o mundo, um verdadeiro pansexualismo estúpido e deformado!

Os gregos faziam distinção entre as formas de amor, denominando Eros o amor entre homens e mulheres, amor erótico, sexual. Philio seria o amor entre pares, fraternal, dai filantropia, e Ágape o amor sublime desinteressado, de Deus para com os homens ou entre mãe e filho por exemplo,

No caso dos gays não há como enquadra-los , pois amor entre homens é o que sinto por meu pai, irmãos e filho, eventualmente por um amigo, no entanto não tenho vontade de fazer sexo com eles. O que os gays fazem não é amor é sexo! e de muito mau gosto!

marcilio leão
Michelle disse…
Marcílio,

>> "O que eu afirmo no debate é verdade vá procurar na NET, é muito fácil confirmar

Eu não tenho que confirmar nada, quem tem que confirmar é vc. Se vc afirma uma coisa, o ônus da prova está em vc. É vc que tem que me mostrar as fontes que provem que suas afirmações procedem.

É como se diz: put up or shut up (mostre ou cale a boca). E o que vc fala não é verdade pois vc não passa de um desonesto intelectual que interpreta os fatos de forma que eles se encaixem na sua visão de mundo. Resumindo: vc ignora e/ou modifica td aquilo que contradiz a sua visão de mundo.

>> "quanto á PREFERÊNCIA pedófila de Mott, não sou eu que afirma - é ele mesmo! entre no site dele ou coloque no buscador : "luiz mott pedófilo" ou "luiz mott efebo" ."

Não achei nada disso nem no site dele e nem no buscador. Vc tem alguma fonte com esse texto na íntegra?

Se bem que eu acho que sei que conto é esse. Olha só como vc escolhe ignorar coisas que estão na sua cara.

Eu lembro que ele fala algo sobre ter um rapaz novo de 18 anos.

Vamos ver o que é pedofilia:

- "A pedofilia é a perversão sexual, na qual a atração sexual de um indivíduo adulto ou adolescente está dirigida primariamente para crianças pré-púberes (ou seja, antes da idade em que a criança entra na puberdade) ou no início da puberdade." (http://pt.wikipedia.org/wiki/Pedofilia)

- A Pedofilia é um transtorno parafílico, onde a pessoa apresenta fantasia e excitação sexual intensa com crianças pré-púberes, efetivando na prática tais urgências, com sentimentos de angústia e sofrimento. O abusador tem no mínimo 16 anos de idade e é pelo menos 5 anos mais velho que a vítima." http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?5

O ínicio da puberdade é entre 12-13 anos: às vezes começa aos 11.

Um rapaz de 18 anos ainda é um adolescente, mas ele já não é mais uma criança pré-púbere e não é um adolescente no início da puberdade. Aos 18 anos, ele já completou todas as etapas da puberdade.

De acordo com as leis brasileiras, transar com um adolescente de 18 anos não é estupro de vulnerável pq ele já tem a idade de consentimento (estupro de vulnerável - de acordo com a legislação brasileira - é até os 14 anos, pois até essa idade a criança ou adolescente não é considerado capaz de consentir em fazer sexo).

Portanto, em nenhum lugar desse conto indica comportamento pedófilo pq a idade do jovem mencionada no texto de Luiz Mott é de 18 anos.
Michelle disse…
Marcílio,


>> "A questão da sua amiga católica, mostra como a sexualidade dos outros é importante para a nossa também, sua amiga "honesta", sofre as consequências do namorado mau caráter, se ele obedecese a Bíblia casaria virgem e ambos seriam sãos!"

Essa pessoa não é só minha amiga, ela é minha mãe. Ela e meu pai foram casados por quase 30 anos, ela casou virgem (mas isso não a impediu de pegar esse virus) e o casamento não deu certo. Depois da separação, ela arranjou um namorado (que não era mau cárater, pra sua informação) da mesma forma que meu pai arranjou uma namorada depois da separação. Minha mãe era católica e virou evangélica depois do divórcio. Não sei como foi que ele contraiu o HIV pq só se descobriu que ele tinha o vírus qdo estava bem mal no hospital (provavelmente, ele não sabia) e se ele casou virgem ou não, eu não sei pois o conheci apenas 3 anos atrás.

>> "Não consigo imaginar, que tipo de sexo fazem duas lésbicas, para conseguir transmissão de AIDS, haja imaginação!"

No caso de relação sexual, na hora do orgasmo é liberado um fluído. No caso do homem, o esperma. Mulher tb goza e sai um fluido da vagina que facilita a lubrificação. Se vc faz sexo sem proteção com uma pessoa que tem o vírus e se vc entrar em contato com esse fluido e vc não tiver usando preservativo, o vírus HIV é transmitido pra vc.

