Pular para o conteúdo principal

Vítimas belgas de padres pedófilos vão processar o papa Bento 16

Cerca de 80 vítimas belgas de padres pedófilos e de pessoas igualmente criminosas  ligadas à igreja vão processar o papa Bento 16, além de manter as ações judiciais contra a Igreja Católica do seu país, no Tribunal de Ghent.

Walter Van Steenbrugge, um dos advogados das vítimas, disse que o papa tem de ser responsabilizado porque é quem nomeia os bispos, e muitos deles acobertaram os pedófilos.

“A Santa Fé e o papa têm responsabilidade pelos erros”, afirmou. “A negligência [do papa] permitiu que se agravasse o problema.”

O Vaticano ainda não se manifestou sobre a decisão.

Em setembro de 2010, uma comissão instituída por iniciativa da igreja da Bélgica anunciou 500 pessoas que foram vítimas de padre na infância ou adolescência.

O bispo Roger Vangheluwe é um dos abusadores. Após o seu afastamento da diocese de Bruges, ele reconheceu ter assediado dois sobrinhos.

Vangheluwe deu uma entrevista à TV em abril que causou indignação na Bélgica. Falou que um dos sobrinhos nunca reclamou do assédio. “Não tive a sensação de que meu sobrinho era contra, pelo contrário."

Com informação de Religión Digital.

Papa acobertou abuso de 200 crianças surdas, diz NYT.
março de 2010

> Casos de padre pedófilo

Comentários

Anônimo disse…
É uma Ordem condenada..
Anônimo disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse…
A verdade é: quem tem coragem de enfrentar a Todo-Poderosa Igreja? Fossem os criminosos simples indivíduos mortais contribuintes do Estado e não Príncipes da Monarquia Vaticana; estariam porventura soltos e dando entrevistas com teor sarcástico, como o do famigerado purpurado belga? A impunidade dos criminosos de batina é alarmante. E a política de transferi-los, cumulando-os de benesses além de novas oportunidades de perpetrarem novos abusos contra as crianças; é algo que foge ao poder de cognição avaliar e nomear. Desrespeito total às crianças, aos adolescentes, perpetuação de um círculo vicioso de recriação de futuros sociopatas, pois está mais do que comprovado que abusados sexualmente tornam-se depois abusadores...Mais cruéis que Herodes, esses infanticidas contemporâneos deixam as vítimas vivas, como diz a senhora Elisabeth Nonnenmacher, para arrastarem eternamente as correntes da vergonha e do opróbrio angustiante. Quanta vergonha países libertos há muito dos grilhões desse império medieval obscurantista, se mostrarem escrupulosos quanto a citar e colocar estes criminosos vaticanos na cadeia. Pois é mais do que óbvio que enquanto não forem aprisionados e severamente multados, forçados a ressarcir financeiramente as vítimas pelos danos irreparáveis, não irão por limites a si mesmos, nem muito menos cogitar em por fim a tais abusos ou impedir que venham no futuro a se alastrar.
Anônimo disse…
Se um filho maior de idade comete um crime quem paga é o PAI? Resposta NÃO. Então quem tem que pagar pelos crimes de pedofilia na igreja são os próprios padres.
Pedro Lobo disse…
Só tem uma coisa, meu caro. Os padres não são crianças, são adultos safados.
Anônimo disse…
E no meu entender os padres PEDÓFILOS sim são adultos e podem pagar pelo seus crimes e Não a igreja.
Anônimo disse…
De novo a esquizofrenia marxista.
Mas esse fabiano...
Elisabeth disse…
Prezado Fabian,
Obrigada por citar meu nome e reconhecer meus alertas em relação aos danos a vítimas de pedofilia, mas gostaria de chamar atenção de que a MAIORIA daqueles que são abusados sexualmente, NÃO se tornam necessariamente abusadores. Não vamos generalizar e nem fazer com que tantas das vítimas que já sofrem por causa dos abusos, carreguem mais este estigma. Eu sou um exemplo disso.
Pedofilicos, são psicopatas que não desenvolvem a sensibilidade e nem compaixão por outros e apesar de que atos de violência podem contribuir para isso, estes aprendem a apreciar as práticas de abuso, pelo sentimento de poder que isso lhes proporciona, perpetuando estes atos de sadismo.
Penso que, o Vaticano deve ser responsabilizado pela continua negligência mostrada até então em relação a todo tipo de abusos cometidos pelo clero e indenizar as vítimas.
Como chefe da IGREJA (cujo significado na antiga língua grega, que de acordo com o historiador Michael Tsarion, significa NEGÓCIO), o Papa deve parar de enrolar as pessoas com desculpas vazias e falsos pedidos de perdão e honrar esta dívida moral de uma vez por todas.
Esta Igreja(Negócio), tem lucrado e explorado a humanidade através de milênios, vendendo promessas, mas nunca entrega a mercadoria. Pois, que esta organização que se entitula um exemplo de bondade, siga o que prega e mostre na prática que, o bem estar do espirito do próximo, tem mais valor do que continuar a armazenar tantas as riquezas terrenas,use estas para indenizar as vítimas.
O abuso sexual na infância é um dos maiores desencadeadores de condições de pobreza nas vidas das vítimas pois, se as pessoas não receberem terapia e condições amplas de ajuda, o trauma deixa um legado que contribui para doenças emocionais que causam dificuldades de interação social, nos estudos e para buscar trabalho.
A cura das vítimas, tem assim um custo financeiro elevadíssimo e a Igreja DEVE a todas as suas vítimas o custeio da recuperação de suas saúdes, lesada pelos padres, funcionários deste tão lucrativo NEGÓCIO.
Anônimo disse…
Com certeza...
Se o papa ( na época em que era responsável por esse assunto no vaticano) permitisse a condenação dos mesmos.. Entendeu ????
Ele, acariciava os pedófilos ao invés de discipliná-lo e condená-los.. /
Então, quem é conivente com o erro é ....
Anônimo disse…
A pedofilia era encoberta e acariciada pelo então na época responsável por esse assunto. O divino Papa Bento XVI...
Anônimo disse…
Parabens Elisabeth !!!
Falou tudo, tudo tudo....
É a pura verdade....
Parar de pedir "Perdão fajuto" e abrir os cofres abarrotado de ouro do vatcano reparar os danos morais, materiais e todos os danos causados às vitimas desses doentes....