No ato sexual entre duas mulheres, a gente goza na hora do orgasmo. Se nem eu ou nem minha parceira tivermos usando camisinha e uma de nós - pelo bem do argumento - tiver o vírus HIV, a outra vai pegar esse vírus. Por isso que o uso do preservativo - tanto o feminino qto o masculino - é importante para a prevenção.

>> "A camisinha é um recurso útil, mas não impediu a sífilis, a gonorréia, o cancro, nem o HPV, tambèm não vai ser solução para AIDS, a solução é casamento monogâmico e precedido de teste, ou como manda a Bíblia, entre virgens!"

A camisinha não é uma solução; ela é pra prevenir. O casamento não é garantia de que vc está a salvo de DST's. Tem pessoas que pegaram HIV do cônjuge e eles eram casados há anos. E sexo sem proteção com uma pessoa com DST não é a única forma de se pegar essas doenças. No caso de hepatite e HIV vc pode pegar essas doenças ao entrar em contato com sangue contaminado ou ao usar um objeto cortante ou perfurante que não é descartável e que não foi esterilizado (como por exemplo, ir no salão de beleza e usar um alicate de cutícula que é usado em um monte de pessoas. Por isso que é bom levar sempre o seu conjunto de alicatinho para cutícula, espátula, etc, ao ir na manicure)


>> "Sobre fontes: você acha que sites de notícia não mentem ou distorcem? todo site de notícias é apenas informação secundária."

E o blog de Júlio Severo não é informação secundária? Vc acha que aquelas informações não são distorcidas?

Eu não sou inocente em relação aos sites de notícias, é por isso mesmo que cito vários sites diferentes e pesquiso bastante antes de fornecer qualquer fonte e cito fontes oficiais.


>> "O evangelho , o cristianismo PROTEGEM não só os gays, como qualquer outra minoria, com seus ensinamentos de tolerância."

Vc nunca leu Coríntios e Romanos, né?
Michelle disse…
Marcílio,


>> "No caso dos gays não há como enquadra-los , pois amor entre homens é o que sinto por meu pai, irmãos e filho, eventualmente por um amigo, no entanto não tenho vontade de fazer sexo com eles."

Isso se chama amor paternal, fraternal, etc. Não tem nada a ver com o amor que sinto pela minha namorada (ou o que senti pelos meus namorados e namoradas anteriores)


>> "O que os gays fazem não é amor é sexo! e de muito mau gosto!"

Uma coisa que eu falo nesse caso: acha que a homossexualidade é inaceitável, é nojento e de mau gosto? Simples: não namore com um homem.

Mas nos deixe em paz pra vivermos a nossa vida e amar quem nós quisermos. Não estamos te prejudicando em nada. Que diferença faz na sua vida o fato de eu ser bissexual e ter uma namorada?

Que diferença faria na sua vida se um dia eu e minha namorada decidíssemos nos unir no civil e posteriormente formar uma família ao adotar uma criança ou ter um filho biológico através da inseminação artificial (seja recorrendo à um banco de esperma ou pedindo ajuda à um amigo disposto à doar o esperma?)

Isso vai te prejudicar de alguma forma? Pessoas que são seguras de si e de quem são não se sentem incomodadas ao ponto da obsessão em como as outras pessoas vivem a vida delas, com quem elas namoram, fazem sexo, se unem e formam uma família e a forma como essa família é formada.]

Eu - por exemplo - sou tão segura com quem eu sou que não me importo com quem vc namora, com quem vc transa, com quem vc casa (ou casou), se vc casou ou irá casar virgem ou não, quem vc ama, como vc vive sua vida, etc, pois isso não diferença nenhuma na minha vida; pois somos duas pessoas diferentes e com vidas diferentes e - provavelmente - morando em lugares diferentes. E não ligo se vc acha homossexualidade nojenta, de mal gosto...a sua opinião tb não faz a mínima diferença. Não é como se eu fosse largar minha namorada e decidir me converter à heterossexualidade só pq vc acha minha orientação sexual nojenta, né? hehehehe

Só falo outra coisa tb: ser hétero, homo ou bi não é uma escolha. Ser um preconceituoso ignorante e intolerante é e tb é nojento e de extremo mal gosto.

Agora essa realmente foi minha última mensagem para vc.

Que vc seja feliz (mesmo tendo uma mente pequena e tacanha e vivendo num mundinho bem fechado cheio de amargura, mágoa, insegurança, intolerância e ignorância)
Anônimo disse…
Cara Michelle

Lamento pela sua mãe, vejo que você tem alguns dramas pessoais que demandam bom senso e lucidez, em todo caso, para não personalizar a discussão, e citando tuas fontes , a transmissão de AIDS via sexual e endovenosa são, de longe, as maiores vias. Tem gente que morre de desastre aéreo, sem nunca subir no avião! pelo que entendi sua mãe pegou AIDS do namorado, é de se perguntar qual o tipo de conduta sexual desse namorado? ou se tomava drogas, mas o caso que afirmei, sobre proteção contra AIDS e outras doenças, não se configura em teus parentes, afinal o sexo transmissor não foi com o marido, muito menos eram virgens(os dois). Aproveitando a deixa: a Bìblia condena o divórcio, exceto em caso de adultério ou abandono do conjuge.

Quanto ao "mistério" do contágio entre lésbicas, o líquido "seminal" - que a mulher produz, tem baixa taxa viral, pois o PH não é favorável ao vírus, considere tambem que não há penetração e portanto inexiste "injeção", significativa, de carga viral, como ocorre na relação heterossexual e homo masculina.

Se as pessoas agissem corretamente, ao menos dentro da conduta sexual, não haveria epidemia de AIDS! o triste caso de tua genitora é um exemplo doloroso, de como a sexualidade alheia é importante para os demais, provavelmente você sofre por um erro cometido pelo namorado da sua mãe! admita esse fato, ninguém é uma ilha!

Quantop à classificação do amor homossexual, é impossivel chamar de amor, pois não é Ágape, amor sem interresses, não é Phileo, amor entre pares, entre irmãos, entre amigos, e não é Eros pois este é próprio da relação entre seres que se complementam - homem e mulher, côncavo e convexo! chave e fechadura, faca e bainha. amo outros homens como meu pai, meus tios, meu filho e até alguns amigos, nem porisso vou fazer sexo com eles. Tu podes amar qualquer mulher, esticar esse amor ao nível sexual é que esta errado! não há sentido nesse tipo de relação, muito diferente do ensinamento bíblico: ... e serão os dois uma só carne, ou ainda.... bem aventurado o leito sem mácula! Discordar não significa odiar, desejar o mal. Fiéis são as feridas feitas por quem ama!

Por fim, conheço perfeitamente o texto de Romanos Capítulo 1, e de Corintios, além de muitos outros que condenam o homossexualismo, no entanto não codenam O HOMOSSEXUAL, muito pelo contrário , eles são chamados ao arrependimento e mudança de vida, uma nova vida em obediência a Cristo!

Já que você se despede da discussão, assinalo que, do meu ponto de vista, não foi vã, defendi os preceitos cristãos e você os da "consciência gay", creio que as idéias produzem frutos. Desejo-lhe boa sorte e, ciente que tua mãe é evangélica, sei que ela ora por ti! esqueça os termos duros e o estilo agressivo que trocamos, vai em paz e que o Deus, no qual não crês, abra teus olhos e teu coração.

Atenciosamente , marcilio
Anônimo disse…
Ps: Júlio Severo cogitou processar Mott por incentivo à pedofilia, não sei se o fez. Fico te devendo o post de Michelsom Borges sobre a percentagem de gays que preferem o sexo com crianças, e criança é qualquer "de menor", não se pode fazer sexo com eles, principalmente abaixo de 16 anos, são inimputáveis e hiposuficientes!

marcilio
Luan Cunha disse…
Que opinião mais idiota, puramente baseada em preconceitos.

Ganhe um pouco mais de inteligência e venha debater de novo.

E foda-se a bíblia.
Luan Cunha disse…
E eu te dou a porcentagem de casos de pedofilia dentro de igrejas e templos.
Michelle disse…
>> "Lamento pela sua mãe, vejo que você tem alguns dramas pessoais que demandam bom senso e lucidez, em todo caso, para não personalizar a discussão, e citando tuas fontes , a transmissão de AIDS via sexual e endovenosa são, de longe, as maiores vias."

Sim, essas são os meios mais comuns de transmissão de DST's.


>> "pelo que entendi sua mãe pegou AIDS do namorado, é de se perguntar qual o tipo de conduta sexual desse namorado? ou se tomava drogas, mas o caso que afirmei, sobre proteção contra AIDS e outras doenças, não se configura em teus parentes, afinal o sexo transmissor não foi com o marido, muito menos eram virgens(os dois)."

Eu não sei como era a conduta sexual dele, esse aspecto da vida dele não era da minha conta e eu não ficava perguntando à ele com quem ele transou ou deixpu de transar.


>> "Aproveitando a deixa: a Bìblia condena o divórcio, exceto em caso de adultério ou abandono do conjuge."

Mas o que vc não sabe é que na bíblia tb diz que o divórcio só é permitido qdo a mulher é culpada de fornicação, mas não diz nada sobre qdo o infiel é o homem. Não era permitido que mulheres pedissem o divórcio, pq elas eram sempre culpadas e mulheres divorciadas eram párias.