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Deputado estadual constrói capela em gabinete. Ele pode?

Ateu manda recado a padre preconceituoso de Nova Andradina: ame o próximo

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Mescla da política e religião intimida ateus no Brasil. E defendê-los e defender a razão

No noticiário, casos de pastores pedófilos superam os de padres

Padre associa a tragédia das enchentes ao ateísmo de gaúchos. Vingança de Deus?

Como as memórias são armazenadas em nosso cérebro?

Marcha para Jesus no Rio contou com verba de R$ 2,48 milhões

A prefeitura do Rio de Janeiro liberou R$ 2,48 milhões para a realização ontem (sábado, 19) da Marcha para Jesus, que reuniu cerca de 300 mil evangélicos de diferentes denominações. Foi a primeira vez que o evento no Rio contou com verba oficial e apoio institucional da Rede Globo. O dinheiro foi aprovado para a montagem de palco, sistema de som e decoração. O pastor Silas Malafaia, um dos responsáveis pela organização da marcha, disse que vai devolver R$ 410 mil porque o encontro teve também o apoio de sua igreja, a Assembleia de Deus Vitória em Cristo. “O povo de Deus é correto”, disse. “Quero ver a parada gay devolver algum dinheiro de evento.” Pela Constituição, que determina a laicidade do Estado, a prefeitura não pode conceder verba à atividade religiosa. Mas o prefeito Eduardo Paes (PMDB), que compareceu à abertura da marcha, disse que o seu papel é apoiar todos os eventos, como os evangélicos e católicos e a parada gay. A marcha começou às 14h e contou com sete trios