E no caso dos meus pais, houve adultério de ambas as partes, mas - de acordo com a bíblia - a culpa do divórcio é só da minha mãe? Mas na igreja evangélica que minha mãe frequentava era exatamente era pregado que meus pais nunca deveriam ter se separado e deveriam ter engolido o sapo e continuado casados, apesar de não haver mais confiança e amor entre eles; pois o que deus uniu o homem jamais pode separar. E ainda por cima minha mãe foi considerada adúltera msm qdo arranjou um namorado depois da separação, qdo ela não tinha nada mais a ver com meu pai.

>> "Quanto ao "mistério" do contágio entre lésbicas, o líquido "seminal" - que a mulher produz, tem baixa taxa viral, pois o PH não é favorável ao vírus, considere tambem que não há penetração e portanto inexiste "injeção", significativa, de carga viral, como ocorre na relação heterossexual e homo masculina."

Filhinho, não interessa se houve penetração ou não. Se entrar em contato com o fluído que a mulher libera na hora do orgasmo e essa mulher tiver HIV, a parceira sexual dela irá ser contaminada se não estiver usando proteção e ainda mais se essa parceira tiver uma lesão interna na vagina.

>> "Se as pessoas agissem corretamente, ao menos dentro da conduta sexual, não haveria epidemia de AIDS!"

Claro, pq pessoas casadas não pegam HIV do cônjuge. (sarcasmo)

Uma matéria da Veja de 28/10/1998 onde se tem depoimentos de mulheres que pegaram HIV do marido (http://veja.abril.com.br/281098/p_114.html)

>> "provavelmente você sofre por um erro cometido pelo namorado da sua mãe! admita esse fato, ninguém é uma ilha!"

Bom, na verdade foi erro da minha mãe e do namorado. Minha mãe não é responsável sozinha nessa história.
Michelle disse…
Marcilio,

>> "amo outros homens como meu pai, meus tios, meu filho e até alguns amigos, nem porisso vou fazer sexo com eles. "

Mas é claro que não, "jênio! O tipo de amor que vc sente por eles é amor de filho pra pai, de pai pra filho, amor de sobrinho de pra tio, amor que vc sente por seus amigos é diferente do amor que vc tem pela sua esposa (caso vc seja casad) e que é diferente do amor que sinto pela minha namorada.

A única diferença entre o amor que vc tem pela sua esposa e o amor que sinto pela minha namorada é o gênero sexual dos nossos parceiros. No resto é a mesma coisa: eu amo minha namorada, confio nela, quero a felicidade dela, me importo com ela, quero fazê-la feliz e jamais quero magoá-la.

>> "Tu podes amar qualquer mulher, esticar esse amor ao nível sexual é que esta errado! não há sentido nesse tipo de relação, muito diferente do ensinamento bíblico: ... e serão os dois uma só carne, ou ainda.... bem aventurado o leito sem mácula! Discordar não significa odiar, desejar o mal. Fiéis são as feridas feitas por quem ama!"

E eu deveria me importar com o que diz a bíblia pq? Caso vc não tenha notado, eu não uso a bíblia como autoridade, portanto o que ela diz ou deixou de dizer não me importa. A bíblia é somente para aqueles que a seguem e que acreditam piamente em td que ela diz. Então, o que a bíblia diz é mais pra vc que segue esse livro do que pra mim.

Como eu já disse antes: não preciso de um livro "sagrado", de um deus que eu não acredito que exista e uma religião que não faço parte mais (oficialmente) ditando como devo viver minha vida. É vc que acredita em deus, é vc que segue a bíblia e é vc que é cristão, portanto td que seu deus diz, que a sua bíblia diz e o que a sua religião prega é apenas pra vc. É vc que - de acordo com o seu deus, sua bíblia e sua religião - estará em pecado se - pelo bem do argumento, ok? - tiver um relacionamento homossexual.

Então, faço das palavras do Luan as minhas: foda-se a bíblia.

>> "Por fim, conheço perfeitamente o texto de Romanos Capítulo 1, e de Corintios, além de muitos outros que condenam o homossexualismo, no entanto não codenam O HOMOSSEXUAL, muito pelo contrário , eles são chamados ao arrependimento e mudança de vida, uma nova vida em obediência a Cristo!"

Eu não odeio os cristãos, mas odeio o cristianimo. Tá bom assim?

E eu me deveria arrepender de quê? De amar as pessoas? Não há do que me arrepender disso. É uma forma de amar entre tantas outras e isso já basta pra mim. : )
E eu não devo obediência a um palestino que está morto há mais de 2000 anos; é chutar cachorro morto.

>> "Desejo-lhe boa sorte e, ciente que tua mãe é evangélica, sei que ela ora por ti!"

Não, ela não ora por mim pq ela sabe que não acredito em orações.
Michelle disse…
Marcilio,

Ps: Júlio Severo cogitou processar Mott por incentivo à pedofilia, não sei se o fez. Fico te devendo o post de Michelsom Borges sobre a percentagem de gays que preferem o sexo com crianças, e criança é qualquer "de menor", não se pode fazer sexo com eles, principalmente abaixo de 16 anos, são inimputáveis e hiposuficientes!

De novo: de acordo com a lei brasileira, adolescentes até 14 anos não tem idade para consentimento em fazer sexo. Se um adulto fizer sexo com um adolescente de 13 anos - independentemente do gênero sexual do adulto e do adolescente - é estupro de vulnerável (mesmo se - pelo bem do argumento - o adolescente consentiu em fazer sexo)

Se for adolescente acima de 14 anos, não é mais considerado estupro de vulnerável se o sexo for consensual entre ambas as partes. Um adolescente de 16 anos já tem idade para consentimento de acordo com as leis brasileiras.

Obviamente que estupro ainda é crime e se um adolescente de 16 anos for violentado, obviamente que o estuprador vai pagar pelo crime que cometeu.

Agora essa foi realmente a última mensagem.
Anônimo disse…
Para Michelle ( não precisa responder, outros lerão)


A situação que você descreve sobre teus pais é uma catástrofe: ambos foram adúlteros!, mas embora o ensino cristão seja de fato o perdão, contudo nesse caso o divórcio é permitido . Quem não conhece a biblia é você. A parte inocente, seja ela o homem ou a mulher, pode obter o divórcio pois é vítima!, nesse caso pode casar de novo , segundo a Bíblia, que você não respeita, mas 4 bilhões de pessoas o fazem!

Novamente vemos a superioridade do casamento cristão fiel. As mulheres, cujo índice de contágio vem se elevando, contaminam-se em relações entre solteiros ( chama-se fornicação) hetero, e com cônjuges infieis (chama-se adultério. Não há adultério entre solteiros, como tambem não existe fornicação entre casados)

A sua mãe,se evangélica de fato for, ora por você SIM, não importa se você gosta, odeia, crê ou não, essa é a missão básica do cristão.

Quanto a você amar os cristãos e odiar o cristianismo, trata-se de um direito que lhe cabe, muito embora não haja relação entre essa posição e a concepção do cristianismo quanto ao homossexualismo, uma vez que não criticamos os homossexuais, nem mesmo os desvios sexuais patológicos que potencialmente sintam. Criticamos e combatemos o HOMOSSEXUALISMO enquanto idéia, conceito sexual, conduta ensinada, bem como os ATOS dele decorrentes.O praticante do homossexualismo não deve ser odiado ao passo que estes atos peculiares sim!

Talvez você odeie o cristianismo porque ele exige abdicação do desejos próprios, altruísmo de vontades, domínio do corpo e da sensualidade, uma espécie de sublimação inclusive sexual exatamente oposta ao hedonismo homossexual. Isto posto, os valores cristãos são tudo que a sociedade pode ter para se considerar humanista e civilizada, sem contudo ser antropocêntrica.

O contágio entre lésbicas é realmente um mistério, os registros desse tipo de via são irrisórios devido à característica da relação, ou seja, sem penetração e com menor troca de fluídos.

Ps: não ´recisa responder esse é um espaço aberto
Anônimo disse…
Para Michelle


Você diz:

" não sei qual a conduta sexual do namorado da minha mãe, não ficava perguntando com quem ele transou ou deixou de transar isso NÃO É DA MINHA CONTA." Bom, AGORA É! ou você é indiferente à saúde de tua mãe?

Esse é o aspecto tragicômico do homssexualismo: eles acham que os atos sexuais se encerram numa categoria totalmente ímpar de atitude, sobre a qual não incidem responsabilidades, consequências, sendo portanto, herméticos às opiniões, que não a dos parceiros envolvidos. Deste conceito grosseiro depreende-se a promiscuidade, irresponsabilidade sexual, contágio, e desnorteamento comportamental.

O resultado é : velhice solitária, doenças, deslocamento social, comportamento deletério, desquilíbrio familiar e o que é pior incapacidade de valoração da vida, se em detrimento do sexo. Nada que se oponha ao homossexualismo teria valor. Para ver quem são no final, as vítimas, basta ler os comentários, ao ponto que, até tratamento aos que assim desejam lhes é cerceado! É o post!

atenciosamente, marcilio leão
Michelle disse…
Marcílio,


>> "A situação que você descreve sobre teus pais é uma catástrofe: ambos foram adúlteros!, mas embora o ensino cristão seja de fato o perdão, contudo nesse caso o divórcio é permitido ."

Leia a bíblia. Tem uma passagem que diz que o divórcio é permitido somente qdo a mulher trai o homem e não qdo o homem trai a mulher.


>> "Quem não conhece a biblia é você. A parte inocente, seja ela o homem ou a mulher, pode obter o divórcio pois é vítima!, nesse caso pode casar de novo , segundo a Bíblia, que você não respeita, mas 4 bilhões de pessoas o fazem!"

E daí se 4 bilhões (onde é que vc arranjou esse dado pra ter certeza que são 4 bilhões?) de pessoas respeitam a bíblia? Isso se chama falácia do apelo à maioria e não conta como argumento válido.

>> "Novamente vemos a superioridade do casamento cristão fiel."

Mas o casamento não é uma instituição cristã, já que ele vem de épocas beeeeeeeemmmm anteriores ao cristianismo e essa religião não possui o monopólio dessa instituição.
Um dia eu vi um adesivo de carro onde dizia a seguinte frase: "Deus inventou o sexo seguro e o chamou de casamento". Essa foi uma das coisas mais idiotas e erradas que já li na minha vida! Aquela matéria da Veja (que contraria o seu argumento de que pessoas casadas não pegam HIV do cônjuge) prova exatamente que essa frase é uma mentira descarada.


E um adendo à essa frase: o homem inventou o preservativo para se proteger contra DST's.


>> "As mulheres, cujo índice de contágio vem se elevando, contaminam-se em relações entre solteiros ( chama-se fornicação) hetero, e com cônjuges infieis (chama-se adultério. Não há adultério entre solteiros, como tambem não existe fornicação entre casados)"

Por favor, fontes confiáveis que corroborem esse seu argumento.

Há adultério entre solteiros sim, meu querido. Se vc está num relacionamento sério com alguém - mesmo não sendo casado com esse alguém - e esse alguém te trai, é adultério. Casamento não é garantia de fidelidade e não é garantia que um cônjuge nunca vá pegar uma DST do outro. E o amor que vc sente por alguém não é motivo pra se descuidar. Sabe-se lá a história dessa pessoa.

No meu caso, é assim: eu posso amar que está comigo, mas qdo chega na hora de transar, não ponho a mão no fogo de jeito nenhum. É com preservativo ou nada feito. Até hj não me arrependi disso.

>> "A sua mãe,se evangélica de fato for, ora por você SIM, não importa se você gosta, odeia, crê ou não, essa é a missão básica do cristão."

A minha mãe - mesmo sendo evangélica - não reza por mim pq ela respeita o fato de eu não acreditar em orações, de não acreditar em deuses e de não acreditar na religião dela. Ela nunca tentou me converter à religião dela nem nada. Quem dera se todos os religiosos fossem assim, né?

>> "Criticamos e combatemos o HOMOSSEXUALISMO enquanto idéia, conceito sexual, conduta ensinada, bem como os ATOS dele decorrentes.O praticante do homossexualismo não deve ser odiado ao passo que estes atos peculiares sim!"

Conduta ensinada? Essa é boa...ou não. Nós LGBT não saímos por aí tentando converter pessoas à homossexualidade, meu bem. Nós sabemos mto bem que orientações sexuais (hetero, homo e bissexualidade) são inerentes ao ser humanos e não são "comportamentos que podem ser ensinados".
Michelle disse…
Marcílio,

>> "Talvez você odeie o cristianismo porque ele exige abdicação do desejos próprios, altruísmo de vontades, domínio do corpo e da sensualidade, uma espécie de sublimação inclusive sexual exatamente oposta ao hedonismo homossexual."

Não, não é essa a razão. A razão pela qual eu não gosto do cristianismo é pq é uma religião que foi responsável por várias atrocidades durante séculos, é uma religião moralmente corrupta, prega a intolerância e o preconceito (e já fez uso da violência para impôr seus dogmas), é contra direitos humanos e civis; é contra o progresso científico, etc. A lista é bem grande. O cristianismo - assim como o islamismo e o judaísmo - são um grande desrespeito à humanidade.


>> " não sei qual a conduta sexual do namorado da minha mãe, não ficava perguntando com quem ele transou ou deixou de transar isso NÃO É DA MINHA CONTA." Bom, AGORA É! ou você é indiferente à saúde de tua mãe?"

Eu não sou indiferente ao estado de saúde da minha mãe, tanto que já a acompanhei em exames médicos. Só que a vida sexual do namorado dela não é da minha conta por duas razões: eu não era namorada dele e portanto não fazia sexo com ele; e a outra razão é que ele morreu. Ficar preocupando com a vida sexual de um defunto é inútil e não faz diferença nenhuma agora. Ficar pensando nisso não vai fazer a minha mãe ser curada nem nada, é simplesmente inútil e improdutivo. O único jeito é bola pra frente.

Dessa vez, é a minha última mensagem. Juro por Thor. hehehe
Michelle disse…
Marcílio,

>> "O praticante do homossexualismo não deve ser odiado ao passo que estes atos peculiares sim!"

O fato de alguns religiosos como vc querer cercear a nossa liberdade (que não prejudica em nada a liberdade de vcs); em ser contra nós termos os mesmos direitos de outros cidadãos brasileiros (que não vai fazer vc perder os direitos que vc já tem); querer implantar tratamentos de cura da homossexualidade (que não procede, pois homossexualidade não é doença ou distúrbio para ser curada); querer acabar com o reconhecimento da união civil (que não tem nada a ver com religiões) de pessoas do mesmo sexo; não querer que tenha uma lei que nos proteja contra discriminação e crimes motivados por homofobia; etc, já demonstra que vcs não gostam da gente.

Eu posso até não gostar do cristianismo, mas eu nunca pensei em tirar dos cristãos - ou de qualquer pessoa que segue uma religião que discordo, não gosto e não respeito - o direito delas de exercer a fé que elas escolheram e de acreditar no deus que elas querem e nunca tentei fazer uma pessoa religiosa a desacreditar no deus dela.

Pq eu sei que a crença e falta de crença são direitos e liberdades individuais e esse direito/liberdade individual que os religiosos têm de acreditar no que quiserem não prejudica em nada o meu direito/liberdade individual de não crer em deuses e de não ter religião alguma.

Agora, religiosos como vc não concordam com a homossexualidade (o que é de direitos seus) mas essa discordância chega ao ponto de vcs quererem acabar com nossos direitos, cercear a nossa liberdade de viver a nossa vida como queremos (seja nos unindo no civil e/ou formando uma família), que não sejamos protegidos contra a homofobia e crimes motivados por ela e de querer que tenhamos menos direitos que todo o resto da sociedade brasileira apenas por sermos de uma orientação sexual que vcs acham q o seu deus considera inaceitável.
Anônimo disse…
Em uma vídeo postado em site evangélico, a psicóloga Marisa Lobo diz que é um instrumento de deus e afirma: "Deus quer mudar algo".
Esse é o meu medo. Que eles estejam querendo interferir nos conselhos de classe.
Anônimo disse…
Cara Michelle

A nossa troca de idéias francas e até, eu diria, agressivas é para mim muito interessante, em razão de que a impessoalidade da internet permite esse transparência e, ao mesmo tempo, distancia contornando o atrito.

Nunca disse que o casamento IMPEDIA o contágio, uma vez que depende do comportamento dos cônjuges, mas que ele é O MELHOR método, desde que seguido corretamente, qualquer um pode ser vítima de transfusão, ou contágio via paciente (é o caso de enfermeiras), ou seja 100% não existe! por outro lado, o sexo mais arriscado que possa existir é a relação homossexual masculina promíscua.

Sobre a importância do comportamento sexual para a a sociedade, além de óbvia, basta ver teu caso, ou da multidão de órfãos da AIDS, notadamente na Africa. Todos os atos humanos, efetivados em sociedade, têm pelo menos duas implicações,a individual- ativa, imediata e a conseguente - indireta, repercussiva, passiva. Sobre as escolhas temos controle , já sobre consequências não!

Os gays se portam como se suas práticas sexuais não tivessem consequências para a sociedade! tratar-se-ia apenas de ato íntimo ( embora cada vez mais exposto), sobre o qual ninguém deva opinar. Essa é que é a verdadeira falácia. A família sendo a célula máter social, não comporta mutações impunemente, o DNA social é a família, construída a partir do casamento( união entre homem é mulher, indissolúvel), é o que assevera a constituição federal atual e a Bíblia. O nº de 4,0 bilhões que respeitam a Bíblia é um chute modesto, considerando que há em torno de 2,5 bilhões de cristãos e que ela é o livro mais vendido, lido, aceito, analisado, criticado, etc... do mundo, logo sua respeitabilidade enquanto obra literária ( certa ou não) é indiscutível, não se trata de seguidores mas de "consideradores", para o bem ou o mal.

continua...

marcilio leão
Michelle disse…
Marcílio,

>> 'nunca disse que o casamento IMPEDIA o contágio, uma vez que depende do comportamento dos cônjuges, mas que ele é O MELHOR método, desde que seguido corretamente, qualquer um pode ser vítima de transfusão, ou contágio via paciente (é o caso de enfermeiras), ou seja 100% não existe! por outro lado, o sexo mais arriscado que possa existir é a relação homossexual masculina promíscua."

Ok..então de acordo com seu falho argumento, pra que eu vou usar camisinha? Eu não um homem gay e sim uma mulher bissexual e não sou promíscua (já que só fiz sexo com pessoas com quem tive relacionamento sério e não foram tantas pessoas assim, né?). De acordo com seu falho argumento, ao transar com um homem ou com uma mulher não tenho necessidade de me proteger.

Essa teoria de que o casamento é o melhor método é mentira. Virus não "escolhem quem contaminar baseado no estado civil ou religioso, na orientação sexual, na idade, no gênero sexual, etc". Hj em dia não se fala mais em grupos de risco e sim comportamentos de risco como: transar sem preservativo (seja com o cônjuge, com namorado, amante, ficante, amizade colorida, peguete na balada, etc), usar drogas injetáveis, dividir instrumentos cortantes e perfurantes sem esterilização, etc. Isso qualquer um está exposto à isso, independentemente da orientação sexual da pessoa, do estado civil e da frequencia com que ela faz sexo. Às vezes, uma vez já é mais do que o suficiente pra se pegar uma doença, não importa a forma de contágio.


>> "Os gays se portam como se suas práticas sexuais não tivessem consequências para a sociedade!"

Que consequencias seriam essas para a sociedade? Até onde eu saiba, a sociedade não tem nada a ver com quem eu namoro e transo ou não. Isso se trata da minha vida pessoal, particular. Não tem nada a ver com a sociedade. E ninguém deve opinar pq se trata da minha vida privada. Eu posso me assumir bissexual (que é de direito meu), mas não quero que as pessoas fiquem dizendo que devo viver a minha vida de acordo com o que elas acham correto.

Se elas acham que eu não posso me unir no civil com a minha namorada e formar uma família, ok...direito delas. Agora querer interferir na minha liberdade e na liberdade da minha namorada ao querer impedir que nos unamos no civil e formemos uma família, fazendo o maior piti pra que isso não aconteça, impedindo nós de sermos felizes à nossa maneira é inaceitável. Marcílio: aprende uma coisa, os direitos dos homossexuais em ter sua união civil reconhecida e ter automaticamente direitos conjugais garantidos em vez de ter que ir na justiça pra ter conseguir esses direitos (como pensão, dependência, herança, etc) que é algo que casais heterossexuais não precisam fazer pra ter esses direitos garantidos não é questão de religiões e sim de direitos civis. Apenas isso. Direitos civis =/= religiões.
Michelle disse…
Marcílio,

>> "A família sendo a célula máter social, não comporta mutações impunemente, o DNA social é a família, construída a partir do casamento( união entre homem é mulher, indissolúvel), é o que assevera a constituição federal atual e a Bíblia."

A constituição não é imutável, ela acompanha as mudanças da sociedade (ao contrário da bíblia que se nega à acompanhar essas mudanças) e do tempo em que se vive. Se a constituição não fosse imutável, estaríamos até hj com a de 1824.

E a constituição e as leis acompanham as mudanças que houve ao longo dos anos em relação ao núcleo familiar. Não há nada na constituição que impeça a ampliação da definiçao de família para famílias monoparentais, homoparentais, famílias onde a criança é criada pelos avós ou irmãos mais velhos ou tios ou por apenas um pai ou mãe adotivos, etc. A família homoparental não é uma ameaça à família tradicional. Esse tipo de família continuará existindo até a extinção da raça humana, com a única diferença que ela será um modelo de família entre tantos outros.

Agora a sua bíblia obviamente é contra isso, mas felizmente ela não é a constituição desse país. Se bem que família na bíblia é uma verdadeira bagunça: tem poligamia, incesto, irmão oferecendo a própria esposa pro outro irmão como se ela fosse uma mercadoria, castigos físicos e morte para crianças desobedientes, famílias sendo separadas em nome de Jesus, Jesus querendo separar famílias e falando que um parente deve matar o outro se caso esse parente querer converter outro familiar pra crer em um deus diferente, etc. Ainda bem que a bíblia não tem valor normativo nesse país.

>> "O nº de 4,0 bilhões que respeitam a Bíblia é um chute modesto, considerando que há em torno de 2,5 bilhões de cristãos e que ela é o livro mais vendido, lido, aceito, analisado, criticado, etc... do mundo, logo sua respeitabilidade enquanto obra literária ( certa ou não) é indiscutível, não se trata de seguidores mas de "consideradores", para o bem ou o mal."

Assim como os livros de JK Rowling (autora de Harry Potter) e os livros de Paulo Coelho que vendem milhões e que foram traduzidos para várias línguas. Apelo à maioria não cola